Ceres 12   Capacitação do Espaço                        SOS-HUB
Ceres 12                                                                         Capacitação do Espaço                    ...
Ceres 12                                                                          Capacitação do Espaço                   ...
Ceres 12                                                                         Capacitação do Espaço                    ...
Ceres 12                                                                       Capacitação do Espaço                      ...
Ceres 12                                                                             Capacitação do Espaço                ...
Ceres 12                                                                            Capacitação do Espaço                 ...
Ceres 12                                                                            Capacitação do Espaço                 ...
Ceres 12                                                                     Capacitação do Espaço                        ...
Ceres 12                                                                      Capacitação do Espaço                       ...
Ceres 12                                                                       Capacitação do Espaço                      ...
Ceres 12                                                                            Capacitação do Espaço                 ...
Ceres 12                                                                            Capacitação do Espaço                 ...
Ceres 12                                                                           Capacitação do Espaço                  ...
Ceres 12                                                                          Capacitação do Espaço                   ...
Ceres 12                                                                          Capacitação do Espaço                   ...
Ceres 12                                                                       Capacitação do Espaço                      ...
Ceres 12                                                                         Capacitação do Espaço                    ...
Ceres 12                                                                           Capacitação do Espaço                  ...
Ceres 12                                  Capacitação do Espaço                                                       SOS-...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ceres 12 - Capacitação SOS-HUB

459 visualizações

Publicada em

Capacitação do espaço SOS-HUB da décima segunda edição do Estágio de Vivência em Ceres, da Universidade de Brasília.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
459
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ceres 12 - Capacitação SOS-HUB

  1. 1. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB
  2. 2. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB1) Objetivos do espaçoO espaço SOS-HUB está bastante diferente da 11ª edição de Ceres. Para essa versão,estabelecemos 3 objetivos básicos:a) A gente precisa conhecer o hospital onde vamostrabalhar pela 1ª vez. Afinal, ele é NOSSO.Porque, na boa, nem a gente conhece. Não sabemos bem onde fica a odonto-clínica, nãosabemos o que tem em cada prédio, não sabemos as especialidades que atendem e nãoatendem no nosso hospital. Para que a gente comece a aprender sobre os pontos fortes e osproblemas do HUB é necessário, antes de mais nada, saber muito bem o que tem lá dentro.
  3. 3. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB1) Objetivos do espaçoO espaço SOS-HUB está bastante diferente da 11ª edição de Ceres. Para essa versão,estabelecemos 3 objetivos básicos:b) A gente precisa saber quais são os pontos fortese fracos do nosso hospital.Excelência em transplante de córnea? A residência mais disputada do Brasil na área deotorrinolaringologia? Um centro de geriatria requisitado para estudos internacionais?Realmente, nosso hospital tem muito a oferecer em termos de atenção terciária, serviços dealta complexidade e excelência no ensino das profissões de saúde.Entretanto, infelizmente temos problemas, alguns deles graves.A gente precisa aprender ambos os pontos, pra saber porque se orgulhar desse hospital, e oque poderíamos fazer para melhorá-lo ainda mais e torná-lo cada vez mais adaptado àsatuais necessidades da saúde pública do país.
  4. 4. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB1) Objetivos do espaçoO espaço SOS-HUB está bastante diferente da 11ª edição de Ceres. Para essa versão,estabelecemos 3 objetivos básicos:c) A gente precisa saber o que fazer pra lutar pelamelhoria do Hospital Universitário.Felizmente, temos um grupo de alunos dedicados a pensar soluções para os problemas doHUB. Precisamos mostrar pros novos estudantes da UnB que o Movimento SOS-HUB estáaberto para receber novos membros, e que sim, HÁ COISAS PARA SEREM FEITAS e precisa-sede cérebros para arquitetar novos planos.
