8aula vestibular Filosofia

507 visualizações

Publicada em

Aulas de Filosofia do Programa Maranhão Profissional - Coordenador URE São João dos Patos: Walter Alencar de Sousa

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
507
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

8aula vestibular Filosofia

  1. 1. 1
  2. 2. Etapa Pré -Vestibular FILOSOFIA ANTROPOLOGIA FILOSÓFICA Linguagem e Pensamento 2 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  3. 3. Etapa Pré -Vestibular O nome é o símbolo dos objetos que existem no mundo natural e das entidades abstratas que só têm existência no nosso pensamento (por exemplo, ações, estados ou qualidades como tristeza, beleza, liberdade). Toda linguagem é um sistema de signos. O signo é uma coisa que está em lugar de outra, sob algum aspecto. Por exemplo, o gesto de levantar o braço e abanar a mão pode estar no lugar de um cumprimento ou de um adeus; ele é signo dessas duas coisas. rof.º Flaviano Menezes 3 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  4. 4. Etapa Pré -Vestibular Toda linguagem é um sistema de signos. O signo é uma coisa que está em lugar de outra. rof.º Flaviano Menezes 4 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  5. 5. Etapa Pré -Vestibular No Conceito de um objeto temos a Extensão e a Compreensão. Ao número de "objetos" abrangidos pelo conceito chama-se EXTENSÃO. Imaginem a classe de objetos que esse mesmo conceito representa. (ex. Mamífero: ser humano, leão, cão, baleia...) Ás "qualidades específicas" contidas num conceito chamamos COMPREENSÃO. Serão as propriedades que definem esse mesmo conceito. Por exemplo, no termo mamífero: vertebrados + glândulas mamárias + alimentados a leite na primeira fase da vida... 5 Prof.º Flaviano Menezes Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  6. 6. Etapa Pré -Vestibular EXTENSÃO + COMPREENSÃO = CONCEITO EXTENSÃO - número de "objetos" abrangidos pelo conceito ou o campo de aplicação. COMPREENSÃO - qualidades específicas, o que o constitui. Prof.º Flaviano Menezes 6 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  7. 7. Etapa Pré -Vestibular O símbolo nasce da relação arbitrária entre objetos e signos, regida simplesmente por convenção. Por isso, um mesmo símbolo pode ter diversos significados, dependendo do grupo social. Triângulo: símbolo com várias interpretações: luz, trevas e tempo; passado, presente e futuro; sabedoria, força e beleza; nascimento, vida e morte; liberdade, igualdade e fraternidade. rof.º Flaviano Menezes Tridente: É um símbolo sagrado nos rituais de fertilidade. Arma do deus grego Poseidon e instrumento de Lúcifer. 7 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  8. 8. Etapa Pré -Vestibular 1 - Ícones: são signos que mantém uma relação de analogia com o objeto representado. Ex: desenhos figurativos, fotos, filmes, imitações, caricaturas. 2 - Índices: são signos que mantém relações causais com os objetos ou ideias que eles representam. Ex: fumaça para indicar fogo, talheres para indicar restaurante, sorrisos para indicar alegria, lágrimas para indicar tristeza, etc. 3 - Símbolos: são signos cujos significados são derivados de convenções. Ex: foi convencionado que um triângulo na pista significa carro com problemas. rof.º Flaviano Menezes Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com 8
  9. 9. Etapa Pré -Vestibular Há diversos tipos de linguagens criados pelo homem. Das linguagens matemáticas, linguagens de computador, passam pelas línguas diversas, pelas linguagens artísticas e chegando às linguagens gestuais, da moda, espaciais, dentre outras. Será que todas essas linguagens se estruturam da mesma forma? Será que o repertório de signos e as regras de combinação e de uso desses signos são iguais? rof.º Flaviano Menezes Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com 9
