Aula meio ambiente_sustentare[1] [modo de compatibilidade]

1.759 visualizações

Publicada em

Meio Ambiente e Sustentabilidade. Prof. Vitor Seravalli

Publicada em: Educação
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.759
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
93
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula meio ambiente_sustentare[1] [modo de compatibilidade]

  1. 1. Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações Vitor Seravalli© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  2. 2. Sustentabilidade Há definição mais conhecida de “Sustentabilidade” e “Desenvolvimento Sustentável”é a da Comissão Mundial de Meio Ambiente e Desenvolvimento. Nela se considera que o desenvolvimento é sustentável quando “satisfaz as necessidades da geração atual sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazer suas próprias necessidades”. Historicamente, o conceito de Sustentabilidade sempre teve conexão com os desafios ambientais. Embora, a amplitude seja muito mais ampla, é inegável a importância do pilar ambiental.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  3. 3. Evolução da Sustentabilidade como conceito 1972 1983 1987 1992 1997 1999 2000 2009 Rio 92 Clube de Agenda 21 Pacto Global Roma Nosso futuro Protocolo Metas do Milênio COP 15 comum de Kyoto Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  4. 4. Meio Ambiente e Sustentabilidade • Relatório Brundtland, Nosso Futuro Comum (Our Common Future), publicado em 1987. • Comissão Mundial Independente sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. • “o desenvolvimento que satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades.”© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  5. 5. OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO - ODM© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  6. 6. © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  7. 7. Por exemplo, vejamos o caso de um segmento onde a sustentabilidade ambiental é fator fundamental do negócio: Enegia elétrica – Contexto Histórico • 1985 – PROCEL (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) • 1998 – ANEEL (Agência Nacional de Energia Eléctrica) estabele investimento mínimo anual das concessionárias • 2000 – CTEnerg (Fundo Setorial de Energia) investir em programas de eficiência energética de interesse público • 2001 – Apagão© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  8. 8. Impulsos causados pelo apagão – Programa de racionamento (redução de 28,2% nas residências) – Resoluções e Decretos de incentivo para geração de energias alternativas (PROINFA - eólicas) – Lei de Eficiência Energética - estabelecer índices de consumo máximo de equipamentos • A redução de consumo se manteve pós programa de racionamento – Elevação das tarifas – Redução de imposto p/ equipamentos de maior eficiência energética e aumento de imposto p/ equipamentos de menor eficiência energética.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  9. 9. Cenário Elétrico Sustentável • Estudo realizado pelo WWF-Brasil em 2006 que propõe medidas políticas para obter um novo cenário no setor elétrico brasileiro até 2020. Para referência, foi desenvolvido um outro cenário (Tendencial), que procura representar a evolução do setor elétrico segundo as projeções oficiais disponíveis no país. • O cenário Elétrico Sustentável demonstra o potencial de aumento da eficiência do setor elétrico e a possibilidade de dobrar a participação de fontes renováveis em relação ao cenário Tendencial, reduzindo os gastos energéticos em até 38% das necessidades de eletricidade em 2020.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  10. 10. Cenário Elétrico Sustentável • Prioriza tecnologias e práticas que buscam: – Redução de impactos ambientais causados pelo setor elétrico; – Redução de conflitos sociais causados por novas plantas geradoras de energia; – Maior eficiência energética; – Redução dos gastos de eletricidade dos consumidores; – Redução da necessidade de expansão de capacidade instalada de tecnologias convencionais; – Aumento da oferta de energia de maneira descentralizada; – Maior espaço para fontes renováveis; – Preservação ambiental.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  11. 11. Cenário Sustentável x Tendencial Geração de eletricidade segundo fontes de geração 600000 500000 400000GWh 300000 200000 100000 0 Solar Carvão Energia Importação PCH Eólica Biomassa Nuclear Petróleo Gás Natural Fotovoltaico Mineral Hidráulica Cenário Tendencial 2020 23822 0 31763 23822 23822 15882 15882 23882 79408 555856 Cenário Sustentável 2020 15024 2504 30049 30049 50081 5008 5008 10016 25041 328034 Fonte de Geração Total: Tendencial 794139 x 500814 Sustentável | Economia de 293325GWh© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  12. 12. Cenário Sustentável x Tendencial A participação das fontes na geração de eletricidade 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Tendencial Sustentavel Energia Hidraulica 70,0% 67,9% Gas Natural 10,0% 5,0% Petroleo 3,0% 2,0% Carvao Mineral 2,0% 1,0% Nuclear 2,0% 1,0% Biomassa 4,0% 7,6% Eólica 3,0% 6,0% PCH 3,0% 6,0% Solar Fotovoltaico 0,0% 0,5% Importação 3,0% 3,0%© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  13. 