FATORES QUE INFLUENCIAM NO INÍCIO DE UMA ATIVIDADE FÍSICAFalta de atividade física - Consequências para a saúde - Uma vida...
Melhor desempenhoA ergoespirometria é realizada acoplando-se um aparelho ultra-sensível ao testeergométrico tradicional co...
O pico de lactato acontece entre 6 e 8 minutos após o encerramento do exercício.Estímulos de treino:               ESTÍMUL...
tempo, distância e quantidade de treinos, fica mais fácil estabelecer um planejamentoadequado. Este conceito pode e deve s...
Também foi observado, que os sujeitos que praticaram atividade física com menorfreqüência apresentaram tendência a consumi...
Veja alguns benefícios que a musculação pode trazer:      1 - Praticando musculação regularmente, há uma enorme melhora na...
6 - Melhora o sono e o bem estar. Depois de fazer uma atividade aeróbia énormal você se sentir mais ágil e disposta. Daí p...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

3º ano. prova mensal. 2º bim. fatores que influenciam na ativ.física

1.626 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.626
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
555
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3º ano. prova mensal. 2º bim. fatores que influenciam na ativ.física

  1. 1. FATORES QUE INFLUENCIAM NO INÍCIO DE UMA ATIVIDADE FÍSICAFalta de atividade física - Consequências para a saúde - Uma vida sedentária écaracterizada pela ausência de atividades físicas podendo provocar um processo deregressão funcional, perda de flexibilidade articular além de comprometer ofuncionamento de vários órgãos posteriormente distinguindo-se um fenômeno associadoà hipotrofia de fibras musculares, além de ser a principal causa do aumento daocorrência de várias doenças, como a Hipertensão arterial, diabetes, obesidade, aumentodo colesterol e infarto do miocárdio Podendo também ser coadjuvante direta ouindiretamente na causa de morte súbita.Abolindo o Sedentarismo - Existem diversas indicações para que os indivíduossedentários possam adotar uma mudança de hábitos de vida de acordo com aspossibilidades ou conveniências de cada um: A prática de atividades físicas, esportivas: caminhar, correr, pedalar, nadar, praticar ginástica, exercícios com pesos, jogar bola são propostas válidas para combater ao sedentarismo e melhorar sua qualidade de vida. É recomendada a consulta a um médico e um educador físico para a orientação das melhores atividades físicas já que não são recomendadas as mesmas atividades para todas as pessoas.Para o início de uma atividade física deve ser considerados problemas como hipertensãoarterial, dores nas articulações (joelhos, calcanhares) e esforço físico excessivo de modoa não prejudicar a postura e a coluna vertebral.CHECK-UP DO ATLETAQualquer que seja o objetivo de seu treinamento Atleta profissional Atleta por hobby Manutenção da saúde Perda de pesoPara obter o aproveitamento máximo de seu treino, você precisa trabalhar dentro de seusparâmetros individuais, que podem ser medidos pela ergoespirometria.Condições de saúdeO teste ergométrico realizado em esteira permite analisar as alterações: Eletrocardiográficas Hemodinâmicas Pressão Arterialdurante a progressão do exercício no seu pico máximo, e no período de recuperação,avaliando as condições clínicas fundamentais para a prescrição de qualquer atividadefísica com segurança.
