História Objetiva: Joãozinho e os frutos      Joãozinho e os frutos (adaptação Taty Amaral)Numa manhã de sábado, João foi ...
Joãozinho replica: Eu, é ruim, hein?! Você não me conhece, nãoconhece minha vida e nem minha família. Ontem mesmo, teve um...
fome? Nunquinha mesmo! Teve um dia que até briguei por causadisso.Longanimidade insite em convencer João e diz: Mas, João....
Joãozinho responde: Sim, como no dia em que menti e desobedeciminha mãe. Ela ficou tão chateada comigo.Continua Domínio pr...
João contente fala: Que bom que Deus ficou feliz comigo! Mas... eununca vou conseguir ser totalmente dele. Eu brigo muito,...
A partir daquele dia a vida de João foi transformada. Seucomportamento mudou. Por causa dele, seus pais aceitaram aJesus e...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

História objetiva

665 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
665
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História objetiva

  1. 1. História Objetiva: Joãozinho e os frutos Joãozinho e os frutos (adaptação Taty Amaral)Numa manhã de sábado, João foi para o jardim da sua casa. É ummenino bem esperto e gosta de fazer novos amiguinhos, porém,mesmo tendo muitos amiguinhos, ele sempre era tomado por umagrande tristeza. A tristeza dele era tão grande que ele ficava assimpor horas.Quando de repente surge diante dele um lindo e cheiroso frutinhoque diz: Olá garoto, por que você está tão triste assim?Joãozinho pergunta: Quem é você?O frutinho responde: Sou um frutinho muito especial e estou aquipara ajudar você. Ahh... quero te apresentar uma amiga!- Olá, sou a alegria!Joãozinho diz: Alegria??? Hum, até parece que você existe!Alegria responde: Existo sim, olha eu aqui. Você está me vendo? Eposso morar no seu coração.
  2. 2. Joãozinho replica: Eu, é ruim, hein?! Você não me conhece, nãoconhece minha vida e nem minha família. Ontem mesmo, teve umaconfusão daquelas na minha casa. Mamãe e papai não se entendemnunca. Vivem brigando.Diz Alegria: Por isso mesmo você precisa de mim. Pois mesmoquando estiver mal, Deus lhe dará alegria e a certeza de que tudodará certo.Aparece um outro fruto e fala: Ei, eu também quero me apresentar.Sou a paz e se não tivermos paz, acontece o que aconteceu em suacasa... brigas, desrespeito e um montão de coisas ruins que a gentevê por aí. Não é verdade?!Joãozinho responde: Ah, então fiquem aqui comigo. Eu precisomuito de vocês e meus pais também.Entra a Longanimidade e pergunta: Amor, não vai meapresentar seu amiguinho?Amor responde: João, essa é a Longanimidade.João meio confuso pergunta: Longa... o quê??! Que nome difícilvocê tem!Longanimidade: Eu sou a Longanimidade, também conhecidacomo paciência. Estou presente no coração daqueles que sabemesperar.Joãozinho fala: Esperar? Eu? nem na fila da cantina. DonaLonga... sei lá o quê. Na escola, eu vou ficar esperando? Cheio de
  3. 3. fome? Nunquinha mesmo! Teve um dia que até briguei por causadisso.Longanimidade insite em convencer João e diz: Mas, João... nãopode ser assim, você tem que ser paciente...João responde: Paciente? nem pensar... só em falar em terpaciência eu fico nervoso!Aparece a Mansidão, já perguntando: Tem alguém nervoso aí? Setiver... é com a gente mesmo!Pergunta João: Quem são vocês?_ Eu sou a Mansidão_ Eu sou o Domínio PróprioJoão pergunta curioso: Mansidão? Domínio Próprio? Pra quevocês servem?Mansidão responde: Para acalmar coraçõezinhos nervosos como oseu.Completa o Domínio Próprio: E ajudar a todos a controlarem suasvontades.Joãozinho não entende e pergunta: Como assim?Domínio Próprio explica: Você já fez algo que não gostaria de terfeito?
  4. 4. Joãozinho responde: Sim, como no dia em que menti e desobedeciminha mãe. Ela ficou tão chateada comigo.Continua Domínio próprio: Então?! Se eu estivesse presente, vocêteria dominado a vontade de mentir e desobedecer sua mãe.Mansidão fala: Joãozinho... você já brigou com seus amigos?João responde: Jáaa... muitas vezes, por causa de pipa, de bola, doMengão e até por causa do lanche.Mansidão adverte João: Não faça isso! É tão bom vivermos bemcom as pessoas..._ É... pelo visto eu preciso de todos vocês. Eu não faço nada certo...Aparece a Bondade e diz: Faz sim! Se lembra daquele dia em quevocê e sua mãe separaram algumas peças de roupa e comida elevaram para os desabrigados?João: Eu me lembro!!!Bondade continua: Nesse dia você estava com o seu coração cheiode bondade e de benignidade. Eu sei... porquê eu estava lá.Benignidade: Eu sou a Benignidade. Eu e a minha amigaBondade andamos juntas e ficamos felizes com você. E Deustambém se agradou muito de você naquele dia.
  5. 5. João contente fala: Que bom que Deus ficou feliz comigo! Mas... eununca vou conseguir ser totalmente dele. Eu brigo muito, façomuitas coisas erradas. Deus não vai me aceitar.Lá vem a Fidelidade afirmando: Vai sim! Ele é fiel e se você fortambém fiel, Ele irá te ajudar e disso eu entendo, pois sou aFidelidade. E se Ele estiver com você, e então não será como é. Vocêterá condições de abandonar as coisas erradas e não fazê-las mais.João diz: Vocês não me conhecem e estão aqui tentando me ajudar.Como isso é possível?Amor responde: É possível sim Joãozinho, pois todos eles estãocomigo. O fruto que fez Deus sacrificar o seu único filho por você epor toda a humanidade.Joãozinho bem esperto fala: Só agora me dei conta, você chegou,apresentou todos os seus amigos mas não disse quem é você!Amor se apresenta: Eu sou o Amor e nesta manhã eu e meusamigos desejamos estar sempre com você. Você quer isso?João decide: Eu quero! O que tenho que fazer?Amor explica: Você precisa aceitar ao Senhor Jesus e convidá-lopara morar no seu coração e nós iremos juntos. Ainda que você nãoconsiga nos olhar com os olhos, tenha certeza que estaremos ali,através do Espírito Santo.João fala: Então... eu aceito o Senhor Jesus e aceito os frutos deletambém!
  6. 6. A partir daquele dia a vida de João foi transformada. Seucomportamento mudou. Por causa dele, seus pais aceitaram aJesus e ele passou a ser muito feliz. O mesmo pode acontecer comvocê também. Basta aceitar a Jesus como o seu Salvador e desejarardentemente o seu Espírito. É só você querer.

×