Santos
Elaborado em 2012/Publicado em 2015
Universo Redeck
http://universoredeck.blogspot.com.br/
Para Kodama as Zonas de Convergências Sub-Tropicais só se
formam quando duas condições estão satisfeitas:
 Escoamento de ...
Animação de formação de um sistema de ZCAS com imagens de satélite GOES-12 no canal infravermelho, que ocorreu no período
...
Quanto a orientação da ZCAS:
 A orientação da Zona de Convergência do Atlântico Sul ocorre
em áreas com baixo relevo.
 O...
Quanto a orientação da ZCAS:
 A orientação da Zona de Convergência do Atlântico Sul ocorre
em áreas com baixo relevo.
 O...
Representação da ciclogenese do litoral de Santa Catarina, usando imagens do Google Mapas.
Furacão Catarina em 2004. Fonte: http://earthobservatory.nasa.gov/IOTD/view.php?id=4349.
Foto: Ulisses Job, março/2004. Fonte:http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2009/03/apos-
cinco-anos-do-furaca...
Temperatura
 Quente durante o verão e frio durante o inverno, chegando a
atingir medidas negativas com a invasão de massa...
Figura 8
Figura 9
Figura 10
Figura 5
Figura 7
Figura 6
RERY, Jonas Teixeira. Dinâmica Climática da Região Sul do Brasil.
Revista Brasileira de Climatologia, v. 1, n. 1, dez. 200...
Dinâmica climática do Sul
Dinâmica climática do Sul
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dinâmica climática do Sul

561 visualizações

Publicada em

Discussão sobre a dinâmica climática da região Sul do Brasil com base na Zona de convergência do Atlântico Sul.

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
561
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
296
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dinâmica climática do Sul

  1. 1. Santos Elaborado em 2012/Publicado em 2015 Universo Redeck http://universoredeck.blogspot.com.br/
  2. 2. Para Kodama as Zonas de Convergências Sub-Tropicais só se formam quando duas condições estão satisfeitas:  Escoamento de ar quente e úmido, em baixos níveis, em direção as altas latitudes.  Jato sub-tropical em alta altitude em direção a baixas latitudes. Essas duas condições combinadas intensificam a nebulosidade e as atividades convectivas desses sistemas. No caso da Zona de Convergência do Atlântico Sul, além dessas condições, existe a influência nos locais de passagem desse sistema, além da convecções do centro-oeste do Pacifico, principalmente da Zona de Convergência do Pacifico Sul.
  3. 3. Animação de formação de um sistema de ZCAS com imagens de satélite GOES-12 no canal infravermelho, que ocorreu no período de 17 a 22 de janeiro de 2009. Fonte das imagens:http://ciencia.hsw.uol.com.br/frente-fria6.htm.
  4. 4. Quanto a orientação da ZCAS:  A orientação da Zona de Convergência do Atlântico Sul ocorre em áreas com baixo relevo.  Os Andes libera um padrão de divergência de ar na direção da Zona de Convergência do Atlântico Sul, assim contribuindo para a intensificação e o deslocamento desse sistema para a direção sudeste.
  5. 5. Quanto a orientação da ZCAS:  A orientação da Zona de Convergência do Atlântico Sul ocorre em áreas com baixo relevo.  Os Andes libera um padrão de divergência de ar na direção da Zona de Convergência do Atlântico Sul, assim contribuindo para a intensificação e o deslocamento desse sistema para a direção sudeste.
  6. 6. Representação da ciclogenese do litoral de Santa Catarina, usando imagens do Google Mapas.
  7. 7. Furacão Catarina em 2004. Fonte: http://earthobservatory.nasa.gov/IOTD/view.php?id=4349.
  8. 8. Foto: Ulisses Job, março/2004. Fonte:http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2009/03/apos- cinco-anos-do-furacao-catarina-autoridades-estudam-medidas-preventivas-2455840.html
  9. 9. Temperatura  Quente durante o verão e frio durante o inverno, chegando a atingir medidas negativas com a invasão de massas polares. Pluviosidade  A pluviosidade média anual oscila entre 1.250 e 2.000mm. Exceto:  No litoral do Paraná e oeste de santa Catarina é superior a 2000mm.  Norte do Paraná e litoral de Santa Catarina é inferior a 1500mm.
  10. 10. Figura 8
  11. 11. Figura 9
  12. 12. Figura 10
  13. 13. Figura 5
  14. 14. Figura 7
  15. 15. Figura 6
  16. 16. RERY, Jonas Teixeira. Dinâmica Climática da Região Sul do Brasil. Revista Brasileira de Climatologia, v. 1, n. 1, dez. 2005. AYOADE, J. O. Introdução a climatologia para trópicos. 4. ed. Rio de Janeiro: Bertrannd Brasil, 1996.

×