• Conforme o § 3º, do Art. 1º, do Decreto n. 5.205, de 14 de setembro de 2004, entende-
se “... por desenvolvimento instit...
MG
FONTES DE
INFORMAÇÃO
DETALHAMENTO
Reitoria
Orientações
estratégicas
Sugestões e
propostas de
gestão
Indicadores
interno...
1. Análise ambiental – técnica SWOT (força, fraquezas, oportunidades e ameaças)
2. Análise Estratégica: Análise multidimen...
3.Definição das Perspectivas de desenvolvimento, sendo elas:
Resultados institucionais: macro-objetivos que visam o alcanc...
Ampliar áreas de excelência e o impacto social da
produção e difusão do conhecimento científico,
tecnológico, artístico e ...
PERSPECTIVA – RESULTADOS INSTITUCIONAIS
Objetivo estratégico Indicador 2013 2014 2015 2016 2017
Ampliar áreas de excelênci...
PERSPECTIVA – Tecnologia e infraestrutura
Objetivo estratégico Indicador 2013 2014 2015 2016 2017
Fortalecer programas de
...
PERSPECTIVA – Processos internos
Objetivo estratégico Indicador 2013 2014 2015 2016 2017
Ampliar a produção científica por...
PERSPECTIVA – Pessoas
Objetivo estratégico Indicador 2013 2014 2015 2016 2017
Desenvolver políticas de
retenção do quadro ...
PDI UFF 2013
PROGRAMA:
SETOR PROPONENTE:
RESPONSÁVEL:
Tabela 1: Indicadores e metas
Indicador do PDI (pgs. 14 a 17 do PDI ...
 No. de pesquisadores bolsistas produtividade em pesquisa nível 1 : 02
 No. de pesquisadores bolsistas produtividade em ...
Índice de implementação de processo avaliativo de técnico-administrativo, envolvendo
autoavaliação, pares, chefia e client...
Nº de programas de pós-graduação stricto sensu com conceito maior ou igual a 5: 2
Nº de programas de pós-graduação stricto...
No. de licenças de software adquiridas : 5
% projetos de TI executados/planejado : 10
No. de projetos de TI executados : 1...
No de eventos (locais, nacionais, internacionais) organizados pela UFF
% de acessos (locais, nacionais, internacionais) às...
0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
% incremento no número de obras impressas adquiridas
% incremento no número de obras digitais adqui...
0 0.5 1 1.5 2 2.5 3 3.5 4 4.5
No. de consultas realizadas
% de obras de modernização ou de expansão da…
NFP= Número de alu...
0 0.2 0.4 0.6 0.8 1 1.2
% Adequação dos ambientes para a acessibilidade
% de programas de pós-graduação stricto sensu com…...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Encontro de Gestores - Set/2013 - Apresentação do PDI

279 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
279
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Encontro de Gestores - Set/2013 - Apresentação do PDI

  1. 1. • Conforme o § 3º, do Art. 1º, do Decreto n. 5.205, de 14 de setembro de 2004, entende- se “... por desenvolvimento institucional os programas, ações, projetos e atividades, inclusive aqueles de natureza infraestrutural, que levam à melhoria das condições das instituições federais de ensino superior e de pesquisa científica e tecnológica para o cumprimento de sua missão institucional, devidamente consignados em plano institucional aprovado pelo órgão superior da instituição” • Necessidade: Contar com um Plano de gestão para subsidiar as políticas institucionais e o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) que sirva como diretriz para o processo de planejamento institucional e seus desdobramentos, bem como elemento referencial para a auditoria e avaliação institucional externa. •Destaques: •Recuperação e consolidação da cultura do planejamento na UFF; • Integração entre o planejamento e a ação; •Integração entre PDI, Projeto Pedagógico Institucional (PPI) e gestão; • Integração entre os diversos segmentos e setores da Instituição no processo de planejamento; • Compatibilização entre o planejamento, os indicadores de desempenho, a autoavaliação institucional e a avaliação, e as auditorias externas a que estão submetidos os órgãos públicos. PDI 2013-2017
  2. 2. MG FONTES DE INFORMAÇÃO DETALHAMENTO Reitoria Orientações estratégicas Sugestões e propostas de gestão Indicadores internos Relatório de auto-avaliação institucional Indicadores externos Relatório de avaliação do SINAES Gestores unidades e pro-reitorias Reuniões de trabalho Comunidade universitária Homepage Acompanhamento permanente do processo Análise das sugestões Análise do resultado por indicador •Sugestões e consolidação do conteúdo do plano •Sugestões para o ajuste do processo Propostas e sugestões Processo de elaboração de um modelo de gestão
