Demonstração agnelo piva

412 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
412
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Demonstração agnelo piva

  1. 1. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVADEMONSTRAÇÃO TÉCNICA EDEMONSTRAÇÃO TÉCNICA EFINANCEIRA DA APLICAÇÃOFINANCEIRA DA APLICAÇÃODOS RECURSOS DODOS RECURSOS DODOS RECURSOS DODOS RECURSOS DOCOMITÊ OLÍMPICO BRASILEIROCOMITÊ OLÍMPICO BRASILEIRO–– 20102010 ––
  2. 2. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVAARRECADAÇÃOARRECADAÇÃOARRECADAÇÃOARRECADAÇÃO–– de janeiro a dezembro de 2010de janeiro a dezembro de 2010 ––
  3. 3. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVANORMAS DE APLICAÇÃO DOS RECURSOS DO COBNORMAS DE APLICAÇÃO DOS RECURSOS DO COBDe acordo com a Lei Agnelo/Piva os recursos devem ser aplicadosexclusivamente em seis ações, conforme estabelece a InstruçãoNormativa 039/2001 do TCU, a saber:1.1 Programas e projetos de fomento1.2 Manutenção da Entidade2.3 Formação de recursos humanos3.4 Preparação técnica3.5 Manutenção de atletas4.6 Organização e participação em eventos esportivos
  4. 4. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVADESCRIÇÃO DAS AÇÕESDESCRIÇÃO DAS AÇÕESAção 1.1 - Programas e Projetos de Fomento• Desenvolvimento de candidaturas para sediar eventos esportivosinternacionais no Brasil, tais como: Jogos Olímpicos, Jogos Pan-americanos, Campeonatos Mundiais, Competições Pré-Olímpicas,Jogos Sul-americanos, torneios e competições internacionais.• Aquisição de equipamentos e materiais esportivos e• Aquisição de equipamentos e materiais esportivos eadministrativos para o COB e para as Confederações BrasileirasDirigentes dos Esportes Olímpicos.• Criação, adaptação, construção, instalação, administração emanutenção de unidades como: Centro Olímpico deDesenvolvimento de Talentos, Museu Olímpico, AcademiaOlímpica, Centro Olímpico de Alto Rendimento e Centro deTreinamento.
  5. 5. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVADESCRIÇÃO DAS AÇÕESDESCRIÇÃO DAS AÇÕESAção 1.2 – Manutenção da Entidade• Manutenção administrativa do Comitê Olímpico Brasileiro e dasConfederações Brasileiras Dirigentes dos Esportes Olímpicos.
  6. 6. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVADESCRIÇÃO DAS AÇÕESDESCRIÇÃO DAS AÇÕESAção 2.3 – Formação de Recursos Humanos• Organização e realização de cursos técnicos, de gestão, medicinaesportiva e antidoping, no Brasil.• Organização e realização de assembléias, congressos, seminários,feiras e simpósios na área esportiva, no Brasil.feiras e simpósios na área esportiva, no Brasil.• Participação em simpósios, seminários sobre esporte, gestão,medicina esportiva e antidoping, no Brasil e no exterior.• Formação de profissionais e mão-de-obra especializados na áreaesportiva.
  7. 7. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVADESCRIÇÃO DAS AÇÕESDESCRIÇÃO DAS AÇÕESAção 3.4 - Preparação Técnica• Treinamento, no Brasil e no exterior, das equipes das diversasmodalidades esportivas que integrarão as delegações do COB paraparticipar dos Jogos Olímpicos de Verão, Jogos Olímpicos deInverno, Jogos Pan-americanos e Jogos Sul-americanos.• Pagamento da infra-estrutura de treinamento e contratação decomissões técnicas remuneradas.
  8. 8. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVADESCRIÇÃO DAS AÇÕESDESCRIÇÃO DAS AÇÕESAção 3.5 – Manutenção de Atletas• Auxílio de manutenção, alimentação e instrução.• Pagamento de despesas realizadas por ocasião dos treinamentose competições.• Ajuda de custo ou diárias destinadas à manutenção e locomoção.• Todas as despesas citadas poderão ocorrer no Brasil ou noexterior.
  9. 9. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVADESCRIÇÃO DAS AÇÕESDESCRIÇÃO DAS AÇÕESAção 4.6 – Organização e Participação em Eventos Esportivos• Organização, realização e participação em competições esportivasnacionais e internacionais, no Brasil.• Participação em treinamentos e competições esportivas, oficiais eamistosas, no exterior.amistosas, no exterior.
  10. 10. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVAARRECADAÇÃOARRECADAÇÃO–– de janeiro a dezembro de 2010de janeiro a dezembro de 2010 ––
  11. 11. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVAARRECADAÇÃOARRECADAÇÃO–– de janeiro a dezembro de 2010de janeiro a dezembro de 2010 ––Realizado 2010 (R$)RECEITA TOTAL 142.704.681,74Total aplicado no COB 47.176.293,691.1 Programas e Projetos de Fomento 12.337.434,341.2 Manutenção da Entidade 24.224.043,532.3 Formação de Recursos Humanos 180.459,263.4 Preparação Técnica 6.197.050,963.5 Manutenção de Atletas3.5 Manutenção de Atletas4.6 Eventos Esportivos 4.237.305,60Total aplicado nas Confederações 45.709.454,23Pelas Confederações 45.709.454,23Total aplicado no Esporte Escolar 8.019.153,194.6 Eventos Esportivos 8.019.153,19Total aplicado no Esporte Universitário 4.912.159,354.6 Eventos Esportivos 4.912.159,35Variação (Diferença entre Arrecadação e Recursos Aplicados) * 36.887.621,28* A Arrecadação de Recursos leva em consideração o Regime de Caixa e a Aplicação de Recursos leva emconsideração o Regime de Competência.
  12. 12. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVAAPLICAÇÃO DE RECURSOS NASAPLICAÇÃO DE RECURSOS NASCONFEDERAÇÕES POR AÇÃOCONFEDERAÇÕES POR AÇÃO–– de janeiro a dezembro de 2010de janeiro a dezembro de 2010 --
  13. 13. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVAAPLICAÇÃO DE RECURSOS DO COBAPLICAÇÃO DE RECURSOS DO COBEsporte EscolarEsporte Escolar-- de janeiro a dezembro de 2010de janeiro a dezembro de 2010 --
  14. 14. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVAAPLICAÇÃO DE RECURSOS DO COBAPLICAÇÃO DE RECURSOS DO COBEsporte UniversitárioEsporte Universitário-- de janeiro a dezembro de 2010de janeiro a dezembro de 2010 --
  15. 15. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVASALDO DE CAIXA EM 31/12/2010SALDO DE CAIXA EM 31/12/20101. Os números acima refletem exatamente a posiçãodos saldos do dia 31 de dezembro de 2010.2. Todos os recursos disponíveis estão depositadosem caderneta de poupança na Caixa EconômicaFederal (CEF).3. O saldo de caixa em 31 de dezembro de 2010 seráimpactado em 2011 por compromissos que estãono “contas a pagar” do mês de dezembro de 2010.
  16. 16. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVATRTRÂÂMITES PARA LIBERAÇÃO DE RECURSOSMITES PARA LIBERAÇÃO DE RECURSOSAÇÃO RESPONSABILIDADE1. Elaborar plano de trabalho Confederações2. Elaborar plano orçamentário anual Confederações3. Aprovar o plano de trabalho Comitê Olímpico Brasileiro4. Encaminhar o projeto ao COB Confederações5. Protocolar a solicitação Comitê Olímpico Brasileiro5. Protocolar a solicitação Comitê Olímpico Brasileiro6. Analisar a solicitação Comitê Olímpico Brasileiro7. Aprovar a solicitação Comitê Olímpico Brasileiro8. Liberar os recursos da solicitação Comitê Olímpico Brasileiro9. Executar o projeto Confederações10. Acompanhar o projeto Comitê Olímpico Brasileiro11. Prestar contas do projeto Confederações12. Analisar a prestação de contas Comitê Olímpico Brasileiro13. Aprovar a prestação de contas Comitê Olímpico Brasileiro
  17. 17. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVAPROJETOS APROVADOSPROJETOS APROVADOSEm 2010 o Comitê Olímpico Brasileiroaprovou 4.466 projetos, sendo4.222 do percentual das4.222 do percentual dasConfederações e 244 do Fundo deReservas, uma média de 18,61projetos/dia (240 dias úteis).
  18. 18. GESTÃOGESTÃOADMINISTRATIVAADMINISTRATIVAADMINISTRATIVAADMINISTRATIVA
  19. 19. SEDES DAS ENTIDADESSEDES DAS ENTIDADES1612141618PRÓPRIA CEDIDAALUGADA NÃO POSSUI74002468102000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  20. 20. SEDES DAS ENTIDADESSEDES DAS ENTIDADESPRÓPRIAPRÓPRIA2000 Basquete; Futebol; Hipismo; Tiro Esportivo; Vela e Voleibol2002 Basquete; Futebol; Hipismo; Tiro Esportivo; Vela e Voleibol2003 Basquete; Futebol; Hipismo; Tiro Esportivo; Vela e Voleibol2004 Basquete; Futebol; Hipismo; Tiro Esportivo; Vela e Voleibol2005 Basquete; Futebol; Hipismo; Judô; Tiro Esportivo e Vela2006 Basquete; Futebol; Judô; Tiro Esportivo e Vela2007 Basquete; Futebol; Tênis de Mesa e Tiro Esportivo2008 Basquete; Futebol e Tiro Esportivo2009 Basquete; Tênis de Mesa; Tiro Esportivo2010 Basquete; Hipismo; Tênis de Mesa; Tiro Esportivo
  21. 21. SEDES DAS ENTIDADESSEDES DAS ENTIDADESCEDIDACEDIDA2000Atletismo; Boxe; Levantamento de Peso; Lutas; Remo; Taekwondo;Tênis de Mesa e Triathlon2002Boxe; Esgrima; Levantamento de Peso; Lutas; Pentatlo Moderno; Remo;Taekwondo e Tênis de Mesa2003Boxe; Esgrima; Hóquei sobre Grama; Levantamento de Peso; PentatloModerno; Remo; Taekwondo e Tênis de Mesa2004Boxe; Esgrima; Hóquei sobre Grama; Levantamento de Peso; PentatloModerno; Remo; Taekwondo; Tênis de Mesa e Tiro com Arco2005Boxe; Ciclismo; Desportos Aquáticos; Desportos na Neve; Esgrima; Ginástica;Hóquei sobre Grama; Levantamento de Peso; Pentatlo Moderno;Remo; Taekwondo; Tênis de Mesa e Tiro com Arco2006Boxe; Ciclismo; Desportos Aquáticos; Desportos na Neve; Esgrima; Ginástica;Levantamento de Peso; Remo; Taekwondo e Tênis de Mesa2007Boxe; Desportos na Neve; Esgrima; Ginástica; Judô;Levantamento de Peso; Remo; Taekwondo e Tiro com Arco2008Boxe; Ciclismo; Desportos na Neve; Desporto no Gelo; Desportos Aquáticos;Ginástica; Judô; Remo; Tênis de Mesa e Tiro com Arco2009Boxe; Ciclismo; Desportos Aquáticos; Desportos na Neve; Desporto no Gelo;Judô; Remo; Taekwondo; Tiro com Arco; Voleibol2010Boxe; Desportos Aquáticos; Desportos na Neve; Desportos no Gelo; Judô; Remo;Taekwondo
