Encontrodeliturgia 120418112955-phpapp02

335 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
335
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Encontrodeliturgia 120418112955-phpapp02

  1. 1. ENCONTRO DE LITURGIA NINGUÉM AMA AQUILO QUE NÃO CONHECE! CONHECER PARA SERVIR MELHOR!CONHECER PARA SERVIR MELHOR!
  2. 2. ““NinguNinguéémm éé tão rico,tão rico, que nada possa aprender;que nada possa aprender; e ningue ninguéémm éé tão pobretão pobre que nada possa ensinarque nada possa ensinar””.. ““Instruindo os outros,Instruindo os outros, muito aprendi".muito aprendi". Santa Teresinha do Menino JesusSanta Teresinha do Menino Jesus UM BOM DOMINGO!UM BOM DOMINGO!
  3. 3. Deus nem sempre chamaDeus nem sempre chama pessoas qualificadas,pessoas qualificadas, mas sempre qualifica asmas sempre qualifica as pessoas que chama.pessoas que chama.
  4. 4. REALIDADE LITREALIDADE LITÚÚRGICARGICA •• HHáá Equipes de LiturgiaEquipes de Liturgia na Parna Paróóquia equia e Comunidades?Comunidades? •• Como estãoComo estão organizadasorganizadas? H? Háá reuniões?reuniões? Quem participa? Que assuntos sãoQuem participa? Que assuntos são abordados?abordados? •• Como sãoComo são distribudistribuíídasdas as celebraas celebraççõesões na sua Comunidade?na sua Comunidade? •• Como são distribuComo são distribuíídas asdas as funfunçções eões e serviserviççosos em cada celebraem cada celebraçção? Hão? Háá reunião de preparareunião de preparaçção?ão? •• Existe aExiste a Pastoral do LaPastoral do Laççoo em suaem sua Comunidade?Comunidade? •• E oE o PadrePadre? Como est? Como estáá seuseu atendimento? Hatendimento? Háá apoio?apoio?
  5. 5. LITURGIALITURGIA •• ÉÉ serviserviçço ou ao ou açção de uma pessoa ouão de uma pessoa ou de uma equipe em favor de umade uma equipe em favor de uma comunidade, de um povo;comunidade, de um povo; •• AAçção de Deus Pai, Filho e Espão de Deus Pai, Filho e Espííritorito Santo; = SantSanto; = Santííssima Trindadessima Trindade •• AAçção celebrativa;ão celebrativa; •• ÉÉ aaçção da comunidade de fão da comunidade de féé;; •• ÉÉ fonte e culminância da vidafonte e culminância da vida comunitcomunitáária e cristã;ria e cristã; •• ÉÉ a celebraa celebraçção do Mistão do Mistéério Pascal derio Pascal de CristoCristo
  6. 6. CARACTERÍSTICAS •• 11ºº MILÊNIOMILÊNIO •• MistMistéério Pascalrio Pascal •• Festa: PFesta: Pááscoascoa •• Comunidade CelebranteComunidade Celebrante •• Todos ao redor daTodos ao redor da mesamesa •• ParticipaParticipaçção na Aão na Aççãoão EucarEucaríísticastica •• OraOraçção Eucarão Eucaríísticastica como um todocomo um todo •• Comer o Pão e Beber oComer o Pão e Beber o VinhoVinho •• IniciaIniciaçção a partir daão a partir da EucaristiaEucaristia •• 22ºº MILÊNIOMILÊNIO •• HHóóstia Consagradastia Consagrada •• Festa: Corpus ChristiFesta: Corpus Christi •• Sacerdote celebra paraSacerdote celebra para o povoo povo •• Sacerdote no altar deSacerdote no altar de costas para o povocostas para o povo •• DevoDevoçção ao Santão ao Santííssimossimo SacramentoSacramento •• Destaque para aDestaque para a ConsagraConsagraçção eão e ElevaElevaççãoão •• Ver a HVer a Hóóstia e Adorarstia e Adorar •• Catequese na Escola eCatequese na Escola e outros lugaresoutros lugares