  3. 3. 1. Análise ambiental – técnica SWOT (força, fraquezas, oportunidades e ameaças) 2. Análise Estratégica: Análise multidimensional, gerando uma matriz de avaliação estratégica, relacionando os pontos fortes, fracos, as oportunidades e ameaças Metodologia
  4. 4. 3.Definição das Perspectivas de desenvolvimento, sendo elas: Resultados institucionais: macro-objetivos que visam o alcance da missão e visão da UFF nos próximos 5 anos Processos internos: definição dos processos-chave em que a UFF precisa alcançar a excelência e viabilizar os resultados institucionais; Tecnologia e Infraestrutura: definição dos objetivos relacionados às atividades meio da UFF, buscando dar suporte aos processos internos Pessoas: objetivos ligados à gestão de pessoas e capacitação pessoal e profissional dos servidores e técnicos-administrativos da UFF; Orçamento: objetivos que buscam garantir os recursos necessários para o desenvolvimento do PDI da UFF; 4. Definição dos objetivos estratégicos: para cada critério apontado, em média, como significante (média de respostas maior ou igual a 2,5), a comissão mista de orçamento e metas derivou os objetivos estratégicos agrupando-os nas perspectivas previamente definidas; 5. Geração do mapa estratégico: o objetivo do mapa estratégico é facilitar o entendimento da estratégia da UFF, simplificando o entendimento e maximizando o conhecimento sobre os objetivos estratégicos da gestão nos próximos 5 anos;
  5. 5. Ampliar áreas de excelência e o impacto social da produção e difusão do conhecimento científico, tecnológico, artístico e cultural. MAPA ESTRATÉGICO DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- ------------------------------- ORÇAMENTO A UFF será reconhecida nacional e internacionalmente pela excelência dos seus cursos e de sua produção científica e pelo impacto social das suas atividades. Promover, de forma integrada, a produção e difusão do conhecimento científico, tecnológico, artístico e cultural, e a formação de um cidadão imbuído de valores éticos que, com competência técnica, contribua para o desenvolvimento econômico-social auto-sustentado do Brasil. MISSÃO VISÃO Desenvolver políticas de consolidação do REUNI e modernização da infraestrutura física, dos recursos materiais e tecnológicos, pós-expansão universitária Desenvolver políticas institucionais de apoio à criação e modernização de laboratórios preferencialmente multiusuários Implementar um sistema de gestão eletrônica de documentos Ampliar o acervo bibliográfico, preferencialmente digital Promover a produção, utilização e divulgação de novas tecnologias educacionais Implementar um sistema integrado de informações institucionais INFRAESTRUTURA E TECNOLOGIA Aumentar o padrão de qualidade e a quantidade de cidadãos formados, ética e tecnicamente preparados para os desafios da sociedade. RESULTADOS INSTITUCIONAIS Fortalecer programas de manutenção de infraestrutura Desenvolver políticas de retenção do quadro de servidores Aprimorar políticas de qualificação/capacitação do quadro de servidores Consolidar o modelo de gestão por competências Desenvolver servidores para ações de planejamento estratégico Desenvolver políticas de distribuição da força de trabalho técnico- administrativa e docente PESSOAS PROCESSOS INTERNOS Desenvolver políticas institucionais de redução da retenção e evasão dos estudantes Racionalizar a grade curricular no que tange a carga horária, turnos e pré-requisitos Melhorar os processos internos de planejamento, execução e controle Aplicar conceitos de sustentabilidade na gestão administrativa e acadêmica da UFF Ampliar a participação institucional nos programas de mobilidade internacionais Ampliar a produção científica por meio da pesquisa e da extensão Racionalizar a estrutura administrativa das Unidades Acadêmicas
  6. 6. PERSPECTIVA – RESULTADOS INSTITUCIONAIS Objetivo estratégico Indicador 2013 2014 2015 2016 2017 Ampliar áreas de excelência e o impacto social da produção e difusão do conhecimento científico, tecnológico, artístico e cultural. IGC = αG + {(1 – α) β ÷ 2} (M + 5) + {1 – α)(1 – β)÷ 3} (D +10) % de programas de pós-graduação stricto sensu com conceito maior ou igual a 5 No. de alunos recebidos em programas de mobilidade acadêmica (nacional e internacional) Número de convênios com instituições (locais, nacionais, internacionais) % de publicações em revistas Qualis A ou B1 No. de periódicos da UFF Qualis A ou B1 % de acessos (locais, nacionais, internacionais) às páginas da UFF e, em particular, às publicações eletrônicas da UFF No de eventos (locais, nacionais, internacionais) o rganizados pela UFF No. de pesquisadores bolsistas produtividade em pesquisa No. de pesquisadores bolsistas produtividade em pesquisa nível 1 Aumentar a qualidade e a quantidade de cidadãos formados, que estejam ética e tecnicamente preparados para os desafios da sociedade. NFG = Número de alunos graduação formados NFP= Número de alunos de pós-graduação (stricto sensu) formados NQ= Número de alunos de pós-graduação formados em cursos da UFF com conceitos maiores ou iguais a 5 No. de alunos que participam de programas acadêmicos No. de alunos da UFF em programas de mobilidade acadêmica