  22. 22. SEDES DAS ENTIDADESSEDES DAS ENTIDADESALUGADAALUGADA2000Beisebol/Softbol; Canoagem; Ciclismo; Desportos Aquáticos;Desportos na Neve; Desportosno Gelo; Ginástica; Handebol; Judô e Tênis de Mesa2002Atletismo; Badminton; Beisebol/Softbol; Canoagem; Ciclismo; Desportos Aquáticos;Desportos na Neve; Desportos no Gelo; Ginástica; Handebol; Judô; Tênis de Mesa;Tiro com Arco e Triathlon2003Atletismo; Badminton; Beisebol/Softbol; Canoagem; Ciclismo; Desportos Aquáticos;Desportos na Neve; Desportos no Gelo; Ginástica; Handebol; Judô; Lutas;Tênis de Mesa; Tiro com Arco e Triathlon2004Atletismo; Badminton; Beisebol/Softbol; Canoagem; Ciclismo; Desportos Aquáticos;Desportos na Neve; Desportos no Gelo; Ginástica; Handebol; Judô; Lutas;Tênis de Mesa e Triathlon2005Atletismo; Badminton; Beisebol/Softbol; Canoagem; Desportos no Gelo; Handebol; Lutas;Tênis de Mesa; Triathlon e Voleibol2006Atletismo; Badminton; Beisebol/Softbol; Canoagem; Desportos no Gelo; Handebol; Hipismo;Hóquei sobre Grama; Lutas; Pentatlo Moderno; Tênis de Mesa; Tiro com Arco; Triathlon eVoleibol2007Atletismo; Badminton; Beisebol/Softbol; Canoagem; Ciclismo; Desportos Aquáticos;Desportos no Gelo; Handebol; Hipismo; Hóquei sobre Grama; Lutas; Pentatlo Moderno;Triathlon; Vela e Voleibol2008Atletismo; Badminton; Beisebol/Softbol; Canoagem; Esgrima; Handebol;Hóquei sobre Grama; Hipismo; Levantamento de Peso; Lutas; Pentatlo Moderno; Taekwondo;Tênis; Triathlon; Vela e Voleibol2009Atletismo; Badminton; Canoagem; Esgrima; Ginástica; Handebol; Hipismo; Hóquei sobreGrama; Levantamento de Peso; Lutas; Pentatlo Moderno; Tênis; Triathlon; Vela2010Atletismo; Badminton; Canoagem; Ciclismo; Esgrima; Ginástica; Handebol;Hóquei sobre Grama; Levantamento de Peso; Lutas; Pentatlo Moderno; Tênis; Tiro com Arco;Triathlon; Voleibol; Vela
  23. 23. SEDES DAS ENTIDADESSEDES DAS ENTIDADESNÃO POSSUINÃO POSSUI2000 Badminton; Esgrima; Pentatlo Moderno e Tiro com Arco200220032004200520062007200820092010
  24. 24. FEDERAÇÕES ESTADUAIS FILIADAS ÀSFEDERAÇÕES ESTADUAIS FILIADAS ÀSCONFEDERAÇÕESCONFEDERAÇÕES –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADE14131214161827 17 a 2606 a 16 menos de 068702468102000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  25. 25. FEDERAÇÕES ESTADUAIS FILIADAS ÀSFEDERAÇÕES ESTADUAIS FILIADAS ÀSCONFEDERAÇÕESCONFEDERAÇÕES –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADE2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Atletismo 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27Badminton 07 07 07 08 09 10 13 13 13 14Basquete 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27Boxe 23 23 24 26 26 27 27 25 26 26Canoagem – slalom 06 06 07 07 08 08 13 12 11 15Canoagem – velocidade 15 15 17 17 14 16 13 13 11 15Canoagem – velocidade 15 15 17 17 14 16 13 13 11 15Ciclismo – BMX 17 27 27 27 27 27Ciclismo – estrada 27 27 26 26 25 27 27 27 27 27Ciclismo – mountain bike 27 27 26 26 25 27 27 27 27 27Ciclismo – pista 04 04 04 04 05 27 27 27 27 27Desportos na Neve 03 03 03 03 03 03 03 05 05 05Desportos no Gelo 03 03 03 03 03 03 03 03 03 03Esgrima 04 04 04 04 04 04 04 04 04 04Futebol 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27
  26. 26. FEDERAÇÕES ESTADUAIS FILIADAS ÀSFEDERAÇÕES ESTADUAIS FILIADAS ÀSCONFEDERAÇÕESCONFEDERAÇÕES –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADE2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Ginástica Artística – fem. 14 19 19 19 15 14 19 18 12 17Ginástica Artística – masc. 10 10 10 10 13 13 09 16 10 15Ginástica Rítmica 15 19 19 19 16 14 16 17 15 19Ginástica Trampolim 05 05 05 05 06 05 05 05 04 06Handebol 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27Hipismo – adestramento 15 16 18 18 19 08 10 10 10 20Hipismo – CCE 15 16 18 18 05 08 05 05 05 20Hipismo – saltos 15 16 18 18 19 19 20 20 20 20Hóquei sobre Grama 03 03 03 03 03 03 03 05Judô 26 26 27 27 27 27 27 27 27 27Levantamento de Peso 02 02 04 04 04 03 03 03 03 04Lutas 10 13 14 14 14 17 20 21 21 19Maratona Aquática 27 27Nado Sincronizado 09 10 11 15 16 16 17 18 18 17
  27. 27. FEDERAÇÕES ESTADUAIS FILIADAS ÀSFEDERAÇÕES ESTADUAIS FILIADAS ÀSCONFEDERAÇÕESCONFEDERAÇÕES –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADE2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Natação 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27Pentatlo Moderno 03 05 05 05 05 06 05 04 03Pólo Aquático 16 17 17 17 15 17 17 17 17 17Remo 13 13 13 13 14 14 14 14 14 10Saltos Ornamentais 05 05 06 06 07 05 05 05 05 05Taekwondo 27 27 27 26 26 26 26 27 27 27Tênis 24 25 25 25 25 25 25 25 26 26Tênis de Mesa 23 24 24 24 24 26 23 26 26 26Tiro com Arco 07 07 07 08 11 12 09 09 10 11Tiro Esportivo 19 19 19 19 21 20 20 20 21 21Triathlon 13 15 16 16 19 19 19 20 20 20Vela 12 12 12 08 13 16 08 09 14 07Vôlei de Praia 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27Voleibol 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27
  28. 28. PATROCÍNIOPATROCÍNIO –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADE25253035POSSUI NÃO POSSUI17051015202000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  29. 29. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Atletismo X X X X X X X X X XBadmintonBasquete X X X X X X X X X XBoxe XCanoagem – slalom X XCanoagem – velocidade X X X XPATROCÍNIOPATROCÍNIO –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADECanoagem – velocidade X X X XCiclismo – BMX X XCiclismo – estrada X XCiclismo – mountain bike X XCiclismo – pista X XDesportos na Neve X X XDesportos no Gelo XEsgrimaFutebol X X X X X X X X X X
  30. 30. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Ginástica Artística – fem. X X X X X X XGinástica Artística – masc. X X X X XGinástica Rítmica X X X XGinástica Trampolim X X X XHandebol X X X X X X X XHipismo – adestramentoPATROCÍNIOPATROCÍNIO –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADEHipismo – adestramentoHipismo – CCE XHipismo – saltosHóquei sobre GramaJudô X X X X X XLevantamento de PesoLutas X X X XMaratona Aquática X XNado Sincronizado X X X X X X X X X X
  31. 31. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Natação X X X X X X X X X XPentatlo Moderno XPólo Aquático X X X X X X X X X XRemoSaltos Ornamentais X X X X X X X X X XTaekwondoPATROCÍNIOPATROCÍNIO –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADETaekwondoTênis X X X X X XTênis de Mesa X X X X X X XTiro com ArcoTiro Esportivo X X X X XTriathlon X X X X X XVela X X XVôlei de Praia X X X X X X X X X XVoleibol X X X X X X X X X X
  32. 32. FORNECEDOR DE MATERIAL ESPORTIVOFORNECEDOR DE MATERIAL ESPORTIVO ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADE27253035POSSUI NÃO POSSUI15051015202000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  33. 33. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Atletismo X X X X X X X X XBadmintonBasquete X X X X X X X X XBoxe XCanoagem – slalomCanoagem – velocidadeFORNECEDOR DE MATERIAL ESPORTIVOFORNECEDOR DE MATERIAL ESPORTIVO ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADECanoagem – velocidadeCiclismo – BMXCiclismo – estrada XCiclismo – mountain bikeCiclismo – pistaDesportos na Neve X X X XDesportos no GeloEsgrimaFutebol X X X X X X X X X X
  34. 34. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Ginástica Artística – fem.Ginástica Artística – masc.Ginástica RítmicaGinástica TrampolimHandebol X X X X X X X X X XFORNECEDOR DE MATERIAL ESPORTIVOFORNECEDOR DE MATERIAL ESPORTIVO ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADEHipismo – adestramento XHipismo – CCE XHipismo – saltos XHóquei sobre GramaJudô X X XLevantamento de PesoLutasMaratona Aquática X XNado Sincronizado X X X X X X X X X X
  35. 35. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Natação X X X X X X X X X XPentatlo ModernoPólo Aquático X X X X X X X X X XRemoSaltos Ornamentais X X X X X X X X X XFORNECEDOR DE MATERIAL ESPORTIVOFORNECEDOR DE MATERIAL ESPORTIVO ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADETaekwondoTênis X X XTênis de Mesa X X X X X X X X XTiro com ArcoTiro Esportivo X XTriathlonVela XVôlei de Praia X X X X X X X X X XVoleibol X X X X X X X X X X
  36. 36. CENTROS DE TREINAMENTOCENTROS DE TREINAMENTO ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADE25303540POSSUI NÃO POSSUI241805101520252000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  37. 37. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Atletismo X X X X X X X X X XBadminton X X X X X X X X XBasquete XBoxe X X X X X X X X XCanoagem – slalom X X X X X X X XCanoagem – velocidade X X X X X X X X XCENTROS DE TREINAMENTOCENTROS DE TREINAMENTO ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADECanoagem – velocidade X X X X X X X X XCiclismo – BMXCiclismo – estradaCiclismo – mountain bikeCiclismo – pista X X XDesportos na NeveDesportos no GeloEsgrima X X X X X X X XFutebol X X X X X X X X X X
  38. 38. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Ginástica Artística – fem. X X X X X X X X X XGinástica Artística – masc. - X X X X X X XGinástica Rítmica X X X X X X X X X XGinástica Trampolim X X X XHandebol XCENTROS DE TREINAMENTOCENTROS DE TREINAMENTO ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADEHipismo – adestramentoHipismo – CCEHipismo – saltosHóquei sobre Grama X X X X X XJudô X X X XLevantamento de Peso X X X X X X X X XLutas X X X X X XMaratona AquáticaNado Sincronizado
  39. 39. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010NataçãoPentatlo Moderno X X X X X XPólo Aquático XRemo X X XSaltos Ornamentais X X X X X X X XCENTROS DE TREINAMENTOCENTROS DE TREINAMENTO ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADETaekwondo X X X X XTênisTênis de Mesa X X X X X X X XTiro com Arco X X X X X X X XTiro Esportivo X X X X X XTriathlon X X X X XVela X X X X X X XVôlei de Praia X X X X X X X XVoleibol X X X X X X X X
  40. 40. DESENVOLVIMENTODESENVOLVIMENTOTÉCNICOTÉCNICOTÉCNICOTÉCNICO
  41. 41. DISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICADISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICAESPORTIVAESPORTIVA –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADE3835403635404550NORTE NORDESTE CENTRO-OESTESUDESTE SUL310510152025302000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  42. 42. DISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICADISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICAESPORTIVAESPORTIVA –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADE• Houve a inclusão do badminton, da canoagem velocidade eda vela na região norte, e as demais regiões mantiveram onúmero de modalidades praticadas.• Em decorrência direta da aplicação dos recursos da LeiAgnelo/Piva, atletas de diferentes modalidades dessasAgnelo/Piva, atletas de diferentes modalidades dessasregiões estão tendo acesso a treinamento e participando decompetições.
