Memorando                                        III Reunião do Conselho                                           Unidos ...
2. Follow-up Josemar e Barnadete   Aos líderes dos jovens da Igreja Evangélica Congregacional, que nos acompanhavam pela  ...
4. Reflexão sobre missão   4.1 Diferença entre Missão e Missões       Embora a conexão seja quase que automática entre mis...
Thiago/ Lucas/ Guilherme       •   Grupo para inovações tecnológicas e comunicação           Marcos Paiva/ Renan.OBS: Ness...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Memorando iii reunião do conselho unidos pela missão

630 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
630
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Memorando iii reunião do conselho unidos pela missão

  1. 1. Memorando III Reunião do Conselho Unidos Pela MissãoData: 16 de Julho de 2011 – 15h30Local: Essência do Vale (Cruzeiro/SP)Conforme consta, o conselho da UPM reuniu-se na tarde do dia 16/07/2011 para tratar de assuntospertinentes a relevância e resultados dos eventos que já foram feitos bem como buscar oaprimoramento para o planejamento das novas atividades que serão feitas no futuro. Nessa reunião,estavam presentes os seguintes membros do conselho:Presença: • Pastor Ely Cabral – Igreja Monte Horebe (Guaratinguetá/SP) • Renan Weber – Igreja Monte Horebe (Guaratinguetá/SP) • Lucas Barbosa – Igreja Monte Horebe (Guaratinguetá/SP) • Marcus Vinicius – Igreja Evangélica Congregacional (Cruzeiro/SP) • Marcos Chavante – Igreja Evangélica Congregacional (Cruzeiro/SP) • Fernanda Gavazzi – Igreja Evangélica Congregacional (Cruzeiro/SP) • Josemar Cardoso – Igreja Evangélica Congregacional (Cruzeiro/SP) • Bernadete Cardoso – Igreja Evangélica Congregacional (Cruzeiro/SP) • Pastor Eliandro Vianna – Igreja Água Viva (Curitiba/PR) • Júlio – Igreja Batista Monte Gerizim (Cruzeiro/SP) • Thiago Henrique – Inovi (Guaratinguetá/SP) • Vinícius Braga – Inovi (Guaratinguetá/SP) • Felipe Antunes – Inovi (Guaratinguetá/SP) • Guilherme Iamarino – Igreja Presbiteriana (Campinas/SP) • Rodrigo Barcelos – Igreja Verbo da Vida (Guaratinguetá/SP) • Guilherme Barcelos – Igreja Verbo da Vida (Guaratinguetá/SP)Tópicos Abordados:A reunião iniciou-se e as atividades foram executadas conforme seguem: 1. Apresentação dos membros e definição de Unidade. Conforme se apresentavam, os presentes foram solicitados a definir pessoalmente a palavra Unidade. O que procurávamos era ter contextos para nortear o restante da reunião pois o Unidos Pela Missão atua com a visão da unidade das várias e distintas denominações evangélicas, portanto, buscava-se saber a opinião dos membros com relação à contextualização do termo visando o entendimento de todos sobre o assunto para com isso seguirmos todos na mesma direção.
  2. 2. 2. Follow-up Josemar e Barnadete Aos líderes dos jovens da Igreja Evangélica Congregacional, que nos acompanhavam pela primeira vez, foi feita uma rápida explanação sobre as noções gerais do UPM, tais como: • Como iniciou o movimento? Através do Intercambio acontecido na Igreja Batista Monte Gerizim em Cruzeiro (2006) que inicialmente integrou 3 igrejas. Após esse evento, os jovens mantiveram contatos e dessa amizade buscou-se transformar essa sinergia em uma união que inspire outras igrejas a potencializar seus ministérios e encorajar outros líderes de jovens e outras igrejas a se unirem para criar instrumentos onde a unidade esteja visível. • O que buscamos? O UPM busca fortalecer e treinar futuras lideranças de jovens, levantar outras igrejas e criar novas tecnologias para trabalhar com os jovens, deixar de ser apenas local e ser translocal e buscar meios para se conseguir uma estrutura para conseguirmos colocar nossa paixão pelos trabalhos sociais em andamento. • Como criar vínculos e gerar relacionamentos duradouros entre essas igrejas? Para alcançarmos esses objetivos e começar a caminhar foi criada uma agenda para 2011 que conta com 4 eventos:  Grato Sou - Igreja Monte Horebe (Guaratinguetá/SP)  UPM Igreja Evangélica Congregacional (Cruzeiro/SP)  Intercâmbio - Igreja Batista Monte Gerizim (Cruzeiro/SP)  Parada Jovem Inovi (Guaratinguetá/SP). A criação dessa agenda unificada tornou possível esse vínculo, mais é preciso estreitar esse atrelo.3. O que se ouviu do Grato Sou? Segundo o anfitrião, Pr. Ely da Igreja Monte Horebe (Guaratinguetá/SP), o evento superou as expectativas com relação às outras igrejas que vieram e participaram. ‘’O evento dessa proporção só foi possível pois as outras denominações que se comprometeram em estar unidades compareceram e levaram seus jovens.’’ 