  7. 7. FORMAS CELEBRATIVAS:FORMAS CELEBRATIVAS: 7 Sacramentos (Eucaristia7 Sacramentos (Eucaristia éé oo CoraCoraçção);ão); CelebraCelebraçção da Palavra;ão da Palavra; Sacramentais: bênSacramentais: bênççãos, funerais;ãos, funerais; Liturgia das Horas e o OfLiturgia das Horas e o Ofíício dascio das Comunidades;Comunidades; OraOraçção e diversidade deão e diversidade de manifestamanifestaçções da Piedade Popularões da Piedade Popular (Ter(Terçço, Novena, Tro, Novena, Trííduo, Procissões,duo, Procissões, ViaVia--Sacras, Romarias, Caminhadas,Sacras, Romarias, Caminhadas, CCíírculos Brculos Bííblicos,blicos, etcetc))
  8. 8. EXIGÊNCIAS DAEXIGÊNCIAS DA CELEBRACELEBRAÇÇÃOÃO Exige seu Tempo e seuExige seu Tempo e seu Momento;Momento; Requer ARequer Açções e Ritosões e Ritos adequadosadequados Supõe GratuidadeSupõe Gratuidade ÉÉ AAçção Comunitão Comunitáária: aria: aççãoão de amigos e de pessoasde amigos e de pessoas solidsolidáárias;rias; Supõe EspSupõe Espíírito de Alegriarito de Alegria
  9. 9. RITUAL LITURGICORITUAL LITURGICO •• O RITOO RITO -- ÉÉ o conjunto deo conjunto de gestos ou agestos ou açções simbões simbóólicas delicas de carcarááter repetitivoter repetitivo •• O RITUALO RITUAL -- ÉÉ o conjunto deo conjunto de ritosritos •• O RITUALISMOO RITUALISMO -- SignificaSignifica realizar o rito pelo ritorealizar o rito pelo rito (mecanicamente, sem vida).(mecanicamente, sem vida).
  10. 10. ELEMENTOS DO RITUALELEMENTOS DO RITUAL CELEBRATIVOCELEBRATIVO •• As PessoasAs Pessoas •• A Palavra de DeusA Palavra de Deus •• OraOraçção Litão Litúúrgica = Comunitrgica = Comunitááriaria •• A MA Múúsica e o Cantosica e o Canto •• Os SOs Síímbolosmbolos •• O Gesto LitO Gesto Litúúrgicorgico •• A DanA Dançça e Expressão Corporal;a e Expressão Corporal; •• O Silêncio e a ContemplaO Silêncio e a Contemplaççãoão •• O AmbienteO Ambiente
  11. 11. DESAFIOS DO RITUALDESAFIOS DO RITUAL CELEBRATIVO:CELEBRATIVO: •• Ritual e Criatividade;Ritual e Criatividade; •• Autenticidade do Rito;Autenticidade do Rito; •• Ritmo e Harmonia do RitualRitmo e Harmonia do Ritual Celebrativo;Celebrativo; •• Rito e Rubricas (normas).Rito e Rubricas (normas).
  12. 12. ANO LITURGICOANO LITURGICO •• CalendCalendáário Litrio Litúúrgico // Civilrgico // Civil •• Os Tempos LitOs Tempos Litúúrgicosrgicos •• Durante o anoDurante o ano -- Domingos (52/53) =Domingos (52/53) = LecionLecionáário Dominicalrio Dominical –– Ano A (2011, 2014)Ano A (2011, 2014) –– Ano B (2012, 2015)Ano B (2012, 2015) –– Ano C (2013, 2016)Ano C (2013, 2016) •• Durante a SemanaDurante a Semana –– LecionLecionáário Semanal ourio Semanal ou FerialFerial –– ANO PAR (2012; 2014)ANO PAR (2012; 2014) –– ANO IMPAR (2013; 2015)ANO IMPAR (2013; 2015) •• Durante o DiaDurante o Dia –– Liturgia das HorasLiturgia das Horas •• SantosSantos –– LecionLecionáário Santoralrio Santoral •• Livros com os Rituais: (Sacramentos,Livros com os Rituais: (Sacramentos, Sacramentais e BênSacramentais e Bênççãos)ãos)
  13. 13. CALENDCALENDÁÁRIO LITRIO LITÚÚRGICORGICO
  14. 14. ORGANIZAORGANIZAÇÇÃO LITURGICAÃO LITURGICA Importância da Organização Pastoral Litúrgica: 1. Equipe de Liturgia1. Equipe de Liturgia 2. Equipes de2. Equipes de CelebraCelebraççõesões
