Globalização

3.049 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.049
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Globalização

  1. 1. GLOBALIZAÇÃO (O ESPAÇO DA GEOGRAFIA) http://profalexandregangorra.blogspot.com.br/ 01 - (PUC MG/2006) A globalização é conseqüência direta do desenvolvimento científico e tecnológico e vem se manifestando nas diversas instâncias da sociedade humana, nos aspectos econômicos, sociais, políticos e culturais. Considerando esse contexto, assinale a afirmativa INCORRETA. a) A globalização política reflete-se na atual configuração do mundo, expressa na transnacionalização da atuação dos Estados. b) A globalização econômica destaca-se no papel do capitalismo, que alcança dimensão econômica capaz de impor as decisões do mercado global. c) A globalização social manifesta-se nos movimentos sociais, estruturados visando a ideais como os direitos humanos e a defesa do meio ambiente. d) A globalização cultural conduz-se simultaneamente na homogeneidade crescente entre os lugares do mundo e no interior de cada um desses lugares 02 - (UEPB PB/2006) A primeira leitura da foto nos remete ao seu aspecto mais evidente, ou seja, que a globalização chega a todos os lugares. Porém, podemos também destacar: a) A forte influência que o Dalai Lama ainda exerce sobre o povo tibetano. b) O papel desempenhado pela informação no meio atual, capaz de exercer pressão à invasão chinesa, através da mobilização mundial da opinião pública. c) O destaque dado à informática na formação dos jovens orientais. d) O papel que a cultura exerce na vida dos povos, a qual, mesmo sofrendo os efeitos da globalização, constitui um importante elemento de resistência à completa massificação. e) A força da ideologia e da disciplina budista como mecanismo de resistência ao exército chinês. 03 - (Mackenzie SP/Janeiro/2006) O termo globalização expressa um processo, sobretudo de natureza econômica, atualmente em curso, que atinge dimensão planetária. Entre as características principais da globalização, destacam-se: I. a descentralização espacial das funções produtivas entre vários países e continentes. II. o fortalecimento dos Estados Nacionais, aumentando o papel do Estado como administrador das economias e provedor do bem estar social. III. o crescimento das discussões internacionais sobre o meio ambiente, em função de pressões de ONGs e da relativa ampliação da consciência ecológica. São corretas as características: a) I e II, apenas. c) apenas II. e) I, II e III. b) I e III, apenas. d) II e III, apenas. 04 - (PUC MG/2006) O crescimento econômico global tem sido, em grande parte, sustentado pelo crescimento dos países “gigantes” do mundo: China – Índia. O rápido crescimento econômico desses países está produzindo os seguintes efeitos, EXCETO: a) uma grande massa populacional está emergindo da chamada linha da pobreza e tornando-se novos consumidores. b) as diferenças sociais têm sido reduzidas em ambos os países, em face à rapidez do crescimento e ao modelo econômico adotado. c) essas gigantescas economias globais estão emergindo como um novo padrão de desenvolvimento, em que o tamanho das economias é proporcional às disparidades regionais internas. d) o poderio econômico desses países poderá promover um rearranjo das zonas de influência de poder global. 06 - (UEPB PB/2006) “A globalização colocou o desafio ecológico como questão de sobrevivência da humanidade, e a Amazônia tornou-se símbolo desse desafio”.