13. Mudanças para um Cenário Sustentável • Comportamento do consumidor • Oferta de menos perdas e maior uso de geração distribuida • Uso de fontes renováveis (planejamento estrategico, informação, tecnologia e infra-estrutura) • Incentivos do governo • Politica de geração de energia descentralizadora© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  14. 14. Energia do Petróleo – Contexto • As seis maiores empresas não-estatais de petróleo de propriedade, formada durante a consolidação da indústria do petróleo em meados da década de 1990: • Exxon Mobil • Total SA • Royal Shell holandês • BP • Divisa (Chevron) • ConocoPhillips • http://www.wikinvest.com/industry/Oil_%26_Gas_Majors© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  15. 15. Contexto • Em meados do séc. XX, as empresas mais poderosas de petróleo do mundo eram conhecidas como as "Sete Irmãs". Em 2007, o Financial Times nomeou um "New Seven Sisters" (a maioria dos quais são estatais): • Saudi Aramco - Arábia Saudita • Gazprom "- Rússia • China National Petroleum Company - China • Companhia Nacional de Petróleo do Irã - O Irã • Petróleos de Venezuela SA - Venezuela • Petrobras - Brasil • Petronas - Malásia • http://www.wikinvest.com/industry/Oil_%26_Gas_Majors© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  16. 16. Tendências • Proposta ao G20 fim dos subsidios aos combustiveis fosseis em todo o mundo em 5 anos; • Tendência do custo do petróleo para baixo e conseguente investimento na extração do gás natural; • Legislação de apoio ao desenvolvimento de energias renovaveis; • Cada aspecto prejudicial ao meio ambiente fomenta a necessidade de investimentos de pesquisas e “soluções” alternativas. • Participam diretamente (investimentos ou produção) em energia eólica e solar, etanol,© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  17. 17. BP no Golfo do México Pássaros sobrevoam a área poluída pelo óleo no Golfo do Méxic (Foto: Reuters) http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/qua l-gravidade-vazamento-petroleo-golfo-mexico- 555755.shtml • “Tragédia”: 800.000 litros de petróleo por dia; • “Esperança”: o clima cooperar (ventos); • “Estrago”: nunca saberemos os verdadeiros impactos no oceano; • Companhia petrolífera destinará US$ 500 milhões para entender o impacto ambiental do vazamento; (estadão.com.br) • O impacto econômico é tão incerto quanto os danos ambientais.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  18. 18. O AQUECIMENTO GLOBAL Fonte: Prof. José Goldemberg, Profª Tânia Lúcia Corrêa Saulo José de Castro Almeida)Fonte: http://www.climatecrisis.net © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  19. 19. O mundo está esquentando. Veja as evidências...© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  20. 20. Fonte: http://www.climatecrisis.net O número de furacões de categoria 4 e 5 quase dobrou nos últimos 30 anos.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  21. 21. O derretimento das geleiras na Groelândia mais que dobrou na última década. Fonte: www.overmundo.com.br Fonte: http://www.realclimate.org© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  22. 22. Pelo menos 279 espécies de plantas e animais já estão reagindo ao aquecimento global, mudando-se para mais perto dos pólos.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  23. 23. Afinal, o que é “aquecimento global” ?© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  24. 24. Fonte: FELTRE, R. Fundamentos da Química. 2. ed. São Paulo: Moderna, 1996.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  25. 25. O aquecimento global© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  26. 26. O que causa o aquecimento global ?© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  27. 27. Crescimento da população mundial© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  28. 28. População e estágios de desenvolvimento Estágio de Ano População Consumo diário Consumo desenvolvimento per capita (106 habitantes) (103 kcal) (109 kcal) - 4.000 a.C. 80 12 960 0 130Agrícola avançado 1.500 d.C. 450 20 9.000 1.800 d.C. 900Industrial 1.950 d.C. 1.600 77 123.200Tecnológico 2.000 d.C. 6.000 230 1.380.000 © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  29. 29. Evolução da quantidade de energia consumida pela população mundial 1.600.000 1.400.000 1.380.000Consumo diário de energia (10 kcal) 1.200.0009 1.000.000 800.000 600.000 400.000 200.000 960 9.000 123.200 - 4.000 a.C. 1.5000 d.C. 1.9500 d.C. 2.000 d.C. Ano © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  30. 