TUTOR: UM NOVO PAPEL PARA O PROFESSOR

3.608 visualizações

Publicada em

SLIDE DE APRESENTAÇÃO DA MINHA MONOGRAFIA DA PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO E TUTORIA NA EAD

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.608
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
102
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
91
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TUTOR: UM NOVO PAPEL PARA O PROFESSOR

  1. 1. “TUTOR: UM NOVO PAPEL PARA O PROFESSOR”Autor: VANILDA PORTO VIEIRACo-Autor: JOÃO AUGUSTO NUNES DE CARVALHO 10/03/2012
  2. 2. INTRODUÇÃO A EAD é uma modalidade de ensino que incorpora novas ( TIC’s);A figura do professor no ensino a distância terá que ser diferente daquele que atua no ensino convencional. TEMÁTICAS O Ensino a Distância ( EAD) A importância e papel do Tutor Perfil e funções do Tutor Competências e habilidades do Tutor
  3. 3. Ensino a Distância - EAD Restrita a algumas instituições, que ofereciam cursos fora do sistema educacionalOFERTA DE CURSOS SUPERIORES Programas de graduação autorizados pelo MECCARACTERÍSTICAS Distância física encurtada; Flexibilidade de horários, tempo de estudo Não-obrigação de frequência diária Quebra da temporalidade, etc. Oportunidade de capacitação profissional de maneira mais flexível para aquele que está ativo no mercado de trabalho.
  4. 4. O PROFESSOR NA EADDesignado de TUTOR. Chamado a desempenharmúltiplas funções, das quais não se sente, e não foipreparado.  INDAGAÇÕES E REFLEXÕES  O Tutor ensina?  Em que consiste o ensino do Tutor?  Quais seriam seus papéis e funções?  Qual a importância da tutoria no contexto do curso a distância?  Como fica o professor nesse novo formato de aprendizagem?  Terá ele ainda um papel importante nesse mundo virtual?
  5. 5. O TUTOR Na EAD, o tutor passa ter funções, tarefas e responsabilidades especiais. FORMAÇÃO PERFIL HABILIDADES Ter conhecimento sobre as Boa comunicação Tutoria sedutora novas tecnologias de informação e comunicação Clara compreensão de Escuta atenta e respeitosa( principalmente os aspectos aprendizagemsociais e culturais) Paciência Dominar bem o conteúdo A prática na tutoria deve Tolerância estar permeada com um Facilitador da construção novo olhar sobre : do conhecimento através Compreensão sobre as O aluno individualmente da reflexão eventuais inibições e Compreensão dos materiais ritmo de cada aluno instrucionais Empatia com os alunos Maneiras de incentivar, formar, orientar, acompanhar e avaliar o aluno e todo processo.
  6. 6. COMPETÊNCIAS DOTUTOR TUTORIACOMPETÊNCIAS DE APOIO: MEDIAÇÃO COM SUPORTE DAS TIC’SAjudar os alunos a lidar comquestões não relacionadas ao INSTITUIÇÃOconteúdo, mas que possam afetara sua aprendizagem.COMPETÊNCIAS DE ORIENTAÇÃODA APRENDIZAGEM:Usar conhecimentos do conteúdopara dar uma orientaçãoDar feedback aos alunos notrabalhoCOMPETÊNCIAS DE CAPACITAÇÃODA APRENDIZAGEM:Ajudar os alunos a desenvolveremcompetências de aprendizagem(gerais ou específicas dadisciplina) e aplicarem essascompetências em seu dia-a-dia.
  7. 7. CONSIDERAÇÕES GERAIS Educação a Distância aparece como grande oportunidade educacional. A inserção das TIC’s no meio educacional proporcionou a formação de um novo tipo de professor, o Tutor. Para que ocorra a eficácia no trabalho do tutor é preciso uma organização do sistema, com orientações precisas e objetivas, de forma a respaldar o trabalho deste profissional, na sua conectividade com o aluno. A partir dessa realidade os professores devem associar suas experiências, suas práticas educacionais, seus contextos, suas concepções e valores para propiciar uma nova proposta de ensinar e de aprender.
  8. 8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS• ACCORSSI, Aline; JAEGER, Fernanda Pires. Tutoria em educação a distância.• ALMEIDA, Fernando José . Educação a Distância: Formação de Professores em Ambientes Virtuais e Colaborativos de Aprendizagem. São Paulo, Projeto NAVE, 2001.• ALVES, Lynn; NOVA, Cristiane. Educação a Distância: Uma Nova Concepção de Aprendizagem e Interatividade. São Paulo, Futura, 2003.• BELLONI, Maria Luiza. Educação a distância. Campinas, SP: Autores Associados, 1999.• BRASIL, Ministério da Educação. Decreto no 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o art. 80 da lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/Ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/ Decreto/ D5622.htm.• FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 21.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992. 158p.• GUTIÉRREZ, F. & PIETRO, D. A Mediação Pedagógica: Educação a Distância Alternativa. Campinas, Papirus, 1994.• MAIA, Carmen. Guia brasileiro de educação a distância 2002/2003. São Paulo: Esfera, 2002.• NISKIER, Arnaldo. Educação a Distância: A Tecnologia da Esperança. São Paulo: Loyola, 1999.• SÁ, Iranita. Educação a Distância: Processo Contínuo de Inclusão Social. Fortaleza,CEC, 1998:47.

×