  2. 2. Fonte: Bertha Becker – O significado da geopolítica da Amazônia. Com base na afirmativa acima, podemos concluir que: I. A natureza passa a ter valor, seja como patrimônio ecológico, estoque de biodiversidade, seja como capital de realização futura e patrimônio da humanidade a ser preservado para futura utilização. II. Grupos empresariais mobilizam a sociedade amazônica, conscientizando-a da importância da socialização dos recursos naturais da floresta, a fim de beneficiar a sociedade local. III. A biotecnologia existente na região garante a apropriação das riquezas genéticas, colocando-as em benefício das populações locais. Está(ão) correta(s): a) Apenas as proposições I e III b) Apenas a proposição II c) Apenas a proposição III d) Apenas as proposições I e II e) Apenas a proposição I 07 - (UFF RJ/2006) AS CIDADES GLOBAIS Os processos de dispersão espacial e integração econômica, típicos do período atual, têm contribuído para o aumento do papel de algumas cidades na economia mundial. São as chamadas cidades globais, que emergem como pontos internacionais para investimentos, para a localização de escritórios empresariais e para a prestação de serviços e de consultoria financeira a vários mercados da economia global. Segundo os geógrafos Taylor e Flint, haveria no mundo 10 cidades globais de primeira grandeza, assim distribuídas geograficamente: 3 na América do Norte (Nova Iorque, Chicago, Los Angeles); 4 na Europa (Londres, Paris, Frankfurt e Milão); e 3 na Ásia (Tóquio, Hong Kong e Cingapura). Tendo em vista o conceito de cidade global e a sua interpretação, analise o texto e a tabela e assinale a opção correta. a) A inclusão de Tóquio como grande aglomeração urbana deve-se ao fato de a capital japonesa ser o maior centro industrial e financeiro mundial. b) A relação de cidades globais apresentada revela o poder dos centros hegemônicos do capitalismo e a existência de uma periferia mais integrada à economia mundial. c) As cidades globais mencionadas estão localizadas em países que vêm desempenhando um papel relevante na economia mundial há mais de um século. d) O peso demográfico de Nova Iorque, Bombaim e São Paulo é praticamente o mesmo e esta posição tende a se manter durante as próximas décadas. e) O fato de Nova Iorque e Tóquio figurarem como aglomerações urbanas e também como cidades globais demonstra que os dois conceitos são equivalentes. 08 - (UFF RJ/2006) Leia o texto. A maioria das pessoas hoje tende a pensar em cultura como pertencendo a uma determinada sociedade: japoneses têm cultura japonesa, franceses têm cultura francesa, americanos têm cultura americana, e assim por diante. Mas hoje isso tem se mostrado confuso: nós pertencemos à nossa cultura nacional específica, mas muitos de nós no mundo afluente atual também selecionamos – ou pelo menos acreditamos que selecionamos – aspectos de nossas vidas no que pode ser chamado de “o supermercado cultural global”. Um resultado disso é uma profunda contradição (...). Sentimos que pertencemos à nossa cultura nacional específica e acreditamos que devemos estimá-la. Mas também consumimos no supermercado cultural global e acreditamos que podemos comprar, fazer, ser qualquer coisa do mundo que queiramos – mas não podemos ter as duas coisas. Não podemos ter ao mesmo tempo a escolha entre todas as culturas do mundo e a nossa própria individualidade cultural. Ao acreditar ser possível escolher aspectos de sua vida e da cultura do mundo todo, então onde está o seu lar? (...) Podem lar e raízes serem simplesmente mais uma escolha do consumidor? Gordon Mathews. Global culture/individual identity: searching for home in the cultural supermarket. London, Routledge, 2000, p. 9 Identifique a opção cujo argumento traduz corretamente as idéias apresentadas no texto. a) A invasão cultural estrangeira, destruindo as culturas nacionais.
  3. 3. b) O consumismo indiscriminado como fator de alienação. c) O multiculturalismo como resultado das migrações internacionais. d) A perda das “raízes culturais” como decorrência lógica da urbanização. e) A identidade cultural problemática no contexto da globalização. 09 - (UFF RJ/2006) Texto I “(...) A pilhagem das riquezas naturais brasileiras já dura 500 anos. Os colonizadores europeus que saqueavam as colônias deram lugar aos piratas disfarçados de turistas, pesquisadores e missionários. Seu objetivo continua o mesmo: apropriar-se das riquezas da maior biodiversidade do mundo, úteis na produção de alimentos, remédios e cosméticos. ” (Revista Isto é, setembro, 2003, págs. 94, 96) Texto II “Doentes de todo o planeta só têm a ganhar com a biopirataria – se puderem arcar com o custo dos remédios industrializados. Já os países de onde as substâncias originais são retiradas perdem, por ano, uma quantia avaliada em 5,4 bilhões de dólares (...). Não se pode patentear pessoas, mas muitos países patenteiam genes humanos isolados, ou microorganismos criados em laboratório que recebam esses genes.” (Revista Veja, janeiro, 1997, pág. 15) Com base nas informações acima, pode-se afirmar que: a) sendo a biopirataria exclusividade do Brasil, o texto I justifica o II. b) apresentando a biopirataria como um ganho, o texto II nega o I. c) ao falar de patenteação em vez de apropriação, o texto II corrige o I. d) ao