Introdução a economia

1.837 visualizações

Publicada em

Mercados
Efeitos Imediatos
A Microeconomia
Lei da Oferta e Procura
Crescimento Econômico
Pesquisa Quantitativa
Funções
Tipos de Cooperação
Conteúdo

Análise de Mercado
Economia
Economia Brasileira Contemporânea
Economia e Negócios
Fundamentos da Economia
Macroambiente E Cenários Econômicos

Publicada em: Negócios
0 comentários
12 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.837
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução a economia

  1. 1. INTRODUÇÃO A ECONOMIA http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  2. 2. A Macroeconomia  Concentra-se no estudo do comportamento agregado de uma economia, ou seja, das principais tendências da economia no que concerne principalmente à produção, à geração de renda, ao uso de recursos, ao comportamento dos preços, e ao comércio exterior.  Os objetivos da macroeconomia são principalmente: o crescimento da economia, o pleno emprego, a estabilidade de preços e o controle inflacionário. http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  3. 3.  Mercado de Bens e Serviços: determina o nível de produção agregada bem como o nível de preços.  Mercado de Trabalho: admite a existência de um tipo de mão-de-obra independente de características, determinando a taxa de salários e o nível de emprego.  Mercado Monetário: analisa a demanda da moeda e a oferta da mesma pelo Banco Central que determina a taxa de juros. Estrutura
  4. 4. Mercados  Mercado de Títulos: analisa os agentes econômicos superavitários que possuem um nível de gastos inferior a sua renda e deficitários que possuem gastos superiores ao seu nível de renda.  Mercado de Divisas: depende das exportações e de entradas de capitais financeiros determinada pelo volume de importações e saída de capital financeiro. http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  5. 5.  É o ramo da economia que estuda os métodos e instituições pelas quais sociedades determinam a propriedade, direção e alocação dos recursos econômicos e as suas respectivas trajetórias de desenvolvimento econômico.  Entre sistemas contemporâneos em diferentes partes do espectro organizacional são os sistemas socialistas e os sistemas capitalistas, nos quais ocorre a maior parte da produção, respectivamente em empresas estatais e privadas. Sistemas Econômicos http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  6. 6. Fundamentos da Economia http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  7. 7. Equilíbrio de Mercado  Plano Real foi um programa brasileiro com o objetivo de estabilização e reformas econômicas, iniciado oficialmente em 27 de fevereiro de 1994 com a publicação da Medida Provisória.  A Medida Provisória instituiu a Unidade Real de Valor (URV), estabeleceu regras de conversão e uso de valores monetários, iniciou a desindexação da economia, e determinou o lançamento de uma nova moeda, o Real. http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  8. 8.  O programa foi a mais ampla medida econômica já realizada no Brasil e tinha como objetivo principal o controle da hiperinflação que assolava o país.  Utilizou-se de diversos instrumentos econômicos e políticos para a redução da inflação que chegou a 46,58% ao mês em junho de 1994, época do lançamento da nova moeda Alta Inflação http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  9. 9. Efeitos Imediatos  O Plano Real mostrou-se nos meses e anos seguintes o plano de estabilização econômica mais eficaz da história, reduzindo a inflação (objetivo principal), ampliando o poder de compra da população, e remodelando os setores econômicos nacionais.  O efeito regulador do Plano Real foi imediato e muito positivo em seu propósito. A inflação calculada sobre a URV nos meses de sua vigência (abril a junho) ficou em torno de 3%, enquanto que a inflação em Cruzeiros Reais (CR$) foi de cerca de 190%.
  10. 10.  A inflação que antes consumia o poder aquisitivo da população brasileira, impedindo que as pessoas permanecessem com o dinheiro por muito tempo, principalmente entre o banco e o supermercado, estava agora controlada.  O efeito imediato, e mais notável do Plano Real, foi a aposentadoria da máquina-símbolo da inflação, a "remarcadora de preços do supermercado" presente no comércio. O consumidor de baixa renda foi o principal beneficiado. Efeitos
  11. 11. Economia http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  12. 12. Definição  A Economia ou ciência econômica consiste na análise da produção, distribuição e consumo de bens e serviços.  É também a ciência social que estuda a atividade económica, através do desenvolvimento da teoria económica, e que tem na administração a sua aplicação. http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  13. 13.  A economia é geralmente dividida em dois grandes ramos: a microeconomia, que estuda os comportamentos individuais, e a macroeconomia que estuda o resultado agregado dos vários comportamentos individuais.  Aplica para análise e gestão dos mais variados tipos de organizações humanas (entidades públicas, empresas privadas, cooperativas etc.) e domínios (internacional, finanças, desenvolvime nto dos países, ambiente, mercado de trabalho,etc) Conceitos
