FORMA E CONTEÚDO
Você só tem uma chance
FORMA: formas visíveis ou configurações
criadas, ou como as diversas partes foram...
O Design gráfico leva o olhar do receptor
para o lugar certo, e o conteúdo contribui
para a compreensão do receptor. A int...
INTENÇÃO

PROXIMIDADE

RECEPÇÃO
COMO O DESIGNER ESCOLHE
PLANEJAMENTO
ESCOLHA
ELIMINAÇÃO
ORGANIZAÇÃO
CUSTOS

DESIGN
FORMATOS ESTIMULANTES
 PAISAGEM – uma forte tensão entre altura e
largura; o olhar se move fácil.
 RETRATO – a tensão cr...
FORMATOS ESTIMULANTES
 PADRÃO OU ESPECIAL

 ÁREA DE IMPRESSÃO
- Espelhada (margem interna)
- Cabeçalho (superior)
- Marg...
ATRAÇÃO E ORIENTAÇÃO
 ATRAÇÃO
- Um bom design atrai o receptor por meio da
clareza e da força. Pelo todo e pela

combinaç...
ATRAÇÃO E ORIENTAÇÃO
 ORIENTAÇÃO
- O receptor precisa ser guiado pelo material;
- A ordem que os elementos visuais devem ...
ATRAÇÃO E ORIENTAÇÃO
 SIMETRIA E ASSIMETRIA
- Simetria: calma e harmoniosa, fácil de ler e
compreender;

- Assimetria: cr...
ATRAÇÃO E ORIENTAÇÃO
 DESIGN ABERTO E FECHADO
- Aberto: amplo e agradável.

- Fechado: estimulante e dramático.
ATRAÇÃO E ORIENTAÇÃO
 CENTRO ÓPTICO
FORMATOS ESTIMULANTES
 DESIGN PSICOLÓGICO
- Lei da proximidade
FORMATOS ESTIMULANTES
 DESIGN PSICOLÓGICO
- Lei da proximidade
- Lei da semelhança
- Lei da intimidade
QUATRO PRINCÍPIOS

 CONTRASTE
 ALINHAMENTO
 EQUILÍBRIO

 RITMO
CONTRASTE

 TAMANHO
 INTENSIDADE
 FORMA

 COR
CONTRASTE
 O contraste de TAMANHO é particularmente
útil, pois pode gerar uma forma de adentrar
no arranjo visual, fato b...
ESTÁTICO

DINÂMICO
CONTRASTE
 Cria um design dinâmico e sugestivo
 Uma boa introdução ao arranjo visual
 TAMANHO
Uma imagem grande e um pequena

 INTENSIDADE/FORÇA
Pode conter arranjos chamativos de grandes títulos pretos e
...
EQUILÍBRIO
 O designer precisa ter certeza de que todos
os diversos elementos estão equilibrados de
forma que o leiaute n...
EQUILÍBRIO
 A simetria é uma boa forma de buscar o
equilíbrio. Mas um bom designer pode criar
equilíbrio num arranjo assi...
ALINHAMENTO
 Manchetes de um jornal sempre na mesma
altura;
 Imagens em um padrão estabelecido;
 Margens do mesmo taman...
RITMO / CONTINUIDADE
 Movimento propulsor visual;
 Pasicologia da aprendizagem;
 Esquemas de reforço;
 Impacto na memó...
"Preto-e-branco pode dar um aspecto de documentário
que nos faz acreditar em algo na imagem. Da mesma
maneira, uma fotogra...
Planejamento Gráfico
28 de novembro
TIPOGRAFIA NARRATIVA – VISÍVEL
Revela o emissor por trás da mensagem,
com o propósito de dar vida a esta última e
firtalec...
TIPOGRAFIA INVISÍVEL
A ligação entre o emissor e o receptor –
entre autor e leitor – não revela nada de si.
O silêncio dev...
CAPITULARES ROMANAS
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•

Tipo
Caixa alta e caixa baixa
Tamanho do corpo do tipo
Espaçamento entre linhas
Configuração das colu...
Encontro Internacional de Voleibol, realizado
pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de
Boa Vista (Gressb), inicia na próx...
ENCONTRO INTERNACIONAL DE VOLEIBOL,
REALIZADO PELO GRÊMIO DE SUBTENENTES E
SARGENTOS DE BOA VISTA (GRESSB), INICIA NA
PRÓX...
A altura do corpo humano e a medida do umbigo até o chão.
A altura do crânio e a medida da mandíbula até o alto da
cabeça....
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•

