Desmistificando o Big Data

555 visualizações

Publicada em

O Big Data surge como um conceito que vem causando muito falatório no mercado. Muitos dizem que ele revolucionará a forma de tratar informações, outros dizem que ele pode até prever acontecimentos. No entanto, poucos sabem dizer ao certo o que realmente é o Big Data. Por isso, entrevistamos Cezar Taurion, gerente de novas tecnologias da IBM Brasil, para falar sobre o assunto.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
555
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desmistificando o Big Data

  1. 1. Big DataO Big Data surge como um conceito que vem causando muito falatório no mercado. Para falar sobre o assunto, entrevistamos Cezar Turion, Gerente de novas tecnologias da IBM Brasil. http://www.ibm.com/br/pt/Muitos dizem que ele revolucionará a forma de tratar informações, outros dizem que ele pode atéprever acontecimentos. No entanto, poucos sabem dizer ao certo o que realmente é o Big Data..Acompanhe!Desmistificando o Big Data 1. O Big Data é uma tecnologia recém-chegada ao Brasil, a qual poucos conhecem e que ainda gera muitas dúvidas. Então, de maneira simples, como podemos explicar o que é Big Data? abaixo 2. Quais as oportunidades que o BigData pode trazer para as empresas? abaixo 3. Muitos especialistas acreditam que, se bem estruturado um projeto de Big Data este pode até prever acontecimentos a partir da leitura de padrões. Afinal, essa tecnologia é capaz de auxiliar no cruzamento de dados? abaixo 4. Com esse panorama, qual é a importância de contar com informações de boa qualidade para atuar nesse ambiente? abaixo 5. E como o Big Data pode auxiliar o segmento de marketing, principalmente o marketing direto? abaixo 6. Por fim, como você enxerga o futuro do mercado de informações com a chegada do Big Data? abaixo ZipCode Tecnologia da InformaçãoRua Joaquim Floriano, 413 - 3º andar – Itaim Bibi – CEP 04534-011 – Telefone: 0800 606 5588 – E-mail: faleconosco@zipcode.com.br
  2. 2. Big Data 1. O Big Data é uma tecnologia recém-chegada ao Brasil, a qual poucos conhecem e que ainda gera muitas dúvidas. Então, de maneira simples, como podemos explicar o que é Big Data?Realmente, o termo Big Data começa a despertar muita atenção, mas ainda é um conceito mal definidoe menos compreendido ainda. Sem entrar em definições, focando apenas nos conceitos, podemosresumir com uma fórmula simples: Big Data = volume + variedade + velocidade de dados +veracidade + valor.Volume porque, além dos dados gerados pelos sistemas transacionais, temos a imensidão de dadosgerados pelos objetos na Internet das Coisas (como sensores e câmeras) e os gerados nas mídiassociais (como Facebook e Twitter) via desktops, smartphones e tablets. Variedade porque estamostratando tanto de dados textuais estruturados como de não estruturados, como fotos, vídeos, e-mails etuítes. E velocidade porque, muitas vezes, precisamos responder aos eventos quase em tempo real. Ouseja, estamos falando de criação e tratamento de dados em volumes massivos. Veracidade porqueprecisamos ter certeza de que os dados são confiáveis e Valor porque dados estão para a sociedade doconhecimento como o petróleo está para a sociedade industrial. O petróleo só tem valor setransformado em combustível e energia. Na mesma linha de raciocínio, dados só terão valor seanalisados e utilizados de forma útil. 2. Quais as oportunidades que o BigData pode trazer para as empresas?Hoje já é consenso que dados são os recursos naturais da nova revolução industrial. Na atualsociedade, ter apenas recursos naturais, como minério, e exportá-los de forma bruta, importando emtroca produtos manufaturados, não garante a competitividade de um país no longo prazo. Oimportante é a tecnologia e o conhecimento, que criam produtos manufaturados. Afinal, um quilo desatélite vale imensamente mais que um quilo de minério de ferro.Fazendo um paralelo, na sociedade da informação é crucial saber tratar os dados na velocidadeadequada. Dados não tratados e analisados em tempo hábil são inúteis, pois não geram informação.Dados passam a ser ativos corporativos importantes e, como tal, podem e devem ser quantificadoseconomicamente. ZipCode Tecnologia da InformaçãoRua Joaquim Floriano, 413 - 3º andar – Itaim Bibi – CEP 04534-011 – Telefone: 0800 606 5588 – E-mail: faleconosco@zipcode.com.br
