“À conversa com pais” « Educar crianças confiantes e competentes »        Colaboração entre   o webcuco e a USF Egas Moniz...
Plano de apresentação Definições :      Conceito de Si Próprio      Auto-estima ou Estima de Si      Auto-conceito De...
Conceito de Si Próprio É um conceito muito social. É a produção da  identidade individual com o contexto onde se  encontr...
A auto-estima constrói-se… Se, numa crítica, faço uma diferença entre o João e o que o  João fez, ele pode melhorar para ...
A auto-estima constrói-se… Sendo a criança uma “esponja”, se fazemos coexistir sobre o  mesmo acto estes 3 planos, podemo...
Auto-estima Valor que um sujeito atribui à sua própria pessoa;  julgamento de valor sobre si. Precisa de ter previamente...
Auto-Estima / Auto-Conceito               Auto-ConceitoConhecimento                               Ideal do Eu   do Eu     ...
Auto-Estima / Auto-conceito Auto-conceito é a forma como nos vemos. É  quem e o que – consciente ou  inconscientemente – ...
Conceito de Si Próprio (Si) :                 desenvolvimento Emergência : de 0 a 2 anos     Diferenciação do seu própri...
Conceito de Si Próprio (Si) :                    desenvolvimento Confirmação do Si : dos 2 aos 5 anos     Consolidação d...
Conceito de Si Próprio (Si) :                 desenvolvimento Expansão de Si Próprio (dos 5 aos 7-8 anos)     Complexifi...
Conceito de Si Próprio (Si) :                 desenvolvimento Nascimento da estima de Si ou auto-estima  (dos 7-8 anos ao...
Conceito de Si Próprio (Si) :                desenvolvimento Diferenciação de Si Próprio (dos 10-12 anos  aos 15-18 anos)...
Conhecimento de Si Necessidade que se desenvolve desde o  nascimento Premissa indispensável à auto-estima Funda-se sobr...
Dimensão social A influência importante do contexto social na  formação da auto-estima Noção de « espelho social » : se ...
Comparação social Nós avaliamo-nos comparando-nos com os outros. Uma comparação favorável leva a um aumento da  auto-est...
Sentimento de pertença A necessidade de pertencer a um grupo não  pode ser satisfeita apenas pela família. Necessidade d...
Sentimento de Competência Com o crescer dá-se a multiplicação de experiências de  autonomia, que permite conhecer as suas...
Sentimento de Competência                 Auto-estimaSentimentoDe eficácia/                    Motivação  orgulho         ...
Sentimento de Competência Noção de « locus de contrôle » (a que causa tenho tendência de atribuir  os meus sucessos e fra...
Sentimento de Confiança Considerada     como    uma     necessidade  universal (necessidade de segurança física e  depois...
Sentimento de Confiança O sentimento de confiança depende :     Segurança e estabilidade do meio ambiente     A seguran...
Síntese dos determinantesInfluência parental:             Estima de Si                                     Ou           Di...
Síntese dos Determinantes (2)                          Estima de Si                         Ou auto-estimaCONHECIMENTO    ...
Consequências da baixa auto-estima Consequências nas relações familiares Consequências nos resultados escolares Consequ...
O Conceito de Nós Próprios            Fernando Pessoa, in Teoria e Prática do Comércio   Cada homem, desde que sai da neb...
FIM DA EXPOSIÇÃO Questões – respostas – comentários
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Educar crianças confiantes e competentes

1.770 visualizações

Publicada em

Material que serviu de apoio a uma apresentação feita na USF Egas Moniz no âmbito do ciclo de tertúlias "À conversa com os pais".
Aborda-se a construção da auto-estima, da confiança em si próprio e da competência.
Aponta algumas ideias sobre formas de promover a auto-estima nas crianças.
Útil para pais e educadores.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.770
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educar crianças confiantes e competentes