Tipo
Caixa alta e caixa baixa
Tamanho do corpo do tipo
Espaçamento entre linhas
Configuração das colu...
Encontro Internacional de Voleibol, realizado
pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de
Boa Vista (Gressb), inicia na próx...
Encontro Internacional de Voleibol, realizado
pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de
Boa Vista (Gressb), inicia na próx...
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•

Tipo
Caixa alta e caixa baixa
Tamanho do corpo do tipo
Espaçamento entre linhas
Configuração das colu...
Encontro Internacional de Voleibol, realizado
pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de
Boa Vista (Gressb), inicia na próx...
Encontro Internacional de Voleibol, realizado
pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de
Boa Vista (Gressb), inicia na próx...
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•

Tipo
Caixa alta e caixa baixa
Tamanho do corpo do tipo
Espaçamento entre linhas
Configuração das colu...
Encontro Internacional de Voleibol, realizado
pelo Grêmio de Subtenentes e
Sargentos de Boa Vista (Gressb), inicia na
próx...
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•

Tipo
Caixa alta e caixa baixa
Tamanho do corpo do tipo
Espaçamento entre linhas
Configuração das colu...
Encontro Internacional de Voleibol, realizado
pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de
Boa Vista (Gressb), inicia na próx...
Encontro Internacional de Voleibol, realizado
pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de
Boa Vista (Gressb), inicia na próx...
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•

Tipo
Caixa alta e caixa baixa
Tamanho do corpo do tipo
Espaçamento entre linhas
Configuração das colu...
Atividade de Análise Tipográfica
Objeto: capa do jornal ou página inicial de
reportagem em revista
• Utiliza tipografia vi...
Romanas Antigas (Garaldas)
Romanas Modernas
(Didonas)
Egípcias (Mecanas)
Sem Serifa geométricas
Sem Serifa neo-grotesca
Sem Serifa Humanística
TIMES NEW ROMAN
A Times New Roman é uma família tipográfica
serifada criada em 1931 para uso do jornal inglês
The Times of...
GARAMOND
A palavra Garamond refere-se aos tipos originais
baseados na escrita de Claude Garamond para sua
tipografia em, a...
Alunos

Alunos
Arial
Helvética
VS
HELVÉTICA
Em 1957, Max Miedinger criou a família
tipográfica chamada Neue Haas Grotesk, que
foi comprada por Eduard Hoffma...
Revolução da Imagem
Os indivíduos textuais podem perder um
pouco de seu privilégio social. A atenção
voltada para as habil...
Amadorismo
Amadorismo significa que, cada vez mais,
o público geral abastece a imprensa com
imagens e as empresas produzem...
Nasce um novo jornalismo?
As pessoas não querem mais se ver
como simples consumidoras, mas como
participantes. Isso transf...
Imagem
A imagem visual é criada quando parte
da realidade atinge a nossa retina.
Torna-se imagem interna por meio de
assoc...
Imagem Técnica
Construção | Modo como a imagem é
elaborada.
Função | Adaptação da imagem à arte,
notícia ou publicidade
Ci...
Mensagem
As imagens constroem mensagens
– algumas bem fortes – e também as
tornam possíveis.
Mensagem
Informativa | Passa uma informação
relevante sem juízo de valor.
Informativa
Mensagem
Informativa | Passa uma informação
relevante sem juízo de valor.
Explicativa | explica uma ação, situação
ou séri...
Explicativa
Mensagem
Informativa | Passa uma informação
relevante sem juízo de valor;
Explicativa | Explica uma ação, situação
ou séri...
Diretiva
Mensagem
Informativa | Passa uma informação
relevante sem juízo de valor;
Explicativa | Explica uma ação, situação
ou séri...
Diretiva
Retórica da imagem
Imagem Representativa | mostra;
Imagem Metonímica | esclarece;
Imagem Sinedóquica | indica e prova
Imag...
Representativa
Metonímica
Sinedóquica
Sinedóquica
Metafórica
Janelas e Espelhos
Janela
Espelho
Primeira
Pessoa
Primeira
Pessoa
Paisagem
Horizontal
Retrato
Vertical
Quadrado
Estático
Quadrado
Estático
Quadrado
Estático
Simetria e Assimetria
Simetria e Assimetria
Simetria e Assimetria
Simetria e Assimetria
Simetria e Assimetria
Simetria e Assimetria
Simetria e Assimetria
Punctum e Studion
Simetria e Assimetria
Simetria e Assimetria
Ser explícito demais é algo terrível
Participação

