28. Introdução aos Profetas

3.215 visualizações

Publicada em

Curso Visão Panorâmica da Bíblia, lecionado na Igreja Presbiteriana de Dourados, toda quarta-feira, às 19h30' pelo Rev. Ildemar de Oliveira Berbert.

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.215
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
218
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
332
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

28. Introdução aos Profetas

  1. 1. Palavra-chave: “CHAMADOS” “Mensageiros de Deus” PROFETAS: 5 MAIORES 12 MENORES INTRODUÇÃO AOS PROFÉTICOS
  2. 2. DIVISÃO HISTÓRICA DA BÍBLIA OS PROFÉTICOS 05 MAIORES Isaías Jeremias Lamentações Ezequiel Daniel
  3. 3. CRIAÇÃO NOVA CRIAÇÃO/CONSUMAÇÃO RETORNO DE JESUS PENTECOSTE EXÍLIO RESSURREIÇÃO DE JESUS MORTE DE JESUS VIDA DE JESUS PROFETAS DAVI REIS ÊXODO DA ESCRAVIDÃO TERRA PROMETIDA MOISÉS LEI ABRAÃO PROMESSABABEL QUEDA Relacionamento especial, descendentes, Terra Prometida e bênção para todas as nações. O REINO DE DEUS Deus Governa Deus Salva POR MEIO DE JESUS CUMPRIMENTOFUNDAÇÃO ADÃO E EVA
  4. 4. Visão Panorâmica do AT FUNDAÇÃO Quem Deus é. O que Deus faz. Como Deus trabalha. Um resumo
  5. 5. CRIAÇÃO ADÃO E EVA Deus é o mais poderoso ser – No Princípio criou Deus… Deus criou, deu vida, e designou os seres humanos para um relacionamento de amor com Ele e entre eles. Deus cria pela sua Palavra – pelo Seu Poder.
  6. 6. Confiar (ou ter fé) em Deus como Criador é essencial. Nosso Bom e Poderoso Deus criou o mundo o qual pertence a Ele e está em relacionamento com Ele… Ele ama este mundo e não o abandonará.
  7. 7. Deus odeia rebelião… pecado = Rejeição do Governo de Deus. Deus trará julgamento a raça humana e a criação. Deus preserva as bençãos na criação. A ordem da criação foi quebrada, e o governo humano também. Adão e Eva foram tirados do Éden. Começando em Babel a rebelião da raça humana que foi espalhada sobre a terra. Babel
  8. 8. Esta rebelião nos leva até Cristo. Deus deseja estar em relacionamento com seres humanos novamente. Eles precisam voltar ao caminho do Éden. A desobediência humana traz o julgamento de Deus. Existe um caminho de volta?
  9. 9. Promessa Deus é misericordioso. Ele inicia este relacionamento. Deus promete trazer bençãos para a raça humana e restaurar o relacionamento. Deus fielmente mantém Suas promessas mesmo quando nós falhamos em manter as nossas. Abraão
  10. 10. Jesus é o descendente de Abraão por meio de quem Deus cumpriu Sua promessa para abençoar as nações. Em Jesus, Deus misericordiosamente inicia o relacionamento com humanos que não merecem, mas trazendo bênçãos para a humanidade. Aqueles que confiam em Jesus são trazidos para um relacionamento de amizade com Deus. …o caminho de volta para Deus?
  11. 11. Êxodo da escravidão do Egito Moisés Deus é… EU SOU O SENHOR… Mais Poderoso do que qualquer poder humano. Deus salva seu povo que estava escravizado e os chama para viver sob Seu Governo. Deus traz julgamento para aqueles que se opõe a Ele… mas pela sua misericordia salva seu povo. Deus não falaria mais com Israel, como falava com Moisés, ele falaria por profetas, até vir O GRANDE Profeta (Jesus) – Dt.18:14-22)
  12. 12. A idéia da Liberdade da escravidão nos mostra o que Jesus faz pela sua morte e ressurreição. Nossa escravidão do pecado e morte acabou. Através da cruz, Jesus trouxe julgamento aos inimigos de Deus e mostrou misericórdia para aqueles que Ele ama.
  13. 13. A terra Prometida Deus não é apenas misericordioso mas gracioso, dando ao Seu povo um Lar Celestial. Deus também deseja que Seu povo mostre ao mundo que Ele é Deus. Deus é Deus Zeloso. Deus provê uma terra que mana leite e mel para que Seu povo viva como uma nação distinta. Deus chama pessoas do mundo para Ele.
