Reich

5.282 visualizações

Publicada em

Wilhelm Reich. Orgônio.

Publicada em: Ciências
2 comentários
26 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.282
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
2
Gostaram
26
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reich

  1. 1. Stephanie Bittencourt. WILHELM REICH E A PSICOLOGIA SOMÁTICA Imagens Ilustrativas: Alex Grey.
  2. 2. Wilhelm Reich foi o fundador da psicologia somática e da psicoterapia orientada ao corpo, sendo precursor das atuais terapias que trabalham com a vida emocional do corpo. o Nasceu 24 de março de 1897, Galícia – Áustria; o Tragédias na família; o Graduou-se em em medicina em 1922; o Membro praticante da Sociedade Psicanalítica de Viena. o Foi assistente de Freud; o Envolveu-se com política, filiando-se ao partido comunista. o Experimentos laboratoriais com bioenergética. o Criou o Orgone Institute; o Primeiras clínicas de higiene sexual o Seus livros e revistas foram proibidos e queimados; o Preso por desobediência, morreu de doença cardíaca, em uma prisão federal no de 1957 Breve História Fonte: google imagens, 2012.
  3. 3. INFLUÊNCIAS - PSICANÁLISE Fortemente enraizado na teoria psicanalítica , suas primeiras contribuições baseiam-se nos conceitos de couraça do caráter, que desenvolvem-se a partir da concepção psicanalítica da necessidade do ego de se defender contra forças instintuais. CARATÉR COURAÇA MUSCULAR ENERGIA VITAL, OU ORGÔNIO E A LIBIDO DE FREUD. Fonte: google imagens, 2012.
  4. 4. INFLUÊNCIAS - MARXISMO Seu interesse pelo Marxismo e a Psicanálise fizeram-no a escrever diversos livros, Reich afirmava que a psicanálise é uma ciência materialista e revolucionária, que atuaria na de conflito e resolução de conflito. Buscou estender o conceito de caráter individual que fora estudado por Marx, estudando sobre o autoritarismo e e a formação do caráter. Fonte: google imagens, 2012.
  5. 5. PRINCIPAIS CONCEITOS Os principais conceitos de Reich são todos derivados do conceito de de libido de Freud. Ele acrescentou à psicanálise o conceito de caráter como uma estrutura integrada ao ego, introduzindo o conceito de couraça de caráter e os aspectos físicos de defesa do organismo. BIOENERGIA ORGASMO 4- Ocorre relaxamento físico – relaxamento mecânico. 1- Os órgãos sexuais se enchem de líquido – tensão mecânica 2- Ocorre intensa excitação – carga bionergética; 3- A excitação sexual é descarregada nas contrações musculares descarga bionergética. A FÓRMULA DO ORGASMO Fonte: google imagens, 2012.
  6. 6. ENERGIA ORGÔNIO Características Principais 1 – É desprovido de massa; não possuí inercia ou peso; 2 – Está presente em toda parte, embora em diferentes concentrações, até mesmo no vácuo; 3- É o meio de atividade eletromagnética e gravitacional, o substrato dos fenômenos naturais mais básicos; 4 – O orgônio está em constante movimento; 5- Altas concentrações de orgônio atraem orgônio de ambientes menos concentrados; 6 – Forma unidades que se tornam centros de atividade criativa. Estas unidades incluem células, plantas, animais, além de nuvens, estrelas, planetas e galáxias. Fonte: google imagens, 2012.
  7. 7. Sexualidade Humana HIGIENE SEXUAL  Distribuição gratuita de contraceptivos a todos que os quiserem; educação intensiva para controle de natalidade.  Legalização total do aborto;  Abolição da distinção legal entre casados e solteiros; liberdade de divórcio;  Eliminação das doenças venéreas e prevenção de problemas sexuais por meio da educação;  Treinamento de médicos, professores e outros em todas as questões relacionadas à higiene sexual;  6- Tratamento, em vez de punição, para delitos sexuais. Fonte: google imagens, 2012.