  15. 15. FUNFUNÇÇÃO DA PASTORALÃO DA PASTORAL LITLITÚÚRGICARGICA •• Planejar, animar e coordenar, assessorar,Planejar, animar e coordenar, assessorar, avaliar a vida litavaliar a vida litúúrgica das comunidades dergica das comunidades de uma diocese/paruma diocese/paróóquia/comunidade;quia/comunidade; •• Garantir a celebraGarantir a celebraçção do mistão do mistéério pascal derio pascal de Cristo, principalmente as maisCristo, principalmente as mais significativas;significativas; •• Elaborar subsElaborar subsíídios, promover meios quedios, promover meios que dinamizem e sustentem a formadinamizem e sustentem a formaççãoão litlitúúrgica progressiva e permanente dasrgica progressiva e permanente das comunidades, equipes e dos ministros;comunidades, equipes e dos ministros; •• Organizar, distribuir todas celebraOrganizar, distribuir todas celebraçções paraões para as diversas equipes de celebraas diversas equipes de celebraçções.ões. •• Construir, pela liturgia, comunidadesConstruir, pela liturgia, comunidades eclesiais vivas e missioneclesiais vivas e missionáárias;rias;
  16. 16. •• Constituir, formar e fortalecer as equipes deConstituir, formar e fortalecer as equipes de celebracelebraçção das comunidades;ão das comunidades; -- programar e avaliar as atividades litprogramar e avaliar as atividades litúúrgicasrgicas da parda paróóquia ou diocese;quia ou diocese; -- promover a integrapromover a integraçção entre as diferentesão entre as diferentes equipes de celebraequipes de celebraçção.ão. Uma equipe de liturgia compõeUma equipe de liturgia compõe--se de pessoasse de pessoas de fde féé, engajadas na vida da comunidade e que, engajadas na vida da comunidade e que assumem com responsabilidade vocacional oassumem com responsabilidade vocacional o serviserviçço de animao de animaçção das celebraão das celebraçções. Suaões. Sua aaçção se caracteriza por:ão se caracteriza por: -- espespíírito de servirito de serviçço e de comunhão;o e de comunhão; -- capacidade de trabalhar em equipe;capacidade de trabalhar em equipe; -- exemplo de participaexemplo de participaçção, oraão, oraçção e escuta;ão e escuta; -- vontade de participavontade de participaçção, oraão, oraçção e escuta;ão e escuta; -- vontade de celebrar da melhor formavontade de celebrar da melhor forma posspossíível.vel.
  17. 17. EQUIPE DE LITURGIAEQUIPE DE LITURGIA Legião de Legião de Maria Maria Pastoral da Pastoral daCatequese Catequese Pastoral do Pastoral doDDíízimozimo Pastoral Pastoral Fam iliar Fam iliar Pastoral da Pastoral da Juventude Juventude R.C.C. R.C.C. Pastoralda Pastoralda TerceiraIdade TerceiraIdade EQUIPEEQUIPE DEDE LITURGIALITURGIA Padre Padre MECE MECE Coroinha Coroinha MMúúsicos sicos ???PESSOAS QUE COORDENAM ASPESSOAS QUE COORDENAM AS EQUIPES DE CELEBRAEQUIPES DE CELEBRAÇÇÕESÕES NB:EMDIVERSASLOCALIDADESASEMDIVERSASLOCALIDADESAS CELEBRACELEBRAÇÇÕESNÃOSÃOÕESNÃOSÃO DISTRIBUIDASAGRUPOS,ESIMUMADISTRIBUIDASAGRUPOS,ESIMUMA GRANDEEQUIPECENTRALQUEGRANDEEQUIPECENTRALQUE SEMANALMENTEVÃOFORMANDOASSEMANALMENTEVÃOFORMANDOAS DIVERSASEQUIPESPARAODIVERSASEQUIPESPARAO SERVISERVIÇÇONASCELEBRAONASCELEBRAÇÇÕES.ÕES.
