Relações interpessoais

3.367 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.367
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
123
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relações interpessoais

  1. 1. Relações interpessoais<br />
  2. 2. Questões a abordar…<br />O que pensamos dos outros?<br />Por que razão agimos de determinada maneira face a uma dada situação social?<br />Como os influenciamos?<br />Como nos influenciam a nós?<br />Como nos relacionamos com os outros?<br />Como formamos as nossas impressões? E as atitudes? E os preconceitos? <br />
  3. 3. <ul><li>Processos de cognição social
  4. 4. Processos de influência entre indivíduos
  5. 5. Processos de relação entre os indivíduos e os grupos</li></ul>Temas a abordar:<br />RELAÇÕES INTERPESSOAIS<br />
  6. 6. O desconhecido é incómodo.<br />
  7. 7. Lemos o mundo social através dos…<br />Processos de cognição social<br />
  8. 8. Ver definição de cognição social no manual p. 150<br />As relações que estabelecemos com os outros<br />estão envoltas em diversos factores de ordem cognitiva <br />que nos ajudam a:<br /><ul><li>Interpretar as situações
  9. 9. Procurar as respostas mais adequadas a essas situações</li></li></ul><li>Processos de cognição social<br />Impressões<br />Expectativas<br />Atitudes<br />Representações sociais<br />
  10. 10. IMPRESSÕES – O QUE SÃO?<br />
  11. 11. IMPRESSÕES<br />A partir do primeiro contacto com alguém construimos uma imagem/ideia sobre essa pessoa a partir de algumas características, indícios que seleccionamos e consideramos mais significativos.<br />Noções criadas espontaneamente a partir do contacto com as pessoas e que nos fornecem um quadro interpretativo para as julgarmos quanto às suas características principais e comportamento.<br />
  12. 12. Impressões <br />
  13. 13. Como se formam as impressões?<br />Através da categorização <br />permite simplificar a complexidade do mundo social; conjunto de processos psicológicos a partir dos quais ordenamos o ambiente em categorias <br /> grupos de pessoas, objectos, acontecimentos, etc.<br />
  14. 14. Categorização – 3 tipos<br />Afectiva<br />Moral<br />Instrumental<br />
  15. 15. Indícios para a formação das primeiras impressões<br />Físicos <br />Verbais<br />Não verbais <br />Comportamentais<br />
  16. 16. Através da impressão formamos um esboço psicológico da pessoa.<br />
  17. 17. Qual a importância das primeiras impressões?<br />A ordem com que conhecemos as características de uma pessoa é importante?<br />
  18. 18. Primeiras impressões<br />Persistência das primeiras impressões – resistência em integrar informações que contrariam as primeiras impressões.<br />Efeito de halo - Thurnstone<br />
  19. 19. EXPECTATIVAS<br />
  20. 20. Expectativa<br />Representação interna mental das regularidades do mundo exterior ou das relações entre as acções do sujeito e o mundo exterior.<br />
  21. 21. Funções das expectativas<br />Permitem prever os comportamentos e atitudes e estabelecer relações duradouras entre as pessoas.<br />Afectam o modo como interagimos com os outros, como interagem connosco.<br />Influenciam a nossa identidade.<br />Expectativas positivas – comportamentos positivos e vice-versa.<br />
  22. 22. Como formamos as expectativas?<br />Indução – incluimos a pessoa numa dada categoria.<br />Dedução – atribuimos-lhe certas características não observadas.<br />
  23. 23.
  24. 24.
  25. 25. Importância do processo de socialização na formação das expectativas (valores, crenças, princípios, história pessoal)<br />
  26. 26. Efeitos das expectativas<br />Dos professores sobre os alunos – efeito de pigmalião.<br />Dos investigadores.<br />
  27. 27. ATITUDES<br />
  28. 28. ATITUDES<br />Predisposições adquiridas e relativamente estáveis que levam as pessoas a reagir de forma positiva ou negativa a certos objectos sociais.<br />
  29. 29. Atitudes <br />Em relação <br />À religião<br />Às pessoas do sexo oposto<br />Ao governo<br />À psicologia<br />
  30. 30. As atitudes são observáveis?<br />
  31. 31. As atitudes são observáveis?<br />Não. <br />Podemos inferi-las através dos comportamentos e medi-las através de questionários e testes.<br />
  32. 32. Componentes das atitudes<br />Cognitiva/intelectual<br />Crenças tomadas como verdadeiras/plausíveis, com base em observações e informação a que acedemos:<br />A leitura desenvolve as escrita; o tabaco provoca o cancro<br />Afectiva<br />Sentimentos que nutrimos em relação a pessoas, objectos, pessoas, ideias<br />Gostar de ler, de fumar, etc.<br />Comportamental <br />Resultado das interacções entre as componentes anteriores; predisposição para agir de determinada forma; o que estamos dispostos a fazer face ao que gostamos/acreditamos<br />Desejo/intenção de adquirir livros<br />
  33. 33. Nem sempre as três componentes se harmonizam…<br />Por vezes existem dissonâncias.<br />DISSONÂNCIA COGNITIVA<br />Defender que se deve pagar impostos para garantir a justiça social e cometer fraudes na declaração do IRS.<br />Amar os filhos e desejar o seu bem-estar, mas aplicar-lhes castigos violentos.<br />Contradição entre o que se acredita e o que se está disposto a fazer; na maior parte das vezes domina o elemento afectivo.<br />
  34. 34. Como se formam as atitudes?<br />Através do processo de socialização<br />Agentes de socialização: <br />pais, <br />escola, <br />pares, <br />meios de comunicação social<br />
  35. 35. É possível alterarmos as atitudes?<br />Sim, embora uma das características das atitudes seja a sua estabilidade, é possível mudar as atitudes.<br />Meios para alterar atitudes:<br />experiências vividas pelo indivíduo que provoquem dissonâncias cognitivas<br />Influência dos meios de comunicação social, da publicidade, propaganda, etc.<br />
  36. 36. Representações sociais<br />
  37. 37. Conjunto de conceitos, proposições e explicações criado na vida quotidiana no decurso da comunicação interindividual. São o equivalente, na nossa sociedade, dos mitos e sistemas de crenças das sociedades tradicionais, podem ainda ser vistas como a versão contemporânea do senso comum.<br />Representações sociais<br />
  38. 38. Como se elaboram as representações sociais?<br />Objectivação<br />Ancoragem<br />
  39. 39. Funções das representações sociais<br />Saber<br />Orientar<br />Formação da identidade<br />Justificar<br />
  40. 40. http://www.youtube.com/watch?v=hnOPu0_YWhw&<br />http://www.youtube.com/watch?v=5EzhUfxjiW0&feature=relatedfeature=fvwrel<br />

×