Resultados do 4º Trimestre e Ano 2008/09
24 de junho de 2009
2
Aviso
As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios,
projeções sobre resultados o...
0
200
400
600
800
1T07/08
2T07/08
3T07/08
4T07/08
1T08/09
2T08/09
3T08/09
4T08/09
3
Expectativa de déficit no
mercado de a...
0
200
400
600
800
1T07/08
2T07/08
3T07/08
4T07/08
1T08/09
2T08/09
3T08/09
4T08/09
4
Aumento de 14,6% no
consumo de etanol ...
5
Crescimento de 13,7% no Processamento
de Cana-de-açúcar em 2008/09
Processamento de
Cana-de-Açúcar (MM t)
O crescimento ...
6
Recorde na Produção de Etanol e
Produção Estável de Açúcar em 2008/09
Produção de Etanol
(’000 m³)
Produção de Açúcar
(’...
7
Receita Líquida
(R$ MM)1
Crescimento da receita líquida devido a:
Maiores volumes vendidos: açúcar
(+4,6%) e etanol (+39...
8
Expressivo aumento do EBITDA Ajustado
(+45,6%) devido a maiores preços de
açúcar e etanol
Margem EBITDA Ajustado de 19,5...
9
EBITDA Ajustado
(R$ MM)1
EBITDA Ajustado: R$ 35,8 milhões,
aumento de 241% comparado ao 4T 07/08
O EBITDA Ajustado do 4T...
35
(11)
2007/08 2008/09
10
Resultado Líquido
Ajustado (R$ MM)1
Prejuízo Líquido: R$ 291,0 milhões em 2008/09,
comparado ao...
11
O aumento de capital de R$ 238,8 milhões
fortaleceu o balanço e a posição de caixa da
Companhia, que atingiu R$ 397,7 m...
12
Investimentos: Foco na Redução de Custos,
Aumento de Eficiência e Plantio de Cana-de-Açúcar
Investimentos Trimestrais
(...
13
O déficit global continuará a fortalecer os
preços de açúcar tendo em vista que a
produção da Índia deve recuperar-se
l...
14
Mercado de Etanol: As Vendas de Veículos Flex Fuel
e o Consumo de Etanol Permanecem Aumentando
Vendas de Veículos por t...
15
Perspectivas: A Guarani tem uma Posição Sólida
para Enfrentar as Turbulências no Mercado
Financeiro e Aproveitar Oportu...
Obrigado!
Reynaldo F. Benitez
Diretor Financeiro e de Relações com Investidores
Alexandre L. Menezio
Gerente de Relações c...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação teleconferência 200809

155 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
155
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação teleconferência 200809

  1. 1. Resultados do 4º Trimestre e Ano 2008/09 24 de junho de 2009
  2. 2. 2 Aviso As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre resultados operacionais e financeiros e aquelas relacionadas a perspectivas de crescimento da Açúcar Guarani são meramente projeções e, como tais, são baseadas exclusivamente nas expectativas da administração sobre o futuro dos negócios. Essas expectativas dependem, substancialmente, de variações nas condições de mercado, do desempenho da economia brasileira e mundial, do setor sucroenergético e dos mercados internacionais e, portanto, estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio.
  3. 3. 0 200 400 600 800 1T07/08 2T07/08 3T07/08 4T07/08 1T08/09 2T08/09 3T08/09 4T08/09 3 Expectativa de déficit no mercado de açúcar na safra mundial 2009, principalmente devido à redução nos níveis de produção da Índia e às importações da União Européia Valorização dos preços do açúcar e manutenção de tendência crescente no segundo semestre Forte desvalorização do Real frente ao Dólar norte- americano desde setembro de 2008 Comportamento do Mercado de Açúcar em 2008/09 Preço Médio do Açúcar Comercializado – Guarani (R$/ton)
  4. 4. 0 200 400 600 800 1T07/08 2T07/08 3T07/08 4T07/08 1T08/09 2T08/09 3T08/09 4T08/09 4 Aumento de 14,6% no consumo de etanol no Brasil para 20,1 bilhões de litros impulsionado pelas vendas recorde de veículos flex-fuel Preços crescentes de etanol durante a maior parte da safra Queda de preços durante o período de entressafra (4º trimestre) Mercado internacional de etanol: redução dos preços em função da queda nas cotações do petróleo e da crise de crédito Preço Médio do Etanol Comercializado – Guarani (R$/m³) Comportamento do Mercado de Etanol em 2008/09