  2. 2. Melhor desempenhoA ergoespirometria é realizada acoplando-se um aparelho ultra-sensível ao testeergométrico tradicional com o propósito de realizar medidas diretas dos gases expiradose inspirados durante todo o período de exercício.Esse exame permite avaliar até que freqüência cardíaca o indivíduo consegue aumentarseu consumo de oxigênio.Através desse parâmetro e outros dados obtidos concomitantemente, é possívelestabelecer a intensidade de treino ideal para se atingir os objetivos propostos.http://www.youtube.com/watch?v=EVKEnZvsVWo&feature=player_embedded#! Métodos de TreinamentoQualidades físicas – divididas fisiologicamente e pedagogicamente em :Orgânicas: as principais são as resistências aeróbica, anaeróbica lática e anaeróbicaaláticaNeuromusculares: flexibilidade, resistência muscular localizada, e as forças pura(dinâmica), explosiva (potência) e estáticaPerceptivo-cinéticas: coordenação, velocidade (reação, membros e de deslocamento),equilíbrio, descontração, ritmo e agilidadeFatores de influência nos treinos: nível inicial dos atletas intensidade dos treinos volume de treinamento freqüência semanal do treino forma de trabalho (contínuo, intervalado, terrestres, aquáticos ou aéreos) Sempre no início de um treinamento é preciso avaliar as condições específicas do atleta para fazer uma prescrição com base na individualidade biológica. O princípio da adaptação diz que existe um limiar mínimo para a produção de benefício, assim como um máximo que pode causar danos se for ultrapassado. Limite inferior: 50% do VO2 máximo Limite superior: 85% do VO2 máximoSe trabalharmos com menos de 1/6 da massa muscular, não se consegue resultadogeneralizado, apenas no local que trabalha.
  3. 3. O pico de lactato acontece entre 6 e 8 minutos após o encerramento do exercício.Estímulos de treino: ESTÍMULO RESPOSTA Débeis Nenhum Fracos Excitação Médios Adaptação Fortes Adaptação Muito fortes DanosO volume de treino depende da qualidade física trabalhada e do método de treino, esegue esse esquema: sempre que aumentamos o volume, devemos diminuir aintensidade, e vice-versa. É o princípio da interdependência volume/intensidade.Sempre que um está alto, o outro está baixo, do contrário se chegará ao overtraining.Atletas de alto nível devem treinar 6 vezes por semana, 2 vezes ao dia, com treinosfísicos, técnico s e táticos. Velocidade e resistência anaeróbica: 3 vezes por semana,resistência aeróbica: de 3 a 5 vezes por semana.Se no treino de fundo se trabalha aumentos de intensidade, não se perde capacidadeanaeróbica. Só se perde essa capacidade se o trabalho for muito longo e sem umaumento de intensidade.Intensidade da Atividade FísicaA intensidade da atividade física é a quantidade de esforço a que o organismo ésubmetido na realização de uma tarefa. Quanto mais intensa uma atividade (seja emvelocidade ou força), mais anaeróbio o metabolismo energético se torna.Relação Intensidade X volume de treinamentoCom o aumento do número de frequentadores de academias, parques e demais locaisonde se pratica exercícios físicos, fica cada vez mais evidente a falta de orientação sobreaspectos básicos da evolução do treinamento físico destes indivíduos, sejam elescorredores ou praticantes de qualquer outra atividade esportiva. A relação Intensidade Xvolume, apesar de ser um conceito muito útil a qualquer pessoa ativa, acaba não sendodifundida ao grande público, dando margem a erros significativos e até perigosos noplanejamento das atividades dos nossos esportistas.Entendendo a intensidade como velocidade e inclinação (altimetria) e o volume como
  4. 4. tempo, distância e quantidade de treinos, fica mais fácil estabelecer um planejamentoadequado. Este conceito pode e deve ser aplicado não só na corrida, mas sim em todasas atividades físicas, como a musculação por exemplo.Um bom treino é aquele que considera os dois aspectos (intensidade e volume) de formaproporcional, ou seja, uma corrida ou treino de musculação nunca devem ser intensos evolumosos ao mesmo tempo. Devemos sempre priorizar, de acordo com a proposta dotreino, um dos dois aspectos.A recuperação para cada estímulo dado ao corredor deve estar alinhada com aintensidade e o volume deste estímulo, devendo sempre ser proporcional. Vale lembrarque o bom senso é a melhor forma de controlar seus exercícios: toda atividade físicadeve ser prazerosa, caso contrário ela não será periódica!Freqüência da Atividade FísicaA freqüência da atividade física diz respeito ao número de dias por semana que a pessoase exercita. No caso específico de indivíduos com diabetes, recomenda-se o mínimo detrês dias intercalados por