Umbirussu Simulacao CCT

953 visualizações

Publicada em

Avaliação do uso de Bate-volta (drop & hoo) e metodologia de despacho de caminhões para o transporte de cana-de-açúcar

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
953
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
31
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • problemas gerados por uma frota mal administrada
  • Eficiência está ligado em geral a custos. Uma operação eficiente está bem dimensionada e com custos compatíveis. No entanto, eficácia está ligada a atingir os objetivos, que pode ser o bom atendimento da demanda, atingir níveis de serviço, por exemplo conforto ou até mesmo atingir o público alvo.
  • CCT: embora seja um sistema com operações bem definidas, ele é um sistema complexo por causa da interdependência destas operaçÕes e dos recursos
  • falar do bate-volta ou drop & hook
  • falar da tese do João Eduardo
  • falar da tese do João Eduardo
  • 8 frentes de corte frente de corte é o conjunto de colhedoras e tratores
  • utilizou-se histórico da safra 2003/2004 quando o peso médio foi de 62,0 t/viagem para a composição do tipo rodotrem com cana picada
  • estática
  • ALOCAÇÃO EM BLOCO: UM GRUPO DE CAMINHÕES PARA CADA FRNTE DE CORTE ALOCAÇÃO DINÂMICA: UM POLL D CAMINHÕES QUE ATENDE A TODAS AS FRENTES
  • GRANDE CONTRIBUIÇÃO DA DISSERTAÇÃO ESTÁ NO MÓDULO DE DESPACHO DE CAMINHÕES
  • VCC: VARIÁVEL MATRICIAL DE ORDEM 10X22 1 Quantidade de carregadoras ou colhedoras inativas na frente de corte 2 Capacidade de colheita de todas as colhedoras da frente 3 Quantidade de tratores inativos 4 Capacidade de reboque de todos os tratores da frente 5 Quantidade de truck em trânsito 6 Quantidade de rj em trânsito 7 Quantidade de tre em trânsito 8 Quantidade de rod em trânsito 9 Tempo de ciclo do truck 10 Tempo de ciclo do RJ 11 Tempo de ciclo do TRE 12 Tempo de ciclo do do Rodotrem 13 Consumo do Truck 14 Consumo do RJ 15 Consumo do TRE 16 Consumo do ROD 17 Consumo de todos os caminhões alocados 18 1 19 Vazão da frente 20 Restrição (1=colhedora, 2=trator) 21 Produção remanescente 22 Vazão relativa da frente
  • VCC: VARIÁVEL MATRICIAL DE ORDEM 10X22 1 Quantidade de carregadoras ou colhedoras inativas na frente de corte 2 Capacidade de colheita de todas as colhedoras da frente 3 Quantidade de tratores inativos 4 Capacidade de reboque de todos os tratores da frente 5 Quantidade de truck em trânsito 6 Quantidade de rj em trânsito 7 Quantidade de tre em trânsito 8 Quantidade de rod em trânsito 9 Tempo de ciclo do truck 10 Tempo de ciclo do RJ 11 Tempo de ciclo do TRE 12 Tempo de ciclo do do Rodotrem 13 Consumo do Truck 14 Consumo do RJ 15 Consumo do TRE 16 Consumo do ROD 17 Consumo de todos os caminhões alocados 18 1 19 Vazão da frente 20 Restrição (1=colhedora, 2=trator) 21 Produção remanescente 22 Vazão relativa da frente
  • 1 qtde de carregadoras ou colhedoras inativas na frente 2 Capacidade de colheita de todas as colhedoras da frente 3 Quantidade de tratores inativos 4 Capacidade de reboque de todos os tratores da frente vcg = tempo de carregamento
  • Vcc(aFrente,5) = quantidade de caminhões 5 a 8 Quantidade de caminhões trânsito 9 a 12 Tempo de ciclo do caminhão 13 a 16 Consumo dos caminhões 17 Consumo de todos os caminhões alocados
  • 19 Vazão da frente = min(vazao colhedora, vazao do trator) 20 Restrição (1=colhedora, 2=trator) 21 Produção remanescente: vazao da frente - consumo dos ch 22 Vazão relativa da frente: vazão remascente / vazão da frente
  • Vcc(I,4) > Vcc(i,17): vazão do trator > consumo dos caminhões = VCC(i,22) = vazão relativa
  • Alterada somente a frota
  • Cenário 6 x 1: resultados atribuídos ao reboque-reserva
  • Cenário 6 x 1: resultados atribuídos ao reboque-reserva
  • Alterada somente a frota
  • Alterada somente a frota
  • Alterada somente a frota
  • Cenário 6 x 1: resultados atribuídos ao reboque-reserva
  • Cenário 6 x 1: resultados atribuídos ao reboque-reserva
  • Cenário 6 x 1: resultados atribuídos ao reboque-reserva
  • Cenário 18: menor custo com alocação estática
  • Cenário 18: menor custo com alocação estática
  • Cenário 18: menor custo com alocação estática
  • Cenário 18: menor custo com alocação estática
  • Ao custo adicional do CCT devem ser somados ainda a receita perdida com os produtos que deixarão de ser fabricados com as 101.854 t de cana que não serão transportadas.
  • Cenário 6 x 1: resultados atribuídos ao reboque-reserva
  • cenário 18, que foi o de menor custo dentre os cenários com despacho estático.
  • cenário 18, que foi o de menor custo dentre os cenários com despacho estático.
  • ×