CNI monta Mapa Estratégicopara crescimentodas indústrias brasileiras
A ConfederaçãoNacional daIndústria(CNI) reúne empresa...
Bases para o desenvolvimentosustentável
O Mapa EstratégicodesenvolvidopelaCNIemconjuntocoma Symneticsapresentaumasérie
de ...
 Infraestrutura e recursos(financeirose humanos): corrigiras brechasde faltade
infraestrutura,parapoderserem “player” com...
Foram identificados63ProgramasEstratégicosdistintos,que permitiriamcolocaremprática
cada um dos objetivosdoMapa. A respons...
VISIÓNGENERAL DEL PROCESO
MAPA ESTRATÉGICO DE LA INDUSTRIA 2007-2015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Case CNI - Confederação Nacional das Indústrias

262 visualizações

Publicada em

Para consolidar-se como a organização líder na promoção do crescimento e da competividade da indústria no Brasil, atuando como agente desse desenvolvimento, a CNI há mais de 10 anos atua para aumentar sua influência na implementação de políticas industriais junto ao governo, de forma a definir um marco de diálogo e de reflexão mais ordenado sobre temas estratégicos de médio e longo prazo.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
262
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Case CNI - Confederação Nacional das Indústrias

  1. 1. CNI monta Mapa Estratégicopara crescimentodas indústrias brasileiras A ConfederaçãoNacional daIndústria(CNI) reúne empresasque representam1 quartoda economianacional,sãoresponsáveisporumterço do investimentoempesquisae desenvolvimentonoBrasil e contratamum emcada quatrotrabalhadoresbrasileiros.27 federaçõesde indústriasnosEstadose DistritoFederal e cercade 1.300 sindicatospatronais emtodo o País são suasassociadas. Criadaem 1938, a CNIpromove discussõessobre asgrandesquestõesnacionais, especialmenteasque afetamodesempenhodaeconomiabrasileirae daindústria,e trabalha para estabelecerumambiente favorável aosnegóciose àcompetitividade.Alémdisso, mantémdiferentesprogramase iniciativasdestinadasaapoiara melhoria,promoçãoe formaçãoda mão-de-obraespecializada. Para consolidar-se comoaorganizaçãolíderna promoçãodo crescimentoe dacompetividade da indústrianoBrasil,atuandocomoagente desse desenvolvimento,aCNIhámais de 10 anos atua para aumentarsua influêncianaimplementaçãode políticasindustriaisjuntoaogoverno, de forma a definirummarcode diálogoe de reflexãomaisordenadosobre temasestratégicos de médioe longoprazo. Uma agenda estratégicapara a indústria Para ordenaras prioridadesdaindústriaé precisotrabalharemconjunto:CNI,indústria, Governo,oposiçãoe sociedade,afimde terum Brasil de crescimentoe comcoesãosocial. E quanto maiore maiscomplexasasvariáveisaseremadministradas,quantomaisfrentes houver,maiora necessidadede umaagendaestratégica.Foi assimque aCNIviua necessidade de uma ferramentade gestão,que permitisse canalizar diferentestemas,ordená-los,priorizá- lose mobilizarsuaexecução,pormeiodamediçãode indicadores-chave de seudesempenho. Assim,coma presençade 65 empresários-chave,emumaprimeiraetapa,e numasegunda fase com a participaçãode 250 membros daCNI,Foro Nacional daIndústria(FNI) e diversas Câmaras,começoua sermontadaem 2004 uma AgendaEstratégicadaIndústriadoBrasil para os próximos10 anos,utilizandoametodologiaBalancedScorecard. A CNIcontratou entãoa Symneticsparaauxiliá-lanessetrabalho.Emseismeses –numprojeto participativoque envolveu86entidadese arealizaçãode 41 workshops –,foi construído um Mapa Estratégico,que permitiriaaossetoresestarmelhorrepresentadosnasdecisões estratégicase,aomesmotempo, posicionaraindústriadoBrasil comouma dasmelhorese maiscompetitivasdomundo.
  2. 2. Bases para o desenvolvimentosustentável O Mapa EstratégicodesenvolvidopelaCNIemconjuntocoma Symneticsapresentaumasérie de pilares,oubases, parao desenvolvimentosustentado,noperíodode 2007 a 2015:  Liderança empresarial:é necessárioque osempresáriosse comprometame tenham maiorinteresse emparticipardaformulaçãode políticaspúblicas.  Ambiente institucional e regulatório: melhorara qualidade dasinstituiçõese aclareza das regulamentaçõesdáconfiançaaosinvestidores.Tambémaprimorarosistema político,flexibilizarofiscal e aumentara segurança.  Educação e saúde:melhorara qualidade daformaçãoe distribuiçãode conhecimentos emgrande escalano Brasil.Trabalharas habilidadesdosprofissionaisde educação, adotar tecnologia,promovercompetênciasempreendedorase a criatividade nas empresasindustriais.Ecommaior acessoà saúde de qualidade.