O receptor tem que contar o resto,
preencher as lacunas, participar.
PALAVRAS X IMAGENS
Fotógrafo X Poeta

As palavras dilaceram as imagens!
As imagens imobiliza as palavras!
SEMIÓTICA

Palavras e imagens tem a
mesma origem:

O SIGNO
SEMIÓTICA
SEMIÓTICA
TERCEIRA LINGUAGEM
ESQUERDA E DIREITA

Leitura cansa:
Precisa ser
decodificada e
processada.
A leitura confere
ao receptor um
bom controle da...
ESQUERDA E DIREITA
No centro deste continuum está a
oportunidade de dar força à
mensagem, combinando texto e
imagem diante...
ENFIM, A INTERAÇÃO

Harmonia X desarmonia
Relais X Ancoragem
Hormonia Irritante
Desarmonia
Desarmonia
Desarmonia
Desarmonia
Desarmonia
Desarmonia
Desarmonia
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Planejamento red
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Planejamento red

288 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
288
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planejamento red

  1. 1. FORMA E CONTEÚDO Você só tem uma chance FORMA: formas visíveis ou configurações criadas, ou como as diversas partes foram organizadas; CONTEÚDO: diz respeito a o que preenche esses diferentes elementos e também a quais pensamentos e tipos de informação são transmitidos
  2. 2. O Design gráfico leva o olhar do receptor para o lugar certo, e o conteúdo contribui para a compreensão do receptor. A interação entre o design e o conteúdo é o que cria aquele importante primeira impressão Design + conteúdo = mensagem
  3. 3. INTENÇÃO PROXIMIDADE RECEPÇÃO
  4. 4. COMO O DESIGNER ESCOLHE PLANEJAMENTO ESCOLHA ELIMINAÇÃO ORGANIZAÇÃO CUSTOS DESIGN
  5. 5. FORMATOS ESTIMULANTES  PAISAGEM – uma forte tensão entre altura e largura; o olhar se move fácil.  RETRATO – a tensão cria uma energia que impulsiona para cima e para baixo.  QUADRADO – sem tensão; um espaço onde nada acontece. Força interna para arranjos.  OUTROS – raros; grande potencial
  6. 6. FORMATOS ESTIMULANTES  PADRÃO OU ESPECIAL  ÁREA DE IMPRESSÃO - Espelhada (margem interna) - Cabeçalho (superior) - Margem externa - Rodapé
  7. 7. ATRAÇÃO E ORIENTAÇÃO  ATRAÇÃO - Um bom design atrai o receptor por meio da clareza e da força. Pelo todo e pela combinação dos elementos; - ‘Horror vaccui’
  8. 8. ATRAÇÃO E ORIENTAÇÃO  ORIENTAÇÃO - O receptor precisa ser guiado pelo material; - A ordem que os elementos visuais devem ser lidos deve ser clara
  9. 9. ATRAÇÃO E ORIENTAÇÃO  SIMETRIA E ASSIMETRIA - Simetria: calma e harmoniosa, fácil de ler e compreender; - Assimetria: cria dinamismo e tensão. Espaço para a interação de designs, cores e espaços contrastantes;
  10. 10. ATRAÇÃO E ORIENTAÇÃO  DESIGN ABERTO E FECHADO - Aberto: amplo e agradável. - Fechado: estimulante e dramático.
  11. 11. ATRAÇÃO E ORIENTAÇÃO  CENTRO ÓPTICO
  12. 12. FORMATOS ESTIMULANTES  DESIGN PSICOLÓGICO - Lei da proximidade
  13. 13. FORMATOS ESTIMULANTES  DESIGN PSICOLÓGICO - Lei da proximidade - Lei da semelhança - Lei da intimidade
  14. 14. QUATRO PRINCÍPIOS  CONTRASTE  ALINHAMENTO  EQUILÍBRIO  RITMO
  15. 15. CONTRASTE  TAMANHO  INTENSIDADE  FORMA  COR
  16. 16. CONTRASTE  O contraste de TAMANHO é particularmente útil, pois pode gerar uma forma de adentrar no arranjo visual, fato bem aceito pelo receptor. Da mesma forma que a porta de um prédio indica que o visitante deve bater e entrar ali, o contraste de tamanho sinaliza o que o receptor deve começar a olhar e ler.
  17. 17. ESTÁTICO DINÂMICO
  18. 18. CONTRASTE  Cria um design dinâmico e sugestivo  Uma boa introdução ao arranjo visual
  19. 19.  TAMANHO Uma imagem grande e um pequena  INTENSIDADE/FORÇA Pode conter arranjos chamativos de grandes títulos pretos e imagens escuras contrastando com uma tipografia suave a ilustrações leves FORMA Uma imagem sem margem com foto retangular; ou uma imagem redonda com outra quadrada  COR Uso de cores contrastantes oferece possibilidades infinitas
