- RESULTADOS –
Programa de
Gestão de
Resíduos
Sólidos
27° Feira da Esperança –
APAE Florianópolis
Como
funciona o
Programa de
Gestão de
Eventos
Sustentáveis?
O Programa de Gestão de Eventos Sustentáveis tem por fim
a dim...
Como
funcionou a
Gestão de
Resíduos
Sólidos na
Feira da
Esperança?
Durante a 27° Feira da Esperança o foco do Programa de
...
Ações
propostas
pelo
Programa de
Gestão de
Resíduos
Sólidos
• Substituição de materiais descartáveis por materiais
reutili...
Logística
Operacional
A Logística operacional consistiu na organização de
estações de resíduos, com o posicionamento de co...
Logística Operacional - Fotos
Capacitação
A capacitação se deu por meio de conversas educativas
com o pessoal responsável pela limpeza da Feira; tanto o...
Copos
Reutilizáveis
Pelo segundo ano consecutivo não houve na Feira a
distribuição de copos descartáveis, sendo estes subs...
Utilização e
Higienização
de Louças
Alguns stands abriram mão do uso de utensílios
descartáveis e o substituíram por utens...
Sensibilização
A sensibilização das pessoas envolvidas no evento –
expositores, colaboradores e público em geral – se deu ...
Comunicação
A comunicação foi estrategicamente planejada para o
evento e contou com o apoio das empresas WideStudio e
Gráf...
Conscientização e Comunicação - Fotos
Gestão de
Resíduos:
Descarte
Seletivo,
Pesagem e
Coleta
O principal objetivo deste Programa foi o de conscientizar todos o...
Gestão de Resíduos - Fotos
Tabela de
Resíduos:
Dia Recicláveis Orgânicos Rejeitos Total
Quinta 362kgs 298kgs 455kgs 1.115kgs
Sexta 267kgs 244kgs 307k...
Gráfico de
Evolução do
Programa: Quinta Sexta Sábado Domingo
363
267
307
249
298
244
213
269
455
307 310
279
EVOLUÇÃO DO D...
Considerações:
Reforçamos que o grande objetivo deste Programa é o de
conscientizar todos os envolvidos na organização, re...
Considerações
– Stands
Destaques:
Apesar da resistência, e (infelizmente) também da indiferença
de alguns stands em relaçã...
Considerações
Finais:
Acreditamos que o Programa de Gestão de Resíduos
Sólidos foi um sucesso e, portanto, colaborou para ...
PROMOÇÃO
REALIZAÇÃO
APOIO
Resultados - Programa de Gestão de Resíduos Sólidos: Feira da Esperança APAE 2014
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resultados - Programa de Gestão de Resíduos Sólidos: Feira da Esperança APAE 2014

242 visualizações

Publicada em

Relatório Final com mostra de resultados da Recicla Ação, Programa de Gestão de Resíduos Sólidos desenvolvido na Feira da Esperança da APAE Floripa 2014

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
242
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resultados - Programa de Gestão de Resíduos Sólidos: Feira da Esperança APAE 2014

