Apresentação GTI Respira Vitória - Semmam

1.334 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.334
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
579
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação GTI Respira Vitória - Semmam

  1. 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE GERÊNCIA DE CONTROLE AMBIENTAL COORDENAÇÃO DE MONITORAMENTO ATMOSFÉRICO, HÍDRICO E DO SOLO MONITORAMENTO E CONTROLEDA QUALIDADE DO AR DE VITÓRIA Vitória, Outubro de 2012
  2. 2. PREFEITURA DE VITÓRIA SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE João Carlos Coser Prefeito Municipal Sueli Passoni Tonini Secretária Municipal de Meio Ambiente Kelly de Souza Hermes Paula Gerente de Controle Ambiental André Liewton de Moura GermanoCoordenador de Monitoramento Atmosférico, Hídrico e do Solo Oceanógrafo, Esp. Gestão Ambiental
  3. 3. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Histórico do Monitoramento Atmosférico:1977→ Ιnício do Monitoramento na GV Instalação de estações de medição de poeira sedimentável no cone de influência da CVRD e CST1989→ Rede Manual de Monitoramento Duas estações (Bairros Centro - Escola de Música e Ilha do Boi), monitorando exclusivamente Material Particulado - PTS;1992 → Rede Manual de Monitoramento As duas estações passaram a monitorar também Dióxido de enxofre - SO2;1999 → Rede Comunitária de Percepção de Poeira Monitorar Poeira Sedimentável em doze estações na cidade de Vitória - (Ilha do Frade, Ilha do Boi, Enseada do Suá, Praia do Canto, Jardim Camburi, Atlântica Ville, Mata da Praia, Jardim da Penha- duas, Forte São João, Caratoíra e Maruípe);2000 → Rede Automática de Monitoramento da Qualidade do Ar – RAMQAr com oito estações na Região da Grande Vitória.
  4. 4. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de VitóriaRede Automática de Monitoramento da Qualidade do Ar - RAMQArImplantada no ano de 2000, com tecnologia para monitoramento contínuo e automatizado (on-line), estações estrategicamente localizadas em formação de rede planejada com centro derecebimento e gerenciamento de informações, comtemplando os parâmetros ambientais danormatização técnica do Brasil:O Governo do Estado do Espírito Santo, através da Secretaria de Estado para Assuntos deMeio Ambiente – SEAMA concedeu as licenças de instalação para o “Alto Forno II daArcelorMittal Tubarão e para a “Usina VII” da Vale incluindo condicionantes, que exigiam umaproposta para uma rede de monitoramento da qualidade do ar da Região da Grande Vitória, como objetivo principal de conhecer melhor a qualidade do ar da Região da Grande Vitória e permitira identificação e registro diário das concentrações de poluentes atmosféricos.O monitoramento automático da qualidade do ar começou a ser feito em 06 de junho de 2000,através da implantação da Rede Automática de Monitoramento da Qualidade do Ar da GrandeVitória (RAMQAR-GV) sendo que a série de dados que teve significância estatística só começoua valer efetivamente em 2001, pois como critério para representatividade dos dados em um anodeve haver um mínimo de 75% de dados registrados, ou seja, como a coleta de dados no ano2000 começou praticamente em sua metade, não houve tempo suficiente para a coleta dosdados da quantidade mínima recomendada.
  5. 5. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória  A RAMQAr A Rede monitora continuamente os níveis de concentrações de poluentes que a população está exposta, além de dados meteorológicos que auxiliam a interpretação dos dados obtidos. A Rede é operada pela Ecosoft e a despesa operacional é bancada pelas principais empresas que desenvolvem atividades potencialmente poluidoras. A SEAMA/IEMA tem todo o controle de operações das Estações bem como de seus custos. A PMV, através da CMAHS, atua de forma suplementar ao órgão estadual, sendo que os dados das estações de Vitória, que integram a RAMQAr, são enviados tanto para o órgão estadual, quanto para o municipal, onde é feito o registro e acompanhamento.