30. Impactos ambientais Problema Principal Causa Local • Poluição urbana do ar • Uso dos combustíveis fósseis para transporte. • Disponibilidade de água doce • Uso de combustíveis sólidos (biomassa e carvão) • Degradação do solo para aquecimento e cocção. • Substâncias tóxicas e resíduos perigosos Regional • Chuva ácida • Emissões de enxofre e nitrogênio, matéria particulada, e ozônio na queima de combustíveis fósseis principalmente no transporte Global • Redução da camada de ozônio • Emissões de CO2 na queima de combustíveis • Mudanças climáticas fósseis. • Degradação costeira e marinha • Produção de lenha e carvão vegetal e expansão • Desmatamento e perda de habitat da fronteira agrícola. • Perda de biodiversidade • Transporte de combustíveis fósseis • Riscos ambientais© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  31. 31. Fonte: http://www.climatecrisis.net Emissão de gases pelas indústrias e usinas termoelétricas.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  32. 32. Emissão de gases pelos http://soteropolitanosmeioambiente.wordpress.com Fonte: veículos.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  33. 33. As queimadas nas florestas.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  34. 34. O gás metano emitido pelas grandes criações de gado.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  35. 35. A ação do homem sobre a natureza Forças geológicas 50 bilhões de ton/ano (vento, erosão, erupções vulcânicas etc.) Ação do homem 48 bilhões de ton/ano população mundial 6 bilhões hab material usado per capita 8 ton/ano© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  36. 36. Composição da atmosfera terrestre Presente Nitrogênio 78,10 % Oxigênio 20,90 % Argônio 0,94 % Dióxido de carbono * 0,036 % Outros, entre os quais metano 0,024 % Total 100,00 %© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  37. 37. Concentrações de CO2 em Mauna Loa (Havaí)© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  38. 38. Variação da temperatura da superfície da Terra© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  39. 39. Mudanças do nível do mar© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  40. 40. Mudanças observadas na cobertura de neve do Hemisfério Norte Diferença entre 1961 a 1990 ça© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  41. 41. Contribuição dos gases do “efeito estufa” para o aquecimento global em 2000© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  42. 42. Maiores emissores de gases causadores do efeito estufa © Professor Vitor Seravalli Fonte: UNFCCC (2005) GHG Inventory Data Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  43. 43. Emissões brasileiras de dióxido de carbono© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  44. 44. Gross deforestation rate of Amazon Forest 30.000 25.000 Desforested area (km2) 20.000 15.000 10.000 5.000 0 1977 - - - - - 1988 1989 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 Year© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  45. 45. Impactos das Mudanças Climáticas no Brasil • Amazônia: savanização da floresta. Cobertura florestal cairá de 85% em 2005 para 53% em 2050. • Semi-árido (Nordeste): clima mais seco devido à savanização da Amazônia. • Zona Costeira: aumento de 40 cm do nível do mar no século 20. Sistemas de esgoto em colapso. Construções à beira-mar e portos afetados. • Sudeste: tendência de aumento de chuvas. • Região Sul: aumento de chuvas e de temperatura. • Agricultura: culturas perenes migrarão para o Sul. • Recursos hídricos: diminuição da vazão dos rios devido à evaporação, exceto no Sul. • Grandes cidades: mais chuvas e inundações. • Saúde: doenças infecciosas transmissíveis, como dengue, tendem a se alastrar.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  46. 46. Variação das temperaturas máximas e mínimas, em Campinas © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  47. 47. Conseqüências visíveis do aquecimento global...© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  48. 48. Fonte: veraoverdeorg.blogspot.com© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  49. 49. Fonte: http://www.climatecrisis.net© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  50. 50. Fonte: http://www.climatecrisis.net© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  51. 51. Fonte: http://www.climatecrisis.net© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  52. 52. Fonte: http://www.climatecrisis.net© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  53. 53. Patagônia, Argentina Fonte: http://www.climatecrisis.net© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  54. 54. E o que podemos esperar do futuro?© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  55. 55. As mortes causadas pelo aquecimento global vão dobrar em 25 anos – 300.000 pessoas por ano. Os níveis dos oceanos podem subir mais de 6 metros com o derretimento do gelo da Groelândia e Antártica, devastando áreas costeiras em todo o mundo. As ondas de calor vão se tornar mais freqüentes e mais intensas. Secas e incêndios vão ocorrer com mais freqüência. O oceano Ártico pode não ter mais gelo por volta do verão do ano 2050. Mais de 1 milhão de espécies no mundo podem estar extintas por volta do ano 2050.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  56. 