  1. 1. - RESULTADOS – Programa de Gestão de Resíduos Sólidos 27° Feira da Esperança – APAE Florianópolis
  2. 2. Como funciona o Programa de Gestão de Eventos Sustentáveis? O Programa de Gestão de Eventos Sustentáveis tem por fim a diminuição do impacto ambiental gerado em eventos e se baseia em sete eixos para direcionar as suas ações. São eles: • Transporte • Resíduos • Alimentação • Sensibilização • Meio ambiente • Comunicação • Energia
  3. 3. Como funcionou a Gestão de Resíduos Sólidos na Feira da Esperança? Durante a 27° Feira da Esperança o foco do Programa de Gestão de Eventos Sustentáveis foi o gerenciamento dos Resíduos Sólidos. Desta forma, o Programa foi coordenado com base nas seguintes ações: • Logística Operacional • Capacitação • Utilização de copos Reutilizáveis • Uso de louças • Higienização dos copos e louças • Sensibilização • Comunicação
  4. 4. Ações propostas pelo Programa de Gestão de Resíduos Sólidos • Substituição de materiais descartáveis por materiais reutilizáveis e de louça (copos, pratos e talheres) • Higienização dos copos e louças • Distribuição de sacolas plásticas em cores e material específico para coleta seletiva (recicláveis, orgânicos e rejeitos) com identificação própria para cada stand • Identificação dos coletores de lixo de forma seletiva • Pesagem dos resíduos • Devida destinação dos resíduos • Coleta e devida destinação de óleo vegetal • Sensibilização dos stands e público em geral • Reconhecimento (Prêmio) do Stand mais ecologicamente sustentável
  5. 5. Logística Operacional A Logística operacional consistiu na organização de estações de resíduos, com o posicionamento de coletores de resíduos seletivos ao redor de toda a praça de alimentação, nas entradas e saídas do evento e também nos corredores atrás dos stands alimentícios; todos os coletores estavam devidamente identificados. Foi também criada uma estação própria para o armazenamento e pesagem de todos os resíduos, antes de serem descartados nos contêineres que se localizavam ao lado de fora do salão da Feira, de maneira a serem recolhidos pela empresa COMCAP e receberem a devida destinação. Além disso, houve ainda a coleta seletiva do óleo vegetal, possibilitando o descarte ecologicamente correto, por meio do Programa Reóleo da ACIF.
  6. 6. Logística Operacional - Fotos
  7. 7. Capacitação A capacitação se deu por meio de conversas educativas com o pessoal responsável pela limpeza da Feira; tanto os colaboradores da equipe da APAE, quanto do Centro Sul. Esse bate papo permitiu conscientizá-los da importância dessa ação e facilitar o descarte seletivo dos resíduos que eram deixados em cima das mesas da praça de alimentação. O trabalho destes colaboradores foi essencial para o sucesso da operação.
  8. 8. Copos Reutilizáveis Pelo segundo ano consecutivo não houve na Feira a distribuição de copos descartáveis, sendo estes substituídos por copos reutilizáveis, uma troca que além de ser favorável ao meio ambiente – foram 50mil copos descartáveis economizados - também favoreceu diretamente à APAE, gerando uma renda de mais de R$ 17mil.
  9. 9. Utilização e Higienização de Louças Alguns stands abriram mão do uso de utensílios descartáveis e o substituíram por utensílios de louças, o que colaborou ainda mais para diminuirmos impacto ambiental do evento. O stand Pizzeria Speranza, da ACIF Jovem, além de ser o stand pioneiro desta atitude, também inovou ao trazer para sua cozinha uma máquina de lavar industrial, possibilizando a completa higienização de seus copos e louças.
  10. 10. Sensibilização A sensibilização das pessoas envolvidas no evento – expositores, colaboradores e público em geral – se deu de maneiras e em momentos distintos, porém complementares. Stands: Houve uma conversa prévia com os expositores durante a reunião geral de alinhamento da Feira, na sede da APAE. Ainda, foi enviado por e-mail um Manual com as informações do Programa. Durante a Feira, todos os dias os stands alimentícios eram visitados pela Coordenadora do Programa, Alanna Sousa, o que oportunizava a ênfase da necessidade do descarte seletivo, a distribuição de sacolas para armazenamento dos resíduos e também o esclarecimento de eventuais dúvidas. Colaboradores: Os colaboradores foram conscientizados durante as conversas de capacitação, e constantemente durante o trabalho no evento. Público: A conscientização do público ficou por conta do material de comunicação que foi estrategicamente espalhado pelo evento, do stand Speranza Eco, além das intervenções no palco.