  43. 43. NNCiclismo – Mountain Bike TênisFutebol Tênis de MesaGinástica – Artística (F) Tiro com ArcoGinástica – Artística (M) Tiro EsportivoGinástica – Rítmica TriathlonHandebol VelaHipismo – Adestramento Vôlei de PraiaDISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICADISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICAESPORTIVAESPORTIVA –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADEHipismo – Adestramento Vôlei de PraiaHipismo – Saltos VoleibolJudôAtletismo LutasBadminton Maratona AquáticaBasquetebol Nado SincronizadoBoxe NataçãoCanoagem – Velocidade RemoCiclismo – BMX Saltos OrnamentaisCiclismo – Estrada Taekwondo
  44. 44. NENEDISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICADISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICAESPORTIVAESPORTIVA –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADECiclismo – Mountain Bike Polo AquáticoFutebol RemoGinástica – Artística (F) Saltos OrnamentaisGinástica – Artística (M) TaekwondoGinástica – Rítmica TênisHandebol Tênis de MesaHipismo – Adestramento Tiro com ArcoHipismo – Adestramento Tiro com ArcoHipismo – Saltos Tiro EsportivoHóquei sobre Grama TriathlonAtletismo Judô VelaBadminton Levantamento de Peso Vôlei de PraiaBasquetebol Lutas VoleibolBoxe Maratona AquáticaCanoagem – Velocidade Nado SincronizadoCiclismo – BMX NataçãoCiclismo – Estrada Pentatlo Moderno
  45. 45. Ciclismo – Estrada Maratona AquáticaCiclismo – Mountain Bike Nado SincronizadoCiclismo – Pista NataçãoEsgrima Polo AquáticoFutebol RemoGinástica – Artística (F) Saltos OrnamentaisGinástica – Artística (M) TaekwondoDISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICADISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICAESPORTIVAESPORTIVA –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADECOCOGinástica – Artística (M) TaekwondoGinástica – Rítmica TênisGinástica – Trampolim Tênis de MesaAtletismo Handebol Tiro com ArcoBadminton Hipismo – Adestramento Tiro EsportivoBasquetebol Hipismo – CCE TriathlonBoxe Hipismo – Saltos VelaCanoagem – Slalom Hóquei sobre Grama Vôlei de PraiaCanoagem – Velocidade Judô VoleibolCiclismo – BMX Lutas
  46. 46. Ciclismo – Mountain Bike Nado SincronizadoCiclismo – Pista NataçãoEsgrima Pentatlo ModernoFutebol Polo AquáticoGinástica – Artística (F) RemoGinástica – Artística (M) Saltos OrnamentaisGinástica – Rítmica TaekwondoDISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICADISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICAESPORTIVAESPORTIVA –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADESDSDGinástica – Trampolim TênisHandebol Tênis de MesaAtletismo Hipismo – Adestramento Tiro com ArcoBadminton Hipismo – CCE Tiro EsportivoBasquetebol Hipismo – Saltos TriathlonBoxe Hóquei sobre Grama VelaCanoagem – Slalom Judô Vôlei de PraiaCanoagem – Velocidade Levantamento de Peso VoleibolCiclismo – BMX LutasCiclismo – Estrada Maratona Aquática
  47. 47. Ciclismo – Mountain Bike Polo AquáticoCiclismo – Pista RemoEsgrima TaekwondoFutebol TênisGinástica – Artística (F) Tênis de MesaGinástica – Artística (M) Tiro com ArcoGinástica – Rítmica Tiro EsportivoSSDISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICADISTRIBUIÇÃO REGIONAL DA PRÁTICAESPORTIVAESPORTIVA –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADEHandebol TriathlonHipismo – Adestramento VelaAtletismo Hipismo – CCE Vôlei de PraiaBadminton Hipismo – Saltos VoleibolBasquetebol Hóquei sobre GramaBoxe JudôCanoagem – Slalom LutasCanoagem – Velocidade Maratona AquáticaCiclismo – BMX Nado SincronizadoCiclismo – Estrada NataçãoSS
  48. 48. COMISSÕES TÉCNICASCOMISSÕES TÉCNICAS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADE413035404550POSSUI NÃO POSSUIA Lei Agnelo/Piva tem permitido a contratação de comissões técnicas pelasConfederações resultando na melhoria e desenvolvimento da performance dos atletas.10510152025302000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  49. 49. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Atletismo X X X X X X X X XBadminton X X X X X X X XBasquete X X X X X X X X X XBoxe X X X X X X X X X XCanoagem – slalom X X X X X X X X XCanoagem – velocidade X X X X X X X X X XCOMISSÕES TÉCNICASCOMISSÕES TÉCNICAS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADECanoagem – velocidade X X X X X X X X X XCiclismo – BMX X X X X XCiclismo – estrada X X X X XCiclismo – mountain bike X X X X XCiclismo – pista X X X X X XDesportos na Neve X X X X X X X X XDesportos no Gelo X X XEsgrima X X X X X X X X XFutebol X X X X X X X X X X
  50. 50. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Ginástica Artística – fem. X X X X X X X X X XGinástica Artística – masc. X X X X X X X XGinástica Rítmica X X X X X X X X X XGinástica Trampolim X X X X XHandebol X X X X X X X X X XCOMISSÕES TÉCNICASCOMISSÕES TÉCNICAS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADEHipismo – adestramento X X X X X X XHipismo – CCE X X X X X X XHipismo – saltos X X X X X X X XHóquei sobre Grama X X X X X X XJudô X X X X X X X XLevantamento de Peso X X X X X X X XLutas X X X X X X X XMaratona Aquática X XNado Sincronizado X X X X X X X X X
  51. 51. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Natação X X X X X X X X X XPentatlo Moderno X X X X X X XPólo Aquático X X X X X X X X X XRemo - X X X X X X X XSaltos Ornamentais X X X X X X X X X XCOMISSÕES TÉCNICASCOMISSÕES TÉCNICAS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADETaekwondo X X X X X X X XTênis X X X X X X X X X XTênis de Mesa X X X X X X X X XTiro com Arco X X X X X X X XTiro Esportivo X X X X X X X X XTriathlon X X X X X X X X XVela X X X X X X X X XVôlei de Praia X X X X X XVoleibol X X X X X X X X X X
  52. 52. TÉCNICOS ESTRANGEIROSTÉCNICOS ESTRANGEIROS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADE222020253035POSSUI NÃO POSSUIA contratação de técnicos estrangeiros permitiu a melhoria do nível de treinamento dos atletas e atransferência de conhecimento. O interesse dos técnicos estrangeiros de vir para o Brasildemonstra o crescimento do esporte nacional.20051015202000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  53. 53. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Atletismo X X X X X XBadmintonBasquete X X XBoxe X X X X X X X X X XCanoagem – slalom X X X X X X X XCanoagem – velocidade X X X X X X X X XTÉCNICOS ESTRANGEIROSTÉCNICOS ESTRANGEIROS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADECanoagem – velocidade X X X X X X X X XCiclismo – BMXCiclismo – estradaCiclismo – mountain bikeCiclismo – pistaDesportos na Neve X X X X X X X X X XDesportos no Gelo X X XEsgrima X X X X X X XFutebol
  54. 54. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Ginástica Artística – fem. X X X X X X X X X XGinástica Artística – masc. X X X XGinástica Rítmica X X X X XGinástica TrampolimHandebol X X X X X X X XTÉCNICOS ESTRANGEIROSTÉCNICOS ESTRANGEIROS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADEHipismo – adestramento X X X X X XHipismo – CCE X X X X XHipismo – saltos XHóquei sobre Grama X X X XJudôLevantamento de Peso X X X X X X XLutas X X X X XMaratona AquáticaNado Sincronizado
  55. 55. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Natação XPentatlo Moderno X XPólo Aquático X X X X X XRemo X X X X X X XSaltos Ornamentais X X X X X X XTÉCNICOS ESTRANGEIROSTÉCNICOS ESTRANGEIROS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADETaekwondo X X X X XTênis X XTênis de Mesa X X X X X X XTiro com Arco X X X X X XTiro Esportivo X X X X XTriathlon XVelaVôlei de PraiaVoleibol
  56. 56. TÉCNICOS ESTRANGEIROSTÉCNICOS ESTRANGEIROS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADE5245505560QUANTIDADE DE TÉCNICOS ESTRANGEIROS POR MODALIDADE20253035402000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  57. 57. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Atletismo 02 04 04BadmintonBasquete 01 01 02Boxe 03 03 03 03 03 01 01Canoagem – slalom 01 01 01 01 01Canoagem – velocidade 01 01 01 01 01 01TÉCNICOS ESTRANGEIROSTÉCNICOS ESTRANGEIROS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADECanoagem – velocidade 01 01 01 01 01 01Ciclismo – BMXCiclismo – estradaCiclismo – mountain bikeCiclismo – pistaDesportos na Neve 03 03 03 03 13 19 11Desportos no Gelo 04 04 05Esgrima 02 03 03 03 03 08Futebol
  58. 58. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Ginástica Artística – fem. 03 03 03 03 03 01 01Ginástica Artística – masc. 02 01Ginástica Rítmica 01 01Ginástica TrampolimHandebol 01 02 02 02 02 02 02TÉCNICOS ESTRANGEIROSTÉCNICOS ESTRANGEIROS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADEHipismo – adestramento 01 01 01 01 01 01Hipismo – CCE 01 01 01 01Hipismo – saltos 01Hóquei sobre Grama 01 03 05 02JudôLevantamento de Peso 01 01 01 01 01 01 01Lutas 02 04 02Maratona AquáticaNado Sincronizado
  59. 59. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Natação 02Pentatlo Moderno 01 01Pólo Aquático 01 02 01Remo 01 01 01 01 01 01Saltos Ornamentais 01 01 01 01TÉCNICOS ESTRANGEIROSTÉCNICOS ESTRANGEIROS –– POR MODALIDADEPOR MODALIDADETaekwondo 01 01 01 01 01Tênis 01 01Tênis de Mesa 01 01 01 01 01 01 01Tiro com Arco 01 01 01 01 01 01Tiro Esportivo 02 02 01 03 03Triathlon 01VelaVôlei de PraiaVoleibol
  60. 60. 26253035POSSUI NÃO POSSUIEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTESEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTES ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADE16051015202000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  61. 61. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Atletismo X X X X X X X X X XBadminton X X X X X X XBasquete X X X XBoxe X X X X X X X X X XCanoagem – slalom X X X X X X X XCanoagem – velocidade X X X X X X X X X XEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTESEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTES ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADECanoagem – velocidade X X X X X X X X X XCiclismo – BMXCiclismo – estradaCiclismo – mountain bikeCiclismo – pistaDesportos na Neve X X X X X X XDesportos no Gelo X X X X XEsgrima X X X X X XFutebol
  62. 62. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Ginástica Artística – fem. X X X X X X X X XGinástica Artística – masc. X X X X X X X X XGinástica Rítmica X X X X X X X X XGinástica Trampolim X X X X X XHandebol X X X X X X X X XEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTESEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTES ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADEHipismo – adestramentoHipismo – CCE XHipismo – saltosHóquei sobre Grama X X X X X XJudô X X X X X X X X XLevantamento de Peso X X X X X X X X XLutas X X X X X X XMaratona AquáticaNado Sincronizado X X X X X X X X X
  63. 63. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Natação X X X X X X X XPentatlo Moderno X X X X X X XPólo Aquático X X X X X X X X X XRemo X X X X X X XSaltos Ornamentais X X X X X X X XEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTESEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTES ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADETaekwondo X X X X X X X X XTênis X X X XTênis de Mesa X X X X X X X XTiro com Arco X X X X XTiro Esportivo X X X X X X X X XTriathlon X X X X X X X X XVela X X X X X X X X X XVôlei de Praia X XVoleibol
  64. 64. 615550600650700750QUANTIDADE DE ATLETASEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTESEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTES ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADE1502002503003504004505002000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
  65. 65. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Atletismo 72 93 20 20 110 105 35 63 65 65Badminton 36 10 10 16 16 14 01Basquete 24 24 24 24Boxe 24 24 22 22 20 22 22 22 18 20Canoagem – slalom 19 08 10 10 15 15 08 08Canoagem – velocidade 24 12 30 12 40 40 21 21 48 36EQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTESEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTES ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADECanoagem – velocidade 24 12 30 12 40 40 21 21 48 36Ciclismo – BMXCiclismo – estradaCiclismo – mountain bikeCiclismo – pistaDesportos na Neve 08 08 08 08 08 08 10Desportos no Gelo 22 10 05 12 05Esgrima 08 08 06 06 18 06Futebol
  66. 66. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Ginástica Artística – fem. 09 09 11 14 14 10 08 12 12Ginástica Artística – masc. 08 07 07 09 07 05 02 12 12Ginástica Rítmica 12 10 10 16 15 11 08 15 18Ginástica Trampolim 01 09 06 03 08 10Handebol 60 50 42 42 40 40 40 40 42EQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTESEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTES ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADEHipismo – adestramentoHipismo – CCE 12Hipismo – saltosHóquei sobre Grama 36 51 50 50 45 60Judô 56 28 28 28 28 28 28 33 56Levantamento de Peso 19 25 16 32 16 08 08 14 14Lutas 03 21 23 18 65 21 42Maratona AquáticaNado Sincronizado 20 20 20 11 24 28 24 24 24
  67. 67. 2000 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Natação 14 23 40 10 20 24 24 16Pentatlo Moderno 08 08 12 10 08 06 06Pólo Aquático 20 40 36 36 30 33 36 30 40 40Remo 14 15 15 11 12 06 06Saltos Ornamentais 06 06 04 08 08 04 03 03EQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTESEQUIPES OLÍMPICAS PERMANENTES ––POR MODALIDADEPOR MODALIDADETaekwondo 34 32 32 18 16 16 16 16Tênis 04 06 13 13Tênis de Mesa 06 10 10 15 16 08 08 08Tiro com Arco 12 32 12 12 08Tiro Esportivo 48 34 34 40 24 29 02 40 40Triathlon 10 10 10 08 08 06 10 08 20Vela 18 30 30 15 15 15 12 16 18 19Vôlei de Praia 04 04Voleibol
  68. 68. LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVADESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICODO TRABALHO DE BASE E DEDO TRABALHO DE BASE E DEDO TRABALHO DE BASE E DEDO TRABALHO DE BASE E DEALTO RENDIMENTO PORALTO RENDIMENTO PORMODALIDADE OLÍMPICAMODALIDADE OLÍMPICA–– de janeiro a dezembro de 2010de janeiro a dezembro de 2010 ––
  69. 69. TRABALHO DE BASEBASE NO ALTO RENDIMENTOBASE NO ALTO RENDIMENTOOBJETIVO:Desenvolver talentos já detectados nas categorias infanto-juvenil, juvenil e Juniores.Projetos das Confederações com acompanhamento do COB(seleções estaduais, regionais, nacionais, Equipe OlímpicaPermanente, etc.).Campeonatos estaduais, regionais, nacionais e competiçõesinternacionais.