56. E o que podemos fazer para evitar isso? Fonte: http://www.climatecrisis.net© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  57. 57. Medidas recomendadas pelo IPCC para mitigar o “efeito estufa” Produção de energia i. Eficiência energética ii. Energias renováveis, energia nuclear (?) iii. Novas tecnologias (captura de carbono) Transporte i. Veículos mais eficientes ii. Veículos híbridos ETANOL iii. Transporte público Construções Maior eficiência em ar condicinado, iluminação e aparelhos domésticos. Indústria Máquinas mais eficientes Agricultura Melhores práticas agrícolas Florestas i. Redução do desmatamento ii. Reflorestamento Lixo e esgoto i. Recuperação do metano de aterros sanitários ii. Tratamento de esgoto© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  58. 58. Protocolo de Kyoto Meta: -5,2% de Gás Carbônico 1990, O3 até 2012 N2O CO2 CH4 55% Mecanismos de flexibilidade: Implementação conjunta I Comércio de carbonoII MDL- mecanismo de desenvolvimento limpo © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  59. 59. Os Maiores Emissores de CarbonoPaís Milhões de toneladas Posição sobre % de emissão de carbono em 1990 Kyoto EUA 5.0 36,1 NÃO Rússia 2.4 17,4 SIM Japão 1.2 8,5 SIM Alemanha 1.0 7,4 SIM Reino Unido 0.6 4,3 SIM Canadá 0.5 3,3 --- Itália 0.4 3,1 SIM© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  60. 60. 1 A troca de uma lâmpada incandescente comum por uma lâmpada fluorescente vai economizar 60kg de CO2 por ano.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  61. 61. 2 Caminhe, ande de bicicleta, divida carona com amigos, e use transporte coletivo mais vezes. Você vai economizar 250g de CO2 para cada km que você não dirigir.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  62. 62. 3 Você pode economizar 900kg de CO2 por ano reciclando apenas metade do seu lixo doméstico.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  63. 63. 4 Verificar a calibração dos pneus do carro pode economizar até 3% de combustível. Cada litro de combustível evita a emissão de 2kg de CO2 para a atmosfera.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  64. 64. 5 Use menos água quente. Aquecer a água requer muita energia. Tome banhos com menos água e lave roupas com água fria.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  65. 65. 6 Evite produtos com muita embalagem. Você pode economizar 45kg de CO2 se reduzir seu lixo em apenas 10%.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  66. 66. 7 Plante árvores. Uma única árvore pode absorver 1 tonelada de CO2 durante sua vida.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  67. 67. 8 Desligue os aparelhos eletrônicos que não estiver usando. Isso vai economizar centenas de kg de CO2 por ano.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  68. 68. O Estado© Professor Vitor Seravalli do Mundo Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  69. 69. Comoproduzimosnossaexistência Fonte: FIEMG© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  70. 70. State of the Future 2010 • EM QUE ESTAMOS MELHORANDO • Mais acesso a fontes de água (% da população ) • Taxa de alfabetização (% da população acima de 15 anos) • Matrículas no ensino secundário • Proporção da população com menos de US $ 1,25 por dia (países sub- desenvolvidos) • Queda no crescimento populacional: ( considerada positiva em alguns países e negativa em outros) • PIB per capita (US$2.000) • Número de médicos por cada 1.000 pessoas • Taxa de mortalidade infantil (por 1.000 nascidos vivos) • Expectativa de vida ao nascer (idade) • Proporção de mulheres nos parlamentos nacionais • PIB por unidade de gasto energético • Número de conflitos armados (número de mortes acima de 1.000) • Disponibilidade de alimentos (calorias per capita)© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  71. 71. State of the Future 2010 • EM QUE ESTAMOS PIORANDO • Emissões de CO2 (por mil toneladas) • Anomalias na temperatura global • População que participa de eleições (% da população em •idade de votar nos 15 maiores países) • Desemprego (% total da força de trabalho) • Consumo de energia não renováveis (% do total) • Nível de corrupção (15 maiores países) • Pessoas mortas ou feridas em atentados terroristas • Refugiados de países ou territórios de asilo© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  72. 72. O Estado do Mundo• 20% da população global consome 75% dos recursos naturais (UNEP, 2006)• Estimam-se 9 bilhões de habitantes no mundo em 2050 (O Estado do Futuro, 2010)“A magnitude das mudanças que acontecerão no futuro próximo é muito maior do que asmudanças ocorridas nos últimos 25 anos, já que os fatores que provocam essas mudanças estão se acelerando por si só (capacidade computacional, velocidade da internet, miniaturização, interdependência global, biologia artificial).” Fonte: The Millennium Project© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  73. 73. Mudanças Climáticasppm Emissão Global de CO2 360 340 320 300 Temperatura Global Graus C 280 0,8 0,7 260 0,6 800 1000 1200 1400 1600 1800 2000 0,5 0,4 0,3 0,2 0,1 0,0 -0,1 -0,2 -0,3 800 1000 1200 1400 1600 1800 2000 Fonte: IPCC, 2008 © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  74. 