  5. 5. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umEntão vamolá.Primeiro de tudo, precisamos apresentar o hospital pra esses camaradinhas.Aí a gente pensa: qual a melhor maneira de você conhecer um estabelecimento?A resposta: entrando nele e dando um passeio. Conhecendo a parte física doestabelecimento. Tirando o HUB do mundo das ideias e vendo como tudo lá é concreto.Ok.Mas como levar 60 pessoas pra fazer um tour por um hospital de grande porte?Simples.Fazendo um TOUR VIRTUAL. Voilá.
  6. 6. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umCONHECENDO O HUB SENTADINHO NO CHPTA ideia é a gente apresentar pra eles um vídeo. Mas não um vídeozinho editado. Umvídeo em primeira pessoa, onde a gente entra no hospital, passeia pelos corredores,pelas escadas, pelo centro cirúrgico, pelas enfermarias, ambulatórios, pronto-socorro,pelo lado de fora, pelo CACON, Odontoclínica, Geriatria, e tudo o mais que tiver direito.Só que, pra ficar atraente, dinâmico e divertido, optamos por uma estética destopmotion, na qual, ao invés de filmar diretamente, a gente tira fotos em sequência ereproduz elas rapidamente e em ordem, que nem você fazia na beirada do livro dematemática quando a aula tava chata, fazendo um desenho animado, lembra?Esse exemplo é perfeito pra entender a versão final do vídeo: http://is.gd/eb9JCL
  7. 7. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umCONHECENDO O HUB SENTADINHO NO CHPTPara que a produção do vídeo seja possível, a gente vai precisar de algumas coisinhas:- Falar com o Dr. Armando, explicando o projeto, a serventia do material final para o HUB e para oSOS-HUB, mostrando o exemplo dado, e garantindo que não serão envolvidas imagens depacientes, preservando a ordem do hospital.- Marcar um dia pra ir lá no hospital, caminhar pelas instalações e bolar um roteiro de filmagem- Marcar um dia pra ir lá no hospital fazer testes de iluminação- Marcar um dia pra ir lá no hospital fazer a captura definitiva das imagens- Tempo para edição do vídeoO projeto do stopmotion do HUB é plenamente plausível, se bem conversado com o Dr. Armando,explicando as vantagens do projeto.
  8. 8. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umCONHECENDO O HUB SENTADINHO NO CHPTDaí, a primeira parte do espaço será apresentar esse vídeo, transportando os estagiários lá doCHPT em Ceres, Goiás, para dentro do Hospital Universitário de Brasília.Antes do vídeo, a gente deve explicar o objetivo dessa atividade, falando que a melhor maneirade conhecer o hospital é entrando lá dentro e andando e, como não podemos fazer isso, a gentevai levar eles de uma outra maneira.Durante ou depois do vídeo, podem ser dadas explicações eventuais ou ser esclarecidas dúvidasque possam surgir.O vídeo vai ser curto, uns 5 minutos no máximo, tempo de uma música.Todo o trajeto de corredores, escadas, estacionamentos, vão ser mostrados em tempo acelerado!
  9. 9. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umMuito bem.Agora que todo mundo já tem uma noção bem melhor do que é HUB e o que as pessoas fazem ládentro, é hora de conhecer o hospital na TEORIA também. Estamos falando de aprender umpouco dos problemas e dos pontos fortes do hospital.Pra isso, a gente organizou uma atividade, meio jogo meio dinâmica.Vai pro próximo slide que eu te explico bonitinho, tá?
  10. 10. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umAPRENDENDO OS PROBLEMAS E VANTAGENS DO HUBA atividade vai funcionar assim:A gente vai dar um papelzinho, dobrado, pra cada estagiário.E vai falar assim ó:Cada papelzinho desses tem um negócio escrito.Os textos de cada papelzinho estão divididos em 4 categorias.Em duas delas, as informações estão organizadas em par. Uma complementa a outra. Vocêsprecisam encontrar o estagiário cujo texto complemente o texto que você tem na mão.Nas outras duas, as informações estão em ordem cronológica. Vocês devem achar as pessoascujos papeizinhos dão seqüência às suas informações.
