Escola Estadual Professora Maria Angelina
Gomes Ensino Fundamental e Médio
A Revolução Russa
Cap. 3 – pagina 52
Ana Kalyne...
• Escola Estadual Professora Maria Angelina Gomes Ensino
Fundamental e Médio
• Projeto de trabalho acadêmico
para avaliaçã...
• A Revolução Russa de 1917 é considerada
o modelo clássico de revolução proletária
que destruiu a ordem capitalista e bur...
• Alexandre II (1858 - 1881): tinha consciência da necessidade de se
promover reformas modernizadoras no país, para alivia...
• Após o assassinato de Alexandre II, as forças conservadoras russas
uniram-se em torno do novo czar, Alexandre III(1881 -...
• Nicolau II (1894 - 1918) procurou facilitar a entrada de capitais
estrangeiros para promover a industrialização do país,...
• Os trabalhadores rurais viviam em extrema miséria e
pobreza, pagando altos impostos para manter a base do
sistema czaris...
Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa
• A Revolução de 1905 foi um movimento
espontâneo, antigovernamental, que se espalhou por t...
•
Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa
•
Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa
• Mesmo abatida pelos reflexos da derrota militar frente
ao Japão, a Rússia envolveu-se em um outro grande
conflito, a Pri...
• Numa das greves em Petrogrado (atualmente São
Petersburgo, então capital do país), Nicolau II toma a última
das suas mui...
• Em 15 de março de 1917, o conjunto de forças políticas de
oposição (liberais burguesas e socialistas) depuseram o czar
N...
• Em 7 de novembro os bolcheviques tomaram os
departamentos públicos em Petrogrado. Destituíram o
governo republicano menc...
• Vários bancos e indústrias foram nacionalizados, os títulos de
nobreza perderam o seu valor, as liberdades civis foram
r...
• Apesar da pacificação, o governo revolucionário ainda teve de
enfrentar as forças militares contrarrevolucionárias do
Ex...
• O Partido Comunista Russo passou a representar o governo do
país e era reconhecido como a única agremiação política
auto...
• No ano de 1924, o governo russo foi seriamente abalado com
a morte de Vladimir Lênin. A partir daquele momento, as
conqu...
• A partir de dezembro de 1929, Stalin converteu-se no ditador
absoluto da União Soviética. O método que utilizou para a
t...
• Durante o período stalinista (1924 - 1953) calcula-se que o
terror político soviético foi responsável pela prisão de mai...
• Centralizando o poder do Estado soviético, Stálin livrou-se da
oposição de Trótski, exilando-o em 1929. Mais
tarde, prin...
• A Revolução Russa foi um marco na história mundial ao fazer
de um processo histórico ligado às questões socioeconômicas
...
• http://www.sohistoria.com.br/ef2/revolucaorussa/ <Acesso em 05 de março
de 2014. Às 13:46hs.>
• http://pt.wikipedia.org/...
Fim, boa noite.
História: Revolução russa
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

História: Revolução russa

663 visualizações

Publicada em

Um trabalho sobre a revolução russa, com imagens e explicações completas... Para apresentação academica

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
663
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História: Revolução russa