74. Mudanças Climáticas Fonte: IPCC, 2008© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  75. 75. © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  76. 76. © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  77. 77. Água no Mundo e no Brasil• Cerca de 2/3 da superfície da Terra são cobertos por água.• Do total da água existente na Terra (=100%), na superfície e subterrânea, temos: – Água Salgada 97,4% – Água Doce 2,6%• Desse mesmo total (=100%), temos: – Água Doce Disponível para Consumo 0,3%Desse total de 0,3% disponível para consumo: – Encontram-se no Brasil 12,0% © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  78. 78. Água• Out/2008 - Um esboço de um tratado das Nações Unidas faz um chamado aos países com aquíferos compartilhados para que colaborem na proteção dessas águas e prevenção e controle de sua poluição.• Mai/2009 - Cientistas relatam que, em aproximadamente um terço dos maiores rios do mundo, a diminuição no fluxo de água supera o aumento na proporção de 2,5 para 1. Fonte: WWI – Estado do Mundo 2010 © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  79. 79. Energia – Matriz Energética Mundial Consumo de Energia por Tipo de Combustível 300 250 Quadrilhões de Btu 200 150 100 50 0 70 80 90 02 10 15 20 25 19 19 19 20 20 20 20 20 Petróleo Gas Natural Carvão Nuclear Renováveis Fonte: Fonte: www.eia.doe.gov/oiaf/ieo/world.html© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  80. 80. Energia• Abr/2009 - A maior usina do mundo com uso de torre para produção de energia solar em escala comercial começa a funcionar em Sevilha, na Espanha, com capacidade de 20 megawatts.• Set/2009 - Encontro de líderes do G-20 em Pittsburgh, na Pensilvânia, compromete- se a reduzir perto de US$ 300 bilhões em subsídios ao combustível fóssil, ao mesmo tempo em que oferece ajuda às famílias mais pobres do mundo. Fonte: WWI – Estado do Mundo 2010 © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  81. 81. Alguns episódios marcantes em 2010...© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  82. 82. A civilização serácapaz de encontrare implementarsoluções paraenfrentar osdesafiosque se aproximam© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  83. 83. O Estado do MundoÁreas Prioritárias para 2010-2013: 1. Mudanças Climáticas 2. Uso eficiente de Recursos Naturais 3. Minimizar desastres e conflitos 4. Governança Ambiental 5. Substâncias Nocivas e Resíduos Perigosos 6. Gestão do Ecossistema© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  84. 84. Extração de matérias-primas Transporte Produção Embalagem Transporte Inventário Transporte Produto utilizado pelo consumidor individual Loja de varejo Transporte para o consumidor individual Disposição final do produto (aterro sanitário, incineração, etc) Descarte pelo consumidor individual Fonte: UNEP, 2006© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  85. 85. Análise de Ecoeficiência© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  86. 86. Motivação • Necessidade de aplicação de conceitos do desenvolvimento sustentável e avaliação do ciclo de vida • Líderes nas empresas precisam de resultados claros e confiáveis • Ferramenta deve conter o conceito de ciclo de vida e ser • facilmente comunicável • prática • de baixo custo© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  87. 87. • Análise de Ciclo de Vida • Produção Mais Limpa • Ferramentas Ecoeficiência© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  88. 88. Análise de Ecoeficiência Comparação de 22diferente abordagens feita pela TÜV (2002). água e efluentes material/resíduo risco potencial Melhor caso efeitos tóxicos ciclo de vida durabilidade uso da terra reciclagem marketing qualidade emissões energia serviço custos AtendidoBASFStorebrandWBCSDShell© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  89. 89. ACV e ecoeficiência na BASF • Trabalhos com Avaliação de Ciclo de Vida desde 1990 • Desenvolvimento da ferramenta de Análise de Ecoeficiência em 1996 • Mais de 300 estudos realizados nos mais diversos setores (produção química, energia, tintas, eletrônicos, indústria têxtil etc) • Experiência com aproximadamente 150 líderes internos e 40 externos • Centros de Ecoeficiência • Alemanha: 1998 • EUA: 2002 • Brasil: 2005© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  90. 90. Novo Conceito na América Latina Promover o desenvolvimento sustentável na sociedade, transferindo conhecimento e tecnologia, especialmente pela aplicação de soluções em ecoeficiência, educação ambiental e reflorestamento, focando o balanceamento dos aspectos sociais,ambientais e econômicos.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  91. 91. Definição de Ecoeficiência Desenvolvimento Sustentável Ambiental Econômico Social Análise de Análise Ecoeficiência SEEbalance®© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  92. 