  14. 14. Israel quebrou a promessa com Ele. E não viveu no caminho que Deus tinha mandado que eles vivessem na terra prometida. O povo de Deus pode ainda esperar por uma Terra futura e por um descanso. Isto aponta para Jesus, porque aqueles que respondem a Jesus em fé, encontram uma casa espiritual em Jesus e anseiam por este descanso (Hb 4) o qual será encontrado na Nova Criação.
  15. 15. A Lei Deus é Santo… Pecado deve ser evitado e pago por sacrifício. Deus é Amoroso… Permite que um povo pecador tenha relacionamento com Ele. Deus é Governador… Seus mandamentos refletem sua própria justiça e Santidade. Deus chama Seu povo para responder a Seu ato Salvífico com um justo e correto relacionamento com ELE. Deus salva pessoas para que vivam sob Seus comandos. Lei é para um povo Salvo.
  16. 16. O povo de Deus, a nação de Israel, falhou inúmeras vezes em seguir a Lei. Eles pecaram (rejeitaram os mandamentos de Deus) várias vezes. Mesmo avisados pelos profetas de Deus. Mas Jesus é o fim da Lei e o cumprimento dela. A justiça dEle (obediência completa a Deus... aceitação das ordens de Deus) pode ser imputada ou recebida por aqueles que confiam nEle. Onde Israel falhou, Jesus foi bem sucedido e divide Sua justiça conosco, isso se temos fé NELE.
  17. 17. Reis DAVI Deus é paciente com Seu povo… com os reis… Deus é gracioso e fiel para com Sua promessa… Prometendo estabelecer um reino eterno para Ele e seu povo, por meio da linhagem de Davi. Deus chama Seu povo a viver como nação Santa sob o governo daqueles que Ele designa. Deus usa o sistema representativo… os reis exerciam as ordens de Deus. Se o rei pecava, a nação era julgada.
  18. 18. Jesus é diretamente descendente do Rei Davi… Ele pregava a vinda do Reino de Deus. Jesus foi um Rei como nenhum outro, servo e humilde… completamente obediente a Deus até a morte. Cristo ressuscitado retornará como o último Rei, e julgará o Mundo, salvando Seu povo, cumprindo as ordens de Deus.
  19. 19. Exílio Deus é juiz… o pecado não será nunca tolerado. Deus é também justo… Dando as pessoas o que elas merecem. Deus mostra a verdade para com Sua Palavra e chama Seu povo a prestar contas. O justo julgamento de Deus… ainda relembra fidelidade á Sua Promessa E preserva o remanescente fiel.
  20. 20. A rejeição da humanidade para com Deus continua e a sua ira sobre estas pessoas. De qualquer modo, Deus chama o remanescente dos Judeus e também muitos não judeus. A graça de Deus, no fim das contas mostra-nos na morte sacrificial de Jesus e sua ressurreição, salvação de pecadores.
  21. 21. Deus cuida de Seu povo… sabe que eles são esquecidos. Deus manda muitos profetas (mensageiros) para lembrar, alertar e confortar Seu povo. Deus trabalha com paciência… nunca calado… Sua Palavra e vontade foram conhecidas por meio dos profetas. Profetas
  22. 22. O último profeta foi João Batista. Finalmente, Deus envivou Seu próprio Filho, Jesus… o Profeta Maior (Dt.18:15) Ele foi o Maior alerta de Deus sobre o julgamento… Mas também trouxe conforto e bênçãos a todas as nações como prometido a Abraão milhares de anos antes. Ele chamou a nação de Israel para retornar para Deus e convidou a todos para entrar no Reino de Deus.
  23. 23. • Os profetas do Velho Testamento foram pessoas vocacionadas por Deus, que falaram da parte de Deus e comunicaram corajosamente sua mensagem ao seu povo, a nação de Israel. • “Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho...” (Hb 1:1) • “Como prometera, desde a antiguidade, por boca dos seus santos profetas,” (Lc 1.70) A Natureza da Profecia
  24. 24. • Parte das profecias veio a ser escrita e registrada no Antigo Testamento. • “Porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo” (2 Pe 1:21) • “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça” (2 Tm 3:16). • “ e que agora se tornou manifesto, e foi dado a conhecer por meio das Escrituras proféticas, segundo o mandamento do Deus eterno, para a obediência por fé, entre todas as nações” (Rm 16:26). A Natureza da Profecia
