HISTORIA DO MOBILIÁRIO BRASILEIRO - DÉCADAS 10 - 20

3.856 visualizações

Publicada em

RESUMO DA HISTÓRIA DO MÓVEL BRASILEIRO NO SÉCULO XX. MOBILIÁRIO BRASIL

Publicada em: Design
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.856
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
128
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

HISTORIA DO MOBILIÁRIO BRASILEIRO - DÉCADAS 10 - 20

  1. 1. DÉCADAS 10-20 EQUIPE: LAÍS ALVES, LUANA CRUZ, ROSÂNGELA SOUZA, TELMA MOURA
  2. 2. PANORAMA   República das Oligarquias O período marcado pelo governo de presidentes civis, ligados ao setor agrário. Contavam com o apoio da elite agrária do país. Dominando o poder, estes presidentes implementaram políticas que beneficiaram o setor agrário do país, principalmente, os fazendeiros de café do oeste paulista
  3. 3. PANORAMA  Política do Café-com-Leite - A maioria dos presidentes desta época eram políticos de Minas Gerais e São Paulo. Política dos Governadores - troca de favores políticos entre governadores e presidente. O coronelismo - . Era usado o voto de cabresto, onde o coronel (fazendeiro) obrigava e usava até mesmo de violência para que os eleitores de seu "curral eleitoral" votassem nos candidatos apoiados por ele.
  4. 4. INDUSTRIALIZAÇÃO   AS MÁQUINAS SE PROLIFERAM NO BRASIL;  AUMENTO DA IMIGRAÇÃO DE ITALIANOS E ALEMÃES;  ESTABELECIMENTO DAS PRIMEIRAS EMPRESAS MOVELEIRAS;  I GUERRA MUNDIAL – RECÚO NAS IMPORTAÇÕES.
  5. 5. Em 1890, na cidade de São Paulo, surgem escolas de engenharia e Liceus de Artes e Ofícios, responsáveis pela formação de mão-de-obra especializada que aos poucos foi substituindo a importação de móveis europeus pelos de fabricação nacional. Muitas pequenas indústrias surgiram no momento da Primeira Guerra Mundial tentando suprir as demandas do país, uma vez que as importações haviam sido interrompidas. Nesta época, outras empresas que já existiam aproveitaram para ampliar seu mercado e ganhar mais prestígio diante dos que antes não compravam produtos nacionais, fazendo com que a produção de móveis no país desse um passo muito importante.
  6. 6. INFLUÊNCIAS   CUBISMO, FAUVISMO, EXPRESSIONISMO ;  WILLIAM MORIS E AS ARTES VOLTADAS PARA A CONFECÇÃO EM ESCALA INDUSTRIAL;  FORTE INFLUÊNCIA DE DESIGNERS EUROPEUS.
  7. 7. INFLUÊNCIAS   Otto Wagner - Jugendstil” (estilo jovem);
  8. 8. INFLUÊNCIAS   Michael Thonet - Michel Thonet produziu móveis utilizando folhas de madeira compensadas curvas;  Mies Van der Rohe (1886 /1969) – Um dos pais do Modernismo
  9. 9. INFLUÊNCIAS   Frank Lloyd Wright (Americano 1867 / 1959)- uma casa tem o objetivo de atender às necessidades das pessoas como um organismo vivo;  Henry Van de Velde (Belga 1863 /1957) - Arquiteto e Professor, considerado um dos criadores do estilo Art Noveau (linhas sinuosas e longas, derivadas das formas naturais).
  10. 10. Cadeira Cimo c. 1920, Rio Negrinho, SC Esta cadeira de escritório possui a altura do assento regulável por meio de uma engrenagem giratória de ferro inspirada nos bancos de piano. A Cimo foi a maior indústria de móveis da América Latina. Com uma linha diversificada, produzida em grande escala, controlava todo o processo, desde o plantio de árvores (especialmente imbuia) até a entrega dos móveis. http://www.mcb.org.br/mcbColecao.asp?sMenu=P002&sOrdem=0 &sAcervo=PES&sCole=PES04
  11. 11. Móvel de múltiplas utilidades 1917 Design: Pedro Antonio da Silva Pimentel (1862-1921) Este é um “móvel surpresa”: aberto, transforma-se em cama com cômoda, penteadeira, escrivaninha, banquinho e ainda nichos para guardar objetos. Bastante compacto, é indicado para uso em ambientes reduzidos. Reza a lenda que foi feito para trabalhadores de circo. Araucárias (que foram abundantes no Sul do país e hoje praticamente desapareceram) e casas de sapé são representados em entalhes na parte frontal da peça.
  12. 12. Cama patente c. 1915, Araraquara,SP Design e produção: Celso Martinez Carrera (1883-1955), precursor da produção moveleira seriada no país. Com custo moderado, tornou-se acessível a amplas camadas da população, ganhando o mercado dos móveis feitos sob encomenda. Usa madeira caviúna roliça e estrado de malha metálica com molas tensionadas. O design mostra influências dos móveis Thonet, da Áustria.
  13. 13. cama de estrutura tubular de madeira e estrado de ferro, encomendada para substituir antigos leitos de um hospital. A peça do marceneiro passaria a ser considerada, desde então, a primeira a dar identidade nacional à arte moveleira.
  14. 14. Gregori Warchavchik (1896 - 1972)- Arquiteto russo que fez parceria com Lúcio Costa
  15. 15. No manifesto A cerca da Arquitetura Moderna, de 1925, Gregori Warchavchik lançou entre nós os principios do racionalismo técnico construtivo de Le Corbusier.
  16. 16. JOHN LOUIS GRAZ. Suíço radicado no Brasil desde 1920 . Foi pintor, decorador, escultor, artista gráfico e é considerado um dos pioneiros do design brasileiro na década de 20 e 30
  17. 17. REFERÊNCIAS   http://www.brazilinteriordesign.com.br/2012/06/p erfil-john-graz-pioneiro-decada-de-20.html;  http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/encic lopedia_ic/index.cfm?fuseaction=termos_texto&cd_ verbete=3179;  http://www.bbc.co.uk/homes/design/period_1920 s.shtml

×