  10. 10. Etapa Pré -Vestibular Platão, no livro X de República: "Sempre que um determinado número de indivíduos tem um nome comum supomos que tenham também uma ideia ou forma correspondente" ( 2001, p. 596 ) Os aspecto genérico da linguagem. rof.º Flaviano Menezes 10 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  11. 11. Etapa Pré -Vestibular Platão, no diálogo Crátilo: O instrumento do falar é o nome. O nome oficial das coisas serve para fugirmos do relativismo na nominação das coisas (usar nomes de forma arbitrária). rof.º Flaviano Menezes 11 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  12. 12. Etapa Pré -Vestibular Platão, no diálogo Crátilo: O homem deve conhecer primeiro os seres para depois dar nomes a eles. Confiar nos nomes para conhecer os seres pode nos levar a enganos e ilusões, já que a imitação não é sempre perfeita. Mas não se pode deixar de se fazer a imitação, já que parece ser o único modo de construir a realidade. rof.º Flaviano Menezes Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com 12
  13. 13. Etapa Pré -Vestibular Platão, no diálogo Crátilo: rof.º Flaviano Menezes Fonte: bonebrokeblog.wordp1r3ess.com Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  14. 14. Etapa Pré -Vestibular Platão, no diálogo Crátilo: rof.º Flaviano Menezes Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com Fonte: bonebrokeblog.wordp1r4ess.com
  15. 15. Etapa Pré -Vestibular Aristóteles, em sua Metafísica: "E assim, poder-se-ia até levantar a questão de saber se as palavras caminhar, ter saúde, sentar, implicam que cada uma dessas coisas seja existente, e do mesmo modo em outros casos deste gênero; pois nenhuma delas subsiste por si própria nem é capaz de manter-se separada da substância mas, antes, se realmente é alguma coisa, é aquilo que anda, ou se senta ou é saudável que é uma coisa existente. Ora, tais palavras são tidas na conta de mais reais porque existe algo definido que lhes é subjacente” Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com 15 rof.º Flaviano Menezes
  16. 16. Etapa Pré -Vestibular Aristóteles, em sua Metafísica: Aristóteles parte do fato de que nunca usamos verbos a não ser em conexão com sujeitos, de que não dizemos "Senta", "Caminha" etc., mas, antes, "Ele está sentado" ou "Ela caminha". Deste fato conclui que as substâncias, as "coisas", têm uma espécie independente de existência que as ações não têm, que as substâncias são ontologicamente mais fundamentais do que as ações.” rof.º Flaviano Menezes 16 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  17. 17. Etapa Pré -Vestibular Aristóteles, em sua Metafísica: rof.º Flaviano Menezes 17 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  18. 18. Etapa Pré -Vestibular A lógica é o ramo da filosofia que trata das inferência, das proposições, das afirmações. É a tentativa de criação de critérios para distinguir as inferências válidas das inválidas. Ex: proposição: Todo homem é mortal. Inferência válida – é aquela na qual sempre que as premissas sejam verdadeiras a conclusão também o é, necessariamente. Prof.º Flaviano Menezes 18 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  19. 19. Etapa Pré -Vestibular Todo homem é mortal. 1ª premissa Sócrates é homem. 2ª premissa Logo, Sócrates é mortal. Conclusão Todo homem é mortal. Sócrates é gordo. Logo, Sócrates é mortal. Faltou o Termo Médio que dialogasse com o primeiro. Este argumento é chamado de argumento lógico não válido (inválido). Só podemos concluir que Sócrates é gordo! Prof.º Flaviano Menezes Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com 19
