Como fazer as coisas deforma diferente pararecuperarmos ocrescimento e sairmosda crise europeia?                          ...
Growth InsightPara sair da atual crise financeira existente em toda a Europa, os Estados-Membros da UniãoEuropeia devem op...
Growth InsightPara sair da crise económica, os Governos e as Empresas devem investir na Educação eFormação de forma a regr...
Growth InsightPara fazer face aos grandes desafios regionais, devemos focar-nos na igualdade social e nasolidariedade.De f...
Planos precisos para o CrescimentoEmpresas   Crescimento:    Existem diferentes formas de manter ou aumentar          Re...
Planos precisos para o CrescimentoGovernos   Informar o público que serão implementadas ações    com duas dimensões: algu...
Insights precisos para o crescimento europeuSobre o Eurobarómetro                                     Mais informaçõesEstu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Como devemos fazer as coisas de forma diferente para recuperarmos o crescimento e sairmos da crise europeia

482 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
482
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como devemos fazer as coisas de forma diferente para recuperarmos o crescimento e sairmos da crise europeia

  1. 1. Como fazer as coisas deforma diferente pararecuperarmos ocrescimento e sairmosda crise europeia? ‘Think...’ nº 1 - Agosto 2012 © TNS 2012 1
  2. 2. Growth InsightPara sair da atual crise financeira existente em toda a Europa, os Estados-Membros da UniãoEuropeia devem optar tanto por medidas que impulsionem a economia, como por medidas quereduzam a despesa pública, em vez de optarem entre uma ou outraQuando lhes é perguntado sobre o que deve ser feito emprimeiro lugar para sair rapidamente da atual crise Pessoalmente, diria que, para sair rapidamente da crise,económica existente em toda a Europa, cerca de metade os Estados-Membros da UE deveriam…?dos Europeus não quer escolher entre investir emmedidas que impulsionem a economia versus medidasque reduzam a despesa pública. Eles consideram que osEstados-Membros devem implementar ambas as medidas:esta é a opinião da maioria dos 27 Estados-Membros. Emalguns países, a resposta “ambas ao mesmo tempo” édada por mais de metade dos respondentes: é o caso daHolanda (53%), Chipre (54%), Eslovénia (53%), Itália(53%), Dinamarca (52%), Bulgária (52%), Suécia (52%),Hungria e Letónia (ambos 51%).‘Think ...’ lições para as empresas:Este pedido feito pela população para um foco duplo na Investir primeiro em medidas para impulsionar a economiaredução de gastos e medidas que impulsionem aeconomia é uma poderosa mensagem tanto para as Reduzir primeiro os gastos públicosempresas como para os governos. As empresas têm Ambos ao mesmo tempoassim um claro mandato da população - os seus Não sabecolaboradores compreendem a necessidade de setomarem medidas específicas de redução de custos numnegócio, se souberem que o negócio também pretendereinvestir parte dos seus lucros para incrementar o seu Fonte: Eurobarómetro Especial (EB), Europeus e a Crise, para o Parlamento Europeu, EB77.2, Março de 2012. Conduzido pela TNS.crescimento. „Think...‟ nº 1 - Agosto 2012 © TNS 2012 2
  3. 3. Growth InsightPara sair da crise económica, os Governos e as Empresas devem investir na Educação eFormação de forma a regressar ao crescimento sustentável.Grandes medidas económicas não são vistas O Parlamento Europeu promove certas medidas paraautomaticamente como sendo a resposta para sair da auxiliar a União Europeia a sair da crise, garantindo um retorno ao emprego e ao crescimento sustentável. Na suaatual crise. “Apoiar as Pequenas e Médias Empresas opinião, qual das seguintes medidas deve ser uma(PMEs)” é a primeira medida que deve ser a prioridade prioridade?para o Parlamento Europeu (selecionada por 49% dos Apoiar as Pequenas e Médias Empresas (PMEs)Europeus), seguida de perto por “investimento em Investir em educação, formação e investigaçãoeducação, formação e investigação“ (47%). De facto, em Encorajar a luta contra o desemprego jovemnove Estados-Membros da União Europeia, essa foi aprimeira resposta dada. Reduzir a burocracia Encorajar o empreendedorismoAo atribuírem tanta importância a esta questão, os Investir em inovação e R&DEuropeus enviam uma importante Investir em energias renováveis e encorajar a poupança de energia Investir no Ambientemensagem: devemos investir em áreas que irão tornar a Apoiar grandes empresas e indústria & Luta contra o Abandono Escolar Reduzir a “fuga de cérebros” EuropeiaUE e os seus habitantes mais competitivos no Mundo. Na Investir em solidariedade e contribuir para asua opinião, a educação é a primeira dessas áreas. integração de pessoas, bens e serviços na UE Suprimir as barreiras à livre circulação de pessoas, bens e serviços dentro da UE Outros (espontaneamente)‘Think...’ lições para as empresas:Isto é válido para as autoridades públicas mas tambémpara as empresas. De facto, a formação nas empresas Não sabeconstitui uma importante forma de manter oscolaboradores motivados e competitivos. Fonte: EB Especial, (Futuro da Europa) para a Comissão Europeia, Dezembro de 2011. Conduzido pelaTNS. „Think...‟ nº 1 - Agosto 2012 © TNS 2012 3
