Trabalho

821 visualizações

Publicada em

Trabalho da turma 0568

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
821
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
439
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho

  1. 1. Trabalho de Informática Turma : 0568 Aluno : Airton Medeiros Professora : Alessandra Senac
  2. 2.  Atualmente a informática esta presente em nossas vidas e utilizadas diariamente em nossos afazeres, sejam eles pessoais ou profissionais, tudo gira em torna da informática e das tecnologias.  A informática teve seu inicio na história como uma precursora da revolução tecnológica, pois ela surgiu de uma dificuldade ou necessidade dentro da, quando um Francês denominado de Blaise Pascal, desenvolve a primeira máquina de calcular, a primeira calculadora, esta por sua vez foi desenvolvida para realizar cálculos de algoritmos. Isso tudo ocorreu na década de 1642 com a invenção da primeira calculadora de algoritmos, neste momento se dá o, ponta pé inicial para o desenvolvimento da informática no mundo.  O primeiro computador surgiu em 1931 pela primeira vez no mundo uma máquina que realiza cálculos de forma automatizada. O computador foi desenvolvido por Vannevar Bush, através de uma pesquisa feita dentro de um centro de ciência e tecnologia, nos Estados Unidos. “Historia e gerações”
  3. 3.  A primeira geração dos computadores é marcada pela utilização de válvulas. A válvula é um tubo de vidro, similar a uma lâmpada fechada sem ar em seu interior, ou seja, um ambiente fechado a vácuo, e contendo eletrodos, cuja finalidade é controlar o fluxo de elétrons. As válvulas aqueciam bastante e costumavam queimar com facilidade. 1º Geração
  4. 4.  A segunda geração de computadores foi marcada pela substituição da válvula pelo transistor. O transistor revolucionou a eletrônica em geral e os computadores em especial. Eles eram muito menores do que as válvulas a vácuo e tinham outras vantagens: não exigiam tempo de pré-aquecimento, consumiam menos energia, geravam menos calor e eram mais rápidos e confiáveis. No final da década de 50, os transistores foram incorporados aos computadores.  Na segunda geração o conceito de Unidade Central de Procedimento (CPU), memória, linguagem de programação e entrada e saída foram desenvolvidos. O tamanho dos computadores diminuiu consideravelmente. Outro desenvolvimento importante foi a mudança da linguagem de máquina para a linguagem assembly, também conhecida como linguagem simbólica. A linguagem assembly possibilita a utilização de mnemônicos para representar as instruções de máquina. 2º Geração
  5. 5.  A terceira geração de computadores é marcada pela utilização dos circuitos integrados, feitos de silício. Também conhecidos como microchips, eles eram construídos integrando um grande número de transistores, o que possibilitou a construção de equipamentos menores e mais baratos.  Mas o diferencial dos circuitos integrados não era o apenas o tamanho, mas o processo de fabricação que possibilitava a construção de vários circuitos simultaneamente, facilitando a produção em massa. Este avanço pode ser comparado ao advento da impressa, que revolucionou a produção dos livros. Didaticamente os circuitos integrados são categorizados de acordo com a quantidade de integração que eles possuem:  LSI (Large Scale Integration - 100 transistores): computadores da terceira geração  VLSI (Very Large Scale Integration - 1.000 transistores): computadores da quarta geração  ULSI (Ultra-Large Scale Integration - milhões de transistores): computadores da quinta geração 3º Geração
  6. 6.  Os computadores da quarta geração são reconhecidos pelo surgimento dos processadores — unidade central de processamento. Os sistemas operacionais como MS-DOS, UNIX, Apple’s Macintosh foram construídos. Linguagens de programação orientadas a objeto como C++ e Smalltalk foram desenvolvidas. Discos rígidos eram utilizados como memória secundária. Impressoras matriciais, e os teclados com os layouts atuais foram criados nesta época.  Os computadores eram mais confiáveis, mais rápidos, menores e com maior capacidade de armazenamento. Esta geração é marcada pela venda de computadores pessoais. 4º Geração
  7. 7.  Os computadores da quinta geração usam processadores com milhões de transistores. Nesta geração surgiram as arquiteturas de 64 bits, os processadores que utilizam tecnologias RISC e CISC, discos rígidos com capacidade superior a 600GB, pen-drives com mais de 1GB de memória e utilização de disco ótico com mais de 50GB de armazenamento.  A quinta geração está sendo marcada pela inteligência artificial e por sua conectividade. A inteligência artificial pode ser verificada em jogos e robores ao conseguir desafiar a inteligência humana. A conectividade é cada vez mais um requisito das indústrias de computadores. Hoje em dia, queremos que nossos computadores se conectem ao celular, a televisão e a muitos outros dispositivos como geladeira e câmeras de segurança. 5º Geração