92. Definição de Ecoeficiência • A ecoeficiência é alcançada mediante o fornecimento de bens e serviços a preços competitivos que satisfaçam as necessidades humanas e tragam qualidade de vida, ao mesmo tempo em que reduz progressivamente o impacto ambiental e o consumo de recursos ao longo do ciclo de vida, a um nível, no mínimo, equivalente à capacidade de sustentação estimada da Terra. • (conceito elaborado pelo World Business Council for Sustainable Development – WBCSD, em 1992)© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  93. 93. Elementos da Ecoeficiência • Reduzir o consumo de materiais com bens e serviços. • Reduzir o consumo de energia com bens e serviços. • Reduzir a dispersão de substâncias tóxicas. • Intensificar a reciclagem de materiais. • Maximizar o uso sustentável de recursos renováveis. • Prolongar a durabilidade dos produtos. • Agregar valor aos bens e serviços.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  94. 94. Abordagem “do Berço ao Túmulo” Matéria-prima Químicos de base Produtos Reciclagem Disposição Uso dos produtos© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  95. 95. O que é a Análise de Ecoeficiência • Ferramenta desenvolvida pela BASF para direcionamento e medição da sustentabilidade • Metodologia de comparação de produtos e processos, baseando- se na análise de ciclo de vida de produto (NBR ISO 14040) • Aspectos ambientais e econômicos tem mesma importância na comparação • Cenários futuros e efeitos de diversas • opções são analisadas e apresentadas.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  96. 96. Definição do Escopo Alternativa Definição da Seleção das em foco unidade funcional alternativas 1 m2 de parede Alternativa Alternativa 2 ou principal Alternativa 3 1000 pares de jeans© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  97. 97. Fronteiras Definição da fronteira Produção Uso Disposição I-1 I-2 Produção da Transporte matéria-prima da matéria- Aplicação prima Reuso, reciclagem I-4 ou I-3 incineração Produção Transporte Uso© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  98. 98. Impacto Ambiental das AlternativasParâmetros considerados Impressão Ecológica Vantagens Ambientais Impactos ambientais Consumo de energia relativos• Consumo de matérias-primas 1.00• Consumo de energia Alto Uso da Rejeitos emissões terra 0.50 Alt. 3• Rejeitos efluentes resíduos 0.00 Alt. 2• Uso da terra Matérias- Toxicidade Alt. 1• Toxicidade primasRisco potencial Risco potencial Baixo © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  99. 99. Custos Totais• Determinação de custos para parâmetros econômicos, como: – Investimentos, Mão-de-obra, Material, Energia, Manutenção etc. Energia Disposição Custos Totais Preço Equipamento alto baixo Custos Alternativa 2 Alternativa 1 Alternativa 3 Alt. 1 Alt. 2 Alt. 3 © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  100. 100. Matriz de Ecoeficiência Integra os dois Pilares 0,3 Alta ecoeficiência Alternativas Alt. 1 Impactos Ambientais analisadas (normalizados) Alt. 2 Participação 1,0 de mercado Alternativa 1 35 % Alt. 3 Alternativa 2 20 % 1,7 Baixa ecoeficiência Alternativa 3 5% 1,7 1,0 0,3 Custos (normalizados)© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  101. 101. Análise de Sensibilidade e Simulação de Cenários 0,3 Alta ecoeficiência Alternativas Alt. 1 Impactos Ambientais analisadas (normalizados) Alt. 2 Participação 1,0 de mercado Alternativa 1 35 % Alt. 3 Alternativa 2 20 % 1,7 Baixa ecoeficiência Alternativa 3 5% 1,7 1,0 0,3 Custos (normalizados)© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  102. 102. Conseqüência das Análises de Ecoeficiência Impactos ambientais (normalizado) baixo Reduz Mercado!Dependendo do ir custosposicionamento !das alternativas,diferentes 1.0 Desenvolv Reduzirrecomendações er Impactosestratégicas alternativa Ambientais!podem ser s!dadas. Custos totais alto (normalizado) alto 1.0 baixo © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  103. 103. Análise de Ecoeficiência Quais os benefícios e onde ser aplicada? Decisões estratégicas Pesquisa e Desenvolvimento • Decisões de investimento • Quantificação dos fatores mais • Decisões de tecnologia importantes • Decisão de planta produtiva • Desenvolvimento de produtos e • Avaliação de produtos processos sustentáveis Diálogos com diferentes Marketing públicos • Diferenciação de produtos • Comunicação com diferentes • Melhoria de relacionamento com instituições clientes • Demonstração da sustentabilidade© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  104. 104. Utilização da Ecoeficiência no Processo de Decisão de P&D Modelagem ecoeficiência Modelagem do Gerenciador opcional de ecoeficiência Seleção dos produtos e processos a serem estudados opcionalPesquisa básica Produtos e processos Uso do Gerenciador de otimizados de acordo com Ecoeficiência em P&D, sustentabilidade Empresas, Universidades Realização, etc. próximos passos © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  105. 