  70. 70. Os recursos possibilitaram:planejar e executar projetos de desenvolvimento dasmodalidades esportivas;trabalhar o aprimoramento e o aperfeiçoamento de vários atletase jovens promessas;LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVABENEFÍCIOS PARA AS MODALIDADESBENEFÍCIOS PARA AS MODALIDADESOLÍMPICASOLÍMPICASpromover o treinamento continuado e específico de atletas noBrasil e no exterior;melhorar o nível técnico de várias modalidades esportivas noBrasil, com conquistas nunca antes alcançadas;aumentar a participação de atletas e técnicos em competiçõesnacionais e internacionais;cumprir o calendário de competições das FederaçõesInternacionais em todas as modalidades;
  71. 71. Os recursos possibilitaram (cont.):criar e manter Equipes Olímpicas Permanentes, pagando auxíliomanutenção aos atletas e contratando mais comissões técnicas;implantar e melhorar a infra-estrutura de Centros deTreinamento;LEI AGNELO/PIVALEI AGNELO/PIVABENEFÍCIOS PARA AS MODALIDADESBENEFÍCIOS PARA AS MODALIDADESOLÍMPICASOLÍMPICASadquirir material específico para o desenvolvimento dasmodalidades;realizar cursos de formação, especialização e atualização detécnicos e árbitros;planejar e executar camping de treinamento para as equipesbrasileiras no Brasil e no exterior;planejar e executar a melhor preparação possível do esportebrasileiro dentro de um Ciclo Olímpico.
  72. 72. ATLETISMOATLETISMO
  73. 73. ATLETISMOATLETISMO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICO NA BASEDESENVOLVIMENTO TÉCNICO NA BASE1. Manteve técnicos especializados na preparação a e formação deatletas.2. Organizou os 09 eventos nacionais para todas as categorias.3. Apoiou as Olimpíadas Escolares 2010 (12 a 14 anos / 15 a 17 anos)visando à descoberta de novos talentos.4. Participou das seguintes competições internacionais:Campeonatos Sul Americano de Menores;Jogos Olímpicos da Juventude;Campeonato Mundial Juvenil.
  74. 74. ATLETISMOATLETISMO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO1. Organizou cursos de atualização e especialização para os técnicosbrasileiros (com recursos próprios).2. Manteve a contratação de técnicos especializados, brasileiros eestrangeiros, para ministrarem clínicas de treinamento durante oscampings realizados no Brasil.3. Proporcionou a participação em competições internacionais oficiais4. Proporcionou aos atletas nacionais, jovens promessa e técnicos, emtreinamentos no Brasil e em centros mais adiantados.5. Proporcionou treinamento multidisciplinar e científico durante o ano.
  75. 75. ATLETISMOATLETISMO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO6. Participou das seguintes competições internacionais:Campeonatos Sul Americanos (Marcha Atlética, Sub-23, corrida demontanha, seletiva para os jogos Olímpicos da Juventude);Jogos Olímpicos da Juventude;Jogos Desportivos CPLP;Campeonato Ibero-Americano de Atletismo;Campeonato Mundial Indoor;Campeonato Mundial Indoor;Campeonato Mundial de Cross Country;Copa Mundial de Marcha Atlética;Campeonato Mundial de Juvenil;Encontro Internacional de Provas Combinadas;Etapas de Grand Prix.
  76. 76. ATLETISMOATLETISMO -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OCAMPEONATO MUNDIAL DE BERLIMCAMPEONATO MUNDIAL DE BERLIM1. O Departamento Técnico do COB manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das equipes;2. Manteve uma comissão técnica específica remunerada para prepararas equipes (CBAT);3. Participou de campings internacionais de Salto com Vara e SaltosHorizontais;Horizontais;4. Participou com atletas de alto rendimento em competiçõesinternacionais;5. Elaborou um projeto de treinamento para o Campeonato MundialIndoor, em centros de treinamento específicos e com participação emcompetições internacionais, visando uma melhor preparaçãoindividual dos atletas;6. Intensificou o controle anti dopagem no país, com atuação firme epronta resposta nos casos identificados.
  77. 77. 1. Manteve as conquistas nos Campeonatos Sul Americanos nascategorias disputadas;2. Participação destacada com conquistas de medalhas, em etapas doCircuito Europeu de Atletismo, Torneios Internacionais e Grand Prix;3. Obteve 03 participações em finais no Campeonato Mundial Indoor emDoha/QAT;ATLETISMOATLETISMO -- 20102010 --RESULTADOS OBTIDOSRESULTADOS OBTIDOSDoha/QAT;Medalha de Ouro no Salto com Vara Feminino;Medalha de Bronze no Salto em Distância Feminino;6º lugar no Salto Triplo Masculino.
  78. 78. ATLETISMO - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  79. 79. ATLETISMO - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  80. 80. BADMINTONBADMINTON
  81. 81. BADMINTONBADMINTON -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO NA BASENA BASE1. Criou os Centros de Desenvolvimento na Paraíba e no Rio Grande doNorte.2. Manteve os núcleos para desenvolvimento de jovens talentos emBrasília, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, RioGrande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.3. Organizou os Campeonatos Brasileiros Pré-Mirim, Mirim, Infantil e3. Organizou os Campeonatos Brasileiros Pré-Mirim, Mirim, Infantil eJuvenil.4. Forneceu material específico para a difusão da modalidade nosnúcleos de desenvolvimento.5. Participou da seguinte competição internacional:Campeonato Pan-americano Junior;Campeonato Sul-americano Junior.
  82. 82. 1. Manteve o Centro de Treinamento para a seleção Brasileira nomasculino e no feminino em Canoas/RS e Campinas/SP.2. Manteve a comissão técnica remunerada para a preparação dasequipes Olímpicas Permanentes.3. Proporcionou treinamento específico no Brasil realizando intercâmbiocom outros países – CUBA.BADMINTONBADMINTON -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICOcom outros países – CUBA.4. Proporcionou treinamento e intercâmbio para o atleta Daniel Paiola,Hugo Artuso, Fabiana Silva e Yasmim Cury, no exterior.5. Proporcionou cursos de formação e atualização para técnicosbrasileiros.6. Organizou a XXV Edição do Brasil Internacional, aumentando onúmero de países participantes.7. Forneceu material específico para difusão da modalidade e parautilização no treinamento das equipes Olímpicas Permanentes.
  83. 83. 8. Participou em competições internacionais:Campeonato Pan-americano na Colômbia;Torneio Internacional;Etapas do Ranking Mundial Adulto;Mundial Adulto em Paris.BADMINTONBADMINTON -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO
  84. 84. BADMINTONBADMINTON -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 20121. Participação nos torneios e etapas Internacionais.Sul-americano Junior;Jogos Sul-americanos em Medellín;Pan-americano Junior na Rep. Dominicana;Pan-americano adulto no Brasil;Jogos Pan-americanos em Guadalajara;Thomas & Uber Cup no Peru;Campeonatos Mundiais Junior em Guadalajara.Campeonatos Mundiais Junior em Guadalajara.2. Preparação específica para o atleta Daniel Paiola, Hugo Artuso,Fabiana Silva e Yasmim Cury, visando a melhoria da classificação noranking mundial.3. Planejamento para desenvolvimento de outros atletas no masculino efeminino visando a participação em mais competições internacionais.
  85. 85. 1. Aumentou a conquista de medalhas no Campeonato Pan-americanoJúnior, superando as metas estabelecidas conquistado 25 medalhas.2. Pan –americano adulto - Colômbia, conquistaram a medalha de prata,superando a de bronze em 2007.3. Obteve resultados expressivos, conquistando medalhas em torneiosinternacionais.BADMINTONBADMINTON -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDASinternacionais.4. Manteve a conquista de medalhas nos Sul-americanos nas categoriasde base e adulto, conquistando a segunda colocação no quadro demedalhas.5. Sul americano adulto conquistou 8 medalhas sendo 1 de ouro, 2 deprata e 5 bronze.
  86. 86. BADMINTON - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  87. 87. BADMINTON - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  88. 88. BASQUETEBOLBASQUETEBOL
  89. 89. BASQUETEBOLBASQUETEBOL -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO NA BASENA BASE1. Apoiou e supervisionou os Campeonatos Brasileiros Sub-15 e Sub-17, no masculino e no feminino, que serviram como observação paraa convocação dos atletas para as Seleções Brasileiras de Base.2. Apoiou e participou de avaliações em todos os campeonatosbrasileiros, categorias sub-15 e sub-17, realizados pelas FederaçõesEstaduais das divisões: 1ª, 2ª e 3ª.3. Treinou as Seleções Brasileiras com comissões técnicas específicas,3. Treinou as Seleções Brasileiras com comissões técnicas específicas,visando aos Campeonatos de base do calendário internacional de2010.4. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Campeonato Sul-americano Sub-15 Masculino;Campeonato Sul-americano Sub-15 Feminino;Jogos Sul Americanos de Medelín Sub 18 Masculino;Jogos Sul Americanos de Medelín Sub 18 Feminino;Copa América Sub-18 Masculino;Copa América Sub-18 Feminino;Jogos Olímpicos da Juventude 3 x 3 Feminino;
  90. 90. 1. Foram criados projetos específicos para a preparação das seleçõesmasculinas e femininas, dando o suporte necessário para apreparação geral, visando a classificação para os pré-olímpicos de2011 e a participação nos Mundiais de 2010.2. Planejou a preparação das seleções para os atletas que atuam noBrasil e no exterior.3. Manteve a comissão técnica multidisciplinar remunerada para aBASQUETEBOLBASQUETEBOL -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO3. Manteve a comissão técnica multidisciplinar remunerada para apreparação das seleções, com técnico estrangeiro na seleçãomasculina e feminina.4. Proporcionou cursos de atualização para os técnicos brasileiros.5. Organizou intercambio e participou de torneios internacionais,oficiais e amistosos, para o aprimoramento dos sistemas táticos e donível técnico das seleções.