  18. 18. Coroinha Coroinha Acolhida Acolhida ee Ambiente Ambiente Animador Animador Rezador Rezador Preces Preces Oferendas Oferendas Leitores LeitoresLeitoras Leitoras MMúúsicae sicaeTTéécnicasom cnicasom Padre Padre MECE MECE EQUIPE DE CELEBRAEQUIPE DE CELEBRAÇÇÃOÃO PESSOAS QUE PREPARAM EPESSOAS QUE PREPARAM E EXECUTAM A CELEBRAEXECUTAM A CELEBRAÇÇÃOÃO
  19. 19. TAREFAS DA EQUIPE DE CELEBRAÇÃO •• Preparar, com certa antecedência, asPreparar, com certa antecedência, as celebracelebraçções, de forma criativa, alegre,ões, de forma criativa, alegre, participativa e adaptadaparticipativa e adaptada àà cultura e acultura e a experiência religiosa da comunidade;experiência religiosa da comunidade; •• Organizar o espaOrganizar o espaççoo celebrativocelebrativo de modode modo agradagradáável, acolhedor evel, acolhedor e oranteorante;; •• Preparar tudo o que for necessPreparar tudo o que for necessáário para umario para uma determinada formadeterminada forma celebrativacelebrativa;; •• Prever os diferentes elementos e momentosPrever os diferentes elementos e momentos da celebrada celebraçção, tendo em vista a integraão, tendo em vista a integraççãoão entre o mistentre o mistéério celebrado e a vida dasrio celebrado e a vida das pessoas;pessoas;
  20. 20. •• Definir as expressões e gestos simbDefinir as expressões e gestos simbóólicos;licos; •• Escolher os cânticos e hinos levando em contaEscolher os cânticos e hinos levando em conta os momentos da celebraos momentos da celebraçção, o tempo litão, o tempo litúúrgicorgico e a experiência da comunidade;e a experiência da comunidade; •• DistribuirDistribuir corresponsavelmentecorresponsavelmente as diversasas diversas funfunçções e serviões e serviçços;os; •• PrepararPreparar--se tse téécnica e espiritualmente para ocnica e espiritualmente para o desempenho competente das fundesempenho competente das funççõesões litlitúúrgicas, tendo em vista a participargicas, tendo em vista a participaçção ativaão ativa da assemblda assemblééia;ia; •• Executar ritualmente o que a equipe preparouExecutar ritualmente o que a equipe preparou •• Avaliar, periodicamente, a prAvaliar, periodicamente, a prááticatica celebrativacelebrativa àà luz da vida eclesial e daluz da vida eclesial e da vidovido do povodo povo •• EviteEvite--se o uso de folhetos litse o uso de folhetos litúúrgicos ou livretosrgicos ou livretos pela assemblpela assemblééia celebrante. A atenia celebrante. A atençção deão de todos deve centrar no altar, notodos deve centrar no altar, no ambãoambão e nae na aaçção de quem preside ou anima a celebraão de quem preside ou anima a celebraçção.ão.
  21. 21. Comece por fazer o que é necessário, depois o que é possível e de repente estará fazendo o impossível. (São Francisco de Assis)
  22. 22. MATERIAS E SUBSMATERIAS E SUBSÍÍDIOSDIOS PARA REUNIÃOPARA REUNIÃO • Bíblia, Lecionário • Liturgia Diária, Missal • Planejamento ou Agenda (Comunidade, Paróquia, Forania e Diocese) • Revista Pastoral • Diretório Litúrgico • Hinário Litúrgico • Mês Temático • Fatos da Realidade
  23. 23. PREPARAPREPARAÇÇÃO DAÃO DA CELEBRACELEBRAÇÇÃOÃO –– ANTESANTES •• Dia e HorDia e Horáário e as Pessoas parario e as Pessoas para reuniãoreunião •• IIII –– Providenciar os subsProvidenciar os subsíídios de apoiodios de apoio •• IIIIII –– Passos a seguir na Reunião:Passos a seguir na Reunião: •• 11ºº -- Momento de OraMomento de Oraççãoão •• 22ºº -- Breve AvaliaBreve Avaliaççãoão •• 33ºº -- Situar a CelebraSituar a Celebraççãoão •• 44ºº -- Aprofundar as Leituras;Aprofundar as Leituras; •• 55ºº -- ExercExercíício da Criatividadecio da Criatividade •• 66ºº -- Elaborar a Folha RoteiroElaborar a Folha Roteiro •• 77ºº -- Distribuir os ServiDistribuir os Serviçços/Funos/Funççõesões •• 88ºº -- Vivenciar e Ensaiar as aVivenciar e Ensaiar as açções simbões simbóólicaslicas
  24. 24. PREPARAPREPARAÇÇÃO DAÃO DA CELEBRACELEBRAÇÇÃOÃO –– DURANTEDURANTE •• Chegar cedo para a CelebraChegar cedo para a Celebraçção;ão; •• Abrir a Igreja; Montar o Som;Abrir a Igreja; Montar o Som; •• Arrumar o ambiente; Colocar no devido lugarArrumar o ambiente; Colocar no devido lugar os Objetos, Vasos, Livros, Panos Litos Objetos, Vasos, Livros, Panos Litúúrgicosrgicos •• Localizar as leituras no LecionLocalizar as leituras no Lecionáário e deixarrio e deixar no ambão jno ambão jáá abertoaberto •• Sentar o mais prSentar o mais próóximo do local onde irximo do local onde iráá realizar sua funrealizar sua funçção;ão; •• Se não foi possSe não foi possíível conversar no decorrer davel conversar no decorrer da semana, assim que o padre chegar colocar asemana, assim que o padre chegar colocar a par do que irpar do que iráá acontecer; Folha Roteiroacontecer; Folha Roteiro •• Cinco minutos antes do inCinco minutos antes do iníício, tudo tem quecio, tudo tem que estar pronto em clima de silêncio;estar pronto em clima de silêncio; •• Cada um realizar a sua tarefa conformeCada um realizar a sua tarefa conforme preparou e vivenciou.preparou e vivenciou.