  14. 14. A Microeconomia  A microeconomia estuda as interações que ocorrem nos mercados em função da informação existente e da regulação estatal.  Distinguem-se os mercado de bens e serviços dos mercados de fatores de produção, capital e trabalho, por terem diferentes agentes e formas de funcionamento.
  15. 15.  A macroeconomia concentra-se no estudo do comportamento agregado de uma economia, ou seja, das principais tendências da economia no que concerne principalmente à produção, à geração de renda, ao uso de recursos, ao comportamento dos preços, e ao comércio exterior.  Os objetivos da macroeconomia são principalmente: o crescimento da economia, o pleno emprego, a estabilidade de preços e o controlo inflacionário. A Macroeconomia
  16. 16. Economia e Negócios http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  17. 17. Equilíbrio de Mercado  O mercado de um produto encontra-se em equilíbrio quando as quantidades oferecidas desse produto são iguais às quantidade procuradas.  O preço para o qual as quantidades oferecidas vão ser iguais às quantidades procuradas é o preço de equilíbrio. http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  18. 18.  A quantidade de equilíbrio é a quantidade em que tanto a procura como a oferta são iguais.  Quando a oferta é maior que a demanda, ocorre liquidação por parte das empresas como forma de reduzir seus estoques.  Quando a demanda é maior que a oferta, as empresas aumentam a quantidade ofertada e, consequentemente, os preços dos produtos, fazendo assim com que a demanda diminua. Oferta e Demanda
  19. 19. Lei da Oferta e Procura  Em economia, a Lei da Oferta e Procura, também chamada de Lei da Oferta e da Demanda, é a lei que estabelece a relação entre a demanda de um produto - isto é, a procura - e a quantidade que é oferecida, a oferta.  A partir dela, é possível descrever o comportamento preponderante dos consumidores na aquisição de bens e serviços em determinados períodos, em função de quantidades e preços. http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  20. 20.  Nos períodos em que a oferta de um determinado produto excede muito à procura, seu preço tende a cair. Já em períodos nos quais a demanda passa a superar a oferta, a tendência é o aumento do preço.  A estabilização da relação entre a oferta e a procura leva, em primeira análise, a uma estabilização do preço. Uma possível concorrência, por exemplo, pode desequilibrar essas relações, provocando alterações de preço. Estabilização http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  21. 21. Economia Brasileira Contemporânea http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  22. 22. História da Economia Brasileira  Quando os exploradores portugueses chegaram no século XV, as tribos indígenas do Brasil totalizavam cerca de 2,5 milhões de pessoas, que praticamente viviam de maneira inalterada desde a Idade da Pedra.  Da colonização portuguesa do Brasil (1500-1822) até o final dos anos 1930, os elementos de mercado da economia brasileira basearam-se na produção de produtos primários para exportação.
  23. 23.  Dentro do Império Português, o Brasil era uma colônia submetida a uma política imperial mercantil, que tinha três principais grandes ciclos de produção econômica - o açúcar, o ouro e, a partir do início do século XIX, o café.  A economia do Brasil foi fortemente dependente do trabalho escravizado Africano até o final do século XIX (cerca de 3 milhões de escravos africanos importados no total). Brasil Imperial
  24. 24. Crescimento Econômico  Desde então, o Brasil viveu um período de crescimento econômico e demográfico forte, acompanhado de imigração em massa da Europa (principalmente Portugal, Itália, Espanha e Alemanha) até os anos 1930. )  Na América, os Estados Unidos, o Brasil, o Canadá e a Argentina (em ordem decrescente) foram os países que receberam a maioria dos imigrantes. No caso do Brasil, as estatísticas mostram que 4,5 milhões de pessoas emigraram para o país entre 1882 e 1934. http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  25. 25.  O Brasil atrelou a sua moeda, o real, ao dólar americano em 1994. No entanto, após a crise financeira da Ásia Oriental, a crise russa em 1998 e uma série de eventos adversos financeiros que se seguiram, o Banco Central do Brasil alterou temporariamente sua política monetária para um regime de flutuação gerenciada, enquanto atravessava uma crise de moeda, até que definiu a modificação do regime de câmbio livre flutuante em janeiro de 1999. Plano Real