  11. 11. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umAPRENDENDO OS PROBLEMAS E VANTAGENS DO HUBREGRAS:1) Não pode gritar.2) Você deve falar com uma pessoa de cada vez.3) Você deve explicar o conteúdo do seu papel pra pessoa e analisar se os seus conteúdos tem a ver.4) Você só poderá falar do SEU papel.ORIENTAÇÕES:À medida em que vocês identificarem suas categorias, vocês devem se agrupar com osestagiários que se encaixam na mesma categoria que você, formando assim 4 grupos.
  12. 12. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umAPRENDENDO OS PROBLEMAS E VANTAGENS DO HUBDurante essa atividade, os estagiários estarão sendo supervisionados por facilitadores, quepoderão auxiliar a identificação das categorias e das duplas, caso se mostre necessário.As 4 categorias são:1) Problema do hospital -----> Resolução desse problema2) Área do hospital -------> Fato positivo relacionado a essa área3) Fatos da história do hospital em ordem cronológica4) Conquistas e passos do movimento SOS-HUB em ordem cronológicaNo próximo slide estão exemplos de textos que estariam contidos nesses papeis.
  13. 13. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umAPRENDENDO OS PROBLEMAS E VANTAGENS DO HUBÁrea do hospital -------> Fato positivo em relação a essa áreaPapel 1:O CACON – Centro de alta complexidade em oncologia do HUB, foi criado em julho de 2005, paraauxiliar a alta demanda oncológica do Distrito Federal e Entorno, envolvendo aproximadamente5000 novos casos anuais. A ideia inicial era garantir atendimento integral aos pacientes eoferecendo, no mínimo, 70% do acesso via SUS.Papel 2:Depois da sua inauguração, em 2005, o CACON – Centro de alta complexidade em oncologia doHUB, graças seus serviços de radioterapia, extinguiu a fila pra esse tipo de tratamento na redepública do DF. Os tratamentos oferecidos são um exemplo nacional pela integração dosprofissionais de saúdes, contando com psicólogos, fisioterapeutas, enfermeiros, odontólogos,educadores físicos, médicos e mais 7 especialidades.
  14. 14. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umAPRENDENDO OS PROBLEMAS E VANTAGENS DO HUBProblema -------> SoluçãoPapel 1:O novo Centro de Pronto-Atendimento do HUB foi inaugurado em 2010, a partir dos esforços ecolaborações de vários grupos envolvidos nessa luta. O CPA contou com x leitos, x médicos, xenfermeiros, x equipamentos. No entanto, a espera para o atendimento é altíssima, algunsequipamentos estão sem conserto há 3 meses e faltam médicos para operarem em plantões.Papel 2:Não bastou inaugurar o novo Centro de Pronto-Atendimento do HUB, em 2010. Isso não é obastante. É necessário acompanhar de perto a evolução dessa área importante do hospital,contratar mais médicos e enfermeiros, solicitar o reparo dos equipamentos e organizar a escalados plantões. Somente dessa maneira a luta pela recuperação do Pronto-Socorro terá valido apena.
  15. 15. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umAPRENDENDO OS PROBLEMAS E VANTAGENS DO HUBOrdenamento histórico do hospitalPapel 1:Em 2005, depois de 2 anos de obras, foi inaugurado o CACON – Centro de Alta Complexidade emOncologia. O prédio custou 1 bilhão de dólares, foi projetado de modo que tivesse uma ventilaçãonatural, não necessitando assim de ar-condicionado. Além disso, a acessibilidade foi um quesitopensado desde o início: o prédio é inteiramente adaptado a portadores de necessidadesespeciais.Papel 2:Em 2010, após muita luta de grupos organizados, como o SOS-HUB, o Centro de Pronto-Atendimento do HUB foi inaugurado. O Pronto-Socorro é provisório, pois as obras do prédio dopronto socorro definitivo ainda estão em andamento.