semana, sendo o ideal todos os dias e, de preferência, nomesmo horário.Atividade física com baixa frequência semanal mostra-se insuficiente parapropiciar melhoras no estado de saúdeAtualmente, a prática de atividade física é reconhecida como um importantecomponente promotor de saúde em qualquer faixa etária. Porém, em detrimento aoaperfeiçoamento tecnológico, a população em geral vem se tornando menos ativafisicamente. Com o interesse de melhor compreender os efeitos do sedentarismo e seusprincipais fatores de risco e da prática da atividade física realizada sem finscompetitivos, por indivíduos não atletas, entendendo que tal prática provavelmentenegligencia algumas recomendações básicas, fez-se necessários à realização de umapesquisa científica. Durante o período 16 semanas foram acompanhados 40 homenscom idades entre 26 e 57 anos, divididos em dois grupos: “experimental” que participoude um programa de treino com freqüência de três vezes por semana, monitorado porespecialista em preparação física; e grupo “controle” que praticou atividade físicaapenas uma vez por semana, sem a presença de educador físico e sem qualquerperiodização na sua prática. Para avaliação dos protocolos, foram realizados testes deaptidão física e exames laboratoriais. Os resultados da pesquisa mostraram que a práticade exercício físico com baixa freqüência semanal, foi insuficiente para impactarbenefícios nos seus praticantes, tendo em vista que o grupo que participou da atividadefísica apenas uma vez por semana, apresentaram índices indesejados na condiçãonutricional, já que os valores encontrados evidenciaram aumento no peso corporal,IMC, % de gordura, colesterol total, triglicerídeos e glicose, medidos duas vezesdurante o período de quatro meses. A aptidão física também foi diminuída quandoobservados os níveis de flexibilidade, resistência muscular e consumo de oxigênio.Padrão inverso foi visto nos indivíduos que tiveram a orientação profissional e umafreqüência maior de treinamento físico. Os valores avaliados neste grupo foram bastantesatisfatórios, tendo melhorado o estado nutricional e aptidão física relacionada à saúde.
  5. 5. Também foi observado, que os sujeitos que praticaram atividade física com menorfreqüência apresentaram tendência a consumirem maior quantidade de gordurassaturadas, colesterol e menor consumo de carboidratos e fibras dietéticas em relação aooutro grupo, além da ocorrência de sobrepeso, obesidade e hipertensão.Portanto, tais achados sugerem que pessoas que praticam atividade física com o mínimode freqüência semanal e de forma empírica, procurem práticas desportivas estruturadase monitoradas por profissionais capacitados para exercer a prescrição e orientação deexercício, e que esta prática inclua de forma coerente no programa, o tipo deatividade/modalidade de acordo com o interesse e aptidão individual (princípio daindividualidade biológica), o volume e a intensidade adequada (preferencialmentemoderada), assim como uma freqüência mínima de três vezes por semana, podendo estaser potencializada se praticada na maioria dos dias da semana de forma contínua oucumulativa, conforme as recomendações do Colégio Americano de Medicina doEsporte. A partir do que foi visto outras observações são pertinentes, dentre tais, asupervisão clínica realizada pelo médico, que deve anteceder a prática esportiva, aadequação dos hábitos alimentares sob a orientação de um nutricionista, além da buscade outros comportamentos preventivos que são imprescindíveis para a melhor qualidadede vida e saúde, como o controle do estresse emocional, o consumo moderado álcool, onão uso do cigarro e uma boa vida social e religiosa.MUSCULAÇÃODescriçãoA musculação é um tipo de exercício resistido, com variáveis de carga, amplitude,tempo de contração e velocidade controláveis. Desse modo pode ser aplicada da formaisometria (contração mantida), isocinética (com velocidade angular constante) ouisotônica (alternância de contrações concêntricas e excêntricas), contínua ouintervalada, suave ou intensa, com recursos aeróbios ou anaeróbios.Esta possibilidade de controle de tantas variáveis torna a musculação uma atividadefísica altamente versátil que pode ser usada para diferentes objetivos.EstratégiaPara incrementar o aumento da massa muscular (hipertrofia), os fisiculturistas focamtrês principais pontos: Treinamento adequado com a resistência de pesos e demais atividades físicas; Nutrição especializada, incorporando proteínas e outros suplementos alimentares visando a liberação de hormônios para aumentar a síntese protéica; Repouso (descanso) adequado para a recomposição muscular.