  91. 91. BASQUETEBOLBASQUETEBOL -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO6. Proporcionou o treinamento das seleções brasileiras no Brasil e noexterior.7. Manteve contato com os clubes estrangeiros para a troca deinformações sobre os atletas brasileiros que lá atuam.8. Proporcionou cursos de atualização para os árbitros brasileiros,conseguindo a promoção de mais árbitros à categoria internacional.conseguindo a promoção de mais árbitros à categoria internacional.9. Participou com destaque nas seguintes competições internacionais:Torneios Internacionais oficiais e amistosos;Campeonatos Sul Americanos Masculino e Feminino;Campeonato Mundial Feminino Adulto na Republica Tcheca;Campeonato Mundial Masculino Adulto na Turquia;
  92. 92. BASQUETEBOLBASQUETEBOL -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 20121. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das seleções.2. Planejou a preparação das seleções para participarem de jogosamistosos e campeonatos internacionais.3. Manteve a participação em intercâmbios internacionais.4. Proporcionou a participação das seleções em competiçõesinternacionais, treinamentos e estágios, no Brasil e no exterior.5. Priorizou a preparação das seleções masculina e feminina para osTorneios Internacionais.6. Contratou novas comissões técnicas para o feminino e masculino,visando a participação nos Torneios Nacionais e Internacionais.
  93. 93. 1. Participou dos Campeonatos Sul-americanos nas categorias de base eadulto, conquistando medalhas de ouro no Adulto Masculino eFeminino, na base, conquistamos o ouro no Feminino Sub 15 e Pratano masculino Sub 15.2. Participou da Copa America Masculina e Feminina sub 18,conquistando a medalha de prata em ambas as seleções, garantindoa vaga para os mundiais sub 19 de 2011.BASQUETEBOLBASQUETEBOL -- 20102010 --METAMETASS ATINGIDAATINGIDASSa vaga para os mundiais sub 19 de 2011.3. Aumento significativo de atletas nas seleções de base.4. Participou dos Torneios Classificatórios Continentais, conseguindo asvagas para participar dos pré-olímpicos Masculino e Feminino de2011.5. Nos mundiais Adultos, ficamos em 9º lugar no Masculino e Feminino.
  94. 94. BASQUETE - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  95. 95. BASQUETE - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  96. 96. BOXEBOXE
  97. 97. BOXEBOXE -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO NA BASENA BASE1. Criou o Centro de Desenvolvimento Juvenil em Santo Amaro/SP.2. Organizou Campeonato Brasileiro de Cadete e Juvenil.3. Participou das seguintes competições internacionais:Campeonato Nacional Cubano como convidados.Campeonato Pan-americano Juvenil.Campeonato Mundial Juvenil.Campeonato Mundial Juvenil.Jogos Olímpicos da Juventude.
  98. 98. BOXEBOXE -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO1. Manteve a Equipe Olímpica Permanente.2. Manteve o Centro de Excelência da modalidade, em Santo Amaro/SP.3. Realizou períodos de treinamento e estágio para atletas e técnicosem centros mais adiantados Cuba e Venzuela.4. Proporcionou aos atletas a participação igual número de competições4. Proporcionou aos atletas a participação igual número de competiçõesinternacionais oficiais e amistosas.5. Melhorou a infra-estrutura e material nos locais de treinamento.6. Organizou os Campeonatos Brasileiros Feminino e Masculino e oTorneio Internacional das Estrelas com a participação de CHI, SUE eARG.7. Organizou 3 Cursos de Capacitação de Profissionais de Boxe.
  99. 99. BOXEBOXE -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO8. Participou das seguintes competições internacionais:Mundial Juvenil;Olimpíada da Juventude;Campeonato Pan-americano Juvenil;Campeonato Pan-americano Feminino;Campeonato Pan-americano Masculino.Campeonato Mundial Feminino;Campeonato Mundial Feminino;Jogos Sul-americanos (masculino e Feminino);Torneio das estrelas.
  100. 100. BOXEBOXE -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 20121. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das equipes.2. Manteve a Equipe Olímpica Permanente A em treinamento no Centrode Excelência em Santo Amaro/SP.3. Manteve a comissão técnica multidisciplinar remunerada para apreparação das equipes Olímpicas Permanentes A.preparação das equipes Olímpicas Permanentes A.4. Organizou treinamentos no Brasil com equipes de outros países e noexterior para os integrantes das equipes Olímpicas Permanentes –Cuba, Suécia, Chile e Argentina.5. Participou em competições internacionais oficiais e amistosas com asequipes Olímpicas Permanentes para aumentar o intercâmbio e onível técnico dos atletas.6. Elaborou planejamento técnico masculino, feminino e juvenil visandoos Jogos Sul-americanos e Jogos Olímpicos da Juventude.
  101. 101. BOXEBOXE -- 20102010 --METAMETASS ATINGIDAATINGIDASS1. Conquistou o 1º lugar no Campeonato Pan-americano Feminino com05 medalhas de ouro, 01 de prata e 03 de bronze.2. Conquistou o 3º lugar por equipes com 02 medalhas de ouro e 01 dePrata no Campeonato Pan-americano Masculino.3. Conquistou 04 medalhas de ouro, 02 de prata e 05 de bronze nosJogos Sul-americanos de Medellin 2010.Jogos Sul-americanos de Medellin 2010.4. Conquistou 01 medalha de Prata e 02 de bronze no pan-americanojuvenil.5. Conquistou 01 medalha de ouro no Campeonato Mundial Juvenil.6. Conquistou 01 medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude.7. Conquistou 01 medalha de ouro no Campeonato Mundial Feminino.8. Conquistou 03 medalhas de ouro, 01 de prata, e 01 de bronze notorneio internacional das estrelas.
  102. 102. BOXE - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  103. 103. BOXE - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  104. 104. CANOAGEMCANOAGEM
  105. 105. 1. Consolidou o núcleo de desenvolvimento de Canoagem Slalom emFoz do Iguaçu e iniciou a implantação dos núcleos de CanoagemSlalom, com Selo de Qualidade, em: Piraju – SP, Primavera do Leste– MT e Macaé – RJ.2. Organizou os Campeonatos Brasileiros para Iniciantes, Menores,Infantil, Cadete e Júnior, nas categorias masculina e feminina,visando revelar talentos para futuras convocações das seleçõesbrasileiras.CANOAGEMCANOAGEM -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICO NA BASEDESENVOLVIMENTO TÉCNICO NA BASEbrasileiras.3. Participou com destaque dos seguintes campeonatos internacionaisno masculino e feminino:Campeonato Sul-americano de Canoagem Velocidade;Campeonato Mundial Sênior de Canoagem Velocidade;Campeonato Pan-americano de Canoagem Velocidade;Campeonato Mundial Universitário de Canoagem Velocidade;Jogos Sul-americanos;Jogos Olímpicos da Juventude;Campeonato Mundial Júnior de Canoagem Slalom;Campeonato Sul-americano de Canoagem Slalom.
  106. 106. 1. Manteve a Equipe Olímpica Permanente, dando o suporte necessáriopara a preparação geral.2. Manteve o Centro de Treinamento para Canoagem Velocidade - Canoano masculino (Rio de Janeiro/RJ).3. Manteve o Centro de Treinamento para Canoagem Slalom em Foz doIguaçu (Itaipu).CANOAGEMCANOAGEM -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICOIguaçu (Itaipu).4. Manteve o Centro de Treinamento para Canoagem Velocidade -caiaque masculino (Caxias do Sul/RS).5. Manteve o Centro de Treinamento para Canoagem Velocidade -caiaque feminino (São Bernardo do Campo/SP).6. Proporcionou a participação das equipes Olímpicas Permanentes emcompetições internacionais oficiais.7. Proporcionou a participação das Equipes Olímpicas Permanentes emtreinamentos e estágios no Brasil e no exterior.
  107. 107. 8. Organizou/supervisionou os seguintes campeonatos nacionais einternacionais:4 etapas da Copa Brasil de Canoagem Slalom;Seletiva Nacional de Canoagem Slalom;Campeonato Brasileiro de Canoagem Slalom.9. Participou com destaque dos seguintes campeonatos internacionais:CANOAGEMCANOAGEM -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO9. Participou com destaque dos seguintes campeonatos internacionais:Jogos Sul-americanos;Campeonato Sul-americano de Canoagem;Etapas da Copa do Mundo de Canoagem;Campeonato Mundial Sênior de Canoagem Velocidade;Campeonato Mundial Universitário de Canoagem Velocidade;Campeonato Pan-americano de Canoagem Velocidade;Etapas da Copa do Mundo de Canoagem Slalom;Campeonato Sul-americano de Canoagem Slalom – Aluminé/ARG.
  108. 108. CANOAGEMCANOAGEM -- 20102010--PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 20121. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das equipes.2. Manteve a comissão técnica remunerada para a Equipe OlímpicaPermanente de Canoagem Velocidade.3. Manteve o projeto específico para a preparação da Equipe OlímpicaPermanente de Velocidade.Permanente de Velocidade.4. Proporcionou a participação da Equipe Olímpica Permanente emcompetições internacionais oficiais.5. Proporcionou a participação da Equipe Olímpica Permanente emtreinamentos e estágios no Brasil e no exterior.
  109. 109. 1. Campeonato Sul-americano de Velocidade, conquistou vice –campeonato e nos Jogos Sul-americanos foi Campeão conquistando16 ouros das 24 provas.2. 1ª etapa da Copa do Mundo – Vichy – França – Brasil na final “A”com a C1 200m feminino;1. 2ª etapa da Copa do Mundo – Szeged – Hungria – Brasil na final”A”CANOAGEMCANOAGEM -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDAS1. 2ª etapa da Copa do Mundo – Szeged – Hungria – Brasil na final”A”c2 200m masculino, c1 200m feminino, k1 200m masculino.2. 3ª etapa da Copa do Mundo - final c2 200m masculino, c1 200 mfeminino – Druisburgo - Alemanha3. Mundial universitário – Poznan – Hungria – Nivalter conquistououro na c1 200m;4. Campeonato Mundial de Canoagem Velocidade - Poznan – Polonia –Brasil na final “A” com a C1 200m masculino com conquista do 5ºlugar, c1 200m feminino, c2 500 feminino.
  110. 110. CANOAGEM - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  111. 111. CANOAGEM - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  112. 112. CICLISMOCICLISMO
  113. 113. CICLISMOCICLISMO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO NA BASENA BASE1. Organizou os Campeonatos Brasileiros de estrada, pista, mountainbike e BMX nas categorias masculina e feminina.2. Participou de estágio de treinamento na Itália com atletas de estradae feminino Júnior de estrada.3. Participou de estágio no Centro Mundial de Treinamento daFederação Internacional, na Suíça, com atletas de BMX, mountainFederação Internacional, na Suíça, com atletas de BMX, mountainbike e estrada.4. Realizou treinamentos para atletas Júnior de estrada no Brasil.5. Organizou a Copa Norte/Nordeste Juvenil e Júnior de Estrada emountain bike, apoiando os três primeiros colocados na participaçãodo Campeonato Brasileiro em São Paulo.
  114. 114. CICLISMOCICLISMO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO NA BASENA BASE6. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Campeonato Pan-americano Júnior;Campeonato Mundial Junior de Estrada;Campeonato Mundial de BMX;Volta Ciclística Júnior Uruguai.
  115. 115. CICLISMOCICLISMO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO1. Proporcionou aos atletas de ponta e/ou jovens promessas,treinamento em Centros mais desenvolvidos, na Europa.2. Realizou períodos de treinamento e intercâmbio para participar decampeonatos internacionais oficiais.3. Proporcionou a participação dos atletas em competiçõesinternacionais oficiais.4. Realizou no Brasil vários eventos internacionais para adequar asinstalações esportivas e aprimorar a administração das entidadesdirigentes.5. Organizou o Curso Nacional de Comissários no Estado do Rio deJaneiro.
