Carecterizacao de arte do 1º ao 5ºano simone helen drumond

15.340 visualizações

Publicada em

http://simonehelendrumond.blogspot.com
simone_drumond@hotmail.com

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
113
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Carecterizacao de arte do 1º ao 5ºano simone helen drumond

  1. 1. DISCIPLINA ARTE CARACTERIZAÇÃO DA ÁREA DE ARTE DO 1º AO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I SIMONE HELEN DRUMOND DE CARVALHO simone_drumond@hotmail.com Aprender, em arte, implica desafios, pois a cultura e a subjetividade de cadaaprendiz alimentam as produções, e a marca individual é aspecto constitutivo dostrabalhos. O aluno precisa sentir que as expectativas e as representações dos professores,a seu respeito, são positivas, ou seja, seu desenvolvimento em arte requer confiança erepresentações favoráveis sobre o contexto de aprendizagem. As tarefas podem serentendidas ou carregadas de sentido para os aprendizes. A organização das tarefas, das propostas e dos conteúdos pelos professoresocupa um papel muito importante. É necessário que o aluno participe das atividadescom consciência de suas finalidades, cabendo ao professor explicitar o para quê e oporquê das tarefas. A autonomia e a participação, dos alunos, são reais quando eles têmconsciência da necessidade das propostas que executam ou do interesse por elas.Trabalhar em tarefas escolares, por solicitação do outro, sem perceber o sentido ousem gosto por fazê-lo, é desenvolver uma postura de submissão, o que cedo ou tardelevará o aluno a não querer continuar aprendendo, seja por rebeldia, seja por falta demotivação própria.
  2. 2. O interesse por arte pode ser criado nas aulas, não sendo necessário que oprofessor sempre parta do interesse dos alunos, mas que considere suas motivaçõesinternas e culturais, suas expectativas prévias das situações de aprendizagem,manifestadas pelo diálogo com os alunos sobre os conteúdos escolares. Trazer conteúdos de arte, do ambiente de origem e do cotidiano dos estudantes,para a sala de aula é uma boa e motivadora escolha curricular. Essa prática valoriza ouniverso cultural do grupo, dos subgrupos e dos indivíduos, incentiva a preservaçãodas culturas e cria, em cada um, o sentimento de orgulho da própria cultura de origeme de respeito à dos outros, o que constitui condição fundamental para a construção deuma relação não preconceituosa com a diversidade das culturas. Porém, estudar taisconteúdos não deve excluir outros recortes ricos e estimulantes da aprendizagem. Ensina-se a gostar de aprender arte com a própria arte, em uma orientação quevisa melhoria das condições de vida humana, em uma perspectiva de promoção dedireitos na esfera das culturas (criação e preservação), sem barreiras de classe social,sexo, raça, religião e origem geográfica. É necessário que o professor seja um“estudante” fascinado por arte, pois só assim terá entusiasmo para ensinar atransmitir, a seus alunos, à vontadede aprender. Nesse sentido, um professor mobilizado para a aprendizagem contínua,em sua vida pessoal e profissional, saberá ensinar essa postura a seus estudantes. O professor deve conhecer a natureza dos processos de criação dos artistas,propiciando, aos estudantes, oportunidades de edificar idéias próprias sobre arte,enriquecidas de informações mediadas pelo professor, conforme o fazem ospensadores que refletem sobre a produção social e historiadores ou apreciadores. Cabe à escola reconstruir o espaço social de produção, apreciação e reflexãosobre arte, sem deformá-lo ou reduzi-lo a moldes escolares.