  6. 6. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória
  7. 7. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de VitóriaRelação dos parâmetros monitorados pelas estações situadas em Vitória
  8. 8. RAMQAR 3 – Jardim Camburi
  9. 9. RAMQAR 4 – ENSEADA DO SUÁ
  10. 10. RAMQAR 5 - CENTRO
  11. 11. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Atribuições legais da CMAHS, em relação a monitoramentoatmosférico, de acordo com o Art. 2º, item XIV do Decreto15067/2011  Controlar, fiscalizar e monitorar a qualidade do ar com relação a poluentes emitidos por atividades industriais e outras;  Controlar, fiscalizar e monitorar as emissões de poluentes atmosféricos;  Acompanhar as campanhas de amostragem em chaminés, executadas nas fontes poluidoras fixas, de acordo com os cronogramas estabelecidos e analisar os resultados;  Manter atualizados os programas de monitoramento próprios do município ou obtidos junto a outros órgãos integrantes do SISNAMA  Solicitar aos órgãos estaduais e federais dados relativos aos monitoramentos atmosféricos realizados na região de influência do Município;
  12. 12. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Poluição Atmosférica no Município de Vitória – Quantitativo de denúncias no ano de 2011 6 2% 43 17% DENÚNCIAS 156 COORDENAÇÃO DE FUMAÇA FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL – CFA INVASÃO DE ÁREAFUMAÇA 126 CORTE DE ÁRVOREINVASÃO DE ÁREA 42 POLUIÇÃO DAS AGUASCORTE DE ÁRVORE 34 126 50% 34 14% ANIMAIS EM CATIVEIROPOLUIÇÃO DAS AGUAS 43ANIMAIS EM CATIVEIRO 6TOTAL 251 42 17% DENÚNCIAS 156 COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES ESPECIAIS – CAE 2 1%ODOR 107 31 15%POEIRA 62DESTINAÇÃO IRREGULAR 31 ODORPOLUIÇÃO VISUAL 2 POEIRATOTAL 202 DESTINAÇÃO IRREGULAR 107 53% POLUIÇÃO VISUAL 62 31%
  13. 13. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Evolução da qualidade do ar em VitóriaDióxido de Enxofre – limites (Padrão Primário 80 µg/m³ e Padrão Secundário 40 µg/m³) M é d ia A r itm é tic a A n u a l d e S O 2 3 0 ,0 0 2 5 ,0 0 2 0 ,0 0 1 5 ,0 0 M é d ia A rit m é t ic a 1 0 ,0 0 5 ,0 0 0 ,0 0
  14. 14. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Evolução da qualidade do ar em VitóriaDióxido de Nitrogênio – limite (100 µg/m³) M é d ia A r itm é tic a A n u a l d e N O 2 3 0 ,0 0 2 5 ,0 0 2 0 ,0 0 1 5 ,0 0 M é d ia A ritm é tic a 1 0 ,0 0 5 ,0 0 0 ,0 0
  15. 15. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Evolução da qualidade do ar em VitóriaPartículas Inaláveis (<10µm) – limite (50 µg/m³) M é d ia A r itm é tic a A n u a l d e P a r tíc u la s In a lá v e is (< 1 0 μ m ) 2 8 ,5 28 2 7 ,5 27 2 6 ,5 M é d ia A ritm é tic a 26 2 5 ,5 25
  16. 16. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Evolução da qualidade do ar em VitóriaPartículas Totais em Suspensão – PTS – limites (padrão primário 80 µg/m³ e secundário 60 µg/m³) M é d ia G e o m é tr ic a A n u a l d e P T S 3 7 ,0 3 6 ,0 3 5 ,0 3 4 ,0 3 3 ,0 3 2 ,0 M é d ia G e o m é tric a 3 1 ,0 A nual 3 0 ,0 2 9 ,0 2 8 ,0
  17. 17. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Evolução da qualidade do ar em VitóriaRegistro para NO2 na estação Enseada do Suá
  18. 18. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Evolução da qualidade do ar em VitóriaRegistro para NO2 na estação Jardim Camburi
  19. 19. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Ações e iniciativas na área atmosférica desenvolvidas atualmente Monitoramento da qualidade do ar, de forma suplementar ao órgão estadual, com registro e acompanhamento dos dados coletados pelas estações automáticas. Análise de Inventários de Emissões Atmosféricas (IEA), em conformidade com a Lei Municipal Nº 8103/2011 e de Relatórios de Monitoramento Contínuo das Chaminés Primárias, Secundárias e de Despoeiramento das Usinas de Pelotização (a análise é feita baseando-se na Resolução CONAMA Nº 382/2006). Suporte Técnico à Gerência de Fiscalização, quando do aparecimento de denúncias relacionadas à poluição atmosférica (emissão de fumaça, poeira e odores). Acompanhamento de condicionantes do licenciamento ambiental relacionadas à poluição atmosférica de pequenos e médios empreendimentos. Realização de campanhas educativas e preventivas de lançamentos de fumaça negra por veículos movidos a óleo diesel (parceria entre PMV e Petrobrás, através do CONPET – Programa Nacional de Racionalização do Uso de Derivados do Petróleo e Gás Natural).
