Sistema nervoso central

4.273 visualizações

Publicada em

Slide utilizado em uma aula de Sistema Nervoso Central (SNC)

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.273
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
198
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema nervoso central

  1. 1. Acadêmico: Elton S. Rodrigues
  2. 2.  SNC  Encéfalo  Medula  Meninges  Tálamo e Hipotálamo  Unidade Funcional  SinapsesQuímicas e Elétricas  Córtex Motor
  3. 3.  É responsável pela maioria das funções de controle em um organismo, coordenando e regulando as atividades corporais. O Neurônio é a unidade funcional deste sistema;  Muito embora exista apenas um sistema nervoso, ele pode ser separado em varias partes, baseando-se em características funcionais e de localização.
  4. 4.  Consiste do encéfalo e da medula espinhal. Ele está completamente envolvido por estruturas ósseas;  O encéfalo na cavidade craniana e a medula espinhal no canal da coluna vertebral.
  5. 5. ENCÉFALO MEDULA ESPINHAL
  6. 6.  O sistema nervoso central é o centro integrador e controlador do sistema nervoso. Ele recebe impulsos sensitivos do sistema nervoso periférico e formula respostas para esses impulsos.
  7. 7.  O encéfalo é um órgão complexo que, conjuntamente com a medula espinhal forma o Sistema Nervoso Central e coordena toda à atividade das células nervosas.  Nos mamíferos incluindo os humanos, o encéfalo é dominado, pelo córtex cerebral e é muito desenvolvido.
  8. 8.  O encéfalo é profundamente irrigado por vasos sanguíneos e por bilhões de células nervosas interligadas por células de suporte.  Esta bem protegido no interior do crânio e é envolvido tal como a medula espinhal por três formações membranosas denominadas meninges. Entre as meninges circula liquido cefalorraquidiano.
  9. 9.  A medula espinhal, é a porção alongada do sistema nervoso central, é a continuação do encéfalo, que se aloja no interior da coluna vertebral em seu canal vertebral, ao longo do seu eixo crânio-caudal.  A medula é o centro dos arcos reflexos. Encontra-se organizada em segmentos (região cervical, lombar, sacral, caudal, raiz dorsal e ventral). É uma estrutura subordinada ao cérebro, porem pode agir independente dele.
  10. 10.  Na medula espinhal residem todos os neurônios motores que enervam os músculos e também os eferentes autônomos. Recebe também toda a sensibilidade do corpo e alguma da cabeça e atua no processamento inicial da informação de todos estes impulsos. (neurônios sensitivos).
  11. 11.  Existem 31 pares de nervos espinhais aos quais correspondem 31 segmentos medulares assim distribuídas: 8 cervicais, 12 torácicas, 5 lombares, 5 sacrais e 1 coccígeas. Encontramos 8 pares de nervos cervicais e apenas 7 vértebras cervicais porque o primeiro par de nervos espinhais sai entre o occipital e C1.
  12. 12.  As meninges são três delicadas membranas que revestem e protegem o Sistema nervoso central, medula espinal, tronco encefálico e o encéfalo. São elas a pia-máter, a dura-máter e a aracnoide.
  13. 13.  A dura-máter corresponde a membrana mais espessa e externa das meninges, ela está estrategicamente posicionada para atuar no combate aos ataques patológicos infectantes e doenças malignas. Ela possui dois folhetos ao nível cranial, porém o externo está fixo nos ossos craniais atuando como periósteo limitando-se a região cerebral enquanto o folheto interno continua com a medula espinal. Entre as meninges circula o líquido cefalorraquidiano ou líquor, que protege o sistema nervoso.
  14. 14.  A aracnóide-máter está logo abaixo a dura- máter, porém menos espessa, atuando além da defesa, na formação dos espaços intra- meningicos.  A pia-máter é a mais delgada e está intimamente aderente aos feixes nervosos. A inflamação das meninges tem o nome de meningite, sendo que pode ser causada tanto por vírus, fungos ou bactérias.
  15. 15.  Compõe-se de duas massas ovoides de substancias cinzentas encaixadas na base do cérebro.  Ele recebe todas as informações de origem sensoriais com exceção do olfato, passam pelo tálamo antes de atingir o córtex cerebral.
  16. 16.  É uma estrutura do tamanho aproximado de um grão de ervilha, localizado sobre o Tálamo, apesar de pequeno ele é uma região encefálica importante .  Controla a temperatura do corpo, o apetite e o equilíbrio hídrico do corpo, alem de ser o principal centro emocional e do comportamento sexual.
  17. 17.  O potencial de ação é transmitido através de proteínas especiais chamadas de neurotransmissores.  Os neurotransmissores saem de uma célula (célula pré-sináptica), caem em um espaço (fenda sináptica) e interagem com a próxima célula (célula pós-sináptica), dessa forma a informação é repassada.
  18. 18.  Nesse tipo, as células estão praticamente coladas e existe uma abertura, como um canal, que une as membranas; esses canais são chamados de junções comunicantes.  O potencial de ação corre diretamente de uma membrana para outra, sem precisar do auxílio de mediadores químicos.
  19. 19.  É responsável pelo controle e coordenação da motricidade voluntaria.  Traumas nesta área causam fraqueza muscular ou até mesmo paralisia.  O córtex divide-se em três
  20. 20.  Córtex motor primário  Área pré-motora  Área motora suplementar
  21. 21.  ALGUMAS ÁREAS ESPECIALIZADAS DE CONTROLE MOTOR: - Lábios Superior e Inferior
  22. 22.  ALGUMASÁREAS ESPECIALIZADAS DE CONTROLE MOTOR: - Língua
  23. 23.  ALGUMAS ÁREAS ESPECIALIZADAS DE CONTROLE MOTOR: - Mãos
  24. 24.  ALGUMAS ÁREAS ESPECIALIZADAS DE CONTROLE MOTOR: - Pés
  25. 25.  Wikipédia  http://doutormadrid.blogs.sapo.pt/7769.html SEGUNDA-FEIRA, 5 DE NOVEMBRO DE 2007  Netter, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

×