3.1. Sugestões para melhoria nos demais eventos, baseado nas dificuldades encontradas no primeiro evento GRATO SOU: • Tentar viabilizar uma agenda orgânica onde ‘’uma igreja entre dentro da outra’’, ou seja, que possibilite todas as igrejas parem para um evento especifico, fortalecendo a Unidade entre todas as igrejas. • Pensar em um evento onde seja possível a real integração entre as igrejas, não apenas o conselho da UPM, mais todos os jovens de todas as igrejas. Ficou no ar para 2012 a idéia de uma conferencia que possibilite juntar os jovens das igrejas para um evento onde realmente haja mais tempo para uma maior interatividade entre os jovens, para que a galera possa experimentar esse conceito de unidade na pratica.
  3. 3. 4. Reflexão sobre missão 4.1 Diferença entre Missão e Missões Embora a conexão seja quase que automática entre missão e enfrentar barreiras transculturais em outras nações, o fato de ir para outras nações significa que estamos fazendo missões. Enquanto para MISSÕES alguns tem chamado especifico e são corajosos indo para outros locais/nações, MISSÃO todos podem fazer em seu local de trabalho, sua casa, sua cidade. Missão é a(s) ferramenta(s) que podemos utilizar para alavancar a visão de Deus na terra através do amor para com o próximo, independente de quem o próximo seja, pois ninguém da as mãos se o coração não tiver sido conquistado. 4.2. Qual seu jeito de fazer missão? A resposta para essa pergunta mostrou-se retórica, ou seja, qual sua vocação? Fazer aquilo que se gosta é um jeito de fazer missões para o reino de Deus. Missão é feita com amor, diálogo, respeito e não apenas ‘’enfiar Jesus guela abaixo das pessoas’’. Para tanto, é preciso usar abordagens relacionais - focando no relacionamento - e saber quais as necessidades reais das pessoas pois as vezes há dificuldades em levar meus amigos na igreja, então por que não levar a “igreja” aos meus amigos?5. Definição do eixo de atuação da UPM e próximos passos: 5.1. O que queremos fazer? Propostas para 2012 • Seminário de Missão Integral para Lideres de Jovens e Líderes da UPM. • Curso de Nivelamento para capacitar Líderes da UPM para fazer eventos maiores ligados a missão integral. • Focar na comunicação: O Sr. Marcos Paiva estava presente para colocar toda sua expertise em prol da UPM e trazer novos meios de comunicação que serão utilizados para comunicar a visão da UPM • Ficou também um forte desejo em nossos corações em organizarmos uma mobilização através do Ministério da Educação para trazermos a nossa região uma marcha contra abuso e exploração sexual infantil. Para tanto ouviremos no decorrer dos dias o Tiago da ONG Macanudos que já participa de ações do tipo para que nos indique o melhor caminho a seguir para que esse projeto saia do papel. 5.2. Como faremos? Por ultimo, para que consigamos ganhar mais terreno em menos tempo, foi proposta e aceita a divisão de alguns membros em grupos de trabalho. As divisões dos grupos para realizarem tarefas especificas foi aceita voluntariamente pelos membros abaixo: • Grupo de planejamento Estratégico para os eventos de Missão Integral Vinícius/ Kito/ Marcos Junior • Grupo de enfrentamento
  4. 4. Thiago/ Lucas/ Guilherme • Grupo para inovações tecnológicas e comunicação Marcos Paiva/ Renan.OBS: Nessa reunião também tivemos a participação do Guilherme Lamarino que atua em naregião de Campinas através da ONG aRocha. aRocha tem foco em fazer missão através deações ambientais e socio-ambientais, ensinando crianças a cuidarem melhor da casa terraque Deus nos deu pra morar e evangelizando através dessa visão e preocupação ambiental.

×