Radiofrequência Biodinâmica Spectra G3

2.219 visualizações

Publicada em

A Fotobioestimulação é produzida pela ação direta de uma luz emitida por Diodo. Os LED’s, semicondutores emissores de luz, são dispositivos eletrônicos de alta eficiência e prolongada vida útil.
Veja mais: http://www.tudobeloestetica.com.br/spectra-g3-fotobiomodulacao-tonederm

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.200
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Radiofrequência Biodinâmica Spectra G3

  1. 1. INDICAÇÕESINDICAÇÕES
  2. 2. PRIMEIRA SESSÃO OITAVA SESSAO Estrias Radiofrequência + Fotobiomodulação Imagens cedidas pelo Instituto Progressus
  3. 3. Efeito Imediato Radiofrequência Imagens cedidas por Orlando Sanches
  4. 4. Linhas de Expressão Radiofrequência + Fotobiomodulação Imagens cedidas pelo Instituto Progressus
  5. 5. Celulite Celulite grau II Celulite grau III Celulite grau IV Fotos Termográficas dos Graus da Celulite
  6. 6. 1ª SESSÃO 4ª QUARTA SESSÃO Celulite Grau 2 Radiofrequência + Fotobiomodulação Glúteos contraídos. Imagens cedidas pelo Instituto Progressus
  7. 7. Avaliação 8 ª sessão de RF Adiposidade localizada Radiofrequência Imagens cedidas pela Dra. Lorice Issa Miguel
  8. 8. 1ª SESSÃO 10ª SESSÃO 5ª SESSÃO 3cm acima da reg. Umbilical: 89,5cm (1°sessão) – 79cm (10° sessão) - 10,5cm 3cm abaixo da reg. Umbilical: 96cm (1°sessão) – 88cm (10° sessão) - 8cm Adiposidade localizada Radiofrequência
  9. 9. Acne Ativa podemos utilizar RF ? Primeiros trabalhos mostram que em 6 aplicações de RF Acne Ativaem 6 aplicações de RF Acne Ativa – 12,5W mantendo por 2 min a 40°C. Redução de 42 % da Lesão.
  10. 10. 1ª sessão 26/06/13 7ª sessão 31/07/13 Radiofrequência + Fotobiomodulação Acne Ativa Imagens cedidas pelo Instituto Progressus
  11. 11. Equimose Imagens cedidas pelo Instituto Progressus - Tonederm
  12. 12. Equimose Radiofrequência 1ª sessão Após 2ª sessão Imagens cedidas pelo Instituto Progressus - Tonederm
  13. 13. ContraindicaçõesContraindicações AbsolutasAbsolutas • Gravidez (paciente e profissional) • Transtornos de sensibilidade• Transtornos de sensibilidade • Sobre metais • Portadores de marca-passo
  14. 14. • Sobre glândula tireóide • Focos infecciosos ContraindicaçõesContraindicações AbsolutasAbsolutas • Tecido neoplásico (5 anos) • Condições hemorrágicas
  15. 15. ContraindicaçõesContraindicações AbsolutasAbsolutas • Sobre o globo ocular • Trombose Venosa Profunda• Trombose Venosa Profunda • Diabéticos (cicatrização/aumento metabolismo/alt. sensibilidade)
  16. 16. ContraindicaçõesContraindicações • DIU (Dispositivo Intra Uterino) Metálico: Somente Bipolar • Toxina Botulínica (30 dias)• Toxina Botulínica (30 dias) - Evitar aplicar sobre botox • Implante de PMMA • Implante de Ácido hialurônico
  17. 17. Tipos de Frequência • Frequências altas são absorvidas na superfície de contato dos eletrodos produzindo muito calor na superfície. • Desejando-se realizar aquecimento mais profundo, as frequências menores são mais eficientesfrequências menores são mais eficientes (Sadick & Makino, 2004)
  18. 18. Estudos de diferentes Frequências em tecido morto Aplicação de RF 4.000KHzAplicação de RF 500KHz Franco, Kothare & Goldberg, 2009
  19. 19. Observações do Manual Hooke APLICADOR BIPOLAR “[...] Nesta configuração, BIPOLAR, mas sim aquecimento das camadas superiores da derme (Figura 4A). Essa técnica também é denominadasuperiores da derme (Figura 4A). Essa técnica também é denominada como porque a corrente elétrica que gera aquecimento é induzida superficialmente nos tecidos por um campo magnético.”
  20. 20. RF Capacitiva x RF Resistiva • Maior segurança e conforto nas aplicações. Cobertura Resistiva Cobertura Capacitiva - Spectras Cobertura Resistiva • Não apresenta isolante no eletrodo; • Aquecimento superficial intenso; • Menos confortável e com maior risco de lesão cutânea
