Espeleologia

719 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
719
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Espeleologia

  1. 1. OBJETIVO AMERICANA 2012
  2. 2.  É o estudo de cavernas e cavidades naturais para fins científicos ou esportivos (Caving) Utiliza técnicas variadas de esporte como escalada, técnicas verticais e mergulho Contribui para várias áreas de pesquisa científica
  3. 3.  As cavernas estão presentes em nossa história desde os primórdios da civilização A exploração científica de cavernas começou no século XIX com o francês E. A. Martel O Caving como esporte surgiu na década de 70
  4. 4.  É dedicado ao estudo de uma caverna utilizando várias técnicas esportivas É feita a documentação e uma pesquisa detalhada da área É necessária experiência, qualificação e domínio das técnicas esportivas e científicas
  5. 5. Cordas Freio, cadeirinha e Capacete com mosquetão carbureteiraLanterna à Calçado Roupas de neopreneprova d’água e luvas de neoprene
  6. 6. PETAR – São Paulo Gruta do Janelão – Minas Gerais
  7. 7. Grutas de São Miguel – Mato Gruta das Lancinhas - ParanáGrosso do Sul
  8. 8. Toca da Boa Vista - Bahia Serra da Capivara - Piauí
  9. 9. Caverna Quiocta - Peru Sala das Cascatas - Bahamas
  10. 10. Cavernas de Yucatán - México Cavernas de Carlsbad - EUA
  11. 11. Eisriesenwelt - Áustria Cavernas de Cango – África do Sul
  12. 12. Hang Son Doong - Vietnan Waitomo – Nova Zelândia
  13. 13.  Quedas Hipotermia Afogamento Doenças Envenenamento
  14. 14.  Praticantes com um poder aquisitivo relativamente alto Equipamentos caros Envolve custos com viagens Necessita de cursos específicos
  15. 15. “De uma caverna, nada se tiraalém de fotos, nada se deixa alémde pegadas, nada se leva além desaudades, nada se mata além dotempo.” Lema Internacional da Espeleologia

×