Tragédia na França: sexta-feira 13 por Vittorio Tedeschi
Antes mesmo do presidente francês François Hollande realizar a sua primeira declaração sobre a
série de ataques terrorista...
As ações, orquestradas em seis pontos de Paris, atingiram os bares LA Belle Equipe e o Le Carillon,
além dos restaurantes ...
O presidente francês decretou estado de emergência em todo o país e ordenou o fechamento das
fronteiras, fortalecendo o cl...
Opinião - a sexta-feira 13 por VittorioTedeschi: covardia e crueldade são as únicas palavras que
me vêm à cabeça para desc...
Tragédia na França: sexta-feira 13 por Vittorio Tedeschi
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tragédia na França: sexta-feira 13 por Vittorio Tedeschi

98 visualizações

Publicada em

Antes mesmo do presidente francês François Hollande realizar a sua primeira declaração sobre a série de ataques terroristas em Paris, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, já havia se posicionado contra as ações que resultaram em uma fatídica sexta-feira 13 para os franceses e que chocaram o mundo. Não por menos, o mandatário estadunidense foi a voz da comoção que ganhou os quatro cantos do planeta, após a morte de mais de 120 civis, além de 200 feridos, sendo 80 destes em estado graves, em ataques, posteriormente, assumidos pelo Estado Islâmico.

As ações, orquestradas em seis pontos de Paris, atingiram os bares LA Belle Equipe e o Le Carillon, além dos restaurantes La Cosa Nostra e no Le Petit Cambodge, bem como o mais grave deles, na casa de show Bataclan. A tragédia só não foi maior porque a polícia conseguiu impedir a entrada de terroristas no Stade de France, onde acontecia o amistoso entre Alemanha e França, inclusive, com a presença do presidente francês.

O presidente francês decretou estado de emergência em todo o país e ordenou o fechamento das fronteiras, fortalecendo o clima de pânico que permanece na cidade luz, após autoridades locais pedirem aos parisienses que permaneçam em suas casas. Ao decretar luto, a prefeitura da capital francesa determinou o fechamento de diversos pontos de encontro em massa, como prevenção a novos ataques terroristas.

Opinião - a sexta-feira 13 por VittorioTedeschi: covardia e crueldade são as únicas palavras que me vêm à cabeça para descrever o ocorrido na fatídica sexta-feira 13 de Paris. O Estado Islâmico acaba de assumir não só a autoria do atentado, mas, também, de assinar a própria sentença, se considerarmos as declarações de François Hollande e de Barack Obama. Essa guerra está apenas começando, infelizmente, enquanto choramos a morte de inocentes e tememos pela vida de tantos outros.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
98
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tragédia na França: sexta-feira 13 por Vittorio Tedeschi

  1. 1. Tragédia na França: sexta-feira 13 por Vittorio Tedeschi
  2. 2. Antes mesmo do presidente francês François Hollande realizar a sua primeira declaração sobre a série de ataques terroristas em Paris, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, já havia se posicionado contra as ações que resultaram em uma fatídica sexta-feira 13 para os franceses e que chocaram o mundo. Não por menos, o mandatário estadunidense foi a voz da comoção que ganhou os quatro cantos do planeta, após a morte de mais de 120 civis, além de 200 feridos, sendo 80 destes em estado graves, em ataques, posteriormente, assumidos pelo Estado Islâmico.
  3. 3. As ações, orquestradas em seis pontos de Paris, atingiram os bares LA Belle Equipe e o Le Carillon, além dos restaurantes La Cosa Nostra e no Le Petit Cambodge, bem como o mais grave deles, na casa de show Bataclan. A tragédia só não foi maior porque a polícia conseguiu impedir a entrada de terroristas no Stade de France, onde acontecia o amistoso entre Alemanha e França, inclusive, com a presença do presidente francês.
  4. 4. O presidente francês decretou estado de emergência em todo o país e ordenou o fechamento das fronteiras, fortalecendo o clima de pânico que permanece na cidade luz, após autoridades locais pedirem aos parisienses que permaneçam em suas casas. Ao decretar luto, a prefeitura da capital francesa determinou o fechamento de diversos pontos de encontro em massa, como prevenção a novos ataques terroristas.
  5. 5. Opinião - a sexta-feira 13 por VittorioTedeschi: covardia e crueldade são as únicas palavras que me vêm à cabeça para descrever o ocorrido na fatídica sexta-feira 13 de Paris. O Estado Islâmico acaba de assumir não só a autoria do atentado, mas, também, de assinar a própria sentença, se considerarmos as declarações de François Hollande e de Barack Obama. Essa guerra está apenas começando, infelizmente, enquanto choramos a morte de inocentes e tememos pela vida de tantos outros.

×