  1. 1. Escola Estadual Professora Maria Angelina Gomes Ensino Fundamental e Médio A Revolução Russa Cap. 3 – pagina 52 Ana Kalyne Guedes Fernandes Cleide Regina Almeida Gomes Maria Nayara Gomes de Carvalho Maria Cilene Wanderson Vitor Almeida Riacho de Santana – RN 2014
  2. 2. • Escola Estadual Professora Maria Angelina Gomes Ensino Fundamental e Médio • Projeto de trabalho acadêmico para avaliação da matéria História, da turma do 3º ano noturno do curso do ensino médio desta referida escola. RN. • Orientadora: Audaclécia Jacome Riacho de Santana – RN 2014
  3. 3. • A Revolução Russa de 1917 é considerada o modelo clássico de revolução proletária que destruiu a ordem capitalista e burguesa lançando os fundamentos do primeiro Estado socialista da história da humanidade. Foi o modelo clássico de revolução burguesa que desmantelou a velha ordem feudal e aristocrática, criando as condições para o desenvolvimento do capitalismo moderno, e resultou também no estabelecimento do poder soviético sob o controle do partido bolchevique. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa • Introdução =D Bom trabalho! Equipe Wanderson, Kalyne, Cleide, Cilene e Nayara. ~Wand
  4. 4. • Alexandre II (1858 - 1881): tinha consciência da necessidade de se promover reformas modernizadoras no país, para aliviar as tensões sociais internas e transformar a Rússia num Estado mais respeitado internacionalmente. Mesmo sem provocar alterações significativas na estrutura social existente na Rússia, a política reformista do czar encontrou forte oposição das classes conservadoras da aristocracia, extremamente sensíveis a quaisquer perdas de privilégios sociais em favor de concessões ao povo. Em 1881, o czar Alexandre II foi assassinado por um dos grupos de oposição política que lutavam pelo fim da monarquia vigente, responsabilizada pela situação de injustiça social existente. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa Para entender as causas da Revolução Russa, é fundamental conhecer o desenvolvimento básico das estruturas socioeconômicas na Rússia, durante o governo dos três últimos czares. ~Wand
  5. 5. • Após o assassinato de Alexandre II, as forças conservadoras russas uniram-se em torno do novo czar, Alexandre III(1881 - 1894), que retomou o antigo vigor do regime monárquico absolutista. • Alexandre III concedeu grandes poderes à polícia política do governo, que exercia severo controle sobre os setores educacionais, imprensa e tribunais, além dos dois importantes partidos políticos, que queriam acabar com a autocracia passaram a atuar na clandestinidade. • Impedidos de protestar contra a exploração de que eram vítimas, camponeses e trabalhadores urbanos continuaram sob a opressão da aristocracia agrária e dos empresários industriais. • Alexandre III faleceu em 1894. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa ~Wand
  6. 6. • Nicolau II (1894 - 1918) procurou facilitar a entrada de capitais estrangeiros para promover a industrialização do país, principalmente da França, da Alemanha, da Inglaterra e da Bélgica. Esse processo de industrialização ocorreu posteriormente à da maioria dos países da Europa Ocidental. O desenvolvimento capitalista russo foi ativado por medidas como o início da exportação do petróleo, a implantação de estradas de ferro e da indústria siderúrgica. • Formou-se um operariado de aproximadamente 3 milhões de pessoas, que recebiam salários miseráveis e eram submetidas a jornadas de 12 a 16 horas diárias de trabalho, não recebiam alimentação e trabalhavam em locais imundos, sujeitos a doenças. Nessa dramática situação de exploração do operariado, as ideias socialistas encontraram um campo fértil para o seu florescimento Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa ~Wand
  7. 7. • Os trabalhadores rurais viviam em extrema miséria e pobreza, pagando altos impostos para manter a base do sistema czarista de Nicolau II. O czar governava a Rússia de forma absolutista, ou seja, concentrava poderes em suas mãos não abrindo espaço para a democracia. Mesmo os trabalhadores urbanos, que desfrutavam os poucos empregos da fraca indústria russa, viviam descontentes com o governo do czar. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa • Rússia Czarista O martelo representa os trabalhadores industriais e a foice representa os camponeses. Juntos eles representam a classe trabalhadora. O logotipo ao lado é do Brasão de Armas russo, que mostra um globo em seu centro. ~Kalyn
  8. 8. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa • A Revolução de 1905 foi um movimento espontâneo, antigovernamental, que se espalhou por todo o Império Russo , aparentemente sem liderança, direção, controle ou objetivos muito precisos. Geralmente é considerada como o marco inicial das mudanças sociais que culminaram com a Revolução. Veja o vídeo: ~Wand • O Domingo Sangrento
  9. 9. • Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa
  10. 10. • Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa
  11. 11. • Mesmo abatida pelos reflexos da derrota militar frente ao Japão, a Rússia envolveu-se em um outro grande conflito, a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), em que também sofreu pesadas derrotas nos combates contra os alemães. A longa duração da guerra provocou crise de abastecimento alimentar nas cidades, desencadeando uma série de greves e revoltas populares. Incapaz de conter a onda de insatisfações, o regime czarista mostrava-se intensamente debilitado. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa A queda Czar – Inicio do processo revolucionário Palácio Tauride, sede da Duma e posteriormente do Governo Provisório e do Soviete de Petrogrado. ~Regi
  12. 12. • Numa das greves em Petrogrado (atualmente São Petersburgo, então capital do país), Nicolau II toma a última das suas muitas decisões desastrosas: ordena aos militares que disparem sobre a multidão e contenham a revolta. Partes do exército, sobretudo os soldados, apoiaram a revolta. A violência e a confusão nas ruas tornam-se incontroláveis. Segundo o jornalista francês Claude Anet, em São Petersburgo cerca de 1500 pessoas foram mortas e cerca de 6 mil ficaram feridas. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa Outro dia sangrento ~Regi