  21. 21. Métodos CAPACITIVO e RESISTIVO Capacitivo Resistiva
  22. 22. Qual a vantagem em ter a Tecnologia Thex Coat? PERGUNTAS FREQUENTES Energia gerada com a tecnologia Thex Coat é aproveitada no aquecimento dos tecidos.
  23. 23. Meio de Acoplamento para manoplas bipolares (tetrapolares e hexapolares) (Gel em manopla hexapolar)(Glicerina em manopla hexapolar)
  24. 24. Tipos de manoplas
  25. 25. Manoplas Bipolar –Tetrapolar – Hexapolar Homogeneidade da passagem de energia devido ao número par de eletrodos ativos. Hexapolar: possui 6 polos ativos nela mesma.
  26. 26. Manopla unipolar ACCENT Vídeo Aplicação Accent
  27. 27. Testes com ACCENT Aplicação de sensores de temperatura para comprovar o aquecimento interno gerado pelo accent.
  28. 28. Manopla Unipolar x Monopolar Resultado: Manopla unipolar do Accent apresenta aquecimento superficial.
  29. 29. Aquecimento muito superficial mesmo com a manopla unipolar Aquecimento pronunciado em uma profundidade menor que 5mm. Notar que a temperatura no ponto Sp1 é 65°C!!!
  30. 30. Risco iminente de queimadurasRisco iminente de queimaduras Alcance de temperaturas de mais de 86° em menos de 10s
  31. 31. Temperaturas muito diferentes na região tratada Diferenças de 9°C Diferenças de 7°C
  32. 32. Manoplas Tripolar Aquecimento se concentra apenas em 2 eletrodos. Ex. Manopla Bipolar Resistiva com 3 polos ativos - tripolar
  33. 33. O que o NOVO SPECTRA tem que a concorrência não oferece?
  34. 34. Equip. RF Preço Freq. Potência declarada Sistema Controle Temp. Eletrodos autoclavávei s Accent 255.000,00 40,68MHz 300W Capacitivo Power Shape 150.000,00 1 e 2MHz 80W -- Maximus 140.000,00 1 MHz 50W -- BHS 156 Full 89.900,00 0,5M- 0,8- 1MHz 1050W -- Spectra G3 23.990,00 650 KHz 30W Capacitivo
  35. 35. Hooke 18.800,00 27,12 MHz 120W -- Hertix 0,64-, 1,2- Equip. RF Preço Freq. Potência declarada Sistema Controle Temp. Eletrodos autoclavávei s 18.000,00 0,64-, 1,2- 2,4MHz 150W Resistivo Límine 16.900,00 0,6- 1,2- 2,4MHz 100W --
  36. 36. FOTOTERAPIA
  37. 37. Fototerapia • Caracteriza-se por diodos semicondutores envoltos por uma embalagem translúcida, que ao serem submetidos a correntes elétricasao serem submetidos a correntes elétricas emitem luz. • Procedimento não-invasivo e indolor, baseado na bioestimulação ou bioinibição da atividade celular.
  38. 38. Fototipo X Fluência Quanto MAIOR o fototipo MAIOR a fluência. • Limite de Fluência:• Limite de Fluência: 1 a 8J/cm²
  39. 39. Aplicação da Fototerapia (Barolet, 2008) Fig. 1.6 - Profundidade de penetração da luz na pele (mm), em função do comprimento de onda (nm).
  40. 40. Tipos de manoplas: MARINELIGHT LUZ AZUL 405-440nm ACNE CICATRIZ INFLAMATÓRIACICATRIZ INFLAMATÓRIA NUTRIÇÃO TISSULAR EFEITO BACTERICIDA CITRINELIGHT LUZ ÂMBAR 594nm HIDRATAÇÃO FACIAL REJUVENESCIMENTO
  41. 41. Tipos de manoplas: REJUVENESCIMENTO PÓS-OPERATÓRIO ACNE RUBYLIGHT LUZ VERMELHA 660nm ACNE PROCESSO INFLAMATÓRIO INFRALIGHT INFRAVERMELHA 850nm REJUVENESCIMENTO PÓS PLÁSTICA REPARO TECIDUAL ÚLCERA CRÔNICA
  42. 42. Contraindicações da Fototerapia: • Aplicação sobre a retina; • Glaucoma; • Gestantes • Neoplasias e processos tumorais;• Neoplasias e processos tumorais; • Portadores de epilepsia; Aplicação sobre área hemorrágica, especialmente em pacientes hemofílicos; (SILVA, 1997; LOW E REED, 2001; GUIRRO E GUIRRO, 2002; AGNE, 2005).
  43. 43. Contraindicações da Fototerapia: • Irradiação sobre glândulas; • Aplicação sobre linfonodos e glândulas mamárias; • Histórico de fotossensibilidade;• Histórico de fotossensibilidade; • Cliente submetido a tratamentos com ácidos; • Medicamentos fotossensíveis. (SILVA, 1997; LOW E REED, 2001; GUIRRO E GUIRRO, 2002; AGNE, 2005).
  44. 44. Muito Obrigado

×