CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA
Início do século XX – foi marcado por um extraordinário
desenvolvimento científico e tecnológic...
CARACTERÍSTICAS DO MODERNISMO
EM PORTUGAL
● Mediante a profunda instabilidade político-social do início da
república algun...
Principal representante:
Fernando Pessoa foi vários poetas ao mesmo tempo, pois criou
diversos heterônimos com personalida...
A segunda geração do modernismo em Portugal foi marcada
pela publicação da revista Presença, em 1927.
● Os escritores dess...
•Século XX: estado de insatisfação do homem em
relação à civilização (=caminho traçado pelo homem, pela
humanidade);
• Rup...
ARTES
•Ruptura com o passado.
• Molda-se às transformações históricas => tendências
que adotam a ingenuidade e o sentiment...
MODERNISMO BRASILEIRO
Em nome do progresso, o Brasil busca
transformações na vida política, econômica e
social da nação.
-...
A Semana da Arte
Moderna
1922
Intenção de colocar a cultura
brasileira a par das correntes
de vanguarda do pensamento
euro...
Momento modernista
Grandes nomes fizeram
parte deste movimento
como: Anita Malfati (a
boba), Mário de Andrade
(Macunaíma,)...
Lit modernismo  o começo de tudo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lit modernismo o começo de tudo

285 visualizações

Publicada em

MODERNISMO - o começo de tudo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
285
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lit modernismo o começo de tudo

  1. 1. CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA Início do século XX – foi marcado por um extraordinário desenvolvimento científico e tecnológico (surgem o telégrafo, a eletricidade, o telefone, o cinema, o automóvel, o cinema, o avião, a teoria da relatividade, de Einstein, e a teoria psicanalítica, de Freud). ● 1910 – ocorre a Proclamação da República Portuguesa, o que modificou muito a sociedade lusitana. ● 1914-1918 – período correspondente a Primeira Guerra Mundial. ● 1917 – um golpe de estado liderado por Sidônio Pais dá início a um período de ditadura em Portugal. ● 1918 – Sidônio Pais é assassinado e o caos político instala- se em Portugal. ● 1926 – inicia-se um período de ditadura militar. ● 1933 – Antonio de Oliveira Salazar fez aprovar uma nova Constituição e deu início à ditadura do Estado Novo, que vai até 1974
  2. 2. CARACTERÍSTICAS DO MODERNISMO EM PORTUGAL ● Mediante a profunda instabilidade político-social do início da república alguns jovens – Fernando Pessoa, Mário de Sá- Carneiro, José de Almada Negreiros, entre outros – resolveram fundar uma revista, influenciados pelas modernas vanguardas europeias. ● Em 1915 é lançada a revista Orpheu, que teve apenas dois números publicados. Seus textos eram influenciados pelo Cubismo e pelo Cubofuturismo, propondo uma ruptura com o passado. ● Os autores citados deram início a um processo de reflexão crítica sobre as causas da decadência e da estagnação intelectual de Portugal, que marcaram a 1ª Geração Modernista
  3. 3. Principal representante: Fernando Pessoa foi vários poetas ao mesmo tempo, pois criou diversos heterônimos com personalidades próprias. ● Alberto Caeiro – poeta de contato direto com a natureza, que dava importância às sensações. ● Álvaro de Campos – é futurista, sujeito à máquina, de espírito inconformado com o tempo, vive marginalizado. ● Ricardo Reis – profundo admirador da cultura clássica, inspirava-se na filosofia do carpe diem, isto é, usufruir o momento. ● Fernando Pessoa ortônimo (ele mesmo) – poeta lírico, nacionalista, escreveu poemas abordando temas tradicionais de Portugal, expressando as reflexões do seu “eu profundo”, suas inquietações, sua solidão, seu tédio
  4. 4. A segunda geração do modernismo em Portugal foi marcada pela publicação da revista Presença, em 1927. ● Os escritores dessa geração não foram influenciados pelo espírito de ruptura com o passado, que marcou a primeira geração, demonstravam um certa “alienação social”. ● Destaque para dois autores: Florbela Espanca e Aquilino Ribeiro. Florbela Espanca Percursora do feminismo em Portugal, seus versos foram marcados pelo reflexo de sofrimentos íntimos. ● Seus versos eram de angústia e de dor. Sua agonia pessoal levou-a ao suicídio aos 36 anos. ● Suas produções foram dominadas por uma poética específica – os sonetos. ● Seus sonetos abordavam temas como: cenários outonais, o gosto pelas horas da tarde, a abordagem dos estados da alma indefinidos
  5. 5. •Século XX: estado de insatisfação do homem em relação à civilização (=caminho traçado pelo homem, pela humanidade); • Ruptura com o passado para levá-lo de volta às origens primitivas, a sua formação pura; • Estado de insegurança em relação aos aconteci- mentos dos últimos anos do século XIX: expansão e/ou industrialização dos países europeus; • Primeira Guerra Mundial - início do século XX => transformações na maneira de pensar do homem moderno (idéia de nacionalismo / nazismo, fascismo e comunismo => intensas agitações;
  6. 6. ARTES •Ruptura com o passado. • Molda-se às transformações históricas => tendências que adotam a ingenuidade e o sentimento dos povos primitivos (=volta a sua origem). • Anseio de independência e renovação profunda, marcando o desgosto e a decepção do homem com o passado PRÉ-MODERNISMO BRASILEIRO Início do século XX: necessidade de transformação nas artes (na temática e na linguagem literária), ruptura com os moldes simbolistas e parnasianos. Destaque para os autores; Euclides da Cunha, Monteiro Lobato, Lima Barreto Graça Aranha, Augusto dos Anjos, Coelho Neto
  7. 7. MODERNISMO BRASILEIRO Em nome do progresso, o Brasil busca transformações na vida política, econômica e social da nação. - Imigração - desenvolvimento industrial - expansão territorial - avanço nas pesquisas científicas 1910-1929: ideais firmados apenas em algumas manifestações precursoras. 1922: Semana de Arte Moderna => Movimento Artístico-Literário - marco do Modernismo no Brasil.
  8. 8. A Semana da Arte Moderna 1922 Intenção de colocar a cultura brasileira a par das correntes de vanguarda do pensamento europeu e pregava a tomada de consciência da realidade brasileira. 13/02 - Graça Aranha => Emoção Estética na Arte Moderna • Ernani Braga => sátira à Chopin • Ronald de Carvalho => A Pintura e a Escultura Moderna no Brasil • Guilherme de Almeida e Villas-Lobos 15/02 - Conferência de Menotti del Picchia sobre a arte e a estética, ilustrada com a leitura de textos de Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Plínio Salgado e outros. • Ronald de Carvalho => faz leitura de Os Sapos (Manuel Bandeira) => crítica aberta ao molde parnasiano. • Mário de Andrade lê, das escadarias do teatro, A escrava que não é Isaura. 17/02 - Músicas de Villa-Lobos
  9. 9. Momento modernista Grandes nomes fizeram parte deste movimento como: Anita Malfati (a boba), Mário de Andrade (Macunaíma,), Tarsila do Amaral (Abaporu), Oswald de Andrade (manifesto antropofágico), Victor Brecheret, Menotti Del Picchia, Heitor Villa- Lobos, Di Cavalcanti e entre outros...

×