  116. 116. CICLISMOCICLISMO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO6. Organizou com destaque as seguintes competições:Campeonato Brasileiro de estrada, pista, mountain bike e BMX;Volta Ciclística Internacional em vários estados do Brasil;Copa Norte/Nordeste;Campeonato Latino Americano BMX.7. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:7. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Copa América de estrada;Copa da República de estrada;Campeonato Pan-americano de estrada, mountain bike e BMX;Copa do Mundo de pista;Campeonato Mundial de BMX;Bicicross América’s;Copa do Mundo MTB;Campeonato Latino Americano BMX;Voltas Ciclísticas Nacionais e Internacionais;Pan-americano Sub-23 Estrada;Mundial Sub-23 Estrada;Voltas da Itália Sub-23 Estrada.
  117. 117. CICLISMOCICLISMO -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 20121. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das equipes.2. Proporcionou a participação das seleções nacionais em competiçõesinternacionais oficiais.3. Proporcionou a participação das seleções nacionais em treinamentose estágios no Brasil e no exterior.e estágios no Brasil e no exterior.4. Participou da Copa do Mundo de Londres, local da próxima Olimpíada.
  118. 118. CICLISMOCICLISMO -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDAS1. Participou com destaque nos campeonatos internacionais.2. Participou do Pan-americano Júnior de estrada, alcançando 2medalhas de prata, 1 de bronze no masculino e 1 de bronze nofeminino.3. Líder do ranking Latino Americano BMX Júnior no masculino efeminino.feminino.4. Retorno do Brasil na participação nas Copas do Mundo de pista.5. Participou com êxito do Mundial de Estrada e BMX, alcançando peloranking mundial a pré-classificação para os Jogos Olímpicos daJuventude 2010.
  119. 119. CICLISMO - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  120. 120. CICLISMO - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  121. 121. DESPORTOSDESPORTOSAQUÁTICOSAQUÁTICOSAQUÁTICOSAQUÁTICOS
  122. 122. MARATONA AQUÁTICAMARATONA AQUÁTICA -- 20102010 --DESENVOLVIMENTODESENVOLVIMENTO NA BASENA BASE1. Organizou as competições nacionais e coordenou as competiçõesregionais das categorias de base, que são realizadas em conjuntocom as da categoria adulta.2. Organizou a prova seletiva para o Campeonato Sul Americano Juvenila ser realizado em 2011.3. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:3. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Campeonato Sul-americano Juvenil.
  123. 123. MARATONA AQUÁTICAMARATONA AQUÁTICA -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO1. Manteve o suporte necessário para a preparação geral dos atletas.2. Manteve a comissão técnica remunerada.3. Proporcionou a participação dos atletas em competiçõesinternacionais oficiais.4. Proporcionou a participação dos atletas em treinamentos etreinamentos de altitude no Brasil e no exterior.5. Realizou no Brasil eventos internacionais (Maratona Internacional deSantos e Maratona e Meia Maratona de Araruama – seletiva chilenapara o Sul Americano Juvenil).6. Organizou os XV Campeonato Brasileiro em 7 etapas.7. Realizou uma Clínica Internacional de Arbitragem.8. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Jogos Sul Americanos - ColômbiaEtapas da Copa do Mundo (08 etapas);Campeonato Mundial de Maratonas Aquáticas – Roberval (CAN).
  124. 124. 1. Manteve os grupos de treinamento e competição para os atletasfemininos e masculinos.2. Proporcionou a participação dos atletas em competições nacionais einternacionais oficiais e amistosas.3. Proporcionou treinamento na altitude como preparação para oMARATONA AQUÁTICAMARATONA AQUÁTICA -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 20123. Proporcionou treinamento na altitude como preparação para oCampeonato Mundial de Roberval (CAN).4. Proporcionou a participação dos atletas em etapas da Copa doMundo.
  125. 125. MARATONA AQUÁTICAMARATONA AQUÁTICA -- 20102010 --META ATINGIDAMETA ATINGIDA1. Participou com destaque do Campeonato Mundial de Roberval,conquistando medalha de bronze na prova de 5 Km, um 4º lugar namesma prova e um 10º lugar nos 10 Km masculinos.2. Conquistou o título da Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas daFINA, o Circuito Mundial Feminino com a atleta Ana Marcela Cunha.3. Conquistou o 3º lugar da Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas da3. Conquistou o 3º lugar da Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas daFINA, o Circuito Mundial Masculino com o atleta Allan do Carmo.
  126. 126. NADO SINCRONIZADONADO SINCRONIZADO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTODESENVOLVIMENTO NA BASENA BASE1. Organizou clínicas, em vários estados, com técnicos brasileirosvisando ao desenvolvimento da modalidade.2. Organizou os Campeonatos Brasileiros Infantil A e B, Juvenil A, B eJúnior.3. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Campeonato Mundial Júnior.
  127. 127. NADO SINCRONIZADONADO SINCRONIZADO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO1. Manteve a Equipe Olímpica Permanente, dando o suporte necessáriopara a preparação geral.2. Manteve a comissão técnica multidisciplinar remunerada da EquipeOlímpica Permanente.3. Proporcionou cursos de formação, atualização e especialização paraas técnicas brasileiras.4. Proporcionou a participação da Equipe Olímpica Permanente emcompetições internacionais oficiais e amistosas.5. Proporcionou a participação da Equipe Olímpica Permanente emtreinamentos e estágios no Brasil e no exterior.6. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Jogos Sul americanos em Medellin;Aberto da Itália e Aberto da Espanha;World FINA Cup - China.
  128. 128. NADO SINCRONIZADONADO SINCRONIZADO -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 20121. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das equipes.2. Manteve a comissão técnica multidisciplinar remunerada para aEquipe Olímpica Permanente.3. Organizou treinamentos periódicos para a Equipe OlímpicaPermanente.4. Proporcionou a participação da Equipe Olímpica Permanente emcompetições internacionais oficiais e amistosas.5. Proporcionou a participação da Equipe Olímpica Permanente emtreinamentos e estágios no Brasil e no exterior.6. Elaborou um planejamento de treinamento para o dueto em SãoPaulo e para o conjunto no Rio de Janeiro, visando uma melhorperformance no Campeonato Mundial de Xangai (2011) nos XVIJogos Pan-americanos de Guadalajara 2011.
  129. 129. NADO SINCRONIZADONADO SINCRONIZADO -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDAS1. Manteve a hegemonia na América do Sul, na categoria adulto.2. Obteve medalha de ouro no solo/dueto e equipe prata no aberto daItália; obteve medalha de bronze na equipe no aberto da Espanha3. Obteve a nona colocação na equipe e no solo, e a sétima colocaçãono dueto na Copa FINA (China) em setembro de 2010.
  130. 130. NATAÇÃONATAÇÃO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTODESENVOLVIMENTO NA BASENA BASE1. Manteve o Programa Brasil de Natação, apoiando atletas de nível II eIII das categorias de base.2. Elaboração de site específico para auxílio de detecção de talentos, viaon line.3. Organizou os Campeonatos Brasileiros Interfederativo Júnior I e II eos Campeonatos Interfederativos Infantil e Juvenil.os Campeonatos Interfederativos Infantil e Juvenil.4. Apoiou as Olimpíadas Escolares – nas categorias de 12 a 14 anos e 15a 17 anos, visando à descoberta de novos atletas.5. Organizou clínicas de atualização para os técnicos das categorias debase.6. Participou com destaque da seguinte competição internacional:Campeonato Multinations Jovem e Junior.
  131. 131. NATAÇÃONATAÇÃO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO1. Realizou cursos de atualização e especialização para técnicosbrasileiros.2. Realizou períodos de treinamento e estágio para atletas e técnicosbrasileiros em centros mais adiantados e treinamento em altitude.3. Proporcionou a participação de atletas de ponta e jovens promessasem competições internacionais.4. Manteve as seleções permanentes e planejou o treinamento e o4. Manteve as seleções permanentes e planejou o treinamento e ocalendário de competições no masculino e no feminino.5. Manteve a comissão técnica multidisciplinar permanente.6. Participou do Pan Pacific, principal competição de 2010 em piscina de50 metros.7. Participou de todas as competições da FINA.8. Realizou a Copa do Mundo no Brasil.
  132. 132. NATAÇÃONATAÇÃO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO9. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Campeonato Sul-americano;Jogos Sul-americanos – Medellín;Copa Latina;Campeonato Mundial de Piscina Curta;Etapas da Copa do Mundo em piscina curta;Etapas do Grand Prix.Etapas do Grand Prix.10. O nadador Thiago Pereira, venceu o Troféu FINA e foi o atleta demaior destaque na Copa do Mundo.11. O nadador César Cielo e Felipe França, foram campeões Mundiais empiscina curta.12. O Brasil se classificou em terceiro lugar na categoria masculina noCampeonato Mundial de piscina curta.
  133. 133. 1. Manteve os projetos específicos de treinamento e competição para osatletas masculinos e femininos.2. Manteve os grupos de treinamento e competição, em níveisdiferentes, tanto no masculino como no feminino.3. Organizou camping de treinamento, no Brasil e no exterior,envolvendo os atletas dos dois grupos.NATAÇÃONATAÇÃO -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 2012envolvendo os atletas dos dois grupos.4. Participou em competições nacionais e internacionais oficiais eamistosas.5. Realizou acompanhamento médico e biomecânico noas atletas dosdois grupos.
  134. 134. NATAÇÃONATAÇÃO -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDAS1. Manteve a hegemonia no Campeonato Sul-americano.2. Melhorou a participação nas etapas da Copa Mundo, conquistando ummaior número de medalhas.3. Teve participação de destaque no Campeonato Mundial dos DesportosAquáticos, conquistando, terceiro lugar na categoria masculina,sétima no geral, obtendo oito medalhas – três de ouro, uma de pratasétima no geral, obtendo oito medalhas – três de ouro, uma de pratae quatro de bronze. Foram batidos pelos nadadores brasileiros 12recordes Sul-americanos, 05 recordes do campeonato e 02 recordesdas Américas.
  135. 135. PÓLO AQUÁTICOPÓLO AQUÁTICO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTODESENVOLVIMENTO NA BASENA BASE1. Manteve o Programa de Descoberta e Desenvolvimento de NovosTalentos com clínicas e torneios;2. Organizou os Campeonatos Brasileiros Infantil, Infanto, Juvenil eJúnior;3. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Campeonato Pan-americano Junior Masculino - USA;Campeonato Pan-americano Junior Feminino – USA.
  136. 136. PÓLO AQUÁTICOPÓLO AQUÁTICO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO1. Planejou as formações das seleções, tanto para atletas que atuam noBrasil, como no exterior, ressaltando a importância em representar oBrasil.2. Manteve a comissão técnica remunerada.3. Organizou intercâmbio e participou de torneios internacionais para oaprimoramento dos sistemas táticos e do nível técnico das seleções.aprimoramento dos sistemas táticos e do nível técnico das seleções.4. Proporcionou a participação das seleções em treinamentos no Brasil eno exterior.5. Organizou os Campeonatos Interfederativos e a Liga Nacional de PóloAquático.6. Participou da seguinte competição internacional:Jogos Sul-americano Medellin;Liga Mundial – Maio – USA;Treinamento Internacional na Croácia/Masculino;Liga Mundial em Porto Rico – Feminino.
  137. 137. 1. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das equipes.2. Manteve a comissão técnica multidisciplinar remunerada para asSeleções Brasileiras masculina e feminina.3. Manteve os projetos específicos para a preparação das SeleçõesBrasileiras e organizou treinamentos periódicos.PÓLO AQUÁTICOPÓLO AQUÁTICO -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 2012Brasileiras e organizou treinamentos periódicos.4. Proporcionou a participação das Seleções Brasileiras em competiçõesinternacionais oficiais.5. Proporcionou a participação das Seleções Brasileiras emtreinamentos e estágios no Brasil e no exterior.6. Planejou a contratação de Técnico Estrangeiro para o restante dociclo.7. Organizou a Liga Nacional de Pólo Aquático Masculino.