105. Confiabilidade X Esforço em ACV 100 Confiabilidade de resultados em % AEE completa com análise crítica 90 80 ACV completa AEE completa 70 60 AEE preliminar 50 40 30 20 10 0 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Tempo e custos de um estudo / mês Valores estimados somente para representação gráfica!© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  106. 106. Estudo de Caso: Biodiesel de Dendê Unidade Funcional Alternativa Principal Demais Alternativas Geração de 1GJ de energia em • Biodiesel de motores de dendê via rota • Petrodiesel combustão etílica interna© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  107. 107. Impressão Ecológica© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  108. 108. DiscussõesConsumo de recursos energéticos Consumo de recursos materiais 1,0 1,0 Uso do etanol na Matérias-primas produção do para produção do biodiesel aumenta o biodiesel de consumo energético dendê apresentam caráter renovável 0,5 0,5 Na produção do petrodiesel, o gás de refinaria é utilizado para geração de energia 0,0 0,0© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  109. 109. Discussões Uso da terra Potencial de toxicidade 1,0 1,0 Diversos Petrodiesel é hidrocarbonetos produzido em alta voláteis são 0,5 quantidade e 0,5 emitidos durante a apresenta muitos produção do co-produtos petrodiesel 0,0 0,0© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  110. 110. Discussões Potencial de risco Rejeitos1,0 1,0 Melhor desempenho do Riscos com baixa severidade, mas alta biodiesel em chuva ocorrência ácida e efeito estufa0,5 0,5 Baixa performance na Agricultura do dendê categoria efluentes0,0 não mecanizada líquidos 0,0© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  111. 111. Matriz de Ecoeficiência Unidade funcional: Geração de 1GJ de energia em motores de combustão O biodiesel interna. apresentou- se como a opção mais ecoeficiente© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  112. 112. Simulação de Cenário Desconsiderado s os efluentes líquidos provenientes da indústria de óleo de palma Estes efluentes não atingem o corpo hídrico© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  113. 113. Embalagem para Bebidas a base de Leite • Alemanha: forte debate sobre depósitos de embalagem • Embalagens feitas com materiais “ecológicos” estão isentos de depósito e portanto tornam-se atrativas • Alois Müller, proprietária da marca Müllermilch, encomendou uma análise de ecoeficiência para embalagens de bebidas a base de leite em dezembro de 2003 • O estudo foi analisado criticamente pelo Ökoinstitut e.V. (Instituto de Freiburg para Ecologia Aplicada, Alemanha).© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  114. 114. Unidade Funcional, Sistema de Comparação Unidade Funcional Alternativa Principal Demais Alternativas Embalagem e distribuição ao longo de 427 km de 1000 L • Embalagem • Embalagens cartonada „Bebidas lácteas e bebidas com Plásticas produtos de leite (PP ou PS) • Vasilhame de vidro como ingrediente“ (retornável) em embalagens de 500 mL© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  115. 115. Impressão Ecológica Consumo de energia Embalagens plásticas 1,00 Vasilhame de vidro retornável Embalagem cartonada Uso da terra 0,50 Rejeitos 0,00 Consumo de Toxicidade recursos potencial 1,0 = melhor posição, Risco potencial outros valores proporcionais <1© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  116. 116. Matriz de Ecoeficiência© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  117. 117. Conclusões • Impactos ambientais das três alternativas são muito similares, onde as embalagens plásticas tiveram pequena vantagem • As embalagens plásticas foram melhores em consumo de recursos, geração de rejeitos e uso da terra. • Diferenças significativas foram apuradas em custos até a empresa de envase. • Embalagens retornáveis somente fazem sentido para políticas ambientais se existitem ganhos ecológicos significativos com relação às embalagens descartáveis sem depósito” (Carl-Otto Gensch, Ökoinstitut e.V.)© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  118. 118. Estudo de Caso: Sistemas de Engomagem© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  119. 119. Estudo de Caso: Sistemas de Engomagem Unidade Funcional Alternativa Principal Demais Alternativas • Amido de mandioca Engomagem e desengomagem de • Sistema 1000 m de tecido de • Sistema híbrido sintético com algidão (denim reaproveitamento tingido com indigo) • Sistema sintético sem reaprovei- tamento© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  120. 120. Impressão Ecológica Híbrido Consumo de Energia Amido natural 1,00 Sintético sem ultrafiltração Área 0,50 Emissões Sintético com ultrafiltração 0,00 Matérias-primas Toxicidade 1,0 = pior resutlado. Melhores resultados são Risco Potencial proporcionais (<1)© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  121. 121. Matriz de Ecoeficiência dos Sistemas de Engomagem 0,0 Alta ecoeficiência Híbrido Amido NaturalUnidade Sintético semfuncional: ultrafiltração Environmental Effects (normalized) Sintético com ultrafiltraçãoEngomagem edesengomage Neste caso, o 1,0m de 1000m de sistema hibridotecido de é a alternativaalgodão (denim maistingido com ecoeficienteindigo) seguido do sistema sintético com Baixa ecoeficiência 2,0 ultrafiltração. 