  20. 20. EQUILÍBRIO  O designer precisa ter certeza de que todos os diversos elementos estão equilibrados de forma que o leiaute não pese demais apenas para um dos lados.
  21. 21. EQUILÍBRIO  A simetria é uma boa forma de buscar o equilíbrio. Mas um bom designer pode criar equilíbrio num arranjo assimétrico.
  22. 22. ALINHAMENTO  Manchetes de um jornal sempre na mesma altura;  Imagens em um padrão estabelecido;  Margens do mesmo tamanho;  Ferramentas de navegação em todas páginas de um site.
  23. 23. RITMO / CONTINUIDADE  Movimento propulsor visual;  Pasicologia da aprendizagem;  Esquemas de reforço;  Impacto na memória;  Qualidade.
  24. 24. "Preto-e-branco pode dar um aspecto de documentário que nos faz acreditar em algo na imagem. Da mesma maneira, uma fotografia em preto-e-branco nos leva a um mundo sugestivo, transformando-nos em participantes de uma sequência fílmica”
  25. 25. Planejamento Gráfico 28 de novembro
  26. 26. TIPOGRAFIA NARRATIVA – VISÍVEL Revela o emissor por trás da mensagem, com o propósito de dar vida a esta última e firtalecê-la pelo uso do tipo
  27. 27. TIPOGRAFIA INVISÍVEL A ligação entre o emissor e o receptor – entre autor e leitor – não revela nada de si. O silêncio deve servir ao conteúdo.
  28. 28. CAPITULARES ROMANAS
  29. 29. • • • • • • • • • • Tipo Caixa alta e caixa baixa Tamanho do corpo do tipo Espaçamento entre linhas Configuração das colunas Espaçamento entre palavras Espaçamento ente caracteres Texto contra fundo Tinta e papel Linguagem, conteúdo e leitor
  30. 30. Encontro Internacional de Voleibol, realizado pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de Boa Vista (Gressb), inicia na próxima segundafeira (9). A abertura da competição será o jogo da categoria Mirim entre as escolas Pedro Elias e Objetivo, às 17h, no ginásio do COB. Participam das disputas 40 equipes de Roraima, Amazonas e Venezuela. Ao todo participam 24 equipes de Roraima, oito do Amazonas e oito da Venezuela. Todos os times estão confirmados com cerca de 250 pessoas, entre atletas e comissão técnica para o Encontro Internacional. Os jogos acontecem no ginásio do COB e nas quadras do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR). A competição tem times das categorias Mirim à Adulto.
  31. 31. ENCONTRO INTERNACIONAL DE VOLEIBOL, REALIZADO PELO GRÊMIO DE SUBTENENTES E SARGENTOS DE BOA VISTA (GRESSB), INICIA NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA (9). A ABERTURA DA COMPETIÇÃO SERÁ O JOGO DA CATEGORIA MIRIM ENTRE AS ESCOLAS PEDRO ELIAS E OBJETIVO, ÀS 17H, NO GINÁSIO DO COB. PARTICIPAM DAS DISPUTAS 40 EQUIPES DE RORAIMA, AMAZONAS E VENEZUELA. AO TODO PARTICIPAM 24 EQUIPES DE RORAIMA, OITO DO AMAZONAS E OITO DA VENEZUELA. TODOS OS TIMES ESTÃO CONFIRMADOS COM CERCA DE 250 PESSOAS, ENTRE ATLETAS E COMISSÃO TÉCNICA PARA O ENCONTRO INTERNACIONAL. OS JOGOS ACONTECEM NO GINÁSIO DO COB E NAS QUADRAS DO INSTITUTO FEDERAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA (IFRR). A COMPETIÇÃO TEM TIMES DAS CATEGORIAS MIRIM À ADULTO.
  32. 32. A altura do corpo humano e a medida do umbigo até o chão. A altura do crânio e a medida da mandíbula até o alto da cabeça. A medida da cintura até a cabeça e o tamanho do tórax. A medida do ombro à ponta do dedo e a medida do cotovelo à ponta do dedo. O tamanho dos dedos e a medida da dobra central até a ponta. A medida da dobra central até a ponta dividido e da segunda dobra até a ponta.
  33. 33. • • • • • • • • • • Tipo Caixa alta e caixa baixa Tamanho do corpo do tipo Espaçamento entre linhas Configuração das colunas Espaçamento entre palavras Espaçamento ente caracteres Texto contra fundo Tinta e papel Linguagem, conteúdo e leitor