  16. 16. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umAPRENDENDO OS PROBLEMAS E VANTAGENS DO HUBConquistas e luta do SOS-HUBPapel 1:No primeiro semestre de 2010, o SOS-HUB reuniu 400 estudantes de cursos relacionados à saúdepara marchar pela Universidade de Brasília, convidando os demais alunos para caminharem até areitoria, pedindo que alguma atitude fosse tomada em relação ao descaso em que se encontravao Hospital UniversitárioPapel 2:Ainda no primeiro semestre, depois de organizar a passeata pela UnB com mais de 400estudantes, o movimento conseguiu a renúncia do então diretor do hospital, Fulaninho de Tal, e asubida do atual diretor, Dr. Armando Raggio.
  17. 17. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umAPRENDENDO OS PROBLEMAS E VANTAGENS DO HUBOk, e agora, que os grupos estão formados?Agora vem um facilitador em cada grupo e fala assim:Gente, vocês identificaram o tema?Sim! O nosso fala problemas e soluções do hospital, sabe?Ok então, muito bem! Tá todo mundo aí? Todo mundo achou seu par?Sim, tio!Então tá bom. Vocês têm 15 minutos pra organizar uma apresentação pros outros estagiáriossobre o tema e os papeizinhos de vocês, ok?Tá bom! Eu tô adorando isso aqui, meu deus!That’s my pleasure! Cada apresentação deve durar 10 minutos, ok?Beijo, tchau!
  18. 18. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB2) Cumprindo os objetivos, um por umAPRENDENDO OS PROBLEMAS E VANTAGENS DO HUBDepois de todas as apresentações, um facilitador vai fechar o espaço, falando:Então, amiguinhos. Vocês viram que, pra poder trabalhar com esse hospital, a gente precisatrabalhar em equipe né? Precisamos pensar estrategicamente pra poder identificar osproblemas e buscar as soluções. Vocês se ajudaram, vocês procuraram as pessoas certas pracada situação, vocês aprenderam a história do hospital, conheceram os problemas e ensinaramum pouco de tudo pro resto da galera.Agora, o negócio é continuar esse trabalho. É continuar usando a cabeça, continuar trabalhandoem conjunto pelo bem do nosso hospital. Pra isso, temos o SOS-HUB. O movimento está aberto,precisando de novos membros. Basta ir às reuniões! Quem quiser comprar uma camisa domovimento, fique à vontade!
  19. 19. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB3) Analisando o espaçoEssa atividade acabou introduzindo o 2º e 3º objetivos, que eram conhecer o hospital na teoria, seuspontos fortes e problemas, e apresentar o SOS-HUB.Agindo dessa forma, os estagiários acabaram reconhecendo as categorias, trabalhando em conjunto paraencontrar seus pares ou se organizar cronologicamente e, o mais importante de tudo:Eles mesmos aprenderam e ensinaram a história do Hospital Universitário uns aos outros. Eles mesmoscorreram atrás dos problemas e soluções, ATIVAMENTE, pensando, procurando e solucionando. Isso valemais do que qualquer palestra sobre o tema.E sobre o tempo necessário?Vamos precisar de aproximadamente 10 minutos para o vídeo, contando com explicação prévia eexibição.Mais 1 hora pra atividade.Mais 15 minutos pra preparação das apresentações.Mais 50 minutos pras apresentações e pras considerações finais.Totalizando assim, 2 horas e 15 minutos, arredondando pra 2 horas e meia, por precaução.A ideia é que a atividade demore menos que 1 hora. Entretanto, preferimos definir esse tempo pratermos uma margem de segurança, caso a rapaziada seja um pouco mais lenta.
  20. 20. Ceres 12 Capacitação do Espaço SOS-HUB4) Responsáveis e colaboradoresResponsáveis pelo espaço:Rayanne Queiroz – ENF71Vinicius Moreira – MED94 OBRIGADO :)))Natalia Nery – MED 94Susane Pereira – MED 94Colaboradores queridos e amáveis:Yuri Oliveira – MED93Lígia Guimarães Figueiredo – MED93

×