  138. 138. PÓLO AQUÁTICOPÓLO AQUÁTICO -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDAS1. Conquistou a medalha de ouro no Jogos Sul-americano –Feminino ebronze no masculino;2. Terceiro colocado no Pan-americano Jr – masculino e Feminino
  139. 139. SALTOS ORNAMENTAISSALTOS ORNAMENTAIS -- 20102010 --DESENVOLVIMENTODESENVOLVIMENTO NA BASENA BASE1. Manteve o trabalho de desenvolvimento de jovens talentos.2. Organizou os Campeonatos Brasileiros nas categorias masculina efeminina.3. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Campeonato Mundial FINA Júnior.Campeonato Mundial FINA Júnior.Jogos de Singapura – Olimpíada da Juventude
  140. 140. SALTOS ORNAMENTAISSALTOS ORNAMENTAIS -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO1. Manteve as Equipes Olímpicas Permanentes masculina e feminina,dando o suporte necessário para a preparação geral.2. Manteve os técnicos brasileiros para a comissão técnica da EquipeOlímpica Permanente.3. Proporcionou a participação da Equipe Olímpica Permanente emcompetições internacionais oficiais.competições internacionais oficiais.4. Proporcionou a participação da Equipe Olímpica Permanente emtreinamentos e estágios no Brasil e no exterior.5. Participou com destaque da seguinte competição internacional:FINA Diving Grand Prix – MontrealFINA Diving Grand Prix - Fort Lauder Dalle.Jogos Sul americanos – MedellinCopa do Mundo - China
  141. 141. 1. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das equipes.2. Manteve a comissão técnica multidisciplinar remunerada para aEquipe Olímpica Permanente masculina.3. Manteve os projetos específicos para a preparação da EquipeOlímpica Permanente e organizou treinamentos periódicos.SALTOS ORNAMENTAISSALTOS ORNAMENTAIS -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 2012Olímpica Permanente e organizou treinamentos periódicos.4. Proporcionou a participação da Equipe Olímpica Permanente emcompetições internacionais oficiais.5. Proporcionou a participação da Equipe Olímpica Permanente emtreinamentos e estágios no Brasil e no exterior.
  142. 142. SALTOS ORNAMENTAISSALTOS ORNAMENTAIS -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDAS1. Participou do Circuito Mundial, sendo finalista no trampolim de trêsmetros masculino e feminino e semifinalista em plataformamasculino e plataforma sincronizada masculina;2. Conquistou 8 medalhas nos Jogos Sul-americanos – Medellín, sendo:2 medalhas de ouro, 4 medalhas de prata e 2 medalhas de bronze.
  143. 143. DESPORTOS AQUÁTICOS - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  144. 144. DESPORTOS AQUÁTICOS - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  145. 145. DESPORTOSDESPORTOSNA NEVENA NEVENA NEVENA NEVE
  146. 146. 1. Organizou os Campeonatos Brasileiros Abertos de:- Esqui Alpino- Esqui Cross Country- Snowboard2. Participou da seguintes competições internacionais:Patagônico de Esqui Alpino (Chile);DESPORTOS NA NEVEDESPORTOS NA NEVE -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO NA BASEDESENVOLVIMENTO NA BASEPatagônico de Esqui Alpino (Chile);Trofeu Borufa de Esqui Alpino (Andorra);Trofeu Topolino de Esqui Alpino (Panarotta, Itália);Trofeu Pinoquio de Esqui Alpino (Abetone, Itália);Mundial Júnior de Esqui Alpino (França);Whistler Cup de Esqui Alpino (Canadá);Trofeu Taernaby (Suécia)3. Organização e realização da II Clínica de Rollerski.
  147. 147. 1. Manteve a Equipe Permanente com técnicos estrangeiros para asmodalidades de ski alpino, snowboard, Cross-Country e Biathlon.2. Organizou os Campeonatos Brasileiros de ski alpino, snowboard,cross country, biathlon de inverno e ski cross.3. Proporcionou aos atletas participarem de provas oficiais no períododo inverno austral e boreal.4. Proporcionou a participação de atletas brasileiros em CopasDESPORTOS NA NEVEDESPORTOS NA NEVE -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO4. Proporcionou a participação de atletas brasileiros em CopasContinentais e Copas do Mundo.5. Ocupou o posto de Delegado Técnico nas finais da Copa do Mundo deSnowboard6. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Jogos Olímpicos de Inverno (Delegação composta por 5 atletas);Etapas da Copa do Mundo de Snowboard(4 no total);FIS Race de Ski;Citizen Cup;Etapas da IBU Cup de Biathlon(8 no total).
  148. 148. 1. 22 aparições no Top 3 dos Rankings Latino Americanos, sendo destas,9 Lideranças (incluindo a Liderança Overall do Ranking Feminino deSnowboard);2. Conquistou resultados inéditos em Etapas da Copa do Mundo deSnowboard;3. Conquista da primeira medalha de ouro em provas oficiais de CrossDESPORTOS NA NEVEDESPORTOS NA NEVE -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDAS3. Conquista da primeira medalha de ouro em provas oficiais de CrossCountry;4. 5 Medalhas no Campeonato Sul-americano de biathlon de inverno:2 de ouro,2 de prata e 1 de bronze.5. Vice Campeonato Overall feminino e Terceiro lugar Overall masculinono Campeonato Sul-americano de biathlon de inverno6. Quebra de 4 dos 7 possíveis recordes em Jogos Olímpicos (2melhores resultados de Cross Country e Ski Alpino da históriabrasileira em Jogos Olímpicos).
  149. 149. DESPORTOS NA NEVE - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  150. 150. DESPORTOS NA NEVE - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  151. 151. DESPORTOSDESPORTOSNO GELONO GELONO GELONO GELO
  152. 152. 1. Participou de competições internacionais de Patinação ArtísticaJúnior.2. Participou da seguinte competição internacional:Campeonato Mundial de Patinação Artística Junior.DESPORTOS NDESPORTOS NOO GELOGELO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO NA BASEDESENVOLVIMENTO NA BASE
  153. 153. 1. Participou dos Congressos as Federações Internacionais.2. Participou de competições internacionais de Curling, PatinaçãoArtística, Skeleton, Luge e Bobsleigh.3. Proporcionou treinamento dos atletas de todas as modalidades nosEstados Unidos, no Canadá e na Europa, visando a formação dasequipes brasileiras para os Campeonatos Pré-Olímpicos.DESPORTOS NDESPORTOS NOO GELOGELO -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICOequipes brasileiras para os Campeonatos Pré-Olímpicos.4. Participou das seguintes competições internacionais:Grand Prix de Patinação Artística;Campeonato 4 Continentes de Patinação Artística;Campeonato Mundial de Patinação Artística;Copa América de Bobsled e Skeleton;Copa Europa de Bobsleigh e Skeleton;Copa Challenge de Curling;Copa Intercontinental de Skeleton.
  154. 154. DESPORTOS NDESPORTOS NOO GELOGELO -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDAS1. Participou de camping de treinamento no exterior.2. Participou de competições internacionais, conquistando uma medalhade ouro e uma de bronze na Copa América de Bobsleigh Feminino.
  155. 155. DESPORTOS NO GELO - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  156. 156. DESPORTOS NO GELO - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  157. 157. ESGRIMAESGRIMA
  158. 158. 1. Organizou os Campeonatos Brasileiros de Cadete, Juvenil;Campeonatos Brasileiro Livre; Campeonatos Brasileiro Infantil;Campeonatos Sul-americanos de Esgrima Infantil, Cadete, Juvenil eVeterano; Torneio Nacional Cidade do Rio de Janeiro, Belo Horizonte,São Paulo, Porto Alegre; Torneio Internacional Infantil Mario Queiroz;Troféu Brasil de Equipes; Estagio de Treinamento na Itália2. Participou das seguintes competições e eventos internacionais:ESGRIMAESGRIMA -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO NA BASENA BASE2. Participou das seguintes competições e eventos internacionais:Campeonato Mundial Cadete e Juvenil;Pan-americano Juvenil e Cadete;Sul-americano Juvenil, Cadete e Infantil;Curso de Treinadores Florete e de Sabre - FIE;Congresso Sul/Pan-americanos e da Federação Internacional.
  159. 159. ESGRIMAESGRIMA -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO1. Proporcionou estágio e treinamento para atletas e técnicos emCentros mais desenvolvidos.2. Proporcionou aos atletas participação em competições internacionais,priorizando as que estão mais próximas de nossas condiçõestécnicas.3. Forneceu material específico para difusão da modalidade e para autilização no treinamento da Equipe Olímpica Permanente.utilização no treinamento da Equipe Olímpica Permanente.4. Organizou os Torneios Nacionais, Campeonato Brasileiro e cursos deformação e atualização para treinadores e árbitros.5. Participou das seguintes competições internacionais:Grand Prix;Copas do Mundo de Florete e Sabre;Torneio Internacional de Esgrima;Campeonato Mundial;Campeonato Sul-americano;Campeonato Pan-americano;Jogos Sul-americanos – Medellín.
  160. 160. ESGRIMAESGRIMA -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 20121. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das equipes.2. Proporcionou a participação das Equipes Permanentes emcompetições internacionais oficiais e amistosas.3. Priorizou a preparação das equipes e/ou atletas, masculinos e3. Priorizou a preparação das equipes e/ou atletas, masculinos efemininos, nas armas em que o Brasil poderá obter melhor resultado.
  161. 161. 1. Conquistou medalhas nos Campeonatos Sul-americano em todas ascategorias masculino, feminino e por equipe.2. Conquistou medalhas nos Campeonatos Pan-americano em váriascategorias masculino, feminino e por equipe.3. Participação no Campeonato Mundial nas categorias adulta, cadete ejuvenil.ESGRIMAESGRIMA -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDASjuvenil.
  162. 162. ESGRIMA - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  163. 163. ESGRIMA - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  164. 164. GINÁSTICAGINÁSTICA
  165. 165. 1. Apoiou e coordenou junto às Federações Estaduais programas dedesenvolvimento de base para formação e descoberta de novostalentos.2. Emprestou aparelhos as diversas Federações, para realização detreinamentos e competições nas categorias de base.3. Manteve no Centro de Excelência da Ginástica em Curitiba/PR e aGINÁSTICA ARTÍSTICAGINÁSTICA ARTÍSTICA -- 20102010 --DESENVOLVIMENTODESENVOLVIMENTO NA BASENA BASE3. Manteve no Centro de Excelência da Ginástica em Curitiba/PR e atreinadora chefe da Seleção Permanente de Ginástica ArtísticaFeminina, que supervisiona o trabalho de iniciação e aprimora osjovens talentos.4. Organizou competições e torneios nacionais em todas as modalidadese categorias.5. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Campeonato Sul-americano Infantil;Campeonato Pan-americano Juvenil.
  166. 166. 1. Manteve a Seleção Permanente em sistema descentralizado comsuporte e orientação técnica na preparação geral.2. Manteve a comissão técnica permanente remunerada com técnicosbrasileiros e técnico estrangeiro no feminino.3. Reformulou a comissão técnica, incluindo uma coordenação etécnicos brasileiros, por modalidade.GINÁSTICA ARTÍSTICAGINÁSTICA ARTÍSTICA -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO4. Manteve o Centro de Excelência de Curitiba/PR, para o feminino.5. Proporcionou a participação da Seleção Permanente, no feminino emasculino, em competições internacionais oficiais e amistosas.6. Proporcionou a participação da Seleção Permanente, no feminino emasculino, em treinamentos e estágios no Brasil e no exterior.7. Organizou e proporcionou a participação de profissionais em CursosTécnicos da FIG .
  167. 167. 8. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Etapas da Copa do Mundo;Campeonato Pan-americano;Jogos Sul-americanos – Medellín;Campeonato Mundial por equipe Roterdam;Campeonato Sul-americano;GINÁSTICA ARTÍSTICAGINÁSTICA ARTÍSTICA -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO
  168. 168. GINÁSTICA ARTÍSTICAGINÁSTICA ARTÍSTICA -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 20121. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das equipes.2. Manteve a comissão técnica permanente multidisciplinar remuneradapara as Equipes Olímpicas Permanentes.3. Elaborou projetos específicos para a preparação das Equipes3. Elaborou projetos específicos para a preparação das EquipesOlímpicas Permanentes.4. Proporcionou a participação das Equipes Olímpicas Permanentes emcompetições internacionais oficiais e amistosas.5. Proporcionou a participação das Equipes Olímpicas Permanentes emtreinamentos e estágios no Brasil.6. Proporcionou a aclimatação das Equipes Olímpicas Permanentes parao Campeonato Mundial em Roterdam.