  1. 1. “À conversa com pais” « Educar crianças confiantes e competentes » Colaboração entre o webcuco e a USF Egas Monizwebcuco.blogspot.com ww.facebook.com/webcuco
  2. 2. Plano de apresentação Definições :  Conceito de Si Próprio  Auto-estima ou Estima de Si  Auto-conceito Determinantes :  Conhecimento de Si  Dimensão social : sentimento de pertença  Sentimento de competência  Sentimento de confiança
  3. 3. Conceito de Si Próprio É um conceito muito social. É a produção da identidade individual com o contexto onde se encontra. A criança constrói o seu “Si Próprio” graças aos outros. A ideia que ela tem de si vem dos outros.
  4. 4. A auto-estima constrói-se… Se, numa crítica, faço uma diferença entre o João e o que o João fez, ele pode melhorar para ir mais longe. Isso implica a noção de erro :  Quando o que faço não corresponde ao que eu deveria fazer sobre o plano factual: é um erro e isso corrige-se.  Quando o que faço não corresponde ao que eu deveria fazer no plano afectivo, entramos na noção de culpabilidade e isso pode-se reparar.  Quando o que eu faço não corresponde ao que eu deveria fazer no plano moral, entramos numa noção de moralidade, o que provoca a vergonha
  5. 5. A auto-estima constrói-se… Sendo a criança uma “esponja”, se fazemos coexistir sobre o mesmo acto estes 3 planos, podemos provocar na criança inibições que se tornam em limitações para ela. No plano pedagógico é necessário distinguir estes 3 planos. Um bom pedagogo ajuda a criança a aprender com os seus erros: se lhe dizemos que não é dotado, colocamos-lhe uma etiqueta que ela conservará toda a sua vida. Quando a criança diz «eu não vou conseguir», é importante mostrar-lhe o erro que ela fez e, sobretudo, como corrigir esse erro para melhorar.
  6. 6. Auto-estima Valor que um sujeito atribui à sua própria pessoa; julgamento de valor sobre si. Precisa de ter previamente elaborado as cognições sobre si. Se estas estão erradas, a auto-estima terá fortes riscos de não reflectir a realidade da pessoa. A auto-estima é uma necessidade (na pirâmide de Maslow: necessidades fisiológicas, de segurança, sociais, de estima e de realização).
  7. 7. Auto-Estima / Auto-Conceito Auto-ConceitoConhecimento Ideal do Eu do Eu Auto-Estima
  8. 8. Auto-Estima / Auto-conceito Auto-conceito é a forma como nos vemos. É quem e o que – consciente ou inconscientemente – achamos que somos. Refere-se ao aspecto descritivo da pessoa (dimensão descritiva) A auto-estima refere-se a uma avaliação global que cada um faz do seu valor pessoal (dimensão avaliativa)
  9. 9. Conceito de Si Próprio (Si) : desenvolvimento Emergência : de 0 a 2 anos  Diferenciação do seu próprio corpo.  Sentimento de vinculação precoce (sentir-se amado e com valor) que precisa do amor incondicional dos pais.  A criança necessita de ser cuidada com carinho e ternura (especial relevo para o toque).
  10. 10. Conceito de Si Próprio (Si) : desenvolvimento Confirmação do Si : dos 2 aos 5 anos  Consolidação dos primeiros conceitos  Pela linguagem, as identificações, a posse do que sente como seu, os feed-backs…  Sobrestimação das competências  Conceito do Si global e unidimensional  Conceito do Si limitado ao concreto
  11. 11. Conceito de Si Próprio (Si) : desenvolvimento Expansão de Si Próprio (dos 5 aos 7-8 anos)  Complexificação das capacidades cognitivas  Multiplicação das experiências Permitem:  Comparação social  Imagem de Si Próprio mais diferenciada
  12. 12. Conceito de Si Próprio (Si) : desenvolvimento Nascimento da estima de Si ou auto-estima (dos 7-8 anos aos 10-12 anos)  Capacidades de auto-crítica  Comparação social mais fina
  13. 13. Conceito de Si Próprio (Si) : desenvolvimento Diferenciação de Si Próprio (dos 10-12 anos aos 15-18 anos)  Procura de Si Próprio em pequenas variações  Vontade de se diferenciar / identificar  Capacidades de abstracção permitem a confrontação entre o Si Próprio Real e Ideal  Estima de Si repousa também sobre aspectos psíquicos
  14. 14. Conhecimento de Si Necessidade que se desenvolve desde o nascimento Premissa indispensável à auto-estima Funda-se sobre o processo de vinculação Papel do adulto de focar a atenção nos aspectos positivos aquando dos feed-back enviados à criança O pai / educador deve fazer o luto da criança ideal
  15. 15. Dimensão social A influência importante do contexto social na formação da auto-estima Noção de « espelho social » : se os outros re- enviam uma imagem positiva, ela influencia a auto- estima no mesmo sentido (idem para a imagem negativa) Depende dos pais, da família, do grupo, dos educadores, dos adultos significativos em graus que variam com o tempo.
  16. 16. Comparação social Nós avaliamo-nos comparando-nos com os outros. Uma comparação favorável leva a um aumento da auto-estima (o contrário também é verdade) Os sujeitos « chico espertos » ou « que gostam de se armar » podem proteger a sua auto-estima comparando-se com pessoas menos capazes que eles.