  20. 20. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Ações integradas CONPET e PMV• A avaliação das emissões de fumaça negra pelos veículos movidos a óleo diesel são feitas com o veículo parado e com o uso de equipamento denominado opacímetro.• A avaliação é feita com a autorização dos proprietários dos veículos, sendo feitas inspeções através do cano de descarga dos veículos e inserção do opacímetro, onde este transmitia os dados através de conexão sem fio com o notebook do técnico, que tinha instalado um software de cálculo dos valores de lançamentos de fumaça na atmosfera.• Após a validação do resultado e preenchimento do laudo com informações, é entregue uma cartilha dando dicas de conscientização do meio ambiente, manutenção e economia para um melhor uso do veículo e otimização de consumo de diesel.• Ao todo, desde Setembro de 2011, foram realizadas 3 campanhas, totalizando cerca de 178 veículos inspecionados em 8 dias de campanha, sendo que estes foram enquadrados em quatro categorias: ótimo, bom, ruim e muito ruim.• As vias onde as campanhas ocorreram foram: Avenida Adalberto Simão Nader, Avenida Nair de Azevedo, Avenida Fernando Ferrari.
  21. 21. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de VitóriaOpacímetro modelo BP NA 9000P - NA10L827 utilizado nas medições
  22. 22. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória
  23. 23. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de Vitória Planilha do Relatório de Avaliação Técnica do CONPET Ano Opacidade Opacidade No Ident. Placa Motor Rel Classificação 2 Requerida Medida Dígit 1 MPK5814 FORD 87 1,69 0,13 0,08 ÓTIMO 2 L-200 NTC9446 MITSU 11 1,54 3,58 2,32 MUITO RUIM 3 MSE4037 MB 87 1,69 3,90 2,31 MUITO RUIM 4 MPB3365 MB 96 1,54 0,83 0,54 ÓTIMO 5 GWI8664 VOLVO 08 1,15 0,63 0,55 ÓTIMO 6 Mini Van ODE8912 EFFA 11 1,54 0,24 0,16 ÓTIMO 7 LNR5729 VW 01 1,54 0,08 0,05 ÓTIMO 8 LNL8613 MB 01 1,63 0,39 0,24 ÓTIMO 9 MPY4854 MB 92 1,69 0,27 0,16 ÓTIMO 10 MRD2246 MB 94 1,69 0,48 0,28 ÓTIMO 11 Van MPY2044 KIA 04 1,24 1,04 0,84 BOM 12 MXZ1224 MITSU 01 1,54 9,99 6,49 MUITO RUIM 13 MRY2764 IVECO 08 1,54 1,27 0,82 BOM 14 MRB7331 VW 07 1,54 0,34 0,22 ÓTIMO 15 MRD5839 KIA 98 1,30 2,56 1,97 MUITO RUIM 16 MPR4754 FORD 04 1,54 0,64 0,42 ÓTIMO 17 ODC3652 IVECO 11 0,90 0,04 0,04 ÓTIMO 18 MTJ3391 VW 02 1,54 1,26 0,82 BOM 19 MSL5131 VOLVO 08 1,15 0,67 0,58 ÓTIMO 20 MPX3087 MB 98 1,54 0,35 0,23 ÓTIMO 21 MQP3205 MB 06 1,63 0,20 0,12 ÓTIMO 22 MPM8273 MB 97 1,54 1,72 1,12 RUIM 23 ODB6522 VW 11 1,16 0,17 0,15 ÓTIMO 24 MPV0239 MB 04 0,72 0,39 0,54 ÓTIMO 25 MSR0163 VW 09 1,06 0,54 0,51 ÓTIMO 26 ODG0154 VW 11 1,06 0,06 0,06 ÓTIMO 27 MQR8215 MB 06 1,15 0,10 0,09 ÓTIMO 28 MRV2074 FORD 09 0,94 0,19 0,20 ÓTIMO
  24. 24. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de VitóriaResultados das campanhas do CONPET   Ano 1ª Camp – SET 2011 2ª campanha – JUL 2012 Classificação Absol. Percent. Absol. Percent. ÓTIMO 35 53,03% 48 63,16% BOM 9 13,64% 12 15,79% RUIM 8 12,12% 2 2,63% MUITO RUIM 14 21,21% 14 18,42% TOTAL 66 100,00% 76 100,00%