  11. 11. Comunicação A comunicação foi estrategicamente planejada para o evento e contou com o apoio das empresas WideStudio e Gráfica Darwin, responsáveis pela criação e impressão dos materiais gráficos. Foram criadas placas identificadoras de resíduos, bem como também “bandejas” explicativas que foram coladas nas mesas da praça de alimentação. Além disso, durante todo o evento nos foi oportunizado gerar intervenções no palco, que nos permitiram comunicar ao público a aplicação deste Programa, bem como sua importância e seus objetivos. Contamos ainda com o apoio da COMCAP, que nos cedeu materiais do Museu do Lixo para exposição, e também dois personagens simbólicos - Dona Tainha e Vento Sule – que se apresentaram no palco.
  12. 12. Conscientização e Comunicação - Fotos
  13. 13. Gestão de Resíduos: Descarte Seletivo, Pesagem e Coleta O principal objetivo deste Programa foi o de conscientizar todos os envolvidos no evento para a necessidade de se observar nossas atitudes perante o meio ambiente, bem como ensiná-los como gerir os resíduos gerados não só na Feira, mas também de forma geral nas atividades do nosso dia-a-dia. Assim, ao pensarmos nas estratégias para a Gestão de Resíduos, consideramos três eixos de ação: 1) Descarte Seletivo: Os resíduos foram classificados em recicláveis, orgânicos e rejeitos. Desta forma, todas as lixeiras dispostas no local do evento estavam devidamente identificadas, possibilitando o descarte seletivo. 2) Pesagem: Foi construída dentro do próprio espaço da Feira uma estação matriz onde eram descartados (também de maneira seletiva) os resíduos advindos da praça de alimentação (público em geral) e das cozinhas (stands). Antes dos resíduos serem levados para os contêineres (localizados ao lado de fora – estacionamento), foram pesados e seus dados registrados, de maneira a se construir indicadores com esses dados. 3) Coleta: A coleta ficou por conta da empresa especializada COMCAP, que além de nos ceder todos os contentores de resíduos e contêineres, também os recolheu e encaminhou para os locais específicos a cada resíduo, a saber: Associação de Catadores, Composteira e Aterro sanitário.
  14. 14. Gestão de Resíduos - Fotos
  15. 15. Tabela de Resíduos: Dia Recicláveis Orgânicos Rejeitos Total Quinta 362kgs 298kgs 455kgs 1.115kgs Sexta 267kgs 244kgs 307kgs 818kgs Sábado 307kgs 213kgs 310kgs 830kgs Domingo 249kgs 269kgs 279kgs 797kgs Total 1.185kgs 1.024kgs 1.351kgs 3.560kgs *Foram também recolhidos e devidamente encaminhados para o descarte ecológico, 165l de óleo vegetal, o que contribuiu para a não poluição do meio ambiente.
  16. 16. Gráfico de Evolução do Programa: Quinta Sexta Sábado Domingo 363 267 307 249 298 244 213 269 455 307 310 279 EVOLUÇÃO DO DESCARTE SELETIVO Recicláveis Orgânicos Rejeitos
  17. 17. Considerações: Reforçamos que o grande objetivo deste Programa é o de conscientizar todos os envolvidos na organização, realização e participação da Feira da Esperança quanto a necessidade de se repensar nossas atitudes ante o meio ambiente, a começar pela maneira como descartarmos nossos resíduos. Entretanto, todo processo de conscientização se dá de forma demorada, portanto, precisa ser contínuo e sempre observado o seu grau de evolução. Assim, percebemos pelo gráfico que ao longo da Feira, o número de resíduos totais se assemelha (com exceção da quinta feira). Mas ao observarmos os indicadores de resíduos classificados em rejeitos, notamos que este foi se reduzindo ao passo que os números dos demais resíduos foram aumentando e quase se igualando. Isso mostra que com o passar dos dias todos os envolvidos foram tornando-se mais conscientes e colaborando com a gestão de seus resíduos. Comprova, portanto, o sucesso do Programa.
  18. 18. Considerações – Stands Destaques: Apesar da resistência, e (infelizmente) também da indiferença de alguns stands em relação ao Programa, de modo geral, houve conscientização e cooperação por parte dos expositores (em especial, os da área alimentícia). Notamos diferentes motivações e formas de engajamento com a causa, e uma evolução da tomada de consciência pelos stands da praça de alimentação. Assim, gostaríamos de destacar os stands que se mostraram mais ecologicamente conscientes. Levamos em consideração a receptividade
  19. 19. Considerações Finais: Acreditamos que o Programa de Gestão de Resíduos Sólidos foi um sucesso e, portanto, colaborou para o sucesso do evento como um todo. Entendemos que ainda há muito a se melhorar para os próximos anos, porém, esperamos que com esse primeiro passo rumo à conscientização, esses indicadores continuem evoluindo e que novas soluções possam ser propostas e praticadas por todos os envolvidos. Dúvidas e sugestões: alanna.sousa@todoos.com.br (48) 9640-4468 – Alanna Sousa
  20. 20. PROMOÇÃO
  21. 21. REALIZAÇÃO
  22. 22. APOIO

×