Comunicação1x

855 visualizações

Publicada em

LIP ,trabalho 1

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
855
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comunicação1x

  1. 1. Comunicação <br />Camila Fernandes,Daniela Cavalcante,Marina Sbrana e Stela Sotrati – CSO1E <br />
  2. 2. Como surgiu a comunicação?<br />O ser humano vivendo em sociedade precisa expressar suas ideias, vontades, sentimentos, ou simplesmente informar algo, assim encontramos uma forma de transmitir isso desenvolvendo a linguagem. <br />A linguagemsendo falada ou escrita gera o conhecimento, transmissão de cultura e etc.<br />Muitas transformações ocorreram na forma de se comunicar com o passar do tempo, pois o ser humano nunca parou de produzir a comunicação.<br />
  3. 3. NA REDAÇÃO PUBLICITÁRIA<br />“Comunicação é a transmissão de idéias com a menor ambiguidade possível ,de forma que o interlocutor ou interlocutores possam entender a mensagem com maior exatidão.”<br />
  4. 4. COMUNICAÇÃO PARA O CONSUMO<br />A comunicação publicitária tem uma função comercial, com a finalidade de divulgar e vender produtos ou serviços.<br />A publicidade precisa convencer, ou seja, envolver, sensibilizar e seduzir o consumidorquerendo por fim, leva-lo a decisão de compra.<br />
  5. 5. Para isso, o que é necessário?<br /><ul><li>O estudo de especifico público alvo,estudando o comportamento, expectativas, necessidades e tendências.
  6. 6. Criar uma mensagem bem planejada, pensando obter respostas positivas do consumidor.
  7. 7. O grande grau de persuasão.
  8. 8. Despertar o interesse, e causar impacto.</li></li></ul><li>“A MAIORIA DOS PRODUTOS POUCO OU NADA SE DIFERENCIA UM DOS OUTROS, ENTÃO A PROPAGANDA PASSOU A SER O PRÓPRIO DIFERENCIAL ENTRE ELES.”<br />
  9. 9. Consequência: Propagandas bem elaboradas, criativas, com mensagens esteticamente impecáveis e recursos persuasivos cada mais eficazes.<br />
  10. 10. Na redação publicitária, é necessário levar em consideração duas coisas muito importantes:<br />A repetição é importante para que o receptor receba a mensagem publicitária durante um certo período de tempo, em diversos veículos de comunicação. <br />Possibilitando:<br /><ul><li> Ampliar as possibilidades de apreensão do conteúdo.
  11. 11. Persuadir e conduzir o consumidor a ação proposta na comunicação.</li></li></ul><li>A comunicação não é um ato isolado, a troca de informações sempre acontece num ato continuo de ir e vir de uma mensagem.Uma pessoa inverte os papeis entre emissora e receptora constantemente em meio a uma comunicação.Algumas mensagens tem resposta, outras apenas são percebidas.<br />
  12. 12. Porque ignoramos algumas mensagens e outras não?<br />O grau de interesse do consumidor e a forma com que a mensagem foi passada determina se a resposta é positiva, ou não. Não estamos sempre atentos e interessados, nem registramos e memorizamos todas elas. E é por isso que a propaganda deve ser boa o suficiente para obter respostas positivas e ser memorizada pelo receptor.<br />
  13. 13. Tipos de comunicação:<br />Direta ou interpessoal: Quando os envolvidos estão em contato no momento em que a mensagem é transmitida, com respostas instantâneas e com interação.Indireta ou de massa: É unilateral, os envolvidos não estão em contato, e a mensagem é transmitida pelos veiculos de comunicação. ex: televisão, internet, cartazes, gondulas, outdoors, e etc. A resposta para a mensagem contida nesses veiculos também é indireta.<br />
  14. 14. Os elementos de comunicação<br />O processo da comunicação depende de tais fatores para ocorrer : <br />INTERLOCUTORES <br />MENSAGEM <br />CANAL <br />CÓDIGO <br />REFERENTE <br />
  15. 15. RECEPTOR<br />REFERENTE<br />CANAL<br />MENSAGEM<br />
  16. 16. CÓDIGO <br />
  17. 17. A adequação é um termo muito importante quando se trata dos elementos da comunicação , pois de nada adianta ter um canal de comunicação e não ter uma mensagem produzida adequada as especificações de linguagem do canal . <br />EX : <br />Essa propaganda não teria o mesmo sentido se fosse transmitida no rádio . <br />
  18. 18. Conhecimento empírico : conhecimento de domínio popular , que é usado mesmo não sendo comprovado cientificamente.<br />Ex: Arroz no saleiro. O homem comum sabe que, se colocar grãos de arroz no saleiro, o sal ficará soltinho e será fácil retirá-lo de lá,mas ele não sabe se é cientificamente comprovado. <br />