  3. 3. A Arte é uma disciplina obrigatória nas escolas, conforme determinação daLDB 9394/96. Portanto, cabe aos educadores da Rede Salesiana de Escolas, atravésdo Centro Educacional Santa Teresinha realizarem um trabalho de qualidade, afimde que crianças e jovens tenham a oportunidade de se envolverem com o ensino dasartes. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS No sentido de viabilizar as práticas e procedimentos para o aperfeiçoamentodos saberes dos alunos em ARTE, as atividades propostas no ensino de Arte devemgarantir e ajudar os alunos a desenvolver modos interessantes, imaginativos ecriadores de fazer e de pensar sobre a arte, exercitando seus modos de expressão ecomunicação. O ensino-aprendizagem de arte refere-se, então, aos encaminhamentoseducativos que visam ajudar os alunos na apreensão viva e significativa de noções ehabilidades culturais: produções artísticas pessoais, apreciações estéticas ou análisesmais críticas de trabalho em arte nas diversas modalidades (artes visuais, verbais,música, teatro, dança, entre outros estilos).TEMAS TRANSVERSAIS E INTERDISCIPLINARIEDADE COMPROJETOS E PARADIDÁTICOS DE OUTRAS DISCIPLINAS. No decorrer do ano letivo, será feita uma abordagem temática especifica emconsonância com as atividades previstas no calendário escola: Campanha da Fraternidade. Celebrações.
  4. 4. JOGOSPSICOMOTORES. Tarde da Cidadania Bem como outros previstos a fim de levar os alunos a refletirem sobre aimportância da ARTE nas atividades do contexto escolar. Levando em conta que oplano será desmembrado em unidades levando em consideração as datascomemorativas, feriados e recesso escolar. Os temas transversais terão os objetivos: Conhecer-se a si mesmo, valorizando a própria identidade e as raízes. Propiciar a construção de um espírito que pertença ao grupo e comunidade escolar. Desenvolver a consciência cívica e de participativa. Promover a autonomia na construção do saber e do fazer. Conhecer, aplicar e selecionar diversas técnicas de estudo, suas necessidades ou às do grupo.METODOLOGIA Valor da Língua para a nossa identidade artística. Diálogos e debates sobre o contexto da história da Arte, assim como o estilodos artistas e técnicas trabalhadas.. Regras para o bom funcionamento das aulas na disciplina - diálogos e debates. Conhecimento da organização e funcionamento do caderno da disciplina deArte. Leitura pela professora e alunos de contextos pelos quais a Arte permeia. Leitura de textos artísticos escritos pelos alunos. Leitura de grafismos (desenhos) artísticos produzidos pelos alunos. Elaboração de fichas avaliativas para que os alunos possam desenvolver suasproduções artísticas, com base nos critérios de avaliação. Observação, descrição e reprodução de imagens.
  5. 5. Exercícios afins. Seleção de informação essencial: enciclopédias, dicionários artísticos epesquisas na Internet. Leitura e exploração do vocabulário e ideologia artística dos textostrabalhados nos trimestres. Distinção das características próprias dos textos, lendo-os e escrevendo-os:conto popular, descritivo, em diálogo, carta, postal, biografia, etc. Ficha e apostila de leitura artística. Revisão de conhecimentos, através de questionários, fichas de trabalho,portfólio de arte, exercícios e avaliações formais etc. Descrição oral e escrita de episódios vividos ou imaginados no contexto daArte. Participação construtiva em trabalhos individuais, em grupo e projetos de Arteou Interdisciplinares. AVALIAÇÃO A avaliação acontece no processo diário de ensino e aprendizagem. Cada atividade,pesquisas, apresentações realizadas pelos alunos tem como objetivo específico aaquisição de determinado conhecimento adquirido. Neste sentido serão utilizados osseguintes recursos avaliativos: Diagnóstico – leitura de textos voltados ao conhecimento da ARTE,compreensão dos textos lidos, expressão oral, expressão escrita e domínio doconhecimento explicita da Língua materna e da linguagem artística. Auto avaliação. Todos os indicadores apresentados no dispositivo de avaliação do regimento daescola, através da observação, avaliação escrita, resolução de exercícios, fichas detrabalho (individuais e em grupo). Estas serão elaboradas no decorrer doplanejamento trimestral.
  6. 6. Pesquisas sobre o contexto da história da Arte (individuais e grupo). Participação e responsabilidade nas aulas de Arte. Portfólio de Arte será realizado no caderno de desenho dos alunos, durante aprópria situação de aprendizagem, quando o professor identifica como o alunointerage com os conteúdos e transforma seus conhecimentos. A avaliação de Arte será realiza formalmente ao término de um conjunto deatividades, que compõem uma unidade didática para analisar como a aprendizagemocorreu.

×