  7. 7. PERSPECTIVA – Tecnologia e infraestrutura Objetivo estratégico Indicador 2013 2014 2015 2016 2017 Fortalecer programas de manutenção de infraestrutura % de programas de manutenção realizados/solicitados %. de programas de manutenção corretiva e preventiva realizados / programados Desenvolver políticas de consolidação do REUNI e modernização da infraestrutura física, dos recursos materiais e tecnológicos, pós-expansão universitária No. de projetos de modernização ou de expansão da infraestrutura física pós-expansão No. de obras a serem consolidadas do REUNI % de obras de modernização ou de expansão da infraestrutura física executados % de salas de aula equipadas adequadamente (temp, iluminação e recursos audio-visuais) para atender seus objetivos % de incremento de investimentos em laboratórios didáticos % Adequação dos ambientes para a acessibilidade No. de projetos de TI executados % projetos de TI executados/planejado No. de licenças de software adquiridas Desenvolver políticas institucionais de apoio à criação e modernização de laboratórios preferencialmente multiusuários No. de projetos aprovados de criação de laboratórios multiusuários No. de laboratórios implementados com caráter multiusuário No. de laboratórios multiusuários com projetos que atendam à indissociabilidade de ensino, pesquisa e extensão
  8. 8. PERSPECTIVA – Processos internos Objetivo estratégico Indicador 2013 2014 2015 2016 2017 Ampliar a produção científica por meio da pesquisa e da extensão No. de artigos em periódicos com corpo editorial publicados No. de livros publicados No. de capítulos de livros publicados No. de solicitação de patentes Nº de programas de pós-graduação stricto sensu Nº de programas de pós-graduação stricto sensu com conceito maior ou igual a 5 Ampliar a participação institucional nos programas de mobilidade internacionais No. de alunos da UFF que participam de programas de mobilidade internacional (ensino, pesquisa, extensão) No. de alunos estrangeiros que participam de programas de mobilidade (ensino, pesquisa, extensão) No. de convênios de âmbito internacional Aplicar conceitos de sustentabilidade na gestão administrativa e acadêmica da UFF No. de projetos implementados voltados para a redução de desperdício dos recursos naturais No. de eventos que disseminam os conceitos de sustentabilidade Desenvolver políticas institucionais de redução da retenção e evasão dos estudantes Taxa de sucesso na graduação (TSG) No de estudantes atendidos pelos programas de redução da retenção dos estudantes No de estudantes atendidos por programas de nivelamento acadêmico para novos alunos No. de alunos que participam de programas acadêmicos
  9. 9. PERSPECTIVA – Pessoas Objetivo estratégico Indicador 2013 2014 2015 2016 2017 Desenvolver políticas de retenção do quadro de servidores No. de Ações realizadas pela Seção de Prevenção Sócio- Funcional % de servidores atendidos por Programas relativos àQualidade de Vida % de satisfação do servidor com o Programa % de servidores atendidos por programas de Valorização profissional % de satisfação do servidor com os Programas % de evasão de TAs Aprimorar políticas de qualificação/capacitação do quadro de servidores % de servidores capacitados % de servidores qualificados IQCD: (5D+3M+2E+1G) / (D+M+E+G) Índice de implementação de processo avaliativo de docente, envolvendo auto-avaliação, pares, chefia e alunos Índice de implementação de processo avaliativo de técnico-administrativo, envolvendo auto-avaliação, pares, chefia e clientes Consolidar o modelo de gestão por competências % de unidades com competências mapeadas para TAs % de implementação do modelo para TAs Implantar políticas de distribuição da força de trabalho técnico-administrativa e docente % de perfis identificados dos TAs, por cargo dentro de cada setor % de unidades com lotação ideal em relação ao perfil definido % de implementação dos processos de lotação de TAs com base nos resultados da análise da força de trabalho % de implementação dos processos de lotação de docentes com base nos resultados da análise da força de trabalho
