Tratamento Natural para Candidíase - Primeiros Capítulos

2.281 visualizações

Publicada em

Tratamento Natural para Candidíase

Descubra Neste Livro:

Quais as Principais Causas da Candidíase

Quais os Principais Sintomas da Candidíase

O que é a Candidíase Recorrente? Ela Tem Cura?

Candidíase Masculina - Como Tratar?

Qual o Remédio para Candidíase que Tem Obtido os Melhores Resultados nos Pacientes Brasileiros

Quais os Tratamentos Naturais que Resolvem a

Candidíase e Eliminam a Dor em Pouquíssmo Tempo! (E com ingredientes que você tem em casa!)

Publicada em: Saúde
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.281
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tratamento Natural para Candidíase - Primeiros Capítulos

  1. 1. Informações Técnicas Autora Sarah Stewart Todos os Direitos Reservados © 2014 www.tratamentoparacandidiase.com.br Publicado em Junho de 2014 3
  2. 2. Leia Com Atenção As ideias, sugestões, conceitos e opiniões retratadas neste livro têm como único objetivo informar e educar. Este livro está disponível baseando-se no completo entendimento de que ele não oferece nenhum tipo de prescrição médica e de que não tem intenção nenhuma de substituir orientações médicas ou diagnósticos de profissionais da área, assim como, não tem a intenção de ser usado como tratamento para qualquer doença, condição de saúde ou lesão. Solicitamos que, antes de utilizar-se de alguma das indicações presentes neste livro, você tenha uma aprovação completa de um profissional licenciado na área. O autor se exime completamente de qualquer responsabilidade sobre o uso, interpretação e consequências do uso direto ou indireto de qualquer informação contida neste material. 4
  3. 3. Prefácio Se você começou a ler este livro para receber todo o conhecimento e ajuda que você pode obter sobre a candidíase, então eu posso dizer-lhe que você está no lugar certo. Se você está lendo isso apenas por uma questão de curiosidade sobre o assunto, o mesmo ainda é válido para você. Embora as informações contidas nestas páginas estejam corretas, por mais conhecimento que eu tenha, não podem ser de modo algum substitutas para um conselho de um médico especializado. Se você sentir que você pode estar sofrendo de uma infecção por fungos, então eu recomendo fortemente que você vá ver um médico qualificado antes de tentar qualquer uma das soluções dispostas neste livro. Por outro lado, pode ser reconfortante saber que eu adquiri vasta experiência em matéria de infecções fúngicas. A total falta de informação adequada sobre este assunto é o que me levou a considerar escrever este livro. Também antes de irmos adiante, deixe-me apenas acrescentar que algumas das informações contidas nestas páginas não são para os mais “puritanos”. Embora não há nada de grave ou indecente sobre o corpo humano, todavia algumas pessoas podem achar que as informações aqui descritas sejam demasiadamente gráficas ou detalhadas para os seus gostos. Infelizmente, e é por isso que eu pensei em avisar isso logo no início do livro, pois não há simplesmente nenhuma maneira de tratar sobre o assunto de infecções fúngicas, como a candidíase, sem entrar em detalhes. Caso, eu optasse por poupar detalhes, estaria incluindo apenas uma 5
  4. 4. pequena parte da informação necessária, desta forma, eu não estaria fazendo um trabalho muito bom de trazer para você a informação correta. Assim, sem mais delongas, espero que você tenha uma leitura agradável e de fácil aplicação prática. Não tenha vergonha ou constrangimento se você se deparar com algo que poderia ser considerado um assunto tabu, simplesmente não há espaço para tais pensamentos quando você está olhando para infecções fúngicas e seus tratamentos. Vamos ao livro! 6
  5. 5. Introdução Cândida, aftas, candidíase ou vaginite. Qualquer infecção causada por leveduras, independente do nome popularmente dado, é uma infecção por fungos. E, infelizmente, para as mulheres, 75% delas, experimentarão uma infecção por fungos, pelo menos uma vez em suas vidas. Outro fato verdadeiro é que a maioria das mulheres sofrerá com esse incômodo mais de uma vez em suas vidas. Também é uma verdade que alguns homens terão infecção por fungos também. Se você nunca ouviu isso antes, então você provavelmente está se perguntando o que diabos eu estou falando, mas eu tenho que assegurar-lhe que é perfeitamente verdadeiro. Os homens podem obter infecções fúngicas, embora a ocorrência não seja tão alta como é em mulheres. A maior parte das infecções fúngicas masculinas ocorrerá quando sua parceira estiver sofrendo de uma infecção vaginal e a transmissão se dará durante uma relação sexual. Também é verdade que as infecções fúngicas não são doenças da moda que apareceram recentemente, como alguns outros problemas médicos por aí, nem foram diagnosticadas recentemente. A grande verdade é que as infecções fúngicas fazem parte de nosso dia a dia desde tempos imemoriais, ou pelo menos a partir do momento que a primeira mulher fez sua aparição na Terra. É improvável que tenha começado com um homem, uma vez que este não possui as condições adequadas para o aparecimento de uma candidíase. Embora como eu disse anteriormente, os homens podem ter infeções fúngicas, mas as causas para isso não começaram com eles. Esse é mais um motivo para as mulheres não gostarem deste tipo de 7
