FORMAÇÃO E ESCOLARIZAÇÃO DA CRIANÇA SUELY AMARAL
Simone Helen Drumond Ischkanian
CONCEITOS INDICAÇÃO DE QUESTÕES ARGUMENTO...
FORMAÇÃO E ESCOLARIZAÇÃO DA CRIANÇA SUELY AMARAL
Simone Helen Drumond Ischkanian
CONCEITO - As transformações sociais, cul...
vez que a escola é espaço de transformação e deve mediar uma ação ativa nas
mediações pedagógicas.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFI...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Formação e escolarização da criança suely amaral

331 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
331
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Formação e escolarização da criança suely amaral

  1. 1. FORMAÇÃO E ESCOLARIZAÇÃO DA CRIANÇA SUELY AMARAL Simone Helen Drumond Ischkanian CONCEITOS INDICAÇÃO DE QUESTÕES ARGUMENTOS E REFLEXÕES Transformações sociais, culturais, tecnológicas e subjetivas na sociedade contemporânea. Concepções que orientam o pensar e o agir dos educadores, podem implicar na escolarização e na formação das crianças na perspectiva de serem futuros dirigentes. O desenvolvimento da inteligência e da personalidade exigem do educador uma intencionalidade fundamentada numa solida compreensão teórica para o amplo desenvolvimento infantil. A infantil deve ser pensada exclusivamente para a criança, deve tornar-se o lugar de encontro de conhecimentos, todos seus aspectos educacionais devem ser construídos com objetividade e coesão Desafios para a socialização e educação de crianças. Insuficiência da base teórica e da desvalorização do magistério, que condicionam a qualidade da prática pedagógica, do ensino, da aprendizagem e comprometem a formação de sujeitos humanizados, conscientes e atuantes. O papel da escola é o desafio do professor (Gramsci) A própria compreensão do papel da educação e da escola na formação da inteligência. O trabalho do educador infantil vai muito além do simples cuidar. Como educadores precisamos nos formar e informar para dá sentido as nossas ações pedagógicas. A necessidade de revisão das bases que fundamentam o trabalho escolar, tanto os pressupostos teóricos, quanto os pressupostos metodológicos da prática pedagógica que é definida pelas concepções que orientam de modo consciente ou mesmo sem os educadores se darem conta das interações e as ações que se concretizam no currículo, no processo de ensino e na formação dos professores. A maneira como pensamos o processo educativo e a maneira como atuamos na escola precisam ser revolucionadas pelos novos conhecimentos científicos. Compete aos educadores mediarem os saberes necessários ao desenvolvimento infantil, para que as crianças desenvolvam suas habilidades e projetem suas competências no cotidiano de suas ações mirins. A escola é espaço de transformação. A escola deve mediar uma ação ativa nas mediações pedagógicas.
  2. 2. FORMAÇÃO E ESCOLARIZAÇÃO DA CRIANÇA SUELY AMARAL Simone Helen Drumond Ischkanian CONCEITO - As transformações sociais, culturais, tecnológicas e subjetivas na sociedade contemporânea, envolvem concepções que orientam o pensar e o agir dos educadores, esse amplo pensar, podem implicar na escolarização e na formação das crianças na perspectiva de serem futuros dirigentes. O desenvolvimento da inteligência e da personalidade exige do educador uma intencionalidade fundamentada numa solida compreensão teórica para o amplo desenvolvimento infantil. A escola infantil deve ser pensada exclusivamente para a criança, deve tornar-se o lugar de encontro de conhecimentos, todos os seus aspectos educacionais devem ser construídos com objetividade e coesão. INDICAÇÃO DE QUESTÕES – Os desafios para a socialização e educação de crianças, geram uma insuficiência na base teórica e desvalorizam do magistério, esses desafios também, condicionam a qualidade da prática pedagógica, do ensino, da aprendizagem e comprometem a formação de sujeitos humanizados, conscientes e atuantes. Nesse sentido, é necessário reavaliar “O papel da escola é o desafio do professor” (Gramsci), tendo em vista que a própria compreensão do papel da educação e da escola na formação da inteligência, vai muito além do simples cuidar. Como educadores precisamos nos formar e informar para dá sentido as nossas ações pedagógicas. ARGUMENTAÇÕES E REFLEXÕES - A necessidade de revisão das bases que fundamentam o trabalho escolar, tanto os pressupostos teóricos, quanto os pressupostos metodológicos da prática pedagógica que é definida pelas concepções que orientam de modo consciente ou mesmo sem os educadores se darem conta das interações e as ações que se concretizam no currículo, no processo de ensino e na formação dos professores. A maneira como pensamos o processo educativo e a maneira como atuamos na escola precisam ser revolucionadas pelos novos conhecimentos científicos. Compete aos educadores mediarem os saberes necessários ao desenvolvimento infantil, para que as crianças desenvolvam suas habilidades e projetem suas competências no cotidiano de suas ações mirins, uma
  3. 3. vez que a escola é espaço de transformação e deve mediar uma ação ativa nas mediações pedagógicas. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: MELLO, Sully Amaral. Formação e Escolarização da Criança: alternativas teóricas e práticas. Disponível em: http://cefort.ufam.edu.br/posinfantil .Acessado em 07/05/2013

×