  10. 10. PDI UFF 2013 PROGRAMA: SETOR PROPONENTE: RESPONSÁVEL: Tabela 1: Indicadores e metas Indicador do PDI (pgs. 14 a 17 do PDI 2013-2017) Expectativa de contribuição com a meta definida pelo PDI Tabela 2: Metodologia Indicador do PDI Ações a serem implementadas Tabela 3: Cronograma de implementação Ações 06/2013 09/2013 12/2013
  11. 11.  No. de pesquisadores bolsistas produtividade em pesquisa nível 1 : 02  No. de pesquisadores bolsistas produtividade em pesquisa : 03  No de eventos (locais, nacionais, internacionais) organizados pela UFF: 38  % de acessos (locais, nacionais, internacionais) às páginas da UFF e, em particular, às publicações eletrônicas da UFF : 34  No. de periódicos da UFF Qualis A ou B1: 5  % de publicações em revistas Qualis A ou B1: 5  Número de convênios com instituições (locais, nacionais, internacionais) : 16  No. de alunos recebidos em programas de mobilidade acadêmica (nacional e internacional): 5  % de programas de pós-graduação stricto sensu com conceito maior ou igual a 5: 1  IGC = ?G + {(1 – ?) ? ÷ 2} (M + 5) + {1 – ?)(1 – ?) ÷ 3} (D + 10): 0  No. de alunos que participam de programas acadêmicos: 22 0 20 40 60 80 100 120 1 2 Ações Objetivos estratégicos Perspectiva - Resultados Institucionais 1. Ampliar áreas de excelência e o impacto social da produção e difusão do conhecimento científico, tecnológico, artístico e cultural. 2. Aumentar a qualidade e a quantidade de cidadãos formados, que estejam ética e tecnicamente preparados para os desafios da sociedade
  12. 12. Índice de implementação de processo avaliativo de técnico-administrativo, envolvendo autoavaliação, pares, chefia e clientes : 2 Índice de implementação de processo avaliativo de docente, envolvendo auto-avaliação, pares, chefia e alunos : 2 IQCD: (5D+3M+2E+1G) / (D+M+E+G) : 3 % de servidores qualificados : 8 % de servidores capacitados : 8 0 5 10 15 20 25 1 2 3 4 5 Ações Objetivos estratégicos Perspectiva - Pessoas 1. Desenvolver políticas de retenção do quadro de servidores 2. Aprimorar políticas de qualificação/capacitação do quadro de servidores 3. Consolidar o modelo de gestão por competências 4. Implantar políticas de distribuição da força de trabalho técnico administrativa e docente 5. Desenvolver servidores para ações de planejamento, programação e controle
  13. 13. Nº de programas de pós-graduação stricto sensu com conceito maior ou igual a 5: 2 Nº de programas de pós-graduação stricto sensu :0 No. de solicitação de patentes : 8 No. de capítulos de livros publicados: 3 No. de livros publicados: 4 No. de artigos em periódicos com corpo editorial publicados 8 0 5 10 15 20 25 15 16 17 18 19 20 21 Ações Objetivos estratégicos Perspectiva - Processos internos 15. Ampliar a produção científica por meio da pesquisa e da extensão 16. Ampliar a participação institucional nos programas de mobilidade internacionais 17. Aplicar conceitos de sustentabilidade na gestão administrativa e acadêmica da UFF 18. Desenvolver políticas institucionais de redução da retenção e evasão dos estudantes 19. Racionalizar a estrutura administrativa das Unidades Acadêmicas 20. Racionalizar a grade curricular no que tange a carga horária, turnos e pré-requisitos 21. Melhorar os processos internos de planejamento, execução e controle No. de alunos que participam de programas acadêmicos : 10 No de estudantes atendidos por programas de nivelamento acadêmico para novos alunos : 0 No de estudantes atendidos pelos programas de redução da retenção dos estudantes : 8 Taxa de sucesso na graduação (TSG) :1
  14. 14. No. de licenças de software adquiridas : 5 % projetos de TI executados/planejado : 10 No. de projetos de TI executados : 10 % Adequação dos ambientes para a acessibilidade :1 % de incremento de investimentos em laboratórios didáticos : 0 % de salas de aula equipadas adequadamente (temp, iluminação e recursos audio- visuais) para atender seus objetivos : 2 % de obras de modernização ou de expansão da infraestrutura física executados : 4 No. de obras a serem consolidadas do REUNI : 0 No. de projetos de modernização ou de expansão da infraestrutura física pós- expansão: 5 0 10 20 30 40 1 2 3 4 5 6 7 Ações Objetivos estratégicos Perspectiva - Tecnologia e Infraestrutura 1. Fortalecer programas de manutenção de infraestrutura 2. Desenvolver políticas de consolidação do REUNI e modernização da infraestrutura física pós-expansão universitária 3. Desenvolver políticas institucionais de apoio à criação e modernização de laboratórios preferencialmente multiusuários 4. Implementar um sistema de gestão eletrônica de documentos 5. Promover a produção, utilização e divulgação de novas tecnologias educacionais 6. Implementar um sistema integrado de informações institucionais 7. Ampliar o acervo bibliográfico, preferencialmente digital
