A política de platão

550 visualizações

Publicada em

O governante na visão política de Platão deve se orientar pela luz da sabedoria e do conhecimento, para assim evitar ser influenciado por conceitos que estejam fora da realidade e que fogem do propósito na busca de um Estado ideal.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
550
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
268
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A política de platão

  1. 1. A Política de Platão A Formação do Governante com referência no Mito da Caverna
  2. 2. O bom governante, não contente com a escuridão a qual vive a sociedade, visando melhorias para o bem comum deve se libertar e enfrentar as dúvidas e consequências da ousadia e sair em busca da luz do sol, do conhecimento, das novas ideias.
  3. 3. Dotado de conhecimento e sabedoria o governante não se deixará influenciar e não será capaz de cometer injustiças ou de praticar o mal, mantendo assim a ordem social e o bem da coletivo.
  4. 4. Através do conhecimento e da sabedoria, retornar à caverna ( polis) para mostrar aos cidadãos como esta luz - do conhecimento e da ousadia em se atrever ser livre, em sair do mesmo - que existem novas possibilidades que podem mudar uma sociedade.
  5. 5. O governante na visão política de Platão deve se orientar pela luz da sabedoria e do conhecimento, para assim evitar ser influenciado por conceitos que estejam fora da realidade e que fogem do propósito na busca de um Estado ideal.
  6. 6. O Governante para a formação do Estado ideal • Político do grego πολιτικό (politikos) é a arte da organização, da administração da pólis, é o sujeito que tem o dom de bem administrar a sociedade. É aquele que administra a pólis com organização para que se gere o bem comum, o bem coletivo para a manutenção do Estado ideal.
  7. 7. • O bom governante é capaz de compreender as necessidades de mudanças e se antecipar com projetos de melhorias da sociedade onde vive. • necessita da técnica do conhecimento para saber dar o passo de maneira correta dentro do ambiente onde vive.
  8. 8. A Política atual • Tantos anos se passaram desde a ideia de um Estado ideal assim como pretendiam Protágoras, Platão, Aristóteles e tantos outros, infelizmente nos dias atuais o POLÍTICO não existe. Uma sociedade administrada pelo individualismo, onde o patrimônio público é utilizado não para o coletivo, mas em benefício privado. A sociedade se vendo obrigada a se recolher na caverna, vivendo às sombras da corrupção.
  9. 9. É urgente a necessidade do cidadão em sair da caverna, da escuridão, da ignorância e perceber a importância do aprendizado para que verdadeiramente venha significar a palavra Política, a utilização correta da Democracia, a valorização de uma conquista, que o cidadão aprenda a usar o poder da voz para intervir de forma serena e pacífica de um projeto político e democrático que vise o bem coletivo; assim forçar a formação de bons governantes para uma boa política.
  10. 10. A seguir, algumas matérias interessantes para refletir e aprender um pouco mais sobre Política.
  11. 11. Política para não ser idiota • A palavra IDIOTA do grego ἴδιώτης (idhiótis) significa cidadão privado, individual. Nas palavras “do filósofo Mario Cortella, idiota traduz o ser que olha para o próprio umbigo, aquele que não se preocupa com o coletivo, que visa o próprio bem. Dentro do contexto da política de Platão, não é o ideal de um bom governante, aquele que visa apenas o interesse privado, mas este deve governar para o bem coletivo. https://www.youtube.com/watch?v=n9LM9SnXCLg • Palestra Completa https://www.youtube.com/watch?v=5DCpyhGdFNM
  12. 12. • Seja familiar, em sociedade, na política, estamos acostumados a ver sombras a nossa frente e tomá-las como verdadeiras pelo comodismo, medo ou por ignorância. O Mito da Caverna de Platão é uma crítica à condição dos homens seja em qualquer situação. Mas que devemos nos libertar para nos proporcionarmos a novas ideias e possibilidades.

×