2,0 1,0 0,0 Costs (normalized)© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  122. 122. Lucantin Pink para Produção de Salmão food© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  123. 123. Produção de Astaxanthin1. 2. 3. Benefício ao cliente Produto BASF Produtos comparáveis (Unidade funcional) • Astaxanthin, produzido • Astaxanthin, Produção de 1 t biotecnologicamente quimicamente de salmão com por fermentação produzido dieta enriquecida (Lucantin Pink) com Astaxanthin • Astaxanthin, produzido por algas© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  124. 124. Impressão Ecológica Lucantin Pink Consumo de energia 1,0 = pior resultado. Fermentação 1,00 Melhores resultados Algas 0,80 são proporcionais 0,60 (<1) Uso da terra Rejeitos 0,40 0,20 0,00 Potencial de risco Consumo de Matérias-primas Potencial de toxicidade© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  125. 125. Matriz Ecoeficiência 0 Alta ecoeficiência Lucantin Pink Impactos ambientais Algas Fermentação 0.5 Selo 1.0 Baixa ecoeficiência 1.0 0.5 0 Custo do Astaxanthin© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  126. 126. Análise Sócioambiental ACV Ambiental O que é avaliado? ACV SocialImpacto potencial do processo ou do produto Impacto potencial do processo ou do produto nono capital natural capital humanoex. - clima; recursos naturais ex. - saúde; padrão social Como é avaliado?1o : Inventário (entradas / saídas) 1o: Inventário (entradas / saídas)2o : Impactos por indicadores definidos 2o: Impactos por indicadores definidose.g. - efeito estufa; utilização de recursos e.g. - acidente de trabalho; número de postos de trabalho Agregação e apresentação dos resultados Impressão ecológica Impressão social Consumo de energia Colaboradores 1,0 1,0 0,5 Comunidade 0,5 Uso da terra Emissões Alternativa 1 Consumidores internacional 0,0 Alternativa 2 0,0 Consumo de Gerações Comunidade local recursos Ecotoxicidade futuras © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  127. 127. SEEbalance 0,75 Impactos ambientais 0,75 1,00 1,00 1,25 1,25 1,00 0,75 0,75 Custos 1,25 1,00 0,75 1,00 Efeitos sociais 0,75 1,25 1,00 Alternativa 1 Alternativa 2 1,25 Alternativa 3 1,25 1,00 0,75 Custos© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  128. 128. Visão 2050© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  129. 129. Felicidade e Expectativa© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  130. 130. Um novo olhar sobre sucesso e progresso© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  131. 131. © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  132. 132. © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  133. 133. © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  134. 134. Comportamento© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  135. 135. © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  136. 136. © Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  137. 137. Visão 2050 - Conclusões “A sustentabilidade se tornará um dos principais determinantes em todas as nossas decisões de investimento.” Idar Kreutzer, Storebrand ASA • As oportunidades estão distribuídas em três áreas-chave: – Oportunidades de novos negócios derivadas do Visão 2050 para a próxima década. Esse aprendizado ajuda a definir a nova agenda interna para as empresas: prioridades estratégicas, desenvolvimento de habilidades e capacidades, desenvolvimento de novos negócios e possíveis prioridades das carteiras. – Novas prioridades de relações externas, derivadas de uma revisão das oportunidades de negócios e de uma análise do que os governos e outras partes envolvidas precisam para concretizar tais oportunidades de negócios. Isso ajudará as empresas a definir sua nova agenda externa: prioridades de relações com as partes envolvidas, novos tópicos a ser considerados e uma nova agenda para associações empresariais. – Novos riscos a ser monitorados e tratados, baseados nas ações de outras partes envolvidas e em riscos críticos e pertinentes da análise de riscos e de fatores imprevisíveis.© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  138. 138. Obrigado!© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  139. 139. DICAS e REFERÊNCIASLINKswww.unglobalcompact.org (site global) – Pacto Globalwww.pactoglobal.org.br (site nacional) – Pacto Globalwww.portalodm.com.br/ (Objetivos do Desenvolvimento do Milênio)http://www.espacoeco.org (Fundação Espaço ECO – Ecoeficiência)http://www.globalreporting.org/Home (Global Reporting Initiative - GRI)www.empresalimpa.org.br (Site: Combate à Corrupção)LIVROS•O verde que vale ouro – Daniel Esty•LIVROS•Filme: The Corporation•Filme: Uma verdade inconveniente – Al Gore•Filme: A era da estupidez•Filme: Seis graus© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações
  140. 140. Bibliografia© Professor Vitor Seravalli Meio Ambiente e Gestão Comprometida com as Futuras Gerações

×