  25. 25. • A profecia consistia não somente da predição de eventos futuros relacionados com a ação de Deus na história, os quais se cumpriram literal e infalivelmente, mas especialmente da exposição desses eventos e sua aplicação aos dias em que os profetas viveram. Um chamado ao arrependimento! • O teste da verdadeira profecia era o seu cumprimento. Profeta: Chamado, mensagem, oração. • Ver Dt 18.20-22; cf. 1 Rs 13.3-5; 2 Rs 23.15-16. A Natureza da Profecia
  26. 26. • Há várias palavras para “profeta” no Velho Testamento. • A mais usada é (nabi). • Ela expressa a ideia de alguém que fala por outro, como “sua boca” • “E ele falará por ti ao povo; ele te será por boca, e tu lhe serás por Deus” (Ex 4:16) • O Profeta: é “Boca de Deus” • “Então disse o SENHOR a Moisés: vê que te constituí por Deus sobre Faraó, e Arão, teu irmão, será teu profeta” (Ex 7:1) A Natureza da Profecia
  27. 27. • Este sentido básico da palavra pode ser visto em Dt 18:14-19. (Não ouvirão mais a voz do Senhor, Ele falará através de um profeta) • O profeta era, então, primariamente, alguém que falava da parte de Deus, inspirado e orientado por Ele. • As expressões, “assim diz o Senhor” e “veio a mim a Palavra do Senhor dizendo,” caracterizavam a palavra inspirada e infalível dos profetas, que deveria ser recebida pelo povo de Deus como Sua palavra. A Natureza da Profecia
  28. 28. • O ministério desses profetas encerrou-se séculos antes da vinda de Cristo ao mundo. Houve 400 anos de silêncio profético. • Ver Luc.7:16 – sede de profeta – “Deus visitou seu povo” • Os escritores do Novo Testamento se referem aos profetas antigos como um grupo fechado e definido. • ... “E eles responderam: João o Batista; e outros: Elias; mas outros: Um dos profetas”... (Mc 8:28) • Ver também Mt 23.29-31; At.7:52, etc. A Natureza da Profecia
  29. 29. • Os sucessores dos antigos profetas foram os apóstolos do Novo Testamento, os quais também receberam um chamado específico, predisseram futuros eventos, entre os quais a segunda vinda do Senhor e o juízo final (Mt 10.1-4; Gl 1.15-16.) • “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados; Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”. (1 Co 15:51-52). Uma profecia! • O livro de Apocalipse é uma profecia (ver Ap 1.3; 22.18-19) escrita por um apóstolo. A Natureza da Profecia
  30. 30. veremos com os profetas, a nação escolhida por Deus – A nação de Israel foi para o exílio por causa de rebelião. - Os profetas foram mensageiros de Deus para o povo. - O último profeta no AT é Malaquias que traz a mensagem de desafio e julgamento àqueles que estavam retornando do exílio para Jerusalém. OS PROFETAS ERAM HOMEM ÍNTEGROS QUE FALAVAM DA PARTE DE DEUS AO POVO DE DEUS. ERAM FIÉIS À PALAVRA DE DEUS O PROFETA DE DEUS HOJE É AQUELE QUE É FIEL À PALAVRA DE DEUS
  31. 31. OS FALSOS PROFETAS - Eram pessoas que se levantavam em nome de Deus, sem ser por Deus chamado; Foram um calo nos profetas de Deus. - Eles não tinham a mensagem de Deus nos lábios – enganavam o povo; - Dt.13 – acalentavam o povo no pecado – adorar falsos deuses - Pregavam a rebeldia contra o Senhor, cheios de engano - falava a sua própria palavra e confundia o povo da aliança – Jer. 23:28 - O Povo sempre teve maior disposição de ouvir os falsos profetas do que os profetas de Deus, pois eles falavam o que o povo queria ouvir e não o que Deus dizia.
  32. 32. Como Israel tratou os profetas de Deus no meio deles? - Jesus relata: “Jerusalém, Jerusalém, que mata os teus profetas e apedreja os que te foram enviados...” (Mt.23:37) - Estêvão em seu discurso: “Qual dos profetas vossos pais não perseguiram? (At.7:52)

×