  20. 20. Etapa Pré -Vestibular 1. João vende apólices de seguro em nossa cidade. João pertence ao Clube de pais da cidade. Portanto, João não só vende apólices de seguro em nossa cidade, como pertence ao Clube de pais da cidade. 2. Alguém vende apólices de seguro em nossa cidade. Alguém pertence ao Clube de pais da cidade. Portanto, alguém vende apólices de seguro em nossa cidade e pertence ao Clube de pais da cidade. Prof.º Flaviano Menezes 20 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  21. 21. Etapa Pré -Vestibular Todos os portugueses são europeus Todos os lisboetas são portugueses Logo, os lisboetas são europeus. O silogismo categórico é um raciocínio dedutivo, foi sistematizado por Aristóteles e é constituído por três proposições categóricas em duas funcionam como premissas e uma como conclusão. Prof.º Flaviano Menezes 21 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  22. 22. Etapa Pré -Vestibular Falácias - Na linguagem do dia-a-dia, nós denominamos muitas crenças equivocadas como falácias (Ex.: comer manga verde com... ), mas, na lógica, o termo possui significado mais específico: falácia é uma falha técnica que torna o argumento inconsistente ou inválido. Argumentos que contém falácias são denominados falaciosos. Frequentemente parecem válidos e convincentes; às vezes, apenas uma análise é capaz de revelar a falha lógica. Prof.º Flaviano Menezes 22 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  23. 23. Etapa Pré -Vestibular 1)- Falácia do Acidente - quando se considera essencial o que é apenas acidental. Ex.: “A maior parte dos políticos são corruptos. Então a política é corrupta.” 2)- Falácia Inversão do acidente -Tomar uma exceção como regra. Ex.: Se deixarmos os doentes terminais usarem drogas fortes, devemos deixar todos usá-la. 3)- Falácia da Negação do antecedente: Ex.: Se há carros, então há poluição. Não há carros. Logo, não há poluição. 23 Prof.. º Flaviano Menezes Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  24. 24. Etapa Pré -Vestibular Ludwig Wittgenstein (1889-1951) - pensador do século XX (Filosofia Contemporânea). Em vida apenas editou uma obra “Tratado Lógico-Filosófico” (1921). 24 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com rof.º Flaviano Menezes http://filosofonet.wordpress.com
  25. 25. Etapa Pré -Vestibular Filme - Wittgenstein (1993) rof.º Flaviano Menezes 25 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  26. 26. Etapa Pré -Vestibular A linguagem e os seus limites é o tema central do Tratado. Wittgenstein e outros filósofos (seus contemporâneos) estavam convencidos que que grande parte dos problemas da filosofia resultavam de um uso imperfeito da linguagem corrente, o que levava a frequentes confusões. rof.º Flaviano Menezes 26 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  27. 27. Etapa Pré -Vestibular A função da linguagem é descrever a realidade, porque em rigor nada pode ser dado fora da linguagem. "Os limites da minha linguagem significa os limites do meu mundo." Pensamento e linguagem são uma e a mesma coisa. rof.º Flaviano Menezes 27 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  28. 28. Etapa Pré -Vestibular “A filosofia nada pode dizer acerca do mundo, pois não é uma ciência, nem uma forma de conhecimento.” A filosofia é uma atividade de análise da linguagem, que nos pode ajudar a distinguir o que se pode ou não dizer. A grande tarefa da filosofia consiste em clarificar o pensamento e nada mais. rof.º Flaviano Menezes 28 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com
  29. 29. Etapa Pré -Vestibular 1 – Alternativa no qual não encontramos uma falácia: A - Ainda ninguém provou que Deus existe. Logo, Deus não existe. B - O Kafka é inteligente ou anormal. Como não se revelou inteligente, logo é anormal. C - Comeu laranja à noite, antes de se ir deitar, e sentiu-se mal. Logo, a laranja faz mal ao organismo quando ingerida à noite. D – A linguagem é condição para o indivíduo se humanizar. Selton não aprendeu nenhuma linguagem, portanto, não se humanizou. E – Einstein, o maior gênio de todos os tempos, gostava de maçãs. Logo, as maçãs são o melhor alimento do mundo. rof.º Flaviano Menezes 29 Coordenador Regional: Walter Alencar de Sousa maranhaoprofissionaluresjp.blogspot.com

×