26. Os poéticos: Eclesiastes

4.496 visualizações

Publicada em

Curso Visão Panorâmica da Bíblia, lecionado na Igreja Presbiteriana de Dourados, toda quarta-feira, às 19h30' pelo Rev. Ildemar de Oliveira Berbert.

1 comentário
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Excelente material, parabéns aos irmão!!!!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.496
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
249
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
560
Comentários
1
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

26. Os poéticos: Eclesiastes

  1. 1. O LIVRO DE ECLESIASTES Palavra-chave: “VAIDADE”
  2. 2. DIVISÃO HISTÓRICA DA BÍBLIA OS 05 LIVROS POÉTICOS JÓ SALMOS PROVÉRBIOS ECLESIASTES CANTARES
  3. 3. Autor O Livro de Eclesiastes foi escrito pelo Rei de Israel que mais adquiriu fama, riqueza e sabedoria e conhecimento literário; - Notável em como pensador original e crítico; - “Filho de Davi, Rei de Israel” – 1:1 - Não há dúvida de que Salomão é o autor de Eclesiastes; - Salomão reinou em Israel de 970 a 930 aC
  4. 4. Data e Ocasião A tradição dos judeus afirma que Salomão teria escrito: - Cantares durante a sua juventude; - Provérbios em sua maturidade; e - Eclesiastes no final de sua vida, tentando externar sua tristeza pelo tempo perdido, principalmente com a carnalidade e idolatria a que se havia entregue.
  5. 5. Características do livro • o nome Eclesiastes vem da língua grega, e significa Pregador, Orador, pessoa encarregada de convocar um auditório e dirigir-lhe a palavra para reflexão da vida; • a palavra "vaidade" aparece 37 vezes no livro.
  6. 6. PROPÓSITO DO LIVRO • mostrar o vazio que resulta de procurar ser feliz longe de Deus. • O ceticismo e o desespero tomam conta, e a pessoa perde completamente a razão de viver, ainda que lute muito, procurando encontrar um sentido para a vida! • Aliás, este livro mostra a luta de um homem procurando encontrar o sentido da vida!
  7. 7. Versículo-chave do Livro "Vaidade de vaidades! Diz o Pregador; vaidade de vaidades! Tudo é vaidade" (1.2).
  8. 8. ESBOÇO DO LIVRO ECLESIASTES PODE SER DIVIDIDO ASSIM 1 a colocação do problema ou A Experiência do Pregador 1: 1-11 2 O Estudo do problema Ou Juízos do pregador em torno da existência 1:12 a 11:10 3 A Solução do Problema Conclusões 12
  9. 9. OS TEMAS DE ECLESIASTES 1. A SABEDORIA MERAMENTE NATURAL, QUE DISTANTE DE DEUS, PROCURA ENCONTRAR A VERDADE E A FELICIDADE; 2. ENQUANTO PROVÉRBIOS DESTACA TEMPOS ÁUREOS DA VIDA DO HOMEM, ECLESIASTES TRATA DAS ILUSÕES: - Tristeza, desalento, perplexidade e o fracasso da sabedoria natural; - Depois de adquirir bens e fama, Salomão tenta investigar a verdade e a felicidade sem Deus; - Ele aprende: Sem a benção de Deus, posição e riqueza não satisfazem o coração humano, é vaidade, promove desgosto e fracasso. “Sim, tudo é vaidade e corre atrás do vento” Ec.2:17
  10. 10. CONTEÚDO Tudo é Vaidade? Como viver do melhor modo possível, num mundo onde tudo é vaidade? Que proveito tem o homem de todo o seu trabalho com que se afadiga debaixo do sol? O que o ser humano deve fazer, saber e conhecer para viver de maneira feliz e plenamente satisfatória?
  11. 11. Lições de Livro “VAIDAD E DE VAIDADE, DIZ O PREGAD OR, TUDO É VAIDADE ” SEM DEUS A VIDA É SÓ VAIDADE
  12. 12. É importante entendermos o propósito do livro, para podermos interpretá-lo. Suas palavras são as de um homem distante de Deus, colocando para fora seus pensamentos e conclusões. Ele apresenta seus conceitos pessoais, mostrando seu ceticismo em relação à vida. Somente no final (especialmente no capítulo 12) é que ele retorna à sensatez, e passa a discernir, recebendo a sabedoria de Deus. É importante lembrarmo-nos que nem todas as idéias de Salomão vinham do coração de Deus, pois ele estava afastado do Senhor; todavia, a lição no final do livro veio dEle!
