Reino protista

2.621 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.621
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
74
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reino protista

  1. 1. SOME SISTEMA DE ORGANIZAÇÃO MODULAR DE ENSINO REINO PROTISTA PROFª VANILDA PORTO VIEIRA
  2. 2. REINO PROTISTA PROTOZOÁRIOS Eucariontes Unicelulares Heterótrofos
  3. 3. TIPOS DE PROTOZOÁRIOS Baseado na estrutura de locomoção: A-Flagelados: apresentam um ou mais flagelos. Os flagelos são longos filamentos que utilizam para a locomoção. Exemplos: tripanossomo, giárdia. B- Ciliados: apresentam pequenos filamentos no corpo chamados cílios, com os quais se movimentam e capturam alimentos. Exemplo: balantídeo C- Rizópodes: se locomovem e obtêm alimento através de prolongamentos do citoplasma chamado pseudópodes (falsos pés). Exemplo: as amebas. D- Esporozoários: são parasitas e não se locomovem. Exemplo: plasmódio.
  4. 4. DOENÇAS CAUSADAS POR PROTOZOÁRIOS Doença de Chagas
  5. 5. ALGAS PROTISTAS ??
  6. 6. ALGAS CARACTERÍSTICAS GERAIS São eucariontes; Autótrofas; Podem ser Unicelulares ou Pluricelulares; Habitam mares, lagos, rios e ambientes úmidos; Base da cadeia alimentar; Formam o fito plâncton; Reposição de O2 na atmosfera; Podem viver isoladas ou coloniais.
  7. 7. FILO EUGLENOPHYTA Predominantemente dulcícolas Apresentam um núcleo São flageladas: um ou dois flagelos; Na presença de luz- realizam fotossíntese; Na ausência de luz – alimentam-se de partículas
  8. 8. FILO PYRROPHYTA( DINOFLAGELADOS) Ocupam principalmente habitat marinho; Principal componente do fitoplâncton; Apresentam dois flagelos para locomoçao; A espécie Noctiluca milliaris é conhecida por realizar bioluminescência; Responsáveis pela maré vermelha.
  9. 9. FILO CHRYSOPHYTA( DIATOMÁCEAS) São unicelulares; Conhecidas popularmente como algas douradas; Principal característica é uma carapaça silicosa; Importantes para indústria:  abrasivos em creme dentais,  polidores especiais,  catalisadores,  antibióticos,  isolantes térmicos e etc.
  10. 10. FILO CHLOROPHYTA (ALGAS VERDES) Do grego kloros, verde e phycos, alga; Podem ser unicelulares ou multicelulares; Apresentam talos na estrutura dos corpos; São muito parecidas com os vegetais: - Apresentam clorofila a e b como pigmento; - Parede celular de celulose - Amido como reserva energética.
  11. 11. FILO RHODOPHYTA ( ALGAS VERMELHAS) Do greo rhodos, vermelho Algas multicelulares; Formada por talos ramificados; Maioria marinhas Apresentam clorofilas A e D Reserva de AMIDO Sua base é diferenciada e presa a algum substrato por estruturas de fixação
  12. 12. FILO PHAEOPHYTAS do grego phaios, marrom Exclusivamente multicelulares; Maioria de habitat marinho; As dimensões de seus talos podem variar de até poucos centímetros até dezenas de metros; Um bom exemplo são os Sargaços, compostos de gênero Sargassum spp. (ALGAS PARDAS)
  13. 13. . IMPORTÂNCIA DAS ALGAS ECOSSISTEMAS Formam o fito plâncton Sustentam direta e indiretamente as teias alimentares aquáticas ATMOSFERA São responsáveis por 90% da fotossíntese. São os maiores produtores de oxigênio ECONÔMICA Rodófitas: gomas, meio de cultura, sorvetes, gelatina, laxantes, cremes dentais Feófitas: culinária oriental, sorvetes e fertilizantes Clorófitas: alimentação Diatomáceas: tijolos, polidores, cremes dentais, filtros

×