  15. 15. No de eventos (locais, nacionais, internacionais) organizados pela UFF % de acessos (locais, nacionais, internacionais) às páginas da UFF e, em particular, às publicações eletrônicas da UFF No. de alunos que participam de programas acadêmicos Número de convênios com instituições (locais, nacionais, internacionais) No. de bases de dados integradas No. de produtos gerados % projetos de TI executados/planejado No. de projetos de TI executados No. de alunos que participam de programas acadêmicos No. de alunos da UFF que participam de programas de mobilidade internacional (ensino, pesquisa, extensão) 0 5 10 15 20 25 30 35 40 INDICADORES X AÇÕES
  16. 16. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 % incremento no número de obras impressas adquiridas % incremento no número de obras digitais adquiridas No. de laboratórios implementados com caráter multiusuário No de estudantes atendidos pelos programas de redução da retenção… No. de solicitação de patentes No. de artigos em periódicos com corpo editorial publicados % de servidores qualificados % de servidores capacitados No. de projetos de produção de novas tecnologias educacionais em… No. de projetos aprovados de criação de laboratórios multiusuários % de unidades com competências mapeadas para TAs No. de documentos geridos pelo sistema No. de processos de trabalho implantados no sistema No. de Unidades administrativas que realizaram mapeamento dos… No. de projetos implementados voltados para a redução de desperdício… No. de licenças de software adquiridas No. de projetos de modernização ou de expansão da infraestrutura… %. de programas de manutenção corretiva e preventiva realizados /… No. de periódicos da UFF Qualis A ou B1 % de publicações em revistas Qualis A ou B1 No. de alunos recebidos em programas de mobilidade acadêmica… INDICADORES X AÇÕES
  17. 17. 0 0.5 1 1.5 2 2.5 3 3.5 4 4.5 No. de consultas realizadas % de obras de modernização ou de expansão da… NFP= Número de alunos de pós-graduação (stricto sensu)… No. de livros publicados No. de laboratórios multiusuários com projetos que atendam à… No. de pesquisadores bolsistas produtividade em pesquisa No. de eventos que disseminam os conceitos de… No. de capítulos de livros publicados No de eventos voltados ao desenvolvimento de servidores… % de perfis identificados dos TAs, por cargo dentro de cada… IQCD: (5D+3M+2E+1G) / (D+M+E+G) % de salas de aula equipadas adequadamente (temp,… NQ= Número de alunos de pós-graduação formados em… NFG = Número de alunos graduação formados No. de pesquisadores bolsistas produtividade em pesquisa… No. de alunos estrangeiros que participam de programas… Nº de programas de pós-graduação stricto sensu com… Índice de implementação de processo avaliativo de técnico-… Índice de implementação de processo avaliativo de docente,… % de evasão de TAs % de servidores atendidos por programas de Valorização… INDICADORES X AÇÕES
  18. 18. 0 0.2 0.4 0.6 0.8 1 1.2 % Adequação dos ambientes para a acessibilidade % de programas de pós-graduação stricto sensu com… Taxa de sucesso na graduação (TSG) No. de alunos matriculados no Ensino a Distância % de incremento de investimentos em laboratórios didáticos No. de obras a serem consolidadas do REUNI % de programas de manutenção realizados/solicitados No. de alunos da UFF em programas de mobilidade acadêmica IGC = ?G + {(1 – ?) ? ÷ 2} (M + 5) + {1 – ?)(1 – ?) ÷ 3} (D + 10) % de cursos de graduação com estrutura curricular… % de Unidades com estrutura administrativa racionalizada No de estudantes atendidos por programas de nivelamento… No. de convênios de âmbito internacional Nº de programas de pós-graduação stricto sensu % de implementação dos processos de lotação de docentes… % de implementação dos processos de lotação de TAs com… % de unidades com lotação ideal em relação ao perfil definido % de implementação do modelo para TAs % de satisfação do servidor com os Programas % de satisfação do servidor com o Programa % de servidores atendidos por Programas relativos à… No. de Ações realizadas pela Seção de Prevenção Sócio-… INDICADORES X AÇÕES

×