  25. 25. •• Ao tAo téérmino, colocar tudo em ordem: guardar ormino, colocar tudo em ordem: guardar o tudo aquilo que utilizou na celebratudo aquilo que utilizou na celebraççãoão •• Deixar o local pronto para outra celebraDeixar o local pronto para outra celebraççãoão •• Desligar som, luzes do local, fechar as portasDesligar som, luzes do local, fechar as portas dos armdos armáários, igreja, etc.rios, igreja, etc. •• Oportunamente fazer uma avaliaOportunamente fazer uma avaliaçção daão da celebracelebraççãoão PREPARAPREPARAÇÇÃO DAÃO DA CELEBRACELEBRAÇÇÃOÃO –– DEPOISDEPOIS
  26. 26. MOMENTOS DO ANIMADORMOMENTOS DO ANIMADOR •• IntroduIntroduçção da Celebraão da Celebraçção;ão; •• Ato Penitencial (opcional);Ato Penitencial (opcional); •• Hino de Louvor;Hino de Louvor; •• Antes das Leituras;Antes das Leituras; •• AclamaAclamaçção ao Evangelho (opcional;ão ao Evangelho (opcional; •• ApresentaApresentaçção das Oferendasão das Oferendas (opcional);(opcional); •• Comunhão (opcional)Comunhão (opcional) •• AvisosAvisos
  27. 27. O SUCESSO DAO SUCESSO DA COMUNICACOMUNICAÇÇÃO DEPENDEMÃO DEPENDEM 07%07% -- PALAVRAS = contePALAVRAS = conteúúdodo 38%38% -- SONSSONS -- TOM DE VOZ =TOM DE VOZ = InflexõesInflexões –– volumevolume –– ritmoritmo –– ênfaseênfase –– Intensidade...Intensidade... 55% - GESTOS E EXPRESSÕES FACIAL NÃO VERBAL = olhar – movimento – postura – modo de se vestir...
  28. 28. LEITORES DA PALAVRALEITORES DA PALAVRA •• Conhecer e compreender o textoConhecer e compreender o texto •• Preparar uma leitura expressivaPreparar uma leitura expressiva •• Exprimir os sentimentos do autor e dosExprimir os sentimentos do autor e dos personagens.personagens. •• Examinar algumas minExaminar algumas minúúcias antes dacias antes da celebracelebraçção: livro, pão: livro, páágina, microfonegina, microfone •• Saber deslocarSaber deslocar--se para o ambãose para o ambão •• Postura e ApresentaPostura e Apresentaççãoão •• Antes de comeAntes de começçarar –– Comunicar com o OlharComunicar com o Olhar •• TTíítulo da Leituratulo da Leitura •• Ler devagarLer devagar •• Ler com a cabeLer com a cabeçça levantadaa levantada •• Conclusão da LeituraConclusão da Leitura •• A importância da PontuaA importância da Pontuaççãoão
  29. 29. O problema maior das equipesO problema maior das equipes de celebrade celebraçções não estões não estáá nasnas pessoas que lêem mal, mas nopessoas que lêem mal, mas no silêncio e na omissão dossilêncio e na omissão dos bons leitores e leitoras.bons leitores e leitoras.
  30. 30. O único modo de evitar os erros é adquirindo experiência; mas a única maneira de adquirir experiência é cometendo erros.