  6. 6. Veja alguns benefícios que a musculação pode trazer: 1 - Praticando musculação regularmente, há uma enorme melhora na parte estética, pois trabalhando os músculos, você irá modelar o seu corpo, deixando-o mais firme e bonito. A gordura é disforme e em excesso deixa o seu corpo deformado. A musculação ajuda a eliminar gordura e aumenta a massa muscular, fazendo com que você fique mais bonito. 2 - Através da musculação, você pode aumentar muito a sua força muscular, pois irá fortalecer os músculos, tornando uma pessoa mais forte. Ao treinar, você estará exercitando não só o corpo, mas também seu cérebro que fica mais eficiente no comando da massa muscular. 3 - A musculação torna o coração mais saudável. Até pouco tempo, apenas as atividades aeróbias eram recomendadas para a saúde cardíaca, mas isto vem mudando. A musculação treina o coração para esforços intensos, enquanto os exercícios aeróbios preparam o coração para atividades suaves e prolongadas. Quando a pessoa fortalece os músculos, a freqüência cardíaca e a pressão arterial sobem menos com o esforço. 4 - A musculação melhora a postura, pois a maioria dos casos de dores nas costas é relacionada à fraqueza muscular e à falta de flexibilidade. Assim sendo, o trabalho com peso é indicado nestes casos, pois os músculos (que sustentam os ossos) se tornam mais resistentes. 5 - Você vai melhorar a sua autoestima, ficando mais bonita, ágil, saudável, confiante e de bem consigo mesma.
  7. 7. 6 - Melhora o sono e o bem estar. Depois de fazer uma atividade aeróbia énormal você se sentir mais ágil e disposta. Daí para dormir bem é muito fácil.7 - A musculação rejuvenesce e mantém você jovem. A partir dos 30 anos, nóscomeçamos a perder massa muscular e podemos chegar a perder 30% de massamagra até os 80 anos. Todos nós envelhecemos, mas quem faz musculação,retarda este envelhecimento. A perda muscular é amenizada para quem fazexercícios com peso.8 - A musculação ajuda a emagrecer. Todos os exercícios ajudam na perda depeso, em todos há um gasto calórico, uns menos, outros mais. A longo prazo, osexercícios com peso, apresentam um importante papel, pois aumentam a taxametabólica basal.9 - Com a musculação, você vai amenizar, e muito, a celulite, pois aumentando amassa muscular, sua pele (em cima do músculo) fica mais lisa. A redução dagordura não melhora a aparência da pele. Ela pode ficar flácida e cheia defurinhos, mas se você fizer exercícios com pesos, evitará a flacidez e definirá osmúsculos, minimizando a celulite.Você pode evitar doenças, entre elas:Osteoporose - A musculação estimula a produção de células ósseas fixandocálcio e aumentando a densidade óssea. Atividades aeróbias de impacto , como acorrida, também oferecem este benefício, mas os exercícios com peso são maisseguros para as articulações.Artrose (desgaste das articulações) - Quando os músculos são fortalecidos,propiciam maior estabilidade as articulações, promovendo menor desgaste entreos ossos.Diabetes - Quanto maior é a massa muscular, mais o organismo queima glicose(substância que em excesso no sangue causa o diabetes).Mas atenção! Intercale os dias de exercícios com peso, com exercícios aeróbiose faça alongamentos antes e depois das atividades.

×