  13. 13. é interessante traçarmos um paralelo entre Salmos e Eclesiastes Davi com Salomão
  14. 14. Davi escritor da maioria dos salmos, em sua luta incessante por edificar o reino, estava sempre exclamando: "Alegrai-vos!", "Cantai!", "Louvai!". Um homem de grandes lutas. E muita alegria! Por que? Porque o Senhor era o seu Pastor! E sua alma tinha um único desejo - "UMA COISA peço ao SENHOR, e a BUSCAREI: que eu possa morar na casa do SENHOR todos os dias da minha vida, para contemplar a beleza do SENHOR, e meditar no seu templo" (Sl 27.4).
  15. 15. Salomão herdeiro de Davi, recebeu tudo "de mão beijada". Assentou-se no trono em paz e segurança, cheio de riqueza, poder e facilidades. A partir daí, entregou-se aos prazeres da carne e do "eu", distanciando-se cada vez mais do SENHOR. Seu grito foi, consequentemente: "Tudo é vaidade!". Longe do Deus de seu pai, não encontrava o menor sentido para a vida. O livro de Eclesiastes, "seu" livro, constitui- se num grito melancólico e triste dealguém que se afasta de Deus!
  16. 16. Lições do Livro 1 Longe de Deus, tudo é sem sentido a que ponto chega um coração que se distancia de Deus! Torna-se incapaz de compreender a eterna simplicidade de verdades como a que foi expressada pelo Senhor Jesus em João 14.2,3 - "Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que onde eu estou estejais vós também". 2 O lugar da Humildade você se deixa admoestar? Admoestar é: advertir de falta; censurar; repreender com brandura; aconselhar; lembrar; avisar. admoestação é: advertência, aviso, conselho, repreensão leve, reparo,
  17. 17. Lições do Livro 3 O dia da ilusão findar! - ninguém escapa, nesta vida, dos dias maus e difíceis. Podemos viver muito tempo em bonança. Todavia, a época do desgosto e dor chegará à nossa porta. Consequentemente, é preciso prepararmo- nos desde cedo. -Ec 9.12 ensina que não sabemos a nossa hora: “Pois o homem não sabe a sua hora...” -Portanto, temos que estar preparados sempre! - (Quem esperava a morte, naquela manhã ensolarada de 11 de setembro de 2001, no World Trade Center de Nova York?!).
  18. 18. 4 Somos seres responsáveis Daremos contas a Deus de tudo! nunca se esqueça desta verdade! Guarde, também, estes versículos: "NADA [quanto é 'NADA'?!] há encoberto que não venha a ser revelado; e oculto que não venha a ser conhecido" (Lc 12.2); "assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a DEUS" (Rm 14.12) Lições do Livro
  19. 19. Cristologia de Provérbios • A mensagem messiânica deste livro nasce a partir de 12.11 – "As palavras dos sábios são como aguilhões, e como pregos bem fixados as sentenças coligidas, dadas pelo único Pastor" • onde o que o único Pastor disse é visto como uma palavra firme e totalmente confiável, em oposição à palavra incerta daquele que nem sabe por que razão nasceu! • O Senhor Jesus sempre dizia: "Em verdade, em verdade vos digo..." (Jo 16.23). • Ele é a própria Verdade! A resposta segura para todas as nossas inquietações. • Além disso, o geral do livro é a expressão do grito desesperado da alma humana em busca de um Salvador!
  20. 20. PALAVRA FINAL “De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem. Porque Deus trará a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más”
  21. 21. Tudo é vaidade (sem o temor de Deus) Aprendizagem sem Deus Cinismo (1:7,8) Grandeza sem Deus Tristeza (1:16 – 18) Prazer sem Deus Desapontamento (2:1,2) Trabalho sem Deus Ódio pela Vida (2:17) Filosofia sem Deus Vazio (3:1-9) Eternidade sem Deus Falta de realização (3:11) Vida sem Deus Depressão (4:2,3) Religião sem Deus Medo (5:4-7) Riqueza sem Deus Tribulação (5:12) Existência sem Deus Frustração (6:12) Sabedoria sem Deus Desespero (11:1-8) TEMOR A DEUS REALIZAÇÃO (12:13,14)

×