  3. 3. Big Data 3. Muitos especialistas acreditam que, se bem estruturado um projeto de Big Data este pode até prever acontecimentos a partir da leitura de padrões. Afinal, essa tecnologia é capaz de auxiliar no cruzamento de dados?Sim, e o próprio World Economic Forum publicou um documento –http://www3.weforum.org/docs/WEF_TC_MFS_BigDataBigImpact_Briefing_2012.pdf – que mostracomo, analisando padrões em imensos volumes de dados, pode-se prever desde a magnitude de umaepidemia até sinais de uma provável ocorrência de seca severa em uma região do planeta. Odocumento mostra alguns casos muito interessantes, inclusive o projeto da ONU, chamado GlobalPulse – http://www.unglobalpulse.org/ –, que se propõe a utilizar as tecnologias e conceitos de BigData para ajudar a melhorar as condições de vida das populações do planeta. 4. Com esse panorama, qual é a importância de contar com informações de boa qualidade para atuar nesse ambiente?Infelizmente, a maioria das empresas ainda não tem uma visão clara do que é Big Data, do seupotencial e de como alavancar essa potencialidade. O próprio conceito ainda está um pouco nebuloso.O que vejo são muitas empresas entrando em iniciativas com essa tecnologia sem uma estratégia bemdefinida que as oriente. Big Data não é apenas comprar pacotes de tecnologia, mas uma nova maneirade explorar o imenso volume de dados que circula dentro e fora das empresas. O Big Data embutetransformações em processos de negócio, fontes de dados, infraestrutura de tecnologia e capacitaçõese provoca mudanças organizacionais na empresa e em TI. 5. E como o Big Data pode auxiliar o segmento de marketing, principalmente o marketing direto?O Big Data deve ser usado com responsabilidade. Existem também questões legais a serem resolvidas.Conheço um caso muito curioso de uma grande rede varejista americana que usa um sofisticadoalgoritmo de análise preditiva baseado na varredura do imenso volume de dados de seus clientes. Oalgoritmo chegou à conclusão de que determinado padrão de compras e comentários nas mídias sociaislevantava uma boa possibilidade de determinada pessoa estar grávida e enviou correspondência compromoções para grávidas para sua residência. Quem abriu foi o pai da adolescente, que descobriu,então, a gravidez da filha. O advertising baseado nessas análises é uma questão ainda indefinida deinvasão de privacidade. O uso de dados para prever eventos futuros da vida de uma pessoa temconsequências impactantes, particularmente se familiares ou potenciais empregadores passarem a terconhecimento de questões pessoais ligadas a estilo de vida ou estado clínico. E o quadro piora se aanálise não for verídica, pois gera um inconveniente muito grande e, eventualmente, um processolegal. ZipCode Tecnologia da InformaçãoRua Joaquim Floriano, 413 - 3º andar – Itaim Bibi – CEP 04534-011 – Telefone: 0800 606 5588 – E-mail: faleconosco@zipcode.com.br