  17. 17. Sentimento de pertença A necessidade de pertencer a um grupo não pode ser satisfeita apenas pela família. Necessidade de habilidades sociais : colaboração, cooperação, descentração, generosidade,…(que se aprendem: é necessário que a criança aprenda a sair do seu egocentrismo para regular as suas necessidades em função dos outros e para ser aceite no grupo e dele tirar benefício). Pertencer ao grupo deve permitir sentir-se útil a esse grupo, importante para ele, responsável nele, reconhecido por ele.
  18. 18. Sentimento de Competência Com o crescer dá-se a multiplicação de experiências de autonomia, que permite conhecer as suas competências. Necessidade de vivenciar o sucesso para desenvolver um sentimento de competência. Para adquirir a convicção de que « eu posso » Necessidade de vivenciar o sucesso para ousar envolver-se numa actividade, manter-se motivado e perseverar face às dificuldades. O educador deve propor actividades/desafios adaptados às capacidades da criança (evitar o fracasso sistemático).
  19. 19. Sentimento de Competência Auto-estimaSentimentoDe eficácia/ Motivação orgulho Envolvimento e perseverança
  20. 20. Sentimento de Competência Noção de « locus de contrôle » (a que causa tenho tendência de atribuir os meus sucessos e fracassos: a mim ou ao exterior?):  Os indivíduos com uma alta auto-estima tendem a atribuir a si os seus sucessos mas justificam os seus fracassos por causas exteriores.  No caso de baixa auto-estima observamos : sobre-generalização dos fracassos – por vezes culpabilização – atribuição externa mais frequente em caso de sucesso Explicar à criança que o seu sucesso se deve a ela, não à sorte ou azar, ou aos outros. Explicar e relativizar as causas dum fracasso. Na sociedade actual a ansiedade de desempenho manifesta-se cada vez mais cedo (por vezes desde o pré-escolar), o que pode, simplesmente, bloquear a criança nos seus feitos.
  21. 21. Sentimento de Confiança Considerada como uma necessidade universal (necessidade de segurança física e depois psicológica) O sentimento de confiança evoluí do sentimento de segurança física e depois psicológica O sentimento de confiança funda-se no fenómeno de vinculação, como o conceito de Si Próprio.
  22. 22. Sentimento de Confiança O sentimento de confiança depende :  Segurança e estabilidade do meio ambiente  A segurança psicológica face ao adulto  Estabilidade dos intervenientes  Estabilidade dos comportamentos, previsibilidade das reacções do adulto  Fiabilidade das promessas do adulto Com confiança, a criança aprende a aceitar os atrasos na satisfação das suas necessidades, a tolerar a frustração
  23. 23. Síntese dos determinantesInfluência parental: Estima de Si Ou Dimensão social:-limites/liberdade Auto-estima-aprovação Influência dos pares-respeito Comparação social-afeição Espelho Social-apoio Quadro de referência:Aspectos subjectivos : Papel socialConceito de Si Contexto socialCapacidades cognitivas de auto-avaliaçãoValores próprios, domínios julgados importantesRelação entre sucesso e expectativas
  24. 24. Síntese dos Determinantes (2) Estima de Si Ou auto-estimaCONHECIMENTO SENTIMENTO SENTIMENTO SENTIMENTO DE DE DE DE SI CONFIANÇA PERTENÇA COMPETÊNCIA Dimensão social Aspectos subjectivos Influência parental
  25. 25. Consequências da baixa auto-estima Consequências nas relações familiares Consequências nos resultados escolares Consequências nas relações com os pares Consequências na relação consigo próprio O nível de auto-estima influencia as emoções sentidas pelo indivíduo (depressões). Problemas do comportamento  ansiedade – agressividade – timidez excessiva…
  26. 26. O Conceito de Nós Próprios Fernando Pessoa, in Teoria e Prática do Comércio Cada homem, desde que sai da nebulose da infância e da adolescência, é em grande parte um produto do seu conceito de si mesmo. Pode dizer-se sem exagero mais que verbal, que temos duas espécies de pais: os nossos pais, propriamente ditos, a quem devemos o ser físico e a base hereditária do nosso temperamento; e, depois, o meio em que vivemos, e o conceito que formamos de nós próprios - mãe e pai, por assim dizer, do nosso ser mental definitivo. Se um homem criar o hábito de se julgar inteligente, não obterá com isso, é certo, um grau de inteligência que não tem; mas fará mais da inteligência que tem do que se julgar estúpido. E isto, que se dá num caso intelectual, mais marcadamente se dá num caso moral, pois a plasticidade das nossas qualidades morais é muito mais acentuada que a das faculdades da nossa mente. Ora, ordinariamente, o que é verdade da psicologia individual - abstraindo daqueles fenómenos que são exclusivamente individuais - é também verdade da psicologia colectiva. Uma nação que habitualmente pense mal de si mesma acabará por merecer o conceito de si que anteformou. Envenena-se mentalmente. O primeiro passo passou para uma regeneração, económica ou outra, de Portugal é criarmos um estado de espírito de confiança - mais, de certeza, nessa regeneração. Não se diga que os «factos» provam o contrário. Os factos provam o que quer o raciocinador. (…) E como assim é, tanto podemos crer que nos regenaremos, como crer o contrário. Se temos, pois, a liberdade de escolha, porque não escolher a atitude mental que nos é mais favorável em vez daquela que nos é menos? 
  27. 27. FIM DA EXPOSIÇÃO Questões – respostas – comentários

×