Semanal 12 03 12

146 visualizações

Publicada em

Semanal 12 03 12

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
146
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Semanal 12 03 12

  1. 1. Relatório Semanal 12 Mar 2012Comentário SemanalO desempenho da bolsa brasileira no começo da semana passada foi completamente influenciadapela maior aversão ao risco dos investidores em função da China e Europa, afetandocommodities, onde há forte concentração de empresas no segmento no índice Bovespa. Tambémnão podemos esquecer que o fluxo de recursos de investidores estrangeiros também virou paranegativo em março, situação bem diferente dos meses anteriores.Por aqui vamos seguir na dependência de mudanças novamente positivas no fluxo de recursos ede um quadro de menor estresse no mercado internacional. Aparentemente esses dois fatorespodem ocorrer durante o período. Afinal, a Grécia conseguiu fechar seu pacote de descontos nadívida se credenciando para receber parcelado os 130 bilhões de euros, ao mesmo tempo em queos recursos de estrangeiros podem voltar ao mercado. 1/6
  2. 2. Relatório Semanal 12 Mar 2012Destaque de alta na semanaMarfrig ON 9,40% - Os ajustes que a Marfrig realizou em sua estrutura operacional eorganizacional em 2011 visando redução de custos, aumento da eficiência e a aceleração nacaptação das sinergias dos diversos negócios adquiridos tendem a viabilizar melhora em seusresultados em 2012 comparativamente com 2011. Ressaltamos ainda como aspecto positivo ofato da companhia ter trocado linhas de crédito mais caras por outras mais baratas e ter alongadoo perfil da dívida. Outro aspecto que contribui para a formação da expectativas otimistas para aMarfrig são os rumores de que está próxima a data em que será concretizado a troca de alguns deseus ativos na Argentina por ativos da BRF Foods no Brasil em linha com o acordo assinado entreas partes em dezembro de 2011. Com a troca a Marfrig agregará ativos relacionados com carnesde frango e suína, abrindo novas possibilidades para acelerar a captação de sinergias com asatividades desenvolvidas através da Seara.Outro fator que contribui para a formação de expectativas positivas para a Marfrig é o fato de quenos dois primeiros meses do ano o preço da arroba do boi no Brasil apresentou recuo, fato quetende a se perpetuar ao longo de 2012, o que se confirmado reduzirá a pressão na estrutura decustos dos frigoríficos com atividades em carne bovina.Br Malls Par ON 7,60% - As companhias com atuação no setor de exploração de imóveiscomerciais com foco em shopping centers divulgaram, na semana, seus resultados referentes aoexercício de 2011, mostrando performances positivas e acima das expectativas gerais. Osprincipais fatores que favorecerem o desempenho das empresas do setor foram: os crescimentosque todas elas registraram na Área Bruta Locável (ABL), o bom desempenho do setor varejo, quefavoreceu a negociação do valor dos aluguéis com os lojistas; o aumento da disponibilidade deopções de lazer e entretenimento dentro dos shoppings e o aumento da receita comestacionamento. Para 2012 as expectativas para estas empresas são positivas, visto os aindabons fundamentos para o consumo e a maturação dos investimentos realizados em 2011. 2/6