  5. 5. 5 Crescimento de 13,7% no Processamento de Cana-de-açúcar em 2008/09 Processamento de Cana-de-Açúcar (MM t) O crescimento verificado foi decorrente, principalmente, das unidades industriais: São José: +0,4 milhão de toneladas Tanabi: +0,8 milhão de toneladas A estratégia da Guarani de concentração do suprimento de matéria-prima em terceiros fornecedores mostrou-se apropriada, tendo em vista a crise de crédito 4,1 4,1 8,6 10,3 2007/08 2008/09 Própria Terceiros 14,4 12,7
  6. 6. 6 Recorde na Produção de Etanol e Produção Estável de Açúcar em 2008/09 Produção de Etanol (’000 m³) Produção de Açúcar (’000 t) 601 565 564 592 2007/08 2008/09 Refinado Não-Refinado 1.165 1.157 -0,7% 77 111 318 385 2007/08 2008/09 Anidro Hidratado 496 395
  7. 7. 7 Receita Líquida (R$ MM)1 Crescimento da receita líquida devido a: Maiores volumes vendidos: açúcar (+4,6%) e etanol (+39,0%) Aumento dos preços médios em Reais: açúcar (+20,1%) e etanol (+6,7%) Crescimento de 13,6% na receita líquida por ATR (519,6 R$/ton) A distribuição da receita líquida da Guarani, em 2008/09, foi: Açúcar: 60,6% Etanol: 32,2% Outros produtos: 7,2% Receita Líquida Recorde de R$ 1,2 Bilhão em Função de Maiores Preços e Volumes em 2008/09 (1) Devido à Lei 11638/07, os dados referentes ao período 2007/08 foram reclassificados e alterados comparativamente aos dados previamente publicados. 565 709 254 37887 84 2007/08 2008/09 Açúcar Etanol Outros 906 1.171
  8. 8. 8 Expressivo aumento do EBITDA Ajustado (+45,6%) devido a maiores preços de açúcar e etanol Margem EBITDA Ajustado de 19,5% frente a 17,3% em 2007/08 EBITDA Ajustado por tonelada de ATR comercializado atingiu 109,1 R$/ton em 2008/09, comparado aos 87,6 R$/ton registrados em 2007/08 (+24,5%) Aumento de 45,6% no EBITDA Ajustado Anual para R$ 228,3 milhões EBITDA Ajustado (R$ MM)1 (1) Devido à Lei 11638/07, os dados referentes ao período 2007/08 foram reclassificados e alterados comparativamente aos dados previamente publicados. 157 228 17,3% 19,5% 16,0% 18,0% 20,0% 0 50 100 150 200 250 2007/08 2008/09 EBITDAAjustado Margem EBITDAAjustado
  9. 9. 9 EBITDA Ajustado (R$ MM)1 EBITDA Ajustado: R$ 35,8 milhões, aumento de 241% comparado ao 4T 07/08 O EBITDA Ajustado do 4T 08/09 foi inferior ao 3T 08/09, impactado pelo ciclo normal de nosso modelo de negócios (concentrado em terceiros fornecedores de cana-de-açúcar), pressionado no trimestre pelo ajustes do CONSECANA e pelos custos e despesas de entressafra EBITDA Ajustado no 4T 08/09: R$ 35,8 milhões (+241%) Margem EBITDA Ajustado1 0% 10% 20% 30% 40% 1T 2T 3T 4T 1T 2T 3T 4T 1T 2T 3T 4T 06/07 07/08 08/09 (1) Devido à Lei 11638/07, os dados referentes ao período 2007/08 foram reclassificados e alterados comparativamente aos dados previamente publicados. 11 36 8,8% 11,4% 2,0% 4,0% 6,0% 8,0% 10,0% 12,0% 0 5 10 15 20 25 30 35 40 4T 07/08 4T 08/09 EBITDAAjustado Margem EBITDAAjustado
  10. 10. 35 (11) 2007/08 2008/09 10 Resultado Líquido Ajustado (R$ MM)1 Prejuízo Líquido: R$ 291,0 milhões em 2008/09, comparado ao prejuízo líquido de R$ 46,6 milhões no ano anterior O prejuízo líquido foi influenciado principalmente pelo: Efeito não-caixa da desvalorização do Real em relação ao Dólar norte-americano (R$ 278,9 milhões) Efeito não-caixa da amortização de ágio decorrente da aquisição de participação acionária das unidades Andrade, Tanabi e Sena (R$ 96,2 milhões) Altas despesas financeiras devido aos maiores juros das dívidas de curto prazo, principalmente no 4T 08/09. O aumento de capital deverá propiciar uma redução das despesas financeiras Resultado Líquido Impactado pela Desvalorização do Real (1) Devido à Lei 11638/07, os dados referentes ao período 2007/08 foram reclassificados e alterados comparativamente aos dados previamente publicados.