  6. 6. infecção. É importante ressaltar o fato de que infecções fúngicas ocorrem não somente na vagina. Na verdade, infecções fúngicas podem ocorrer em uma série de lugares diferentes, como a boca, as axilas, entre os dedos, e em qualquer outro lugar do seu corpo que possa servir como um terreno fértil para os fungos. A área mais comum que uma infecção por fungos irá ocorrer, no entanto, é na vagina. É por isso que, se você procurar informações sobre o assunto, você vai encontrar mais informações sobre infecções fúngicas da vagina do que infecções fúngicas que ocorram em outros lugares. Você também perceberá que há pouca ou nenhuma informação sobre essas outras infecções fúngicas. As infecções vaginais por fungos (candidíase) parecem ter tomado conta de toda a área de infecções fúngicas! Então, nosso livro também abordará esse assunto. Você pode estar se perguntando por que eu faria isso, afinal de contas, não há já bastante informação sobre infecções fúngicas vaginais? E a resposta é sim. Existem até mais informações do que precisaríamos sobre a candidíase. Mas o que eu encontrei quando eu estava à procura é que as informações estavam, na maioria das vezes, incompletas e, também muitas vezes diferentes umas das outras, dependendo de qual livro, artigo ou página da internet que você estivesse lendo. Quando você começa a procurar por informações para a cura da candidíase, você fica surpresa com a grande quantidade de informação que está disponível sobre o assunto, o que gera uma grande confusão na hora de tomar uma decisão. E já que eu estava gastando muito do meu tempo em vários locais cheios de informações, eu percebi que provavelmente quase todo mundo estava fazendo a mesma coisa também. Foi aí que eu tive a ideia para este livro. 8
  7. 7. Afinal, depois de todos esses meses de analisando a grande quantidade de informações sobre o tema e quase ficar louca devido a sobrecarga de informações. Eu comecei a anotar todas as informações que eu tinha encontrado. De todas as fontes possíveis. Catalogando e eliminando as informações menos confiáveis. E foi assim que este livro começou. Eu já tinha compilado a lista de remédios naturais disponíveis e anotei tudo em planilhas, de maneira casual, mas organizada. Após elencar diversas informações valiosas sobre o que era a Candidíase (ou Cândida, para alguns) e quais eram as suas causas e sintomas. Eu também tive sorte em descobrir que a maioria das soluções para este mal que eu havia descoberto sobre também eram aplicáveis a candidíase masculinas também. Elas só precisavam ser adaptadas para o organismo masculino. Para mim, pelo menos, a candidíase masculina tem uma relação muito grande com as infecções fúngicas vaginais. Afinal, se você tem relações sexuais com um parceiro que possua uma infecção por fungos, então existe uma boa probabilidade de que você também vá contrai-la. Não precisa necessariamente começar com você, mas você pode acabar sendo contaminado(a). Então, novamente, há também o problema que eu enfrentei ao escrever este livro que eu não tinha, pessoalmente, testado cada uma dessas soluções em mim mesmo. Pois se eu fosse testar em mim cada uma dessas recomendações, eu, sem dúvida, teria que estar sofrendo de candidíase durante a maior parte da minha vida natural. Uma vez que eu não sinta a necessidade de prolongar qualquer candidíase por causa da curiosidade científica, fico feliz em dizer que encontrei uma fonte de interminável de informações sob a forma de um grupo de mulheres que ficaram mais do que felizes em compartilhar suas experiências comigo. 9
