A soja é provavelmente o alimento transgénico que existe em maiores quantidadespelo mundo . Existem vários tipos de soja t...
O milho geneticamente modificado, é também conhecido por milho BT, pois o geneinserido na planta provém de uma bactéria ch...
O algodão é também um produto transgénico comercializado, em que as enzimasintroduzidas, (tais como a CrylA da bactéria Ba...
A colza é outro transgénico dos mais conhecidos, e é uma planta de onde é extraído oazeite de colza, que é utilizado na pr...
Um dos transgénicos mais conhecidos é o arroz dourado, que possui dois genesretirados de narcisos (plantas de inverno) e u...
Desvantgens dos organismos geneticamentemodificadosNo dia 19 de Setembro de 2012, a revista científica Food and Chemical T...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cartaz dos organismos geneticamente modificados

236 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre os organismos geneticamente modificados.


Lucília

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
236
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
87
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cartaz dos organismos geneticamente modificados

  1. 1. A soja é provavelmente o alimento transgénico que existe em maiores quantidadespelo mundo . Existem vários tipos de soja transgénica, dependendo do gene que seinsere nesta, mas a mais conhecida e plantada é aquela que recebeu um gene que lheconfere resistência a herbicidas. Esse gene é transferido de uma bactéria existente nosolo chamada de Agrobacterium tumefaciens.http://www.ogmespan.blogspot.pt/
  2. 2. O milho geneticamente modificado, é também conhecido por milho BT, pois o geneinserido na planta provém de uma bactéria chamada bacillus thuringiensis. Estabactéria produz uma espécie de “veneno” que mata os insetos após estes sealimentarem do milho. Esta técnica permite que deixe de haver destruição dos campospor parte dos insetos, e assim deixa de ser necessário percorrer os campos com umpulverizador tóxico.http://www.ogmespan.blogspot.pt/
  3. 3. O algodão é também um produto transgénico comercializado, em que as enzimasintroduzidas, (tais como a CrylA da bactéria Bacillus thuringiensis, e a Nitrilase dabactéria Klebsiella pneumoniae ) oferecem uma maior resistência contra larvas econtra herbicidas. O objetivo desta produção é reduzir as perdas de algodão devido aataques de insetos, e redução na utilização de herbicidas.http://www.ogmespan.blogspot.pt/
  4. 4. A colza é outro transgénico dos mais conhecidos, e é uma planta de onde é extraído oazeite de colza, que é utilizado na produção de biodiesel. O gene inserido na colzaadiciona a capacidade de resistência a vários tipos de pesticidas. O gene é retirado deuma bactéria que possui resistência a vários produtos tóxicos, a Bacillusamyloliquefaciens. Assim quando a plantação for pulverizada ocorre a destruição damaior parte de pestes e não há modificação na colza.http://www.ogmespan.blogspot.pt/
  5. 5. Um dos transgénicos mais conhecidos é o arroz dourado, que possui dois genesretirados de narcisos (plantas de inverno) e um gene retirado de uma bactéria, estescodificam uma substancia chamada betacaroteno, que é precursor da vitamina A.Assim o arroz é enriquecido com vitamina A, sendo considerado como uma vantagemespecífica para os países subdesenvolvidos, que tem uma fracaalimentação, carenciada de vitaminas como esta.http://www.ogmespan.blogspot.pt/
  6. 6. Desvantgens dos organismos geneticamentemodificadosNo dia 19 de Setembro de 2012, a revista científica Food and Chemical Toxicology publicou um artigosobre o milho transgénico NK603, da Monsanto, em que pela primeira vez fora estudado o ciclo devida completo dos animais usados, revelando-se causador de morte prematura, para além detumores e danos em múltiplos órgãos vitais.No estudo em causa os animais que comeram milho transgénico desenvolveram tumores muitomaiores, muito mais cedo, e em muito maior quantidade que os animais que comeram milho nãotransgénico.http://www.stopogm.net/content/transgenicos-ciencia-independencia

×