Modelo projeto de pesquisa

923 visualizações

Publicada em

Modelo projeto de pesquisa

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
923
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
243
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modelo projeto de pesquisa

  1. 1. SEMINÁRIO TEOLÓGICO BATISTA DO ESTADO DE SÃO PAULO DIGITE AQUI SEU TÍTULO: o subtítulo aqui DIGITE AQUI O SEU NOME COMPLETO, SEM ABREVIAÇÕES BAURU 2014
  2. 2. SEMINÁRIO TEOLÓGICO BATISTA DO ESTADO DE SÃO PAULO DIGITE AQUI SEU TÍTULO: o subtítulo aqui DIGITE AQUI O SEU NOME COMPLETO, SEM ABREVIAÇÕES Projeto de Pesquisa apresentado ao Seminário Teológico Batista Do Estado De São Paulo, como parte dos requisitos para conclusão da disciplina Metodologia da Pesquisa II, do curso de Bacharel em Teologia, sob a orientação da Prof.ª Sandra de