  3. 3. Relatório Semanal 12 Mar 2012Destaque de queda na semanaMMX Miner ON (8,30%) – Acreditamos que a desvalorização dos títulos da MMX pode guardarrelação com o cancelamento, por um tribunal chileno, da autorização ambiental para a construçãoda central termelétrica Castilha, do grupo MPX, outra empresa do empresário brasileiro EikeBatista. Vale lembrar que a mineradora também tem projetos naquele País para odesenvolvimento de um sistema com capacidade de 10 milhões de toneladas de minério de ferroao ano, que ainda está em estágio de engenharia e pesquisa geológica.Vale PNA (7,80%) Vale ON (7,50%) e Bradespar PN (7,70%) – A desvalorização das ações daVale pode ser explicada pelo imbróglio em torno de tributos sobre lucros de controladas ecoligadas no exterior, em processos que poderiam chegar a cerca de R$ 24 bilhões. Lembramosque, em 06/03/2012, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região, com sede em Brasília, cassouliminar obtida pela Vale que suspendia a cobrança de contribuição social e imposto de renda novalor de R$9,8 bilhões, mais multas e juros, referente aos autos de infração instaurados pelaSecretaria da Receita Federal (SRF) relativos aos anos de 2003-2006 e 2007. A Bradespar, porsua vez, acompanhou a desvalorização da sua principal investida. RESULTADOS 4º TRIMESTRE – SEMANA 05 MARÇO a 09 MARÇO/2012M.DiasBranco - A empresa encerrou o quarto trimestre com lucro líquido de R$ 112,9 milhões,alta de 7,3% em relação ao mesmo período de 2010. No ano, a M. Dias Branco registrou lucrolíquido de R$ 366,5 milhões, alta de 4,2% sobre 2010. A receita líquida cresceu 19,1% no período,para R$ 2,4 bilhões. (05/03/12)Minerva - A indústria de alimentos Minerva teve lucro líquido de 15,1 milhões de reais no quartotrimestre de 2011, contra 27,4 milhões de reais em igual período do ano anterior. No acumuladode 2011, a companhia teve lucro líquido de 41,7 milhões de reais, pouco mais que o dobro dos20,8 milhões de reais registrados no ano anterior. (05/03/12)ALL America Latina - registrou um lucro líquido de R$ 515 mil no primeiro trimestre de 2011, oque indica uma queda de 98,5% ante os R$ 35,048 milhões verificados no mesmo período de 3/6
  4. 4. Relatório Semanal 12 Mar 20122010. O Ebitda ficou em R$ 301,7 milhões, um aumento de 1,7% na mesma base de comparação.(06/03/12)CCR - registrou lucro líquido de R$ 294,71 milhões no quarto trimestre de 2011. O resultado,divulgado hoje, representa um salto de mais de 1.000% em relação ao lucro de R$ 15,66 milhõesreportado no quarto trimestre de 2010. Os números, segundo a empresa, consideram ajustes pelaProvisão de Manutenção, novo componente de custo do padrão contábil IFRS. Caso seja excluídaa provisão de manutenção e respectivos efeitos fiscais, a CCR teria registrado lucro Líquido de R$306,3 milhões no trimestre, ante R$ 148,8 milhões no quarto trimestre de 2010. (07/03/12)Energias BR - registrou lucro líquido de 81,8 milhões de reais no quarto trimestre, queda de 59,2por cento ante o mesmo período do ano anterior. No consolidado de 2011, o lucro líquido caiu15,8 por cento, para 490,7 milhões de reais. (07/03/12)Eucatex - apresentou lucro líquido de R$ 37,2 milhões no quarto trimestre de 2011, alta de 86,9%frente aos R$ 19,9 milhões do mesmo período do ano anterior. No ano, contudo, a queda foi de26,5%, saindo de R$ 120 milhões em 2010 para R$ 88,2 milhões neste ano. (07/03/12)MRV Engenharia - anunciou lucro líquido de R$ 209 milhões entre outubro e dezembro de 2011,segundo balanço divulgado pela empresa. O valor é 37,5% maior que o registrado no quartotrimestre de 2010, de R$ 152 milhões. Em 2011, o lucro líquido avançou 19,8%, para R$ 760milhões, contra R$ 634 milhões registrados no ano anterior. (07/03/12)Multiplan - registrou um lucro líquido de R$ 298,1 milhões em 2011, uma alta de 36,5% emrelação aos R$ 218,3 milhões anunciados em 2010. No quarto trimestre, o lucro subiu 49,4%,para R$ 108,1 milhões contra R$ 72,3 milhões registrados no mesmo período do ano anterior.(07/03/12)Tegma - teve lucro líquido consolidado de 29,1 milhões de reais no quarto trimestre, queda de 6,2por cento em relação a um ano antes. O Ebitda ajustado somou 61,3 milhões de reais no quartotrimestre, crescimento de 18 por cento na mesma base de comparação. (07/03/12)Usiminas - Na comparação com o quarto trimestre de 2010, o lucro líquido da Usiminas mostrouum tombo de 72,5 por cento. Sobre o terceiro trimestre de 2011, houve recuo de 50 por cento. A 4/6
