Lewis Henry Morgan

2.081 visualizações

Publicada em

Evolucionismo cultural é conhecido como o processo de evolução da humanidade (grupos sociais) oriundo da produção de objetos e costumes - que os ajudasse a conviver com os diferentes tipos de ambientes. As distintas sociedades evoluiriam todas na mesma direção, passando por etapas e fases de desenvolvimento e diferenciação culturais inevitáveis e escalonadas, seguindo uma transformação que levaria do simples ao complexo, do homogêneo ao heterogêneo, do irracional ao racional.


1. Selvageria inferior: Infância do gênero humano. Os homens permaneciam, ainda, nos bosques tropicais ou subtropicais e viviam, pelo menos parcialmente, nas árvores; só isso explica que continuassem a existir, em meio às grandes feras selvagens. Os frutos, as nozes e as raízes serviam de alimento; o principal progresso desse período é a formação da linguagem articulada.

2. Selvageria Média: Começa com o emprego dos peixes (incluímos aqui também os crustáceos, moluscos e outros animais aquáticos, conforme mencionado no filme por um geólogo) na alimentação e com o uso do fogo. Os dois fenômenos possuem uma interligação, porque o peixe só pode ser plenamente empregado como alimento graças ao fogo.



3. Selvageria Superior: Começa com a invenção do arco e da flecha, graças aos quais os animais caçados vêm a ser um alimento regular e a caça uma das ocupações normais e costumeiras. O arco, a corda e a seta já constituíam um instrumento bastante complexo, cuja invenção pressupõe larga experiência acumulada e faculdades mentais desenvolvidas, bem como o conhecimento simultâneo de diversas outras invenções.


O primeiro subperíodo da barbárie começou com a manufatura de objetos de cerâmica, seja por invenção original ou por adoção. Para determinar seu término e o começo do status intermediário, encontramos a dificuldade de os dois hemisférios terem características naturais distintas, o que começou a ter influência sobre os negócios humanos depois de passado o período da selvageria.


1. Fase superior Barbárie: Inicia-se com a introdução da cerâmica. logo se descobriu que a argila moldada dava o mesmo resultado, sem necessidade do vaso interior. O traço característico do período da barbárie é a domesticação criação de animais e o cultivo de plantas.



2. Fase Média da Barbárie: Começou com a domesticação de animais no hemisfério oriental e, no ocidental, com a agricultura de irrigação e com o uso de tijolos de adobe e pedras na arquitetura. Seu término pode ser fixado pela invenção do processo de forjar o minério de ferro. I



3. Fase Superior da Barbarie: Inicia-se com a fundição do minério de ferro, e passa à fase da civilização com a invenção da escrita alfabética e seu emprego para registros literários. Essa fase supera todas as anteriores juntas, quanto aos progressos da produção.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.081
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lewis Henry Morgan

  1. 1. Lewis Henry Morgan -Evolucionismo-
  2. 2. Lewis Henry Morgan • Considerado um dos fundadores da antropologia moderna, Morgan nasceu em (1818-1881) no estado de Nova Iorque. Fez pesquisa de campo entre os iroqueses, de onde retirou material para sua reflexão sobre cultura e sociedade. * Iroqueses = É uma nação indígenas americanas.
  3. 3. Evolucionismo - Morgan • Morgan defende que a humanidade passa por um contínuo processo de evolução não apenas biológica, mas também cultural. A partir dessa ideia, aponta para a questão de haver seres humanos culturalmente “menos evoluídos” em relação a outros, por estarem em diferentes níveis da caminhada evolucionista. • Para os antropólogos evolucionistas, todos os grupos humanos teriam que atravessar necessariamente as mesmas etapas de desenvolvimento Selvageria inferior: Selvageria Média: Selvageria Superior:
  4. 4. Evolucionismo - Morgan • Selvageria Inferior: Os homens permaneciam, ainda, nos bosques tropicais. Os frutos, as nozes e as raízes serviam de alimento; o principal progresso desse período é a formação da linguagem articulada.
  5. 5. Evolucionismo - Morgan • Selvageria Média: Começa com o emprego dos peixes na alimentação e com o uso do fogo. Os dois fenômenos possuem uma interligação, porque o peixe só pode ser plenamente empregado como alimento graças ao fogo.
  6. 6. Evolucionismo - Morgan • Selvageria Superior: Começa com a invenção do arco e da flecha, graças aos quais os animais caçados vêm a ser um alimento regular e a caça uma das ocupações normais e costumeiras.
  7. 7. Evolucionismo - Morgan • Um dos estágios segundo Morgan que identifica o homem moderno é a Barbárie. É neste período que Morgan nos chama a atenção para um salto no progresso e desenvolvimento desses grupos no modo cultural e artesanal. Três sub estágios da Barbárie Fase Inferior da Barbárie: Fase Média da Barbárie Fase superior Barbárie
  8. 8. Evolucionismo - Morgan O primeiro subperíodo da barbárie começou com a manufatura de objetos de cerâmica, seja por invenção original ou por adoção. A domesticação de animais no hemisfério oriental e, no ocidental, o cultivo irrigado de milho e plantas, junto com o uso de tijolos de adobe e pedras na construção de casas, foram selecionados como evidência suficiente de avanços
  9. 9. Evolucionismo - Morgan • Fase Inferior da Barbárie: Inicia-se com a introdução da cerâmica. O traço característico do período da barbárie é a domesticação criação de animais e o cultivo de plantas. • Fase Média da Barbárie: Começou com a domesticação de animais, com a agricultura de irrigação e com o uso de tijolos de adobe e pedras na arquitetura. Seu término pode ser fixado pela invenção do processo de forjar o minério de ferro. • Fase Superior da Barbárie: Inicia-se com a fundição do minério de ferro, e passa à fase da civilização com a invenção da escrita alfabética e seu emprego para registros literários. Antes de mais nada, encontramos aqui, pela primeira vez, o arado de ferro. puxado por animais, o que torna possível lavrar a terra em grande escala.
  10. 10. Evolucionismo - Morgan Fase inicial da Barbárie: Fase Média da Barbárie: Fase Superior da Barbárie:
  11. 11. Evolucionismo - Morgan Estado Selvagem Estado Barbárie Estado da Civilização Período em que predomina a apropriação de produtos da natureza, prontos para ser utilizados Período em que aparecem a criação de gado e a agricultura, e se aprende a incrementar a produção da natureza por meio do trabalho humano Período em que o homem continua aprendendo a elaborar os produtos naturais

×