Demodicidose 2012.1

1.044 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.044
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Demodicidose 2012.1

  1. 1. •Ácaros não escavadores •Afecção cutânea•Otocaríase Estenose
  2. 2. Localização Demodex canis 150-300 m •comensal D. innominado (cão) (90-148 m) D. innominado (gato) D. Injai (cão) (334-368 m) glândula sebácea •DERMATOPATIA GRAVE patas, Face, •Escavadores interdigital
  3. 3. Problema genético (falha na resposta celular) Aleitamento (3 dias) (controle Neonatoscrescimento do ácaro)Não contagiosa p/ jovens/adultos
  4. 4. Dogue Alemão Pug • Dálmata • Pinscher •Boxer • Pit Bull • Shar Pei Chihuahua • Bulldog Inglês • Dachshund • Bull Terrier • Terrier Brasileiro Boston TerrierDoberman
  5. 5. Airedale Terrier Collie • Yorkshire • Pastor Alemão • Rottweiler • Cocker Spaniel • Shi tzu • Lhasa Apso Scottish TerrierOld English Sheepdog
  6. 6. DiabetesFeLVHiperadrenocorticismoCarcinoma espinocelular Siamês/Birmanês
  7. 7.  Idade: DL= 90% animais até 18 m (cura 6-8 sem) 10% DG Endoparasitoses Alopecia discreta: Maltês, Estresse Shih Tzu, Lhasa Apso, Poodle. Uso de imunossupressores Desqueratinização exacerbada: Scottish Compometimento nutricional Terrier, Cairn Terrier. Doenças debilitantes Demodicidose idiopática: Cocker. Alterações hormonais (estro)
  8. 8. Comedão fechado Pústula CD3+ IFN-γ danos teciduais IL-2 E. coli CD8+ P. mirabilis PruridoS. intermedius Pseudomonas sp Hipersensibilidade tardia Caracaterísticas de doença auto-imune
  9. 9. supressãofuncional de LT Foliculite muralimunidade efetora ineficaz Linfócitos X queratinócitosCrescimento população de ácaros...
  10. 10. Surgimento dos sinais clínicos Animais (3-6 m) Fatoresgenéticos, nutricionais , estresse Animais (6-12 m) Cura espontânea?
  11. 11. Surgimento dos sinais clínicos Hepatopatias Adulto/idoso Leishmaniose Doença auto- imune Doença pré-existente Corticoterapia, Supressão estro, parto, qui mioterapia, má nutrição. Causa idiopática
  12. 12. Animais>2 anos Hemograma Funções renal/hepática Rx tóraxHipotireoidismoHiperadrenocorticismoDiabetesNeoplasia (linfoma)Braquiocefalia: Shar Pei, Bulldog, Pit Bull
  13. 13. Escamosa/focal Face, comiss ura, patas.Extensão das lesões e apres. clínica
  14. 14. Alopecia, eritema, desca mação, comedões, hiperpi gmentação Prurido/piodematite?Otorréia, meneios de cabeça, edema? Curso benigno? Cura: espontânea/tratamento...
  15. 15. Extensão das lesões e apres. clínica Face, cor po e patas Pustular, fol icular, difus a
  16. 16. alopecia, eritema, edema, pá pulas, pústulas, fístulas, des camação, crostas, tampona mento folicular, hiperpigmentação, hiperqueratose, liquenificaçã o. linfoadenopatia, febre, letargia, anorexia...Curso malígno Cura: Tratando...
  17. 17. Oto(38%)Blefarite(44,5%) Podo(33%)
  18. 18. Exame dermatológico físico/ laboratorialDistribuição das lesõesUso de imunossupresor.Uso de acaricida.
  19. 19. Resultado: PositivoninfaSANGUE CAPILAR ovo RASPADO Potassa 10% 3 - 5’ M.O (+) População ativa (presença População ativa de ovos, ninfas, adultos)
  20. 20. Resultado: Negativo Não encontrou população ativa, não é positivo... adultos
  21. 21. Dificuldades... pele espessada pele enrugadalesões podais crônicas Compatível: doenças cutâneas crônicasDG: > 50% anemia (nãoregenerativa, normocítica ounormocrômica) T4Tiroxina sérica: baixo
  22. 22. Microsporum sp, Trichophyton sp, Epidermophyton spDermatofitose Tricograma
  23. 23. Piodermatite Alergia (D.A)
  24. 24. Desaparecimento das lesões Repetir/15 diasRaspado Raspadopositivo Raspado negativo Tratar + negativo 30 dias Repetir/15 dias Raspado negativo Sem tratar/sem recidiva: 12 meses
  25. 25. 1. Como reproduzir cães•Por que susceptíveis? alguns animaistem um número 2. DL cura espontaneamente?reduzido de ácaros? 3. Fatores estressantes desencadeam a doença.•Por que alguns buscar doença 4. DG no idoso= animaisapresentam apenas a forma concomitante.localizada e se curam?5. DL curada = animal jovem sem DG? •Por que as lesões podemPróxima aula 12/03: Prática no Laboratório recidivar?de Patologia (vizinho ao NUGEN) às 07:45h Não esquecer luvas/máscara e jaleco.

×