  3. 3.  Infraestrutura e recursos(financeirose humanos): corrigiras brechasde faltade infraestrutura,parapoderserem “player” competitivoglobal.A eficiênciaemtodaa cadeialogísticae a disponibilidade de energiaacustoscompetitivossãoaspectosque afetammuitoa rentabilidade dasempresas. Processos-chave para conseguiruma indústriacompetitiva Estabelecidasasbasesparao desenvolvimento,foramidentificadososprocessoscríticosda indústrianoMapa Estratégico.Entre eles:expansãodabase industrial,inserçãointernacional, inovaçãoe maior responsabilidade sociale ambiental. O passoseguinte foi definirapropostade valor,que permitisse àindústriabrasileirase diferenciardorestodomundonomédioe longoprazo:  Produtoscompetitivose de qualidade  Produtose serviçosinovadores  Produtose serviçosde maiorvaloragregado  Imagemda marca Brasil O posicionamentodaindústriabrasileiracomoumadas melhorese maiscompetitivasdo planetatraz crescimentoeconômico,maisemprego, maiorqualidadede vida,reduçãodas desigualdadesregionaise sociaise expansãodosnegócios,comgeraçãode valor. O sistema de gestão “O quenão se podemedir, não se podecontrolar,e o quenão se podecontrolar,não sepode melhorar”. (RobertKaplan,professorHarvardBusinessSchool) Para implementare colocaremprática o Mapa EstratégicodaIndústriaa CNImontou ConselhosTemáticos(CT).Formadosporrepresentantesdaindústria,técnicosdaCNIe especialistasconvidados,cadagrupocomeçoua descreveremdetalhesosobjetivos estratégicos,selecionandoindicadores(KPIs) paramedirodesempenho,e definindometasde 5 anospara cada um deles. Os objetivosestabelecidosnoMapa Estratégicodefiniramumaexpectativade crescimento médiode 5,5% até 2010 e 7% até 2015. Essesvalorescorrespondiama maisdo que o dobroda taxa observadanosúltimosdezanos(2,43% ao ano). Cada CT tambémanalisouacausalidade e a interdependênciaentre osobjetivosdomapa.Por exemplo,areformatributária,aprevidênciasocial e asrelaçõestrabalhistasestão intimamenterelacionadasaosinvestimentosnosetorpúblico,sendoaprevidênciasocial afetadapeloempregoformal e esse,porsuavez,afetadopelasreformasnasrelaçõesde trabalho. Depoisde validadososindicadores-chave de desempenhopelaCNIe FNI,juntocomsuas metasde longoprazo,as equipespassaramàfase seguinte,de definiçãode quaisiniciativas estratégicas(Programas) seriamimplantados.
  4. 4. Foram identificados63ProgramasEstratégicosdistintos,que permitiriamcolocaremprática cada um dos objetivosdoMapa. A responsabilidadepelaimplementaçãode algunsdelescabia aos membrosdoSistemaCNI(CNI,SENAI,IELe SESI).Porém, transformarosprogramas em leisdependiaapenasdogovernooude outrosorganismospúblicos. Mobilizaçãoatravés da comunicação O Mapa Estratégico2007-2015 foi apresentadoàsociedade nodia26 de abril de 2005 e distribuídonaformade umsumáriopara 12.000 stakeholders.Tambémforamrealizadas váriasapresentaçõesemMinistérios,emórgãosmunicipais,Universidades,etc. A AgendaEstratégicadependiaemgrande parte das “atividadesde convencimento”, realizadascontinuamentecomoslíderese referentesde cadatema.OsConselhosTemáticos se reuniramentãoperiodicamente paraanálise domapaestratégico,centrando-se sobre o temae/ouespecialidadeque lhe cabiaanalisar.Emseguida,foramrevendoosresultadosdos indicadorese osprogressosdosprogramasestratégicos.Comessasinformações,preparavam um relatóriocompropostasconcretasque poderiamincluir novosprogramasestratégicos, sugerira mudançade curso de algumprograma ouo cancelamentode outro,sempre levando emconta o desempenhoatual e asmetasde longoprazo. Essas propostaseramapresentadas,priorizadase validadasnaFNI,que se reunia trimestralmente paratratardessestemas.Nessasreuniões,aprimeiradoanoera dedicadaà apresentaçãodorelatórioanual de gestãodoMapa, contendoa descriçãodas atividades realizadasnoanoanteriore o grau de execuçãode programase projetos.Osrelatóriosanuais de gestãoeram acompanhadospelos"Cadernosde Indicadores",que apresentamaanálise e evoluçãodos18 indicadores-chavedomapa. Foram elaboradossete relatóriosanuaisde gestãoe 6cadernosde indicadores.Oobjetivodas reuniõestrimestraisseguinteseraconcentrar-se nosindicadoresde acompanhamentoe na priorizaçãode açõescom base nos requisitosdefinidosnosobjetivosestratégicosdomapa. Resultados Se o governonão participoudaprimeirafase daconstruçãoda AgendaEstratégica,o fezem uma segundafase de validação.Numprimeiromomento,aideiaeraconstruirumavisão compartilhadaatravésde ummapa estratégicocomindicadores,metase projetos.Oque aconteceufoi que omapa inteirofoi apresentadoparaogoverno,aos subsecretários, ministrose vice-ministros. A reação dosprincipaislíderesdoGovernofoi muitopositiva,tantoque concordaramem participardo processode geraçãode ideiase validaçãode planosde ação.Para eleseramuito positivosaberque osempresáriosqueriammudare que estavamse preparandoparater uma visãomaisamplado País e de seusdesafiosde crescimento. Gradualmente,váriostemasimpulsionadospelaAgendaEstratégicadaIndústriaforam incorporadosnoGoverno,comoo tema da competitividade daindústria,oscustosde energia, os custosfiscal e cambial.Alémdisso,aagenda,oumapa estratégico,naformade conceitode mobilizaçãoe alinhamentocomeçouaserutilizadoemdiferentesregiões,comoporexemplo no Estadodo Rio Grande do Sul.
  5. 5. VISIÓNGENERAL DEL PROCESO MAPA ESTRATÉGICO DE LA INDUSTRIA 2007-2015

×