  8. 8. CARÁTER A estrutura do caráter para Reich é resultante das relações do id e do ego com o mundo exterior. Se a pressão do id ou da sociedade torna-se muito forte, o ego se regidifica e forma uma blindagem para se proteger das forças que são dirigidas contra ele. Essa rigidez do ego é a base em que está fundada a blindagem do caráter. Fonte: google imagens, 2012.
  9. 9. COURAÇA DE CARÁTER Reich buscava tornar seus pacientes mais conscientes de seus traços de caráter. Frequentemente imitava seus gestos e posturas característicos (um piscar de olhos, por exemplo) ou então fazia os próprios pacientes repetir seus traço de caráter, até mesmo de forma exagerada. Conforme seus pacientes começavam a conhecer seu caráter, sentiam-se mais motivados para mudar. Fonte: google imagens, 2012.
  10. 10. CARÁTER GENITAL Fonte: google imagens, 2012.
  11. 11. CRESCIMENTO PSICOLÓGICO Para Reich, o crescimento se dá a partir do processo de dissolução de nossa couraça psicológica e física, permitindo assim que gradativamente, com a dissolução das couraças, o ser humano se torne mais livre, acessível e capaz de gozar de maneira plena e satisfatória o orgasmo. Energia Orgônica Fonte: google imagens, 2012.
  12. 12. A COURAÇA MUSCULAR Perda da couraça muscular Energia libidinal Auxiliando no processo de psicanálise Em seu trabalho sobre couraça muscular, Reich descobriu que tensões musculares crônicas servem para bloquear uma das três excitações biológicas: ansiedade, raiva ou excitação sexual. Fonte: google imagens, 2012.
  13. 13. 3 – Manter a colaboração do paciente passando abertamente com todas as resistências ou restrições emocionais que surgirem. 1 – Aumentar a energia no corpo através de respiração profunda; 2- Acometer diretamente os músculos cronicamente tensos (através de pressão e compressão, etc. ) para afrouxá-los; Existem três maneiras principais que são empregadas para dissolver a couraça: Fonte: google imagens, 2012.
  14. 14. Os anéis da couraça e suas formas de dissolução: Olhos: a couraça dos olhos é expressa por uma imobilidade da testa e uma expressão "vazia" dos olhos, que nos vêem por detrás de uma ríspida máscara. Boca: o segmento oral contém os músculos do queixo, garganta e a parte de trás da cabeça. Pescoço: este segmento inclui os músculos profundos do pescoço e também a língua. Tórax: este segmento inclui os músculos longos do tórax, os músculos dos ombros e da omoplata, toda a caixa torácica, as mãos e os braços. Diafragma: este segmento inclui o diafragma, estômago, plexo solar, vários órgãos internos e músculos ao longo das vértebras torácicas baixas. Abdômen: o segmento abdominal inclui os músculos abdominais longos e os músculos das costas. Bacia: este segmento contém todos os músculos da bacia e membros inferiores. Quanto mais intensa a couraça, mais a pelve é puxada para trás e saliente nesta parte. Fonte: google imagens, 2012.
  15. 15. OBSTÁCULOS AO CRESCIMENTO A Couraça é o maior obstáculo ao crescimento segundo Reich. O indivíduo encouraçado seria impossibilitado de dissolver sua couraça e, portanto, seria inábil de expressar as emoções biológicas primitivas. Religião Mística Ciência Mecanicista Fonte: google imagens, 2012.
  16. 16. “Corpo são, mente sã” Vegetoterapia Caracteroanalítica. Fonte: google imagens, 2012.
