Danças Folclóricas 
ÁFRICA
Origem e importância da dança 
Africana 
 A dança originou-se na África como parte essência da vida nas 
aldeias. ela ace...
 As danças chegam a apresentar algumas vezes até seis 
ritmos ao mesmo tempo e seus dançarinos podem usar 
máscaras ou en...
As influências 
 Sabe-se que desde a invasão dos colonizadores, a partir do século 
XIV e XV em África, tudo sofreu alter...
Ritmos 
 Ao ritmo do Semba, Funaná, Kuduro, Sakiss, Puita, Marrabenta, e 
outros sons da música folclórica, são dançadas ...
Características 
 A dança africana utiliza os conceitos de polirritmia e articulação 
total do corpo. 
Os ombros, a caixa...
Tipos de danças Africanas 
 Kizomba 
Ritmo quente, originário de Angola, não pára de conquistar cada 
vez mais praticante...
 Danças Caboverdianas 
Toda a variedade de ritmos originários de Cabo Verde: Funána, Mazurka, Morna, Coladera, 
Batuque. ...
Trabalho de Ed. Física 
 Grupo: 
 Stefhanny C. 
 Lucas A. 
 Francisco 
 Gessica P. 
 Luiza A. 
 Rhaianne
Danças folclóricas - África
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Danças folclóricas - África

2.237 visualizações

Publicada em

Danças folclóricas - África do sul

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.237
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Danças folclóricas - África

  1. 1. Danças Folclóricas ÁFRICA
  2. 2. Origem e importância da dança Africana  A dança originou-se na África como parte essência da vida nas aldeias. ela acentua a unidade entre seus membros, por isso é quase sempre uma atividade grupal. Em sua maioria, todos os homens, mulheres e crianças participam da dança, batem palmas ou formam círculos em volta dos bailarinos  Todos os acontecimentos da vida africana são comemorados com dança, nascimento, mortem plantio ou colheita; ela é a parte mais importante das festas realizadas para agradecer aos deuses uma colheita farta. As danças africanas variam muito de região para região, mais a maioria delas tem certas características em comum. Os participantes geralmente dançam em filas ou em círculos, raramente dançam a sós ou em par. Amarantes e Luiza
  3. 3.  As danças chegam a apresentar algumas vezes até seis ritmos ao mesmo tempo e seus dançarinos podem usar máscaras ou enfeitar o corpo com tinta para tornar seus movimentos mais expressivos. As danças em Marrocos usam normalmente uma repetição e um constante crescimento da música e de movimentos, criando um efeito hipnótico no dançarino e no espectador. Entre elas destacam-se: Ahouach Guedra Gnawa Schikatt. Stefhanny
  4. 4. As influências  Sabe-se que desde a invasão dos colonizadores, a partir do século XIV e XV em África, tudo sofreu alterações desde os nomes usados até à própria civilização isto devido à permanência dos colonos desde essa data até aos nossos dias, com a entrada de outras culturas. Agora aqui sublinho no que toca a dança que houve uma fusão entre os nossos ritmos tradicionais com a forma de dançar a par importada da sociedade europeia, em que este tipo de dança era praticada nas cortes, nos salões nobres e da burguesia como por exemplo na contradança, valsa, mazurca, polca…, levadas não só pelos senhores como pelos seus criados e até por alguns escravos. Rhaianne
  5. 5. Ritmos  Ao ritmo do Semba, Funaná, Kuduro, Sakiss, Puita, Marrabenta, e outros sons da música folclórica, são dançadas em pequenas coreografias, trabalhando assim os movimentos da anca, o rebolar da bunda , e a facilidade de juntar a agilidade dos braços, pernas e cabeça, num só movimento culminando num trabalho de ritmo corporal. Gessica
  6. 6. Características  A dança africana utiliza os conceitos de polirritmia e articulação total do corpo. Os ombros, a caixa, o pélvis, os braços, os pés etc., podem mover-se com diferentes ritmos na música. Podem também adicionar o independente rítmico dos componentes aqueles na música. Os movimentos muito complexos são então possíveis mesmo que o corpo não se mova através do espaço. Os Dançarinos podem comutar para a frente e para trás entre ritmos sem movimentos faltantes. Francisco
  7. 7. Tipos de danças Africanas  Kizomba Ritmo quente, originário de Angola, não pára de conquistar cada vez mais praticantes. É uma das danças sempre tocadas nas discotecas, não só africanas. Quente, suave, apaixonante... Vários estilos, técnicas, influencias. Toda variedade e diversidade de Kizomba.  Semba É uma dança de salão angolana urbana. Dançada a pares, com passadas distintas dos cavalheiros, seguidas pelas damas em passos totalmente largos onde o malabarismo dos cavalheiros conta muito a nível de improvisação. O Semba caracteriza-se como uma dança de passadas. Não é ritual nem guerreira, mas sim dança de divertimento principalmente em festas, dançada ao som do Semba.
  8. 8.  Danças Caboverdianas Toda a variedade de ritmos originários de Cabo Verde: Funána, Mazurka, Morna, Coladera, Batuque.  Danças Tribais Danças e rituais que despertam o ritmo e as expressões corporais, que existem dentro de nós, inspirando o corpo e a alma e onde a música e a se entrelaçam com dinamismo e alegria de viver. Dançadas individualmente. Dança de saltos atléticos, figurinos exóticos e ritmos de êxtase. É uma expressão fortíssima de sentimentos artísticos, emocionais e religiosos.  Schikatt  Dança erótica e popular das mulheres marroquinas. Muitos movimentos têm origem nas danças orientais. Foi de uma combinação da influência árabe com o folclore berbere que nasceu esta dança. As dançarinas usam camadas de véus cobrindo o corpo, do pescoço ao tornozelo, e se enfeitam com muitas joias; elas cantam, tocam instrumentos e batem palmas enquanto dançam. O schikatt tem um passo característico chamado rakza, quando a dançarina bate com os pés como na dança flamenca.
  9. 9. Trabalho de Ed. Física  Grupo:  Stefhanny C.  Lucas A.  Francisco  Gessica P.  Luiza A.  Rhaianne

×