Laura Mirón. o crepúsculo e as formigas

568 visualizações

Publicada em

tarefa de lectura

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
568
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
175
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Laura Mirón. o crepúsculo e as formigas

  1. 1. O crepúsculo e as formigas Laura Mirón Torrado 1ºBac A
  2. 2. “O camiño afundíase e convertíase nunha congostra de altas ladeiras”
  3. 3. “Fuxín coma un tolo. Longa e terríbel a fuxida. E aquil lavar as maos. E aquil chorar polas rúas, correndo cun trotiño de can, até a mañá cedo.”
  4. 4. “Vin desaparecer os seus ollos opacos e poderosos. Foise”
  5. 5. “Fuxe de min, fuxe de eiquí, que eu son Violeta e vivo eiquí co tío Calros dende sempre.”
  6. 6. “Non sei discernir no pasado.”
  7. 7. “E todo foi dende o da miña nai. Ela agora está ben morta.
  8. 8. “Non tedes vergonza. Non sodes homes. E escoita isto: non vou á Casa Azul. Eu ríome do costume.”
  9. 9. “Diuse o caso de que rolou pola pendente de mineral de ferro que daba ao mar.”
  10. 10. “Pro una claridade vaga aínda aboiaba no ambiente.”
  11. 11. “Cheiraba a óleo.”

×