  169. 169. GINÁSTICA ARTÍSTICA FEMININA:• Manteve a hegemonia no Sul-americano infantil, com conquista detodas as medalhas de ouro por equipe, individual geral e aparelhos.• Manteve a hegemonia no Sul-americano adulto, conquistando o 1ºlugar pro equipe.GINÁSTICA ARTÍSTICAGINÁSTICA ARTÍSTICA -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDAS• Conquistou medalha de bronze no salto, no feminino, no Mundial porequipe em Roterdam - Holanda.• Classificou a equipe completa para os Jogos Pan-americanos –Guadalajara 2011.
  170. 170. GINÁSTICA ARTÍSTICA MASCULINA:• Reconquistou a hegemonia no Sul-americano Juvenil, com conquistade medalha de prata por equipe e medalhas em todos os aparelhos.• Participou das etapas da Copa do Mundo, com conquista de medalhas.• Classificou a equipe completa para os Jogos Pan-americanos –GINÁSTICA ARTÍSTICAGINÁSTICA ARTÍSTICA -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDAS• Classificou a equipe completa para os Jogos Pan-americanos –Guadalajara 2011.• Conquistou o 1º lugar por equipe nos Jogos Sul-americanos –Medellín, e 3 medalhas de ouro por aparelhos.
  171. 171. 1. Manteve o polo de treinamento e desenvolvimento da modalidade emVitória/ES para o conjunto, e criou o CT Nacional na cidade deAracaju, iniciou um projeto para o individual no pólo de Toledo/PR.2. Apoiou e coordenou, junto às federações estaduais, programas dedesenvolvimento de base para formação e descoberta de novostalentos.GINÁSTICA RÍTMICAGINÁSTICA RÍTMICA -- 20102010 --DESENVOLVIMENTODESENVOLVIMENTO NA BASENA BASE3. Emprestou o piso oficial para organização de campeonatos e períodosde treinamento de diversas federações.4. Organizou os Campeonatos Brasileiros e Torneios nacionais em todasas categorias.5. Participou da seguinte competição internacional:Campeonato Pan-americano Juvenil.
  172. 172. 1. Manteve o pólo de treinamento e desenvolvimento da modalidade emVitória/ES para o conjunto, e iniciou um projeto para o individual nopólo de Toledo/PR.2. Manteve a Equipe Olímpica Permanente no conjunto e utilizou osistema descentralizado para o individual.3. Manteve a comissão técnica permanente remunerada, com inclusãoGINÁSTICA RÍTMICAGINÁSTICA RÍTMICA -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO3. Manteve a comissão técnica permanente remunerada, com inclusãode uma técnica estrangeira.4. Reformulou a comissão técnica, incluindo uma coordenação, técnicaestrangeira e técnicos brasileiros.5. Proporcionou a participação das Equipes Olímpicas Permanentes emtreinamentos, estágios e competições internacionais oficiais, noBrasil e no exterior.6. Organizou e proporcionou a participação de profissionais em CursosTécnicos da FIG .
  173. 173. 7. Participou das seguintes competições internacionais:Jogos Sul-americanos – Medellín, conquistando medalha de prata noconjunto e no individual conquistou todos os ouros;Campeonato Pan-americano, 3º lugar no individual e 2º no conjunto;Etapas da Copa do Mundo;Campeonato Mundial.GINÁSTICA RÍTMICAGINÁSTICA RÍTMICA -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO
  174. 174. GINÁSTICA RÍTMICAGINÁSTICA RÍTMICA -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 20121. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das equipes.2. Manteve a comissão técnica remunerada para a Seleção Permanente.3. Desenvolveu projetos específicos para a preparação da SeleçãoPermanente individual e de conjunto.Permanente individual e de conjunto.4. Organizou treinamentos periódicos para a Seleção Permanenteindividual e de conjunto.5. Proporcionou a participação das Seleção Permanentes emcompetições internacionais oficiais.6. Proporcionou a participação das Seleção Permanentes emtreinamentos e estágios no Brasil e no exterior.
  175. 175. 1. Conquistou medalhas, no conjunto e no individual, no CampeonatoPan-americano Juvenil.2. Participou de várias etapas da Copa do Mundo e do CampeonatoMundial.GINÁSTICA RÍTMICAGINÁSTICA RÍTMICA -- 20102010 --METAMETASS ATINGIDAATINGIDASS
  176. 176. TRAMPOLIMTRAMPOLIM -- 20102010 --DESENVOLVIMENTODESENVOLVIMENTO NA BASENA BASE1. Apoiou e coordenou junto às Federações Estaduais programas dedesenvolvimento de base para formação e descoberta de novostalentos.2. Organizou os Campeonatos Brasileiros Pré-Infantil, Infantil e Juvenil.3. Emprestou o trampolim oficial para organização de campeonatos eperíodos de treinamento de diversas federações.períodos de treinamento de diversas federações.
  177. 177. 1. Reativou a Seleção Permanente no sistema descentralizado.2. Proporcionou a participação da Seleção Permanente em estágio etreinamento no Brasil.3. Proporcionou a participação da Seleção Permanente em competiçõesinternacionais oficiais.TRAMPOLIMTRAMPOLIM -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO4. Criou uma comissão técnica remunerada.5. Organizou e proporcionou a participação de profissionais em CursosTécnicos.6. Participou das seguintes competições internacionais:Etapa da Copa do Mundo;Campeonato Mundial;Campeonato Pan-americano – Daytona – USA;Seletiva para os Jogos Pan em Guadalajara.
  178. 178. TRAMPOLIMTRAMPOLIM -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 20121. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das equipes.2. Manteve as comissões técnicas remuneradas para a SeleçãoPermanente.3. Organizou treinamentos periódicos para a Seleção Permanente.3. Organizou treinamentos periódicos para a Seleção Permanente.4. Proporcionou a participação da Seleção Permanente em competiçõesinternacionais oficiais.
  179. 179. 1. Participou de várias etapas da Copa do Mundo e do CampeonatoMundial.2. Daytona – 3º lugar individual e por equipe masc.3º lugar individual e 2º poe equipe femininoJunior campeão individual femininoSeletiva de Guadalajara – 3º por equipe femininamasculino e 3º lugar individual.TRAMPOLIMTRAMPOLIM -- 20102010 --META ATINGIDAMETA ATINGIDAmasculino e 3º lugar individual.3. Todos os atletas da Ginástica foram finalistas nos Jogos deSingapura.4. Classificou a equipe completa para os Jogos Pan-americanos –Guadalajara 2011.
  180. 180. GINÁSTICA - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  181. 181. GINÁSTICA - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  182. 182. HANDEBOLHANDEBOL
  183. 183. 1. Organizou e realizou todas as atividades previstas no calendáriooficial da entidade:2. Realizou diversos intercâmbios internacionais com as SeleçõesJuvenis e Juniores.3. Manteve o Projeto Mini-Hand/Iniciação Esportiva.4. Organizou o Campeonato Brasileiro de Clubes Juvenil, osCampeonatos de Seleções Juvenil e Cadete e a Copa Nordeste daHANDEBOLHANDEBOL -- 20102010 --DESENVOLVIMENTODESENVOLVIMENTO NA BASENA BASECampeonatos de Seleções Juvenil e Cadete e a Copa Nordeste daSeleção Cadete.5. Organizou a Copa Petrobras/Campeonato Brasileiro Colegial sub-14,contando com a participação de 800 escolas e 9.000 alunos.6. Apoiou as Olimpíadas Escolares, nas categorias 12 a 14 anos e 15 a17 anos, masculino e feminino, visando à descoberta de novosatletas.7. Proporcionou treinamento e competição internacional para a seleçãojuvenil feminina visando a classificação para os Jogos Olímpicos daJuventude 2010.
  184. 184. 7. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Campeonato Pan-americano Junior Masculino;Campeonato Mundial Juvenil Masculino;Campeonato Mundial Junior Masculino;Copa Mediterrânea Itália Feminino Juvenil;Campeonato Pan-americano Juvenil;Jogos Olímpicos da Juventude.HANDEBOLHANDEBOL -- 20102010 --DESENVOLVIMENTODESENVOLVIMENTO NA BASENA BASEJogos Olímpicos da Juventude.
  185. 185. HANDEBOLHANDEBOL -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO1. Desenvolveu projetos específicos para a preparação das seleçõesmasculina e feminina, dando o suporte necessário para a preparaçãogeral.2. Planejou a preparação das seleções para os atletas que atuam noBrasil e no exterior.3. Manteve a adequação do calendário estadual e brasileiro de clubescom o europeu para que o planejamento das seleções seja eficiente.com o europeu para que o planejamento das seleções seja eficiente.4. Reestruturou as comissões técnicas com a contratação de dois novostécnicos estrangeiros e aperfeiçoamento geral dos planejamentos dasseleções.5. Manteve as comissões técnicas para as seleções e ofereceu condiçõesde trabalho para adquirirem conhecimento com os técnicosestrangeiros.6. Realizou treinamentos, organizou intercâmbio e participou detorneios internacionais com as seleções de handebol e de beachhandball; em Portugal e na Itália com o masculino e na Espanha,Dinamarca, Noruega, França e Coréia com o feminino.
  186. 186. HANDEBOLHANDEBOL -- 20102010 --DESENVOLVIMENTO TÉCNICODESENVOLVIMENTO TÉCNICO7. Proporcionou a participação das seleções em treinamentos no Brasil eno exterior.8. Organizou o Seminário de Estratégia e Procedimentos da CBHb.9. Organizou um Seminário para Cidades Candidatas a sediar oCampeonato Mundial Feminino 201110. Organizou o IX Encontro de Professores de Handebol.11. Proporcionou arbitragem para todos os campeonatos nacionais.12. Participou com destaque das seguintes competições internacionais:Jogos Sul-americanos – Medellín;Campeonato Pan-americano Feminino;Torneios Internacionais;Campeonato Mundial Adulto Masculino;World Beach Handball Masculino e Feminino;Jogos Sul-americanos de Praia;Campeonato Mundial Adulto Feminino.
  187. 187. 1. O Departamento Técnico do COB, manteve o grupo deacompanhamento dos projetos de treinamento das seleções.2. Planejou a preparação dos atletas para participar de treinamentos,jogos amistosos e competições.3. Manteve as comissões técnicas multidisciplinares para as seleções,com a contratação de técnicos estrangeiros.HANDEBOLHANDEBOL -- 20102010 --PREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OPREPARAÇÃO DAS EQUIPES PARA OSSXXX JOGOS OLÍMPICOSXXX JOGOS OLÍMPICOS -- LONDRES 2012LONDRES 2012com a contratação de técnicos estrangeiros.4. Manteve o intercâmbio internacional das seleções, feminina emasculina.5. Proporcionou a participação das seleções em competiçõesinternacionais oficiais ou amistosas.6. Proporcionou a participação das seleções em treinamentos e estágiosno Brasil e no exterior.7. Revisou e aperfeiçoou o planejamento geral 2009/2012 com novascomissões técnicas.
  188. 188. HANDEBOLHANDEBOL -- 20102010 --METAS ATINGIDASMETAS ATINGIDAS1. Campeonato Pan-americano Junior Masculino classificando para oMundial da categoria;2. Participação nos Mundiais Junior e Juvenil com melhora naclassificação final;3. Participação no Mundial Adulto Masculino com renovação da equipe;4. Campeonato Pan-americano Feminino classificando para o Mundial dacategoria e renovação da equipe;5. Manteve a hegemonia da Seleção Feminina entre as melhores dasAméricas.6. Classificou as duas equipes para os Jogos Pan-americanos –Guadalajara 2011.
  189. 189. HANDEBOL - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  190. 190. HANDEBOL - 2010 -APLICAÇÃO DE RECURSOS - LEI AGNELO/PIVA
  191. 191. HIPISMOHIPISMO

×