  4. 4. Big Data 6. Por fim, como você enxerga o futuro do mercado de informações com a chegada do Big Data?O Big Data ainda está no canto da tela do radar dos executivos, mas tem o potencial de ser umdisruptor de competitividade entre empresas. Afinal, se uma empresa puder obter insightsaprofundados sobre seus clientes, o que eles desejam ou até mesmo o que opinam sobre ela e seusprodutos, tem condições de mudar o jogo. Big Data e Analytics permitem encontrar padrões e sentidoem uma imensa e variada massa amorfa de dados gerados por sistemas transacionais, mídias sociais,sensores etc.Portanto, o Big Data cria valor para as empresas descobrindo padrões e relacionamentos entre dadosque antes estavam perdidos, não apenas em data warehouses internos, mas na própria Web, emtuítes, comentários no Facebook e mesmo em vídeos no YouTube.Big Data não é, em absoluto, um hype de mercado. É um tsunami ainda em alto mar, pouco visível,mas com poder de causar devastação imensa se for ignorado. A sugestão que faço é avaliar o impactodessa tecnologia na sua indústria ou empresa e o quão preparada a sua organização está hoje para oque vem pela frente. Isso significa avaliar a empresa e a área de TI para as tecnologias, capacitações eprocessos que serão necessários para explorar o potencial do Big Data. Este ainda é um cenárioimaturo e existem poucos exemplos de “melhores práticas”. Portanto, é uma iniciativa inovadora paraa maioria das empresas, com os riscos e, claro, as recompensas dos empreendedores inovadores. Masficar parado esperando a onda chegar será perigoso, pois, provavelmente até o fim da década, o BigData passará a ser apenas “Just Data”. Será o modelo natural para pensar análises de dados. ZipCode Tecnologia da InformaçãoRua Joaquim Floriano, 413 - 3º andar – Itaim Bibi – CEP 04534-011 – Telefone: 0800 606 5588 – E-mail: faleconosco@zipcode.com.br
  5. 5. Big Data Sobre a ZipCode: Presente no mercado desde 2001, a ZipCode se destaca pela forte experiência na área de marketing direto. A preocupação constante com a inovação, aliada as principais necessidades do mercado, faz da ZipCode uma das principais empresas provedora e gestora de informações para marketing, crédito, cobrança e antifraude. A companhia atende empresas de todos os portes e segmentos de mercado. Para mais informações, acesse: www.zipcode.com.br Por que trabalhar com a ZipCode – Você terá acesso a milhões de informações precisas e valiosas de consumidores e empresas, obtidos através do cumprimento de práticas legais e éticas. – Identificamos o público-alvo sob medida, para você produzir interações e ações rentáveis e, conquistar novos clientes. – Oferecemos acesso on-line a um banco de dados com inúmeras opções de consulta a informações precisas e atualizadas para localizar clientes em processo de recuperação de crédito. – Somos especialistas em organizar, atualizar e completar as bases de dados dos nossos clientes. – Otimizamos o tempo, os recursos humanos e financeiros, provendo informações em grande escala e alto desempenho. – Visamos sempre a excelência, com flexibilidade, velocidade e qualidade no atendimento e na execução dos serviços prestados. – Melhoramos a sua produtividade, por meio de softwares que dão acesso a informações com velocidade e qualidade que o seu negócio necessita. – Colocamos a disposição dos nossos clientes: suporte antes, durante e após a realização de um serviço. – Atuamos com foco na sua necessidade, visando o seu retorno sobre o investimento. Serviços prestados pela ZipCode para a melhoria da qualidade dos dados – Enriquecimento de dados cadastrais, – Tratamento e atualização de dados cadastrais, – Confirmação/Validação de dados cadastrais; – Automação de acesso a dados públicos, receita federal e Sintegra para emissão de NF. Escritórios Regionais da ZipCode Sudeste Centro-Oeste Sul Belo Horizonte/MG - 31 9381-1409 Brasília/DF I - 61 3034-3435 Curitiba/PR I - 41 8486-4012 Guarulhos/SP - 11 7756-7920 Brasília/DF II - 61 7816-6336 Curitiba/PR II - 43 9905-3386 Vitória/ES - 27 9795-4294 Goiânia/GO I - 62 8229-4954 Porto Alegre I - 51 3061-0209 Goiânia/GO II - 62 8238-5882 Porto Alegre II - 51 9315-5526 Nordeste Fortaleza/CE - 85 8125-2322 Norte Boa Vista/RR - 95 8111-1807Acesse as nossas mídias sociais e assista aos nossos vídeos, fotos dos eventos e apresentações. ZipCode Tecnologia da InformaçãoRua Joaquim Floriano, 413 - 3º andar – Itaim Bibi – CEP 04534-011 – Telefone: 0800 606 5588 – E-mail: faleconosco@zipcode.com.br

×