  11. 11. 11 O aumento de capital de R$ 238,8 milhões fortaleceu o balanço e a posição de caixa da Companhia, que atingiu R$ 397,7 milhões no final de março de 2009 A dívida de curto prazo líquida de caixa e aplicações financeiras totalizou R$ 144,3 milhões, com queda de 63,4% frente aos R$ 393,8 milhões verificados em dezembro de 2008 A Guarani vem administrando com sucesso os contratos de curto prazo e contratou novos empréstimos de médio prazo A relação Dívida Líquida/EBITDA Ajustado reduzida de 6,2x em dezembro de 2008 para os atuais 4,4x. Excluindo os mútuos, a relação Dívida Líquida/ EBITDA Ajustado seria de 2,2x Dívida Líquida Reduzida em 20,5% para R$1,0 bilhão em 31 de março de 2009 Dívida Líquida por Vencimento1 Dívida Líquida por Moeda1 (1) Excluindo os mútuos e líquida de disponibilidades (1) Inclui R$ 124,4 milhões relacionados à unidade Sena, em Moçambique Moeda Estrangeira 77% Real 23% Curto Prazo 28% Longo Prazo 72%
  12. 12. 12 Investimentos: Foco na Redução de Custos, Aumento de Eficiência e Plantio de Cana-de-Açúcar Investimentos Trimestrais (R$ MM)1 Forte disciplina para redução dos investimentos Foco de investimentos nas plantações para garantir o rendimento adequado e disponibilidade de cana-de-açúcar própria Seletividade de investimentos para eliminação de gargalos nos parques industriais, buscando o aumento marginal de capacidade e consequente redução dos custos fixos (unidades São José e Tanabi) Investimentos Anuais (R$ MM)1 (1) Não considera CAPEX de manutenção. 302 66 66 30 4T 07/08 4T 08/09 Aquisiçãode Ativo Imobilizado Plantio 368 96 677 172 95 108 2007/08 2008/09 Aquisiçãode Ativo Imobilizado Plantio 772 280
  13. 13. 13 O déficit global continuará a fortalecer os preços de açúcar tendo em vista que a produção da Índia deve recuperar-se lentamente durante as 2 próximas safras Crescimento consistente da demanda global, sem influência da crise financeira O retorno do balanço mundial ao equilíbrio é estimado para 2010/11 quando a produção indiana deve restabelecer-se (ISO) Mercado Doméstico: Maiores níveis de produção e exportação esperados para 2009/10 Mercado de Açúcar: Tendência Positiva para a safra 2009/10 Preços do Açúcar Bruto (NY 11) Balanço Mundial de Açúcar
  14. 14. 14 Mercado de Etanol: As Vendas de Veículos Flex Fuel e o Consumo de Etanol Permanecem Aumentando Vendas de Veículos por tipo de Combustível no Brasil Mercado Doméstico Manutenção da demanda por etanol devido à atrativa paridade entre os preços do etanol e da gasolina na bomba Expectativa de aumento de produção de etanol na safra 2009/10, embora a taxa de crescimento deva ser impactada pela maior produção de açúcar Mercado Internacional O cenário para os preços do etanol no curto prazo é estavel, com expectativa de leve aumento no início do verão dos EUA A Europa tende a ser um importador líquido de etanol apesar do aumento da produção
  15. 15. 15 Perspectivas: A Guarani tem uma Posição Sólida para Enfrentar as Turbulências no Mercado Financeiro e Aproveitar Oportunidades Mix mais voltado à produção de açúcar, com objetivo de aproveitar a retomada dos preços Manutenção da demanda por etanol devido à paridade atrativa entre os preços do etanol e da gasolina na bomba. Oportunidades para exportação ao mercado norte americano Possibilidade de redução das despesas financeiras devido ao aumento de capital e os novos financiamentos de médio prazo contratados Potencial para aumentar ainda mais as sinergias entre as unidades industriais do grupo Parceria com a Tractebel na unidade Andrade, com início das operações previsto para 2010, possibilitando geração estável de caixa Foco contínuo no processo de fortalecimento do balanço patrimonial Forte compromisso e suporte da Tereos, acionista controlador da Guarani
  16. 16. Obrigado! Reynaldo F. Benitez Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Alexandre L. Menezio Gerente de Relações com Investidores Felipe F. Mendes Analista de Relações com Investidores Renato N. Zanetti Neto Analista de Relações com Investidores Leonardo T. Goes Estagiário de Relações com Investidores Tel.: +55 (11) 3544-4900 e-mail: ri@aguarani.com.br Website: www.acucarguarani.com.br/ri

×