Mudança e venda direta

848 visualizações

Publicada em

Apresentação do treinamento da força de vendas da empresa Roupa e Cia.
Treinamento e desenvolvimentode pessoas é o nosso forte!

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
848
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
38
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mudança e venda direta

  1. 2. <ul><li>“ Mesmo sem perceber, as mudanças fazem parte do nosso dia a dia. Então, por que não se antecipar para tirar proveito delas, gerando assim vantagens competitivas ?” </li></ul><ul><li>Federico Amory </li></ul>
  2. 3. Mudanças = Novos Conhecimentos <ul><li>Oportunidade de novas formas de trabalho, novos procedimentos e rotinas, novas informações, novas mentalidades, etc. </li></ul>
  3. 4. Por quê Mudar? <ul><li>Toda mudança na organização significa mudanças nas pessoas e nos processos; </li></ul><ul><li>As mudanças representam novas oportunidades de negócios; </li></ul><ul><li>No lugar de considerá-las como ameaças!!, Podemos aproveitá-las como oportunidades. </li></ul>
  4. 5. Algumas razões para colaborar com as mudanças <ul><li>Ajuda a conhecer-se a si mesmo e ao processo; </li></ul><ul><li>Melhora o nível de confiança e de honestidade entre as pessoas; </li></ul><ul><li>Permitem aproveitar melhor a vida corporativa; </li></ul><ul><li>Melhora a disposição das pessoas para colaborar; </li></ul><ul><li>Diminui o nível de inveja, egoísmo e fofoca; </li></ul><ul><li>Existe uma preocupação maior em construir do que em destruir; </li></ul><ul><li>A comunicação flui melhor em todos os níveis; </li></ul><ul><li>Diminui os medos e as frustrações; </li></ul><ul><li>Pode tornar alegre e divertido aquilo que se teme! </li></ul>
  5. 6. Qual a melhor forma para enfrentar as mudanças ? <ul><li>É criando novas condições de trabalho dentro das novas realidades </li></ul><ul><li>Na realidade o crescimento da organização está baseado justamente naquilo que não é conhecido - SIGNIFICA MUDANÇAS !!! </li></ul>Quanto mais rápido a adaptação, mais rápido o retorno!
  6. 7. Adaptabilidade
  7. 8. Vendas, vendas <ul><li>VENDA POR MALA DIRETA; </li></ul><ul><li>CATÁLOGOS, ENCARTES, </li></ul><ul><li>TELEMARKETING, </li></ul><ul><li>LOJAS PRÓPRIAS, </li></ul><ul><li>MÁQUINAS DE VENDA, </li></ul><ul><li>MARKETING DE REDE, </li></ul><ul><li>TELEVISÃO, RÁDIO e INTERNET. </li></ul>
  8. 9. Definição <ul><li>VENDA DIRETA consiste na venda e na entrega dos produtos diretamente ao consumidor por uma equipe própria. Ela é realizada de forma PESSOAL ou PERSONALIZADA. </li></ul><ul><li>Segundo Cobra,(1998) acrescenta que há no Brasil grande número de empresas que se utilizam da venda direta, os exemplos mais conhecidos são sem dúvida a Avon e a Natura. </li></ul>
  9. 10. 9,9 Bilhões 5,3 Bilhões
  10. 11. Segmentos da venda direta no Brasil <ul><li>1% de serviços e outros. </li></ul><ul><li>5% de cuidados do lar </li></ul><ul><li>6% de suplementos nutricionais </li></ul><ul><li>88% da categoria de cuidados pessoais </li></ul>
  11. 12. <ul><li># </li></ul>
  12. 13. A palavra chave é… <ul><li>RELACIONAMENTO </li></ul>
  13. 14. A segunda é PLANEJAMENTO <ul><li>Planejar como você gasta o seu tempo é essencial para administrar o seu território de maneira eficiente. O planejamento cuidadoso o capacita a cumprir diversas metas: </li></ul>
  14. 15. 3 PASSOS INICIAIS: <ul><li>PRIMEIRAS IMPRESSÕES </li></ul><ul><li>ANÁLISE DO AMBIENTE </li></ul><ul><li>QUERA GELO / TRANSIÇÃO </li></ul>
  15. 16. Primeiras Impressões Normalmente, você terá alguns minutos entre sua análise prévia à visita e o momento em que você veja o cliente. Esse momento pode ser tempo perdido ou bem aproveitado. As primeiras impressões são muito importantes na construção de seu relacionamento com o cliente:
  16. 17. Análise do Ambiente A análise do ambiente e o relacionamento com os funcionários do ambiente da visita podem fornecer-lhe dados importantes no levantamento das necessidades e perfil do consumidor.
  17. 18. Abertura Quebra-Gelo Um pouco de conversa informal ajuda a quebrar o gelo. Esse momento tem que ser o mais natural possível. Aborde qualquer tema que não seja relacionado ao objetivo de sua visita (esportes, culinária, clima, etc.), mas tome cuidado para não exagerar na dose e comprometer a transição para a venda propriamente dita.
  18. 19. Transição para Negócios Estabeleça direção e tom profissionais. Ao efetuar a transição para negócios o consumidor estará se perguntando: - “ Devo ouvir essa pessoa?” - “O que ela pode me oferecer?” - “É interessante o que ela tem para me dizer?”
  19. 20. <ul><li>“ Ninguém compra coisa alguma de nós se não tiver um problema que pensem que podemos resolver” </li></ul><ul><li>Extraído do livro Vendas para quem não nasceu vendedor, Dick Kendall, Ed. Nobel. </li></ul>
  20. 21. Análise e Planejamento Primeiras Impressões Abertura Ganhar o Interesse Apresentar Tratar objeções / dúvidas Comprovar Fechar Acompanhar Envolvimento Revele Considere Aceite Tire dúvidas Use (COMPRE) Continue comprando / parceiro ativo Ações do Vendedor Reações Esperadas do Comprador

×