  34. 34. Encontro Internacional de Voleibol, realizado pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de Boa Vista (Gressb), inicia na próxima segundafeira (9). A abertura da competição será o jogo da categoria Mirim entre as escolas Pedro Elias e Objetivo, às 17h, no ginásio do COB. Participam das disputas 40 equipes de Roraima, Amazonas e Venezuela. Ao todo participam 24 equipes de Roraima, oito do Amazonas e oito da Venezuela. Todos os times estão confirmados com cerca de 250 pessoas, entre atletas e comissão técnica para o Encontro Internacional. Os jogos acontecem no ginásio do COB e nas quadras do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR). A competição tem times das categorias Mirim à Adulto.
  35. 35. Encontro Internacional de Voleibol, realizado pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de Boa Vista (Gressb), inicia na próxima segundafeira (9). A abertura da competição será o jogo da categoria Mirim entre as escolas Pedro Elias e Objetivo, às 17h, no ginásio do COB. Participam das disputas 40 equipes de Roraima, Amazonas e Venezuela.
  36. 36. • • • • • • • • • • Tipo Caixa alta e caixa baixa Tamanho do corpo do tipo Espaçamento entre linhas Configuração das colunas Espaçamento entre palavras Espaçamento ente caracteres Texto contra fundo Tinta e papel Linguagem, conteúdo e leitor
  37. 37. Encontro Internacional de Voleibol, realizado pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de Boa Vista (Gressb), inicia na próxima segundafeira (9). A abertura da competição será o jogo da categoria Mirim entre as escolas Pedro Elias e Objetivo, às 17h, no ginásio do COB. Participam das disputas 40 equipes de Roraima, Amazonas e Venezuela. Ao todo participam 24 equipes de Roraima, oito do Amazonas e oito da Venezuela. Todos os times estão confirmados com cerca de 250 pessoas, entre atletas e comissão técnica para o Encontro Internacional. Os jogos acontecem no ginásio do COB e nas quadras do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR). A competição tem times das categorias Mirim à Adulto.
  38. 38. Encontro Internacional de Voleibol, realizado pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de Boa Vista (Gressb), inicia na próxima segundafeira (9). A abertura da competição será o jogo da categoria Mirim entre as escolas Pedro Elias e Objetivo, às 17h, no ginásio do COB. Participam das disputas 40 equipes de Roraima, Amazonas e Venezuela. Ao todo participam 24 equipes de Roraima, oito do Amazonas e oito da Venezuela. Todos os times estão confirmados com cerca de 250 pessoas, entre atletas e comissão técnica para o Encontro Internacional. Os jogos acontecem no ginásio do COB e nas quadras do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR). A competição tem times das categorias Mirim à Adulto.
  39. 39. • • • • • • • • • • Tipo Caixa alta e caixa baixa Tamanho do corpo do tipo Espaçamento entre linhas Configuração das colunas Espaçamento entre palavras Espaçamento ente caracteres Texto contra fundo Tinta e papel Linguagem, conteúdo e leitor
  40. 40. Encontro Internacional de Voleibol, realizado pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de Boa Vista (Gressb), inicia na próxima segunda-feira (9). A abertura da competição será o jogo da c a t e g o r i a M i r i m e n t r e a s e s c o l a s P e d r o E l i a s e Objetivo, às 17h, no ginásio do COB. Participam das disputas 40 equipes de Roraima, Amazonas e V e n e z u e l a . Ao todo participam 24 equipes de Roraima, oito do Amazonas e oito da Venezuela. To d o s o s t i m e s e s t ã o c o n f i r m a d o s com cerca de 250 pessoas, entre atletas e comissão técnica para o Encontro Internacional. Os jogos acontecem no ginásio do C O B e n a s q u a d r a s d o
