• 1. O PANTANAL
• O Pantanal é uma depressão formada após a separação do continentes e a elevação dos
Andes, que deu orige...
• O rico ambiente aquático vem sofrendo riscos de destruição.
• Poluentes despejados por mineradoras que atuam em áreas ma...
• 2. AS MATAS LITORÂNEAS
• As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente
20% da p...
• 2. AS MATAS LITORÂNEAS
• As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente
20% da p...
• 2. AS MATAS LITORÂNEAS
• As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente
20% da p...
• 2. AS MATAS LITORÂNEAS
• As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente
20% da p...
• 2. AS MATAS LITORÂNEAS
• As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente
20% da p...
• 2. AS MATAS LITORÂNEAS
• As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente
20% da p...
• Os mangues merecem destaque especial, pois aparecem em grande parte da costa
litorânea do Brasil.
• Essa vegetação se de...
• O intenso processo de urbanização e o crescente grau de especulação imobiliária,
fenômenos que andam de mãos dadas no Br...
Recife, um exemplo de cidade com processo de urbanização que avançou por mangues
Aula dominios morfoclimaticos_do_brasil_16-05-2012_parte3
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula dominios morfoclimaticos_do_brasil_16-05-2012_parte3

163 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
163
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula dominios morfoclimaticos_do_brasil_16-05-2012_parte3

  1. 1. • 1. O PANTANAL • O Pantanal é uma depressão formada após a separação do continentes e a elevação dos Andes, que deu origem à bacia hidrográfica do Rio Paraguai. • Seus terrenos baixos são formados por planícies sedimentares inundáveis. • O Pantanal recebe drenagem de rios que compõem inúmeras pequenas bacias. • O clima tropical é marcado por temperaturas elevadas e estação seca prolongada. • Esse ecossistema é composto por um mosaico de - matas, - cerrados e - campinas higrófilas (plantas adaptadas à água), numa interação que propicia a existência da mais rica e diversa avifauna do planeta, ainda pouquíssimo conhecida.
  2. 2. • O rico ambiente aquático vem sofrendo riscos de destruição. • Poluentes despejados por mineradoras que atuam em áreas mais altas, ao seu redor, são drenados pelos rios até o Pantanal. • Também a pecuária e a monocultura instaladas das regiões mais altas se utilizam de um alto grau de agrotóxicos, que escoam para a depressão do Pantanal, poluindo suas águas. • O aumento do fluxo de pessoas e de mercadorias suscitado pela construção de uma ferrovia que ligará o centro-oeste à Bolívia, possibilitando a intensificação comercial da América do Sul, cortará o Pantanal. • Isso pode ocasionar transformações ambientais que levem à extinção algumas espécies da avifauna da região.
  3. 3. • 2. AS MATAS LITORÂNEAS • As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente 20% da população. • A costa brasileira é composta de diferentes formações: - Praias - Dunas - Falésias (abrupto encontro da terra com o mar, sem praia)
  4. 4. • 2. AS MATAS LITORÂNEAS • As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente 20% da população. • A costa brasileira é composta de diferentes formações: - Praias - Dunas - Falésias (abrupto encontro da terra com o mar, sem praia) - Ilhas - Recifes
  5. 5. • 2. AS MATAS LITORÂNEAS • As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente 20% da população. • A costa brasileira é composta de diferentes formações: - Praias - Dunas - Falésias (abrupto encontro da terra com o mar, sem praia) - Ilhas - Recifes - Costões rochosos
  6. 6. • 2. AS MATAS LITORÂNEAS • As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente 20% da população. • A costa brasileira é composta de diferentes formações: - Praias - Dunas - Falésias (abrupto encontro da terra com o mar, sem praia) - Ilhas - Recifes - Costões rochosos - Baías - Estuários (foz de rios)
  7. 7. • 2. AS MATAS LITORÂNEAS • As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente 20% da população. • A costa brasileira é composta de diferentes formações: - Praias - Dunas - Falésias (abrupto encontro da terra com o mar, sem praia) - Ilhas - Recifes - Costões rochosos - Baías - Estuários (foz de rios) - Restingas (bancos de terra entre águas)
  8. 8. • 2. AS MATAS LITORÂNEAS • As zonas litorâneas são habitadas por cerca de 35 milhões de brasileiros, praticamente 20% da população. • A costa brasileira é composta de diferentes formações: - Praias - Dunas - Falésias (abrupto encontro da terra com o mar, sem praia) - Ilhas - Recifes - Costões rochosos - Baías - Estuários (foz de rios) - Restingas (bancos de terra entre águas) - Manguezais
  9. 9. • Os mangues merecem destaque especial, pois aparecem em grande parte da costa litorânea do Brasil. • Essa vegetação se desenvolve em áreas alagadas das baías e estuários, onde os rios se encontram com os oceanos. • Nessas águas salobras (mais sais que água doce e menos que a água do mar) e solos salinos, ocorre uma intensa troca de matéria orgânica entre as águas doces e as salgadas • Desenvolvem-se aí vegetações que enfrentam a deficiência de oxigênio nas áreas banhadas pelas marés com o recurso de suas raízes aéreas e respiratórias, através das quais absorvem oxigênio. • Os mangues fornecem nutrientes para toda a vida marinha costeira, pois é para lá que se deslocam variadas espécies marinhas na época da reprodução. • A importância desse ecossistema também remete às atividades econômicas da pesca.
  10. 10. • O intenso processo de urbanização e o crescente grau de especulação imobiliária, fenômenos que andam de mãos dadas no Brasil, vêm promovendo a destruição dos mangues. • Para a construção de ruas, casas, prédios e indústrias, aterram-se as áreas de mangue e, assim, sufoca-se o ecossistema. • Basta observar orlas marítimas densamente urbanizadas como Santos, Rio de Janeiro, Salvador, Natal, Recife, entre outras cidades. • Nesta última existe até um movimento cultural intitulado “mangue beat”, que, entre outras coisas, tenta chamar a atenção para a destruição do mangue, decorrente do desenfreado processo de urbanização daquela metrópole pernambucana.
  11. 11. Recife, um exemplo de cidade com processo de urbanização que avançou por mangues

×