  8. 8.  A importância da informática nos dias de hoje, teve um grande avanço significativo na tecnologia do qual seria bom todos que todos terem acesso, mas também é muito utilizado e as vezes até "necessário" no mercado de trabalho atual. Hoje grande parte das empresas públicas e privadas ou quase todas adotam o uso dessas máquinas (computadores) como principal fonte de trabalho pelo fato de elas agilizarem suas atividades do dia-a dia, além de favorecer nossos trabalho essa tecnologia informátizada faz parte também de um novo aprendizado, uma nova evolução da que nos proporciona uma visão ampla no caso do uso da internet, uma grande facilidade de resolver as coisas (sem sair de casa) e uma visão do mundo atual através de noticiários que estão disponíveis sempre para os interessados e curiosos que querem estar sempre informado das notícias e do mundo que nos rodeia. A informática veio para contribuir no desenvolvimento da humanidade, quantas trocas de experiência é possível por meio desta comunicação através destes aparelhos tecnológicos! Quantos conhecimentos! É um novo jeito de aprender, de explorar e conhecer o mundo das tecnologias. Informática na Empresa
  9. 9.  Placa -Mãe;  Processador;  Memória Ram;  HD(Hard Disck-Disco Rígido);  Dispositivos de E/S (Entrada e Saída); Componentes de um Computador O Sistema Computacional é constituído por uma estrutura interna repleta de componentes, cada um com suas funcionalidades. Apesar do computador possuir inúmeros componentes, existem cinco que se destacam. Isso não significa que os outros não são importantes, na verdade estes cinco são os que mais se destacam pelo motivo de exercerem as principais funções que um computador precisa para funcionar, ou seja, são componentes indispensáveis para o funcionamento do computador, isto é, são os que mais trabalham realmente.
  10. 10.  Ter os conhecimentos básicos em informática é fundamental para qualquer um, já que a tecnologia está intrinsecamente em nosso dia-a-dia. Hoje, é possível fazer quase tudo através de um computador e, quem não sabe nem como acessar a internet – porque, acredite, tem gente que ainda não sabe – com certeza ficará para trás.  O curso básico de informática ainda é o mais procurado atualmente e as escolas de cursos profissionalizantes ainda investem pesado nessa área. Conhecer o computador e seu sistema operacional, desde ligar e criar pastas na área de trabalho até às funções um pouco mais complexas; aprender a digitar de forma correta e, aos poucos, de forma mais ágil; acessar a internet; conhecer e utilizar alguns programas do pacote Office (Word, Power Point, Excel), esses são alguns dos assuntos que são abordados num curso de informática básica e são, sem dúvidas, de extrema importância para dar o pontapé inicial nesse universo da informação e tecnologia. Informática na Vida Profissional
  11. 11.  -Periféricos de entrada :  Teclado: periférico que permite o usuário inserir dados através de diversas teclas, inclusive com combinações.  Mouse: periférico que permite o usuário posicionar uma seta (apontador) através da interface gráfica dos aplicativos. O mouse possui 2 botões padrões, o esquerdo e o direito.  Botão esquerdo tem a função de selecionar com um clique e executar com 2 cliques.  Botão direito tem a função auxiliar e na maioria dos aplicativos aciona um menu contextual de atalhos e comandos.  -Periféricos de saída :  São todos os dispositivos de saída conectados externamente à placa-mãe do computador.  Monitor – Principal periférico de saída, exibe ao usuário as principais informações do sistema. Os principais tipos são: LCD, CRT, Plasma, OLED Operam comumente em freqüências entre 60HZ e 80HZ. Periféricos de Entrada e Saída
  12. 12. COMPUTADOR O computador é uma máquina que processa informações eletronicamente, na forma de dados e pode ser programado para as mais diversas tarefas. As fases do processamento são: •Entrada de Dados (Informações iniciais) •Processamento (Instruções) •Saída de Dados (Resultados) Vamos supor que você solicitou ao computador somar 2 + 2. Os dados entram no computador através do teclado, a Unidade Central os processa e envia o resultado para o vídeo.
  13. 13.  A informática é a ciência que tem como objetivo estudar o tratamento da informação através do computador. Este conceito ou esta definição é ampla devido a que o termo informática é um campo de estudo igualmente amplo.  A informática ajuda ao ser humano na tarefa de potencializar as capacidades de comunicação, pensamento e memória. A informática é aplicada em várias áreas da atividade social, e podemos perfeitamente usar como exemplo as aplicações multimídia, arte, desenho computadorizado, ciência, vídeo jogos, investigação, transporte público e privado, telecomunicações, robótica de fabricação, controle e monitores de processos industriais, consulta e armazenamento de informação, e até mesmo gestão de negócios. A informática se popularizou no final do século XX, quando somente era usada para processos industriais e de uso muito limitado, e passou a ser usada de forma doméstica estendendo seu uso a todo aquele que pudesse possuir um computador.
  14. 14. Fim

×