  19. 19. Conhecimento formal : têm a sua veracidade ou falsidade conhecida através da experimentação. <br />Ex: Descobrir uma vacina que evite uma doença. <br />CONHECIMENTO FORMAL <br />CONHECIMENTO EMPÍRICO <br />REPERTÓRIO <br />
  20. 20. Os interlocutores – emissor e receptor – precisam conhecer o referente da mensagem para que a codificação e a decodificação aconteçam. Apenas o referente em comum não ajudará muito.É preciso que o código utilizado seja comum entre eles e também que o canal de comunicação permita a transmissão da mensagem .<br />
  21. 21. Problemas de comunicação <br />Ambiguidade: Pode ter seu lado positivo ou negativo. Em uma conversa , usar demais o duplo sentido pode prejudicar o entendimento , mas em campanhas publicitárias pode ser uma arma de persuasão. <br />
  22. 22. Ruídos: <br />Físicos: interferência sobre o canal . <br />Culturais: diferenças no nível de código e repertório.<br />Psicológicos : interferência emocional .<br />
  23. 23. Comunicação e comunicação publicitária<br />Cinco perguntas são fundamentais antes de iniciar a elaboração de uma mensagem:<br />O que comunicar<br />Para que comunicar<br />Para quem comunicar<br />Como comunicar<br />Onde comunicar<br />
  24. 24. O que comunicar?<br />O comunicador deve estar 100% integrado ao que se trata.<br /> O assunto é um ponto crucial: é preciso ter algum conhecimento a respeito ou sair atrás de informação para saber o que comunicar. <br />
  25. 25. Para que comunicar?<br />Por qual motivo comunicar? <br />Qual a mensagem à ser transmitida? <br />É necessário que haja cautela para que não haja ruídos e a comunicação entre produto e cliente sejam prejudicadas.<br />
  26. 26. Para quem comunicar?<br />O comunicador deve estar ciente de qual público-alvo estará atendendo. Há diversos repertórios e necessidades diferentes dentro de uma sociedade. <br />Interesses de um jovem DIFERENTES <br />de interesses de um adulto.<br />
  27. 27. Como comunicar?<br />É essencial o laço entre <br />comunicador  receptor.<br />A comunicação é o que influenciará o cliente. <br />É preciso que haja afeto e lealdade de um produto para com seus consumidores. <br />Somente à partir daí ocorrerá a troca de valores.<br />
  28. 28. Onde comunicar?<br /> Há dois tipos de canais em que podem ocorrer a comunicação:<br />Direto :<br />Receptor  contato visual  Comunicador <br /> (considera até inconscientemente, gestos e expressões faciais)<br />Indireto– <br />Fala é o elemento principal <br />-Entonação e ritmo de voz fundamentais<br />
  29. 29. Resultados <br />É necessário que as cinco questões propostas sejam respondidas para que haja sucesso na conclusão da comunicação publicitária de qualquer produto. O publicitário deve optar por planejar e organizar informações antes de iniciar qualquer tipo de criação.<br />
  30. 30. Objetivos de comunicação na propaganda<br />Planejamento :<br />-É o início,onde a busca pelo público alvo,tipo de mercado e informações sobre o produto ocorre. <br />-É geralmente discutido entre agência e cliente.<br />-Contém informações importante para o pessoal de criaçãotradução criativa dos objetivos. <br />-Produto,Preço,Praça e Propaganda(4 p’s) <br />
  31. 31. Objetivos de comunicação na propaganda<br /> Briefing de criação :<br />Final do processo de coleta e análise de informações.<br />Forma objetiva de levar informações ao pessoal de criação. <br />O que dizer e como dizer <br />É preciso sair do briefing de criação.<br />(Inovar,impactar e diferenciar)<br />
  32. 32. Estratégias de criação<br />Promessa Básica  Diferencial<br />Justificativa Razão da promessa<br />Promessa Secundária Informações complementares <br />Apelos visuais e Orientação para criação  Informações imprescindíveis ou que não podem aparecer.<br />Imagem desejada  <br />“O que queremos obter com a veiculação da campanha.” <br />
  33. 33. “Prometa somente uma coisa forte,consistente,<br />justificável, e ele vai se lembrar dela quando entrar na loja.”<br />(Promessa Básica)<br />Promessa secundária:<br />“Vender o peixe”<br />
  34. 34.
  35. 35. “Portanto,propaganda boa é aquela que faz com que as pessoas parem no anúncio.Mas não é só isso.As pessoas precisam também continuar lendo o anúncio e convencer-se do que é proposto.” <br />
  36. 36. Obrigada!<br />

×