  17. 17. RELACIONAMENTOS SOCIAIS Reich afirma também que a natureza e cultura, instinto e moralidade, sexualidade e realização tornam-se incompatíveis, como resultado da cisão na estrutura humana. O homem só se libertaria quando vivenciasse a exigência biológica da satisfação sexual natural, ou seja, quando vivesse plenamente sua sexualidade e sua potencialidade orgástica. Fonte: google imagens, 2012.
  18. 18. VONTADE “Você não precisa fazer nada de especial ou novo. Tudo o que você precisa fazer é continuar o que tem feito: lavrar seu campo, manejar seu martelo, examinar seus pacientes, levar suas crianças à escola ou ao parque de diversões, falar sobre os fatos do dia, penetrar sempre mais profundamente nos segredos da natureza. Todas essas coisas você já faz. Mas você pensa que nenhuma delas tem importância... Tudo o que você tem a fazer é continuar o que você sempre fez e sempre quis fazer: seu trabalho, deixar suas crianças crescerem felizes, amar a mulher". Reich Fonte: google imagens, 2012.
  19. 19. EMOÇÕES Na terapia reichiana, em primeiro lugar é preciso lidar com as emoções negativas, para que os sentimentos positivos que elas encobrem possam ser completamente experienciados. Fonte: google imagens, 2012.
  20. 20. INTELECTO Reich se opunha a qualquer separação de intelecto, emoções e corpo. Ele afirmava que o intelecto é, na verdade, uma função biológica, e que ele pode ter uma carga afetiva tão forte quanto qualquer emoção. Acreditava que o intelecto opera como mecanismo de defesa, de tal forma que a linguagem falada muitas vezes funciona também como uma defesa. Fonte: google imagens, 2012.
  21. 21. Para Reich, Self é o núcleo biológico saudável de cada indivíduo. A maioria das pessoas não está em contato com o Self por causa da couraça física e das defesas psicológicas. SELF Fonte: google imagens, 2012.
  22. 22. Além de treino na técnica terapêutica, o terapeuta deve ter feito um progresso considerável em seu crescimento e desenvolvimento pessoais. Ao trabalhar tanto psicológica quanto fisicamente com um indivíduo, o terapeuta deve ter superado todos os medos de sons sexuais abertamente emitidos e do "ondular orgástico", livre movimento de energia no corpo. Reich era conhecido como terapeuta brilhante e obstinado. Mesmo como analista ortodoxo, ele era extremamente honesto, até mesmo brutalmente direto com seus pacientes. O TERAPEUTA Fonte: google imagens, 2012.
  23. 23. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ALBERTINI. P. Reich E A Possibilidade Do Bem-Estar Na Cultura. Instituto de Psicologia – USP, 2003 BOADELLA, D. Wilhelm Reich: The evolution of his work. London: Vision . (1973) FADIMAN, James; FRAGER, Robert. Personalidade e crescimento pessoal. 5.Ed. Porto Alegre; Artmed,2004. JOSEPHS, L. Balancing empathy and interpretation: Relational character anylisis. Northvale, NJ: Aronson, 1995. JUNIOR, M. N. Reich corpo e a clínica. Summus Editorial. São Paulo. 1999 REICH, W. – “Análise do caráter”. São Paulo: Martins Fontes, (1933) 2001 REICH, W. – “A função do orgasmo”. São Paulo: Brasiliense, (1942) 1983 REICH, W. – “A função do orgasmo”. São Paulo: Brasiliense, (1942) 1983 REICH, W. – “A psicopatologia e sociologia da vida sexual”. São Paulo: Global , (1927) 1978. REICH, W. Passion of youth – An Autobiography, 1897-1922. Trad. Philip Schmitz, Jerri Tompkins. New York: Farrar, Strauss & Giroux, 1988. REGO, A. R. A Clínica Pulsional De Wilhelm Reich: Uma Tentativa De Atualização Instituto Brasileiro de Psicologia Biodinâmica, 2003. VIANA, R. Bioenergética Anotações Importantes. 2009. Disponível em http://ralphviana.com/Artigos.html, Acesso em: 20/09/2012.

×