Monstro das festinhas

808 visualizações

Publicada em

Carla Antunes.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
808
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Monstro das festinhas

  1. 1. o MONSTRO DAS
  2. 2. CARLA ANTUNES L V A › way, 44 VL u»
  3. 3. Os Monstros são maus e velkacos, Os monstros são coisas ruins. Eu sou um Monstro dikerente. Eu não sou nada assim!
  4. 4. f/ . @Não sou como os outros 'monstros', _ / Não #aço mal a nincquém. Sou um monstro peaueninor; , E porto-me sempre sem. Não como : :ente nem sicko, i x Eu só como aolaclêainkas. V À É. a única coisa Que eu Quero ' 1/ I É: Que me iiaçamug . ... ... .. / ›/ N i
  5. 5. r” ' *N W. 3 A. . , JM x. g_ ›' / /
  6. 6. Quando as pessoas me vêm › 'A Coeem de »mim a correr. Por isso evPôñacutfer Avkestinkas ~ i A . ~ v r~ ii i Í] i f: i < ~ emoticons-trio; aczuewtczuer $estinkas i ; Cãluer áicauémfPiàraiícaíaraçar.
  7. 7. Na casa da DonaVMiQueIina / w *ñ: -;_a; r n Escondi-me no ces-to do tricô E Quando eia 13o¡ Buscar as lãs, Coi em mim Que eia pec-. .ou Acaarrei-me Ioeo a eia Todo aiecare e iieiiz E dei-Ike um Beijinho f' e p e n i c o cl O Bem na ponta do nariz ________ _só
  8. 8. "ão contente Que líiQuei *meu coração deu um salto 2.4. aBri a Bocarra e caritei ; to muito, muito alto; N () Íestinkas na Barricqa, -Testinkas no nariz, CCM muitas «Pestinkas KNFN ÉJ~ . Pico Feliz! / t
  9. 9. Caritou a Dona MiQueiina Que iíicou muito assustada, Os óculos voaram-Ike da cara E eia deu-me uma chapada. . ________À> E É É “à WB. .. “E
  10. 10. Na cozinha do Sr. Proer Escondi-me No meio das couves Que estavam na dispensa Quando lioi ! lazer a sopa Ele lâoi Buscar um erande repolho Que tinha Bom ar. E sem reparar No Que trazia na mão Fazia #es-tinhas No meu coração. Não era uma “couve, Era eu sim senhor Que ele carrecaava Com tanto amor.
  11. 11. ,li ~ Íirc; :lit; t:; fl Aeíizskzzilivfsxê" i . i ~Mx%úimg*uMm““ 'r l uatmwmww_ «e i í i i l
  12. 12. Tão contente Que -PiQuei O meucoração deu um salto E eu aBri a Bocarra e caritei Muito, muito, muito alto: Cestinhas na Barric-. za, (festinhas no nariz, Com muitas l>estinhas(f“”“%j v a Eu llico lieliz! “x x_/ ›* W. K' ' “m, * “Vie, Mas Quando deu Pelo eneiano, O Sr. Proença Atirou-me para o ar E deu-me ! ooo a sentença:
  13. 13. Monstro desc-. .raçado Sai daQui É s muito mau. Se não me desapareces da . Frente (XO KJ Levas com a colher de pau! x