  26. 26. Análise de Mercado http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  27. 27. Estudo de Mercado  É um conjunto de atividades orientadas para antever as vendas e os preços de certo produto com a finalidade de estimar as receitas futuras e perscrutar às possibilidades de obter resultados compensadores tanto para investimentos empresariais quanto para investimentos públicos.
  28. 28.  Para melhor atender um mercado- alvo, as organizações devem dispor de informações relevantes sobre seu campo de atuação, seu negócio, sua concorrência e especialmente seus clientes.  O processo de pesquisa de mercado consiste na definição do problema e dos objetivos de pesquisa, desenvolvimento do plano de pesquisa, coleta de informações, análise das informações e apresentação dos resultados para administração. Pesquisa de Mercado http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  29. 29. Pesquisa Quantitativa  Geralmente usada para tirar conclusões - testa uma hipótese específica - usa técnicas de amostra por forma a poder fazer inferências a partir da amostra para a totalidade da população.  Em geral, este tipo de pesquisa busca um resultado estatístico e ela permite estimar informações amplas e diversificadas. Para tal é necessária a utilização de um questionário estruturado. Envolve um grande número de respondentes. Exemplos: Inquéritos estatísticos, questionários e enquetes e.
  30. 30.  Usada para pequenos números de pesquisados - não generalizável para o todo da população - a significância estatística e nível de confiança não são calculados.  Se analisa também informações subjetivas, estruturas de pensamento e conteúdos profundos. Para tal é necessária a utilização de um roteiro aberto. Exemplos deste tipo de método são os focus groups (grupo focal), entrevistas em profundidade, e técnicas de projeção. Pesquisas Qualitativa http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  31. 31. http://curtircursos.nossoscursos.com.br/Produ to.aspx?id=42846 Clusters e Rede de Negócios http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  32. 32. Clusters  Um cluster, no mundo da indústria, é uma concentração de empresas que se comunicam por possuírem características semelhantes e coabitarem no mesmo local. Elas colaboram entre si e, assim, se tornam mais eficientes.
  33. 33. Razões para Clusters  No mundo existem diversos clusters industriais ligados a sectores como o automóvel as tecnologias da informação, turismo, indústria audiovisual, transporte, logística, agric ultura ou pesca entre outros.  De forma resumida podemos agrupar as razões e motivações principais em dois grandes grupos: a necessidade de conseguir maior flexibilidade e por outro lado a procura de maior eficiência na satisfação de uma oportunidade temporária.
  34. 34. Funções  Tem tido uma maior evolução nas pequenas e medias empresas com limitada disponibilidade de recursos (financeiros, tecnológicos, produtivo s, humanos) e com atividades complementares.  Em geral a cooperação entre empresas pode ser de dois tipos: - Cooperação Horizontal e Vertical
  35. 35. Tipos de Cooperação  Cooperação Horizontal: Envolve geralmente acordos de longo prazo entre empresas do mesmo sector que originam as denominadas “alianças estratégicas”;  Cooperação vertical: Envolve diferentes entidades da cadeia de fornecimento, nomeadamente, forne cedores, fabricantes, distribuidores e clientes.
  36. 36. Macroambiente E Cenários Econômicos Para um profissional de sucesso, é muito importante encarar o cenário econômico de maneira abrangente, para ter uma visão completa de tudo o que está em volta. Através do ensino a distância você poderá fazer o curso de Macroambiente de Cenários Econômicos, que abrirá novos horizontes profissionais. Curso ECONOMIA Saiba + http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  37. 37. Conteúdo Aula 1: Macroambinetes e Cenários Econômicos Aula 2: Atividade e sistema econômico Aula 3: A análise de um modelo macroeconômico Aula 4: O modelo IS-LM-BP Aula 5: Interdependência das políticas fiscal ECONOMIA http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  38. 38. Aula Demonstrativa http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  39. 39. Aprenda com prazer! Mais de 250 cursos para você.  Aulas 100% on-line  Suporte On-line  Relatório de Aproveitamento  Certificado válido em todo Brasil  Pagamento único e sem mensalidades  Prazo de acesso 4 meses ASSINE JÁ http://curtircursos.nossoscursos.com.br/
  40. 40. Análise de Mercado Confira alguns dos nossos cursos : Economia e Negócios Marketing Pessoal e Etiqueta Economia Fundamentos da Economia Marketing: Fundamentos e Processos Economia Brasileira Contemporânea Macroambiente E Cenários Econômicos Sistemas De Informação Em Marketing
  41. 41. curtircursos @curtircursos curtircursos.blogspot.com http://curtircursos.nossoscursos.com.br/

×