  8. 8. Através delas, e através das minhas próprias experiências e do meu parceiro, eu posso dizer que quase todos esses métodos foram experimentados. Antes de avançar, eu gostaria apenas de reiterar que não sou de modo algum uma profissional médica qualificada ou fitoterapeuta. Assim, embora os tratamentos que eu listei ao final neste livro foram utilizados para eliminar os sintomas em diferentes pessoas, incluindo eu e meu parceiro, isso não significa necessariamente, que eles vão funcionar da mesma forma em você! Lembre-se que cada organismo é diferente, e que, apesar o corpo humano ser superficialmente parecidos, lá no fundo, nós somos todos nós diferentes. Nossos corpos reagem de maneiras diferentes para coisas diferentes, e o que pode funcionar para uma pessoa pode não funcionar para você. Sem falar que, há também o caso de que enquanto você pode se dar perfeitamente bem com um ingrediente ou erva. Você deve sempre ter cuidado antes de tentar algo novo e proceder com cautela. Principalmente, se você estiver grávida ou utilizando-se de algum tipo de medicação ou tratamento médico. Sugiro que você fale sobre estes métodos naturais com o seu médico, em primeiro lugar. Para que você tenha certeza de que está tomando todas as precauções necessárias e que não vai reagir negativamente a algum ingrediente. Isso tudo pode parecer um exagero, mas, precaução nunca é demais. Ainda mais quando falamos de nossa saúde. 10
  9. 9. A Candidíase Explicada Então, o que seria a candidíase? E, naturalmente, a sua próxima pergunta seria algo como: "Qual é a causa que leva ao aparecimento da candidíase?" Bem, este é o seu dia de sorte pois, acredite ou não, eu respondi essa pergunta no próximo capítulo: “Causas da Candidíase". Mas neste capítulo, eu me dedicarei a explicar o que eu puder sobre infecções fúngicas em geral. A primeira coisa que eu tenho que te dizer é que, embora não seja de natureza grave, uma infecção por fungos não é algo que você vai querer experimentar. Não que você necessariamente tem a opção de dizer não a uma infecção por fungos. Isto está longe de ser o caso. Quando você tem uma infecção por fungos não é porque você a convidou para sua vida. Então, novamente, você pode até não reconhecer os seus sintomas como uma simples infecção por fungos. Ou, inversamente, você pode confundir algo muito mais grave como sendo uma simples infecção por fungos. Existem algumas maneiras de determinar se você tem uma infecção por fungos, mas por segurança, eu pessoalmente sugiro que você consulte um médico. Isso se torna especialmente verdadeiro se os sintomas não desaparecem, ou se você sofre de ataques recorrentes. Basicamente, porém, e para colocá-lo de maneira muito simples, infecções fúngicas ocorrem quando o equilíbrio natural do corpo torna-se ligeiramente alterado. Poderia ser até uma série de razões - o que eu te levará para a seção "Os sintomas de infecções fúngicas" -, mas o fato puro e simples é que o seu corpo, de alguma forma, perdeu o seu equilíbrio natural. E essa 11
  10. 10. alteração pode trazer consequências para o seu organismo. Infecções fúngicas fazem parte de "uma série de problemas", que podem surgir. Desequilíbrios corporais significam que todos os germes e as bactérias ruins que estão flutuando podem finalmente encontrar um ponto de apoio em algum lugar. Isso significa que você geralmente vai ser diagnosticado com uma coisa ou outra, talvez um resfriado, talvez uma infecção por fungos. Quando você passa por uma candidíase é porque as boas bactérias que viviam em sua vagina foram superadas em número pelas bactérias ruins. E uma vez que a sua vagina é o local perfeito para as bactérias do fermento prosperarem - escuro, úmido e quente - você poderá hospedá-las até que você encontre algo para se livrar delas. É por isso que algumas das coisas que você deve evitar, se você tende a sofrer de candidíase recorrente, é ficar por um tempo prolongado em um maiô molhado. Com um maiô molhado, você não só fornece para o fungo o lugar perfeito para prosperar em sua vagina, como você também está fornecendo-lhe forragem adicional, proporcionando-lhes condições ainda mais quentes e úmidas. Então, para resumir, infecções fúngicas geralmente ocorrem quando há um desequilíbrio corporal. E não importa em que lugar do seu corpo você tem uma infecção por fungos, ela apareceu porque as condições eram adequadas para eles se reproduzirem. Estas condições adequadas normalmente são lugares úmidos e quentes, que também são convenientemente escuros, além de serem os locais onde os níveis de pH do corpo foram desequilibrados. Uma outra coisa que você deve se lembrar, e que eu também falo mais tarde no livro, é que uma infecção por fungos pode não ser o seu maior problema. Em vez disso, essa infecção pode ser um sintoma de outra condição talvez mais grave. E é por isso que é sempre uma boa ideia consultar com um médico qualificado antes de tratar -se de uma infecção por fungos. 12
  11. 11. Para o livro Tratamento Natural para Candidíase completo com os capítulos que você ainda não leu, clique abaixo: http://www.tratamentoparacandidiase.com.br/candidiase.html

×