  25. 25. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de VitóriaREQUISITOS LEGAIS APLICÁVEIS• Resolução CONAMA Nº 16/1995 - que dispõe sobre os limites mínimos de emissão de poluentes para os motores destinados a veículos pesados novos, nacionais e importados, e determina a homologação e certificação de veículos novos do ciclo Diesel quanto ao índice de fumaça em aceleração livre. Nesta resolução é estabelecido que as medições de opacidade poderão ser feitas com qualquer opacímetro que atenda à Norma NBR-12897• Resolução CONAMA 419/2009 - anexo 1, que estabelece limites máximos de opacidade em aceleração livre de veículos não abrangidos pela CONAMA 16/1995 (anteriores a ano-modelo 1996) e posteriores à vigência da CONAMA 16. Instrução Normativa IBAMA Nº06 de 2010 - que estabelece os requisitos técnicos para regulamentar os procedimentos para avaliação do estado de manutenção dos veículos em uso.
  26. 26. Monitoramento e Controle da Qualidade do Ar de VitóriaAções futuras e propostas•Solicitação ao órgão estadual, de envio dos dados coletados no município através dos coletoresautomáticos de poeira sedimentável (PSS) e disponibilização destes no site da prefeitura.•Aumentar o número de campanhas educativas feitas anualmente em conjunto com a Petrobrás,para avaliação das emissões de fumaça negra.•Verificação de viabilidade de campanhas complementares utilizando a escala de Ringelmann, ede campanhas com o uso de opacímetro, todas de caráter punitivo.•Verificação de viabilidade de criação de lei municipal que possibilite ao órgão ambientalmunicipal autuar os veículos que estiverem em desacordo com os padrões legais de emissão (nocaso do opacímetro).•Disponibilização dos dados relativos à qualidade do ar em Vitória, no site da prefeitura, comperiodicidade inicialmente semanal.•Retomar o acompanhamento das campanhas de amostragem em fontes fixas industriais•Dar subsídios técnicos e discutir sobre a inserção de um Padrão Municipal para o ParâmetroPartículas Sólidas Sedimentáveis (PSS) no âmbito do GTI.•Verificação de viabilidade da elaboração do inventário de emissões de gases de efeito estufa emparceria com instituições de ensino, de forma a subsidiar a elaboração de uma política municipalde mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável, que definirá metas de redução com basenos resultados do inventário.
  27. 27. PREFEITURA DE VITÓRIASECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE Equipe Técnica da CMAHS André Liewton de Moura Germano – Coordenador em exercícioSebastião Paulo Candote Coutinho – Chefe de Equipe em exercício Renata Cristina Chagas – Engenheira Ambiental Celeste Câmara Varela – Engenheira Química Ana Cláudia Ribeiro Pinheiro – Estagiária de Engenharia Química Rafaela Melim Grazzioti – Estagiária de Engenharia Ambiental Raphael Pasini de Mattos – Estagiário de Oceanografia Contato: almgermano@correio1.vitoria.es.gov.br Tel.: (27) 3382-6552

×