  13. 13. • Em 15 de março de 1917, o conjunto de forças políticas de oposição (liberais burguesas e socialistas) depuseram o czar Nicolau II, dando início à Revolução Russa . O czar foi posteriormente executado, e sua família, composta pela mulher, quatro filhas e um filho, ficaram em prisão domiciliar porém também foram executados posteriormente. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa Nicolau II e sua família (da esquerda para a direita): Olga, Maria, Nicolau, Alexandra, Anastásia, Alexei e Tatiana. ~Naya
  14. 14. • Em 7 de novembro os bolcheviques tomaram os departamentos públicos em Petrogrado. Destituíram o governo republicano menchevique e em seu lugar criaram o Conselho de Comissários do Povo. • Assim, deram inicio ao novo governo russo, transferindo o poder para os sovietes. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa A Revolução Bolchevique Lênin como presidente Leon Trótski como encarregado dos negócios estrangeiros Josef Stálin chefiando os negócios internos ~Naya
  15. 15. • Vários bancos e indústrias foram nacionalizados, os títulos de nobreza perderam o seu valor, as liberdades civis foram reorganizadas por novas leis, as forças armadas ganharam nova formação e os operários poderiam participar na gestão das indústrias em que trabalhavam. • Outra transformação de suma importância foi a negociação do acordo de saída da Primeira Guerra Mundial. Assinado em 3 de março de 1918, o Tratado de Brest-Litovsk alcançou tal objetivo por meio da liberação de regiões antes controladas pelo regime czarista. A asída russa da 1ª guerra resultou no surgimento da: Letônia, Lituânia, Ucrânia, Polônia e Finlândia. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa O governo de Lênin (1917-1924) ~Cilen
  16. 16. • Apesar da pacificação, o governo revolucionário ainda teve de enfrentar as forças militares contrarrevolucionárias do Exército Branco, formado essencialmente por conservadores, oficiais monarquistas e tropas de nações europeias que temiam a divulgação da revolução popular da Rússia para outras nações. Nesse contexto, foi necessária a implantação do comunismo de guerra, marcado por ações rigorosas de intervenção econômica que garantissem a manutenção do Exército Vermelho. Em 1921, as forças revolucionárias acabaram vencendo o conflito. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa ~Cilen
  17. 17. • O Partido Comunista Russo passou a representar o governo do país e era reconhecido como a única agremiação política autorizada a funcionar. Uma nova constituição foi formulada e regiões vizinhas que também aderiram ao socialismo passaram a integrar a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), criada em 1923. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa ~Cilen
  18. 18. • No ano de 1924, o governo russo foi seriamente abalado com a morte de Vladimir Lênin. A partir daquele momento, as conquistas concretizadas pelo sucesso da experiência revolucionária deveriam ser repassadas para as mãos de um novo líder. Foi nessa situação que os líderes políticos Leon Trótski e Josef Stálin disputaram entre si o controle da URSS. Tendo uma articulação política mais vigorosa e um discurso voltado para as questões internas do país, Stálin acabou assumindo o governo. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa ~Regi
  19. 19. • A partir de dezembro de 1929, Stalin converteu-se no ditador absoluto da União Soviética. O método que utilizou para a total conquista do poder político teve como base a sua habilidade no controle da máquina burocrática do Partido e do Estado, bem como a montagem de um implacável sistema de repressão política de todos os opositores. Stalin conseguiu eliminar do Partido, do Exército e dos principais órgãos do Estado todos os antigos dirigentes revolucionários, muitos dos quais tinham sido grandes companheiros de Lénin. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa O governo de Josef Stálin (1924 – 1953)
  20. 20. • Durante o período stalinista (1924 - 1953) calcula-se que o terror político soviético foi responsável pela prisão de mais de cinco milhões de cidadãos e pela morte de mais de 500 mil pessoas. • Houve êxito na reconstrução do país e na elevação do nível econômico e cultural da população soviética tornando a URSS, juntamente com os Estados Unidos da América, após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) uma das superpotências mundiais. • Joseph Stalin numero de vitimas: 43.000.000. É o segundo maior ditador da estória. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa "Nada melhor do que descobrir um inimigo,preparar a vingança e depois dormir tranquilo" ~Wand
  21. 21. • Centralizando o poder do Estado soviético, Stálin livrou-se da oposição de Trótski, exilando-o em 1929. Mais tarde, principalmente em 1936 e 1938, reafirmou sua autoridade ao afastar todos os potenciais opositores por meio de julgamentos, condenações, expulsões do partido e punições em processos que ficaram conhecidos como "expurgos de Moscou". • No plano externo, 65 partidos comunistas, representando mais de 3 milhões de comunistas no mundo todo, apoiaram abertamente a política stalinista, no congresso da Internacional Comunista (Komintern), ocorrido em 1935, em Moscou." Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa ~Wand
  22. 22. • A Revolução Russa foi um marco na história mundial ao fazer de um processo histórico ligado às questões socioeconômicas e culturais da Rússia um exemplo de revolução popular capaz de influir em questões políticas internacionais, bem como, na ascensão dos movimentos socialistas. Nesse trabalho entendemos esse contexto e a importância da revolução e dos movimentos contra soberania politica e desigualdades sociais. Cap.3–pagina52–ARevoluçãoRussa Conclusão ~Wand
  23. 23. • http://www.sohistoria.com.br/ef2/revolucaorussa/ <Acesso em 05 de março de 2014. Às 13:46hs.> • http://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%A3o_Russa_de_1917 <Acesso em 08 de março de 2014. Às 13:24hs.> • http://www.brasilescola.com/historiag/governo-lenin.htm <Acesso em 10 de março de 2014. Às 15:42hs.> • http://www.meionorte.com/josefortes/o-governo-de-stalin-100131.html <Acesso em 10 de março de 2014. Às 15:52hs.> • Imagens: busca google imagens. • Vídeo: busca youtube.com • Direitos de apresentação: Wanderson Vitor • wandersonvitor96@hotmail.com Referencias: Os dados aqui apresentados foram retirados e adaptados, em sua maioria, do documento original que pode ser acessado através dos endereços: ~Wand
  24. 24. Fim, boa noite.

×