  41. 41. • • • • • • • • • • Tipo Caixa alta e caixa baixa Tamanho do corpo do tipo Espaçamento entre linhas Configuração das colunas Espaçamento entre palavras Espaçamento ente caracteres Texto contra fundo Tinta e papel Linguagem, conteúdo e leitor
  42. 42. Encontro Internacional de Voleibol, realizado pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de Boa Vista (Gressb), inicia na próxima segundafeira (9). A abertura da competição será o jogo da categoria Mirim entre as escolas Pedro Elias e Objetivo, às 17h, no ginásio do COB. Participam das disputas 40 equipes de Roraima, Amazonas e Venezuela. Ao todo participam 24 equipes de Roraima, oito do Amazonas e oito da Venezuela. Todos os times estão confirmados com cerca de 250 pessoas, entre atletas e comissão técnica para o Encontro Internacional. Os jogos acontecem no ginásio do COB e nas quadras do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR). A competição tem times das categorias Mirim à Adulto.
  43. 43. Encontro Internacional de Voleibol, realizado pelo Grêmio de Subtenentes e Sargentos de Boa Vista (Gressb), inicia na próxima segundafeira (9). A abertura da competição será o jogo da categoria Mirim entre as escolas Pedro Elias e Objetivo, às 17h, no ginásio do COB. Participam das disputas 40 equipes de Roraima, Amazonas e Venezuela. Ao todo participam 24 equipes de Roraima, oito do Amazonas e oito da Venezuela. Todos os times estão confirmados com cerca de 250 pessoas, entre atletas e comissão técnica para o Encontro Internacional. Os jogos acontecem no ginásio do COB e nas quadras do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR). A competição tem times das categorias Mirim à Adulto.
  44. 44. • • • • • • • • • • Tipo Caixa alta e caixa baixa Tamanho do corpo do tipo Espaçamento entre linhas Configuração das colunas Espaçamento entre palavras Espaçamento ente caracteres Texto contra fundo Tinta e papel Linguagem, conteúdo e leitor
  45. 45. Atividade de Análise Tipográfica Objeto: capa do jornal ou página inicial de reportagem em revista • Utiliza tipografia visível, invisível ou ambas? • Quantos tipos diferentes utiliza? • Identificar tipos serifados ou sem serifa. • Há combinação dos dois grupos? • Qual a percepção do grupo sobre a combinação dos grupos ou ausência dela. • A que famílias tipográficas pertencem.
  46. 46. Romanas Antigas (Garaldas)
  47. 47. Romanas Modernas (Didonas)
  48. 48. Egípcias (Mecanas)
  49. 49. Sem Serifa geométricas
  50. 50. Sem Serifa neo-grotesca
  51. 51. Sem Serifa Humanística
  52. 52. TIMES NEW ROMAN A Times New Roman é uma família tipográfica serifada criada em 1931 para uso do jornal inglês The Times of London1 2. Hoje é considerada um dos tipos mais conhecidos e utilizados ao redor do mundo (em parte por ser a fonte padrão em diversos processadores de texto). Seu nome faz referência ao jornal (Times) e também a uma releitura das antigas tipografias clássicas (new roman).
  53. 53. GARAMOND A palavra Garamond refere-se aos tipos originais baseados na escrita de Claude Garamond para sua tipografia em, aproximadamente, 1530. Atualmente, várias famílias tipográficas são derivadas (ainda que distantes) dos tipos originais de chumbo de Garamond e estão disponíveis para computadores digitais.
  54. 54. Alunos Alunos
  55. 55. Arial Helvética VS
  56. 56. HELVÉTICA Em 1957, Max Miedinger criou a família tipográfica chamada Neue Haas Grotesk, que foi comprada por Eduard Hoffman para a empresa Haas’sche Schriftgiesserei de Münchenstein, Suíça. Não foi até 1960 que a fonte foi renomeada para refletir o nome do país em latim – Helvetica. Espalhado como um símbolo de tecnologia-de-ponta suíça, Helvetica se tornou reconhecida mundialmente.