complementar o texto I, especificando os dados, o texto II o reforça. e) ao restringir a biodiversidade à região amazônica, o texto I desmente o II. 10 - (UFC CE/1ª Fase/2006) Em tempos neoliberias, o processo de globalização, que interliga lugares, através da movimentação de pessoas, de valores, de capitais e de mercadorias, pode ocasionar situações que expõem a humanidade a condições de risco. Entre as mais graves e/ou sobre as tentativas de evitá-las, é possível destacar, de modo correto: a) a difusão de preconceitos contra estrangeiros, pela crença de que as pessoas e os produtos vindos de fora são os responsáveis pelas crises da economia e pelo desemprego. b) a transferência de doenças degenerativas pelos continentes, como as neoplasias, as doenças cardíacas, o Mal de Alzeimer, entre outras, até há poucos anos, típicas de países desenvolvidos. c) a repercussão das crises, nas bolsas de valores, provocadas por conflitos armados, que têm efeitos semelhantes entre países ricos e pobres e entre pessoas de diferentes condições sociais. d) a carência de água, provocada pelo seu consumo inadequado, que levou o mundo a adotar como forma de controle a racionalização e a privatização do seu uso. e) o desequilíbrio na distribuição da população mundial, solucionável através da transferência de populações, possibilidade assegurada pelas políticas migratórias internacionais. 11 - (UEM PR/Janeiro/2006) Sobre as características da globalização, assinale o que for correto. a) Refere-se a um processo de união entre todas as religiões do planeta. b) Refere-se a um processo de redução das desigualdades socioeconômicas internacionais. c) Trata-se de um crescente processo de interdependência, sobretudo, econômica entre os países e está baseado na expansão do capitalismo. d) Refere-se a um processo de união entre diferentes povos do planeta baseado nos laços da solidariedade humana e do amor. e) Trata-se de um processo que resultou na unificação cultural do planeta. 12 - (Unifesp SP/2006) O gráfico apresenta a distribuição do Produto Interno Bruto por habitante.
  4. 4. (Banco Mundial e PNUD, 2002.) Pode-se afirmar que, entre 1960 e 2000, a renda dos vinte países mais ricos: a) cresceu rapidamente, graças às intervenções militares em países pobres, como as no Vietnã e, mais recentemente, no Afeganistão e no Iraque, que possibilitaram a ampliação de mercado. b) desenvolveu-se, independente das economias de países pobres, que não alcançaram níveis de desenvolvimento econômico de excelência, em virtude da presença de governos corruptos e da baixa qualidade de sua mão-de-obra. c) teve um crescimento contínuo e duradouro, pela capacidade de investimentos em países pobres, que não souberam manter os lucros em seus territórios, permitindo que a guerra fiscal se instalasse, culminando com a evasão de divisas. d) expandiu-se linearmente, graças às facilidades concedidas pelo Conselho de Segurança da ONU, que sempre privilegia os cinco membros permanentes nas decisões econômicas internacionais, em detrimento dos países pobres. e) cresceu mais que o dobro, enquanto que a dos mais pobres apresentou crescimento menor, devido ao aumento dos juros da dívida e ao desequilíbrio entre preços de commodities e de produtos industrializados. 13 - (UFRN RN/2006) O espaço geográfico contemporâneo apresenta um entrecruzamento de redes que objetiva realizar diversos fluxos, principalmente de comunicações, de mercadorias e de capitais. Considerando-se a informação acima, é correto afirmar: a) a abrangência espacial das redes de comunicação ampliou o comércio internacional e acelerou os fluxos de capitais e de mercadorias, eliminando as diferenças socioespaciais entre os lugares. b) a distribuição espacial dos nós de interconexão na rede acontece de forma simétrica, impossibilitando as ações econômicas globais. c) a abrangência espacial das redes unificou os fluxos de comunicação entre os diversos lugares e descentralizou o domínio da tecnologia da informação. d) a distribuição espacial das redes, de forma desigual, permite que as áreas com maior densidade de infra-estrutura apresentem um diferencial de produtividade espacial, atraindo, assim, maior número de investimentos. 14 - (UPE PE/2006) “O mundo está sofrendo, de uma forma acelerada, grandes transformações, fato que tem fortes impactos positivos e negativos na vida das pessoas e da sociedade, quer do ponto de vista cultural, quer ainda do ponto de vista das relações sociais.” (ANDRADE, Manuel Correia de. Globalização e Identidade Nacional. Recife: Bagaço, 2002). Sobre este tema, pode-se afirmar que: 00. a mundialização da difusão de técnicas em diversas áreas, especialmente na de comunicações, aproxima os vários lugares. 01. as transformações referidas no texto só foram possíveis com o fim da URSS, que impedia o avanço do capitalismo no Terceiro Mundo. 02. a facilidade e a intensificação das comunicações exerceram um grande impacto sobre as relações sociais no espaço geográfico. 03. os espaços rurais, especialmente nos países subdesenvolvidos, não foram afetados pelas transformações culturais, na atual fase da Globalização. 04. as transformações verificadas nas técnicas de produção, no espaço rural evitaram impactos ambientais negativos sobre o meio ambiente.

×