  14. 14. 1 _ “j x”^ 'x x/ z R Mixx_ j A' , ~ “- z '°“"'“'~ (xx/ Rê: _. / _ñ 1/ K §*. //? ' _r, vf, _._p . / y , r y ~ w ~~7”"“'§"'? '-_~. ,______ x «~ 'o xr v/ . ~. , i . Í , -› aoNQuintal da Maria Escondi-me no estendal. " i Pendurei-me direitinho Entre uns calções de linho É. um carande avental. / '/ ,7/ ' x Lá veio a Maria Com um alcauidar Apanhar a roupa Que estava a secar. Primeiro a toalha Toda Florida r Depois o avental E sou eu de secuuida.
  15. 15. Quando me PCGOU í deitou no alcauidar ? ez-me có ceeaas no olho i eu pus-me a saltar. 'ão contente Que -PiQuei J ) meu coração deu um salto. iiiii fan. , . _ . _ “ _ e o »a - eu aBri a Bocarra e eritei / Í/ *ct/ xç ¡A! .E mito, muito, muito alto: estinhas na Barricaa, estinhas no nariz, om muitas llestinhas › u lâico FEMI! l/
  16. 16. IJYJÁVÁV» aí”
  17. 17. W à Eu e as cuecas r" 53:» 5X? ” 3*! - 1 . Comos pelo ar g Mais a roupa toda W i , A Do alcduidar. ” A l »- E sem eu perceBer s, / , za-I a O Que se estava a passar, / A Maria aBriu a Boca / E começou a Berrar: 3% . › 7) x / Monstro horrc "cs : ___~_. ... -~»-*"'“"""“'^*“~m. Sai daQui toca a : :N25
  18. 18. Nincauém me líaz #estinhas Sou um Monstro destaraçado, Vou para o meio de um monte Cico só e aBandonado.
  19. 19. íf~ l , ._ _ , 'r5736-37 "iYLÇJÉA ilikf^aiã<itl§i ! $512 iÍ"5Y5Í1É1¡4§"Í *VÊ "E" r. "' ' - - t. , - : __, _n i w . q, xP_ *allííillatêií*iríisfíw -faenzwíl : Lgliwai 1¡““? ':! ,:. <,-~; â:r~›il! ~mr* VVF/ a- l ' . 3! “¡*szlli: líã“-. EÍ~“_. “›, ICN'Í'*› _ÊÊIIÇWWÉ yirxâ1rh^“lk'llxí'fki"il : íi, v¡_, ,,, . : ç 'i ^ «Vifiíilidll lprsilic: : 1:1: 'l~: í;í= íii 1 _r_, y"“'; ._i. z N¡ , _. _y y r _ _ v Á -Hlwhràatêñ 'iiâii 3“L. .l! ~.($'IlY~^= : _,>_, ,1N»; ~,> 3,”àgçzíjfl; ~~_¡_. ..; ¡; 5_ 53,3¡ 3:¡ ¡hqí _rihmçím
  20. 20. . ___W__. _B/ ~“*”* ' '
  21. 21. .~_. ._~___.4;_-.
  22. 22. ChoQuei com QualQuer coisa. .. CiQuei meio aBananado Quando aBri os olhos e vi AQuilo em Que Bati O meu coração pulou E . PiQuei apaixonado. 7134.» f f J 1/ ' x 1 , v_ x , » t f" 1 > ' z , -. . ! / p _ _x x_ x” , X _ J/ Nx ñ l , x * ~' ljy/ 7 f /
  23. 23. Finalmente encontrei AÍGUÉM Que é icaual a mim, , ç v Que cdosta de muitas lêestinhas l , i E de aBraços sem líim!
  24. 24. Ó sr Ú “ u o 9| e a a o 'Ú c E É o _ . -›. n ur- ~ r , w _. a i ! _r f" A j_ E. : , i ts _A , g . L i »uk _ 6,. b, 'mim 017a r M . n,¡› . .~. ›, ,~ r a li¡ › EM h . . , i : i ¡fa! i i^> *A* à à! ^' l* TW' , É a a › r( , __ m_ an: ', ; . sn. - k i ¡NEV L , N-Í-V , __ 4. _í K _J “É, .. _ i , x_ _ - _ , u. .c ( '! rc . L s' , L~ 1 (' C a . p* s» 2 Zi 1%- . '. i , ~ Gr à w 1 n* a x Q É O a ° «u u N o
  25. 25. l
  26. 26. 50;) Ji _ C OUWÃÊ. - CXDNÍYD CARLA ANTUNES P dói l 0 l t' S
  27. 27. .. ..-. ________ sa. . . . li! ! i l l' t- um na¡ imundo¡ l L-'¡. -?! a'lu

×