  31. 31. ORAORAÇÇÃO DA COMUNIDADEÃO DA COMUNIDADE (5, no m(5, no mááximo 6 preces)ximo 6 preces) •• Pela Santa IgrejaPela Santa Igreja •• Pelos Poderes PPelos Poderes Púúblicosblicos •• Pelos que sofrem algumasPelos que sofrem algumas necessidades;necessidades; •• Por todos os seres humanos e pelaPor todos os seres humanos e pela salvasalvaçção do mundo inteiroão do mundo inteiro •• Rezar pela realidade local;Rezar pela realidade local; • As orações devem brotar do coração da comunidade, inspirada pelo Espírito, pela Palavra ouvida e pela vida vivida.
  32. 32. "Deixo meus bens"Deixo meus bens àà minha irmã não a meuminha irmã não a meu sobrinho jamais sersobrinho jamais seráá paga a conta dopaga a conta do alfaiate nada aosalfaiate nada aos pobres".pobres".
  33. 33. O sobrinhosobrinho fez a seguinte pontuação: "Deixo meus bens"Deixo meus bens àà minha irmã?minha irmã? Não, a meu sobrinho.Não, a meu sobrinho. Jamais serJamais seráá paga apaga a conta do alfaiate.conta do alfaiate. Nada aos pobres".Nada aos pobres".
  34. 34. A irmã chegou em seguida e pontuou assim, o escrito: "Deixo meus bens"Deixo meus bens àà minha irmã,minha irmã, não a meu sobrinho.não a meu sobrinho. Jamais serJamais seráá paga apaga a conta do alfaiate.conta do alfaiate. Nada aos pobres."Nada aos pobres."
  35. 35. O alfaiatealfaiate pediu cópia do original e puxou a brasa pra sardinha dele: "Deixo meus bens à minha irmã? Não! Ao meu sobrinho jamais! Será paga a conta do alfaiate. Nada aos pobres".
  36. 36. Aí, chegaram os descamisadosdescamisados da cidade. Um deles, sabido, fez esta interpretação: "Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho jamais! Será paga a conta do alfaiate? Nada! Aos pobres".
  37. 37. Se ficarmosSe ficarmos reparando osreparando os defeitos das outrasdefeitos das outras pessoas nuncapessoas nunca iremos participar dairemos participar da vida, pois vamos nosvida, pois vamos nos contentar com ascontentar com as nossas desculpas.nossas desculpas.
  38. 38. M I C R O F O N EM I C R O F O N E •• Os Direcionais ou UnidirecionaisOs Direcionais ou Unidirecionais • Cardióide (uso geral – comum) • Supercardióide (show) • Hipercardióide (studio) • Os Bidirecionais (Entrevistas) • Os Omnidirecionais (Baterias) TIPOS: Com Fio - Sem Fio – Lapela 7 M A N D A M E N T O S7 M A N D A M E N T O S •• Não BataNão Bata •• Não AssopreNão Assopre •• Não GriteNão Grite •• Não Fale se MovimentandoNão Fale se Movimentando •• Não Tenha MedoNão Tenha Medo •• Não o EngulaNão o Engula •• Não EnroleNão Enrole
  39. 39. Os Direcionais ou UnidirecionaisOs Direcionais ou Unidirecionais ** CardiCardióóide (uso geralide (uso geral –– comum)comum) ** SupercardiSupercardióóideide (show)(show) ** HipercardiHipercardióóideide ((studiostudio)) Os Bidirecionais (Entrevistas)Os Bidirecionais (Entrevistas) OsOs OmnidirecionaisOmnidirecionais (Baterias)(Baterias) TIPO: Com Fio - Sem Fio - Lapela M I C R O F O N EM I C R O F O N E
  40. 40. 7 M A N D A M E N T O S7 M A N D A M E N T O S Não BataNão Bata Não AssopreNão Assopre Não GriteNão Grite Não Fale se MovimentandoNão Fale se Movimentando Não Tenha MedoNão Tenha Medo Não o EngulaNão o Engula Não EnroleNão Enrole
  41. 41. “Não somos o que deverdeverííamosamos ser; também não somos o que querquerííamosamos ser; mas graças a Deus, não somos o que ééramosramos."
  42. 42. “Por favor, não me digam que não podem... Não me digam que não podem, porque vocês podem fazer muito, muito mais. Somente levantem-se digam eu quero, eu posso e eu vou mover-me para frente. Tem um mundo que está somente esperando suas mãos dizerem SIM!” TONY MELENDEZTONY MELENDEZ
  43. 43. Assessoria DOURADOS – MS Organização Montagem dos Slides do Curso JosJoséé Vieira dos SantosVieira dos Santos jvieiras@hotmail.com.br

×