  5. 5. Relatório Semanal 12 Mar 2012geração de caixa medida pelo Ebitda somou 218 milhões de reais, recuo de 34,3 por cento sobreo resultado obtido um ano antes. A margem no período passou de 10,8 para 7,7 por cento.(07/03/12)AmBev - reportou lucro líquido maior em 14,3% em 2011, para R$ 8.641 milhões contra soma deR$ 7.561 milhões do ano anterior. No quarto trimestre, o ganho foi de 17,3%, para R$ 2,58bilhões. A companhia reportou lucro líquido por ação de R$ 2,77 em 2011 e de R$ 0,97 nos quatroúltimos meses do ano. (08/03/12)Cetip - registrou um lucro líquido ajustado de R$ 104,8 milhões no quarto trimestre de 2011, umaalta de 23,3% frente ao que havia sido registrado entre os meses de outubro e dezembro de 2010.Desta forma, ela termina 2011 com lucro líquido ajustado de R$ 370,7 milhões, 46,3% superior aoque havia sido registrado em 2010. (08/03/12)CSU CardSyst - Apresentou lucro líquido de 9 milhões de reais no quarto trimestre de 2011. Ovalor foi 9% maior que o apresentado no mesmo período do ano passado. Os investimentosrealizados pela CSU em 2011 atingiram a marca dos 42,3 milhões de reais, 48,1% maior queinvestido em 2010. Como resultado, o EBITDA do quarto trimestre somou R$ 18,8 milhões,expansão de 8,5%. (08/03/12)Marisa - O lucro líquido da Marisa Lojas teve recuo de 14,9% em 2011, somando R$ 177,5milhões contra R$ 208,7 milhões registrados no ano anterior. No quarto trimestre, a queda foi de58,6%, saindo de R$ 87,6 milhões para R$ 36,3 milhões. (08/03/12)Magnesita AS - Registrou lucro líquido de R$ 98,5 milhões em 2011, resultado 6,7% superior aoapresentado um ano antes, quando somou R$ 92,3 milhões. No último trimestre do ano, aempresa lucrou R$ 11,5 milhões, uma queda de 43,7% comparado aos R$ 20,5 milhões domesmo trimestre de 2010. (08/03/12)Copasa - Registrou recuo de 29,60% no lucro líquido relativo a 2011, somando R$ 470,4 milhõesno período. No quarto trimestre o recuo foi mais expressivo, de 67,40%, para R$ 105,6 milhões.(09/03/12) 5/6
  6. 6. Relatório Semanal 12 Mar 2012Disclaimer iAtendimento Souza BarrosSão Paulo (11) 3292-6900 - 0800 77 123 00www.souzabarros.com.br – www.investtrader.com.brClodoir Vieira – CNPILarissa Gatti NappoFonte: Economática, Infomoney, Lopes Filho & Associados.i Declaração do analista de valores mobiliários de investimento, nos termos do art. 17 da ICVM 483 -As informações financeiras utilizadas neste relatório foram obtidas diretamente das empresas. Todas as informações foramobtidas de fontes públicas que acreditamos confiáveis e de boa fé, mas não foram independentemente conferidas e nenhumagarantia expressa ou implícita, é feita sobre sua exatidão, ou se a informação é completa. Este documento foi preparado peloanalista da Souza Barros e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões,estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas a mudanças como resultado de alterações nas condições demercado, sem aviso prévio.O analista de investimento ou de valores mobiliários, envolvido na elaboração deste relatório “Clodoir Gabriel Vieira” ousimplesmente “Clodoir Vieira”, declara que as recomendações contidas neste refletem exclusivamente suas opiniões pessoaissobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação àCorretora Souza Barros Câmbio e Títulos S.A. e demais empresas do Grupo.O analista de investimentos, envolvido na elaboração deste relatório, tem vínculo como cotista do “Clube de investimentoSB”, porém não participa da administração. A empresa analisada pode fazer ou não parte da carteira. As operações realizadaspodem ou não seguir a tendência da recomendação. 6/6

×