  4. 4. Growth InsightPara fazer face aos grandes desafios regionais, devemos focar-nos na igualdade social e nasolidariedade.De forma a fazer face aos grandes desafios globais, a Europadever-se-á focar em primeiro lugar, na… igualdade social esolidariedade! Em segundo lugar, um pouco mais que um Dos seguintes itens, em que dois a nossa sociedade seterço dos Europeus (com 36% das referências) opta por deveria concentrar para fazer face aos grandes desafios“proteger o Ambiente”, antes de “progresso e inovação” que globais ?surge em terceiro lugar (35% das referências).Em quarto lugar, 3 Europeus em cada 10 escolhem Diversidade cultural e abertura aos outros Tradições“comércio livre / economia de mercado”. Estes resultados Outros (espontânea)são, à primeira vista, surpreendentes, uma vez que poder-se-ia esperar que surgissem em primeiro lugar dimensões Economia de 17% Nenhum (espontânea)económicas. No entanto, não é esse o caso: para enfrentar mercado de comércio livreos grandes desafios regionais, a UE dever-se-á focar nos (+1) Não sabeseus bens e nos seus valores, naquilo que a torna única em 30% (-2)comparação com as outras áreas do Mundo. Igualdade social ePara os cidadãos Europeus, a igualdade social e a solidariedade Progresso esolidariedade são, indubitavelmente, algo que deve continuar inovaçãoa caracterizar a UE. Proteção do Ambiente‘Think...’ lições para as empresas: 36% (-1) 45% (=) 35% (+2)A promoção de igualdade social e solidariedade nasempresas também é possível. Por exemplo, mostrar aoscolaboradores que as suas empresas se preocupam comeles; mas também, que lutam contra todas as formas dediscriminação. Por fim, o aumento de 2 pontos entre osestudos* de “progresso e inovação” demonstra que estadimensão deve ser tomada em consideração nos negócios deforma a fazer face aos grandes desafios. „Think...‟ nº 1 - Agosto 2012 © TNS 2012 4
  5. 5. Planos precisos para o CrescimentoEmpresas Crescimento: Existem diferentes formas de manter ou aumentar  Responsabilidade Social Corporativa: os lucros das empresas em períodos de instabilidade Comunicar com maior regularidade as ações levadas económica. A redução de custos é uma via, mas não a cabo pela empresa para “cuidarem” dos seus pode representar a única solução. A população pede colaboradores, lutar contra todas as formas de aos Governos que invistam em medidas que discriminação e colocar a solidariedade como um impulsionem a economia. Assim, apoiar o grande valor de crescimento: isso irá contribuir para crescimento pode gerar um circulo virtuoso. Do tornar a empresa atrativa para potenciais mesmo modo, as empresas devem também colaboradores. reinvestir parte dos seus lucros de forma a aumentar a competitividade e a incrementar o seu Repensar a estratégia de Responsabilidade Social crescimento. Corporativa introduzindo elementos concretos como a criação de parcerias com ONGs de forma a Competitividade: demonstrar que a solidariedade é importante para a As empresas devem investir em formação e sua empresa. investigação para a inovação de forma a manterem- se competitivas: é essencial tanto para os empregadores como para os colaboradores que se mantenham à frente do jogo. Assegurar que todos os colaboradores têm acesso a formação é essencial para a competitividade. Para além disso, é importante continuar a investir em Investigação e Desenvolvimento: o progresso e a inovação são vistos como formas muito importantes de fazer face aos grandes desafios globais e devem continuar a caracterizar os negócios Europeus. „Think...‟ nº 1 - Agosto 2012 © TNS 2012 5
  6. 6. Planos precisos para o CrescimentoGovernos Informar o público que serão implementadas ações com duas dimensões: algumas para reduzir a dívida pública, com cortes com os gastos públicos; outras para impulsionar o crescimento, como o apoio a Pequenas e Médias Empresas. Reduzir a lacuna existente entre as escolas e as empresas garantindo que as escolas e as universidades têm em consideração as necessidades das empresas; não apenas as universidades de topo mas também, as escolas das classes média e baixa. Certificação de que a preservação da igualdade social e da solidariedade é um objetivo para o futuro da nossa sociedade, juntamente com o incremento do crescimento e luta contra o desemprego: isso é importante para os cidadãos Europeus. „Think...‟ nº 1 - Agosto 2012 © TNS 2012 6
  7. 7. Insights precisos para o crescimento europeuSobre o Eurobarómetro Mais informaçõesEstudo da Comissão Europeia que acompanha a Teresa Velosoevolução da opinião pública nos Estados-Membros da Client Service DirectorUnião Europeia, com o objetivo de fornecer informações e: teresa.veloso@tnsglobal.comrelevantes para tomar decisões e avaliar a perceção dos t: +351 21 843 7050cidadãos em temas como: situação social, situação Ou o seu contacto habitual na TNSeconómica, saúde, cultura, tecnologias de informação, www.tns.ptmeio ambiente, etc. A TNS é a empresa que coordena erealiza o Eurobarómetro em todos os países da União Siga-nos!Europeia, incluindo Portugal.Sobre a TNSCom presença em mais de 80 países, a TNS aconselhaos seus clientes em estratégias específicas decrescimento nas áreas de inovação e desenvolvimentode novos conceitos, produtos e/ou serviços,desenvolvimento de marca e comunicação, gestão destakeholders e entrada em novos mercados. Aviso legal Relatório propriedade da TNS. Não é permitida a reprodução, comunicação pública ou qualquer outro ato sem autorização expressa da TNS. © TNS 2012 7

×