  57. 57. Revolução da Imagem Os indivíduos textuais podem perder um pouco de seu privilégio social. A atenção voltada para as habilidades linguísticas na criação e educação pode ser superada pela igualdade entre o verbal e o visual. A esperança não morre.
  58. 58. Amadorismo Amadorismo significa que, cada vez mais, o público geral abastece a imprensa com imagens e as empresas produzem suas próprias imagens publicitárias.
  59. 59. Nasce um novo jornalismo? As pessoas não querem mais se ver como simples consumidoras, mas como participantes. Isso transfere o centro de poder da mídia tradicional para a mídia pertencente aos cidadãos ativos e engajados.
  60. 60. Imagem A imagem visual é criada quando parte da realidade atinge a nossa retina. Torna-se imagem interna por meio de associações e interpretações. A Imagem técnica é produzida no papel, no filme ou na tela
  61. 61. Imagem Técnica Construção | Modo como a imagem é elaborada. Função | Adaptação da imagem à arte, notícia ou publicidade Circulação | Receptores consomem a imagem em diferentes mídias
  62. 62. Mensagem As imagens constroem mensagens – algumas bem fortes – e também as tornam possíveis.
  63. 63. Mensagem Informativa | Passa uma informação relevante sem juízo de valor.
  64. 64. Informativa
  65. 65. Mensagem Informativa | Passa uma informação relevante sem juízo de valor. Explicativa | explica uma ação, situação ou série de eventos
  66. 66. Explicativa
  67. 67. Mensagem Informativa | Passa uma informação relevante sem juízo de valor; Explicativa | Explica uma ação, situação ou série de eventos; Diretiva | Indica ou encoraja uma opinião;
  68. 68. Diretiva
  69. 69. Mensagem Informativa | Passa uma informação relevante sem juízo de valor; Explicativa | Explica uma ação, situação ou série de eventos; Diretiva | Indica ou encoraja uma opinião Expressiva | Transmite emoções forter
  70. 70. Diretiva
  71. 71. Retórica da imagem Imagem Representativa | mostra; Imagem Metonímica | esclarece; Imagem Sinedóquica | indica e prova Imagem Metafórica | compara
  72. 72. Representativa
  73. 73. Metonímica
  74. 74. Sinedóquica
  75. 75. Sinedóquica
  76. 76. Metafórica
  77. 77. Janelas e Espelhos
  78. 78. Janela
  79. 79. Espelho
  80. 80. Primeira Pessoa
  81. 81. Primeira Pessoa
  82. 82. Paisagem Horizontal
  83. 83. Retrato Vertical
  84. 84. Quadrado Estático
  85. 85. Quadrado Estático
  86. 86. Quadrado Estático
  87. 87. Simetria e Assimetria
  88. 88. Simetria e Assimetria
  89. 89. Simetria e Assimetria
  90. 90. Simetria e Assimetria
  91. 91. Simetria e Assimetria
  92. 92. Simetria e Assimetria
  93. 93. Simetria e Assimetria
  94. 94. Punctum e Studion
  95. 95. Simetria e Assimetria
  96. 96. Simetria e Assimetria
  97. 97. Ser explícito demais é algo terrível
  98. 98. Participação O receptor tem que contar o resto, preencher as lacunas, participar.
  99. 99. PALAVRAS X IMAGENS Fotógrafo X Poeta As palavras dilaceram as imagens! As imagens imobiliza as palavras!
  100. 100. SEMIÓTICA Palavras e imagens tem a mesma origem: O SIGNO
  101. 101. SEMIÓTICA
  102. 102. SEMIÓTICA
  103. 103. TERCEIRA LINGUAGEM
  104. 104. ESQUERDA E DIREITA Leitura cansa: Precisa ser decodificada e processada. A leitura confere ao receptor um bom controle da mensagem Imagem: Irracionalidade e intuição. A imagem confere ao receptor muito pouco controle da mensagem
  105. 105. ESQUERDA E DIREITA No centro deste continuum está a oportunidade de dar força à mensagem, combinando texto e imagem diante dos olhos do receptor, deixando que os dois trabalhem juntos
  106. 106. ENFIM, A INTERAÇÃO Harmonia X desarmonia Relais X Ancoragem
  107. 107. Hormonia Irritante
  108. 108. Desarmonia
  109. 109. Desarmonia
  110. 110. Desarmonia
  111. 111. Desarmonia
  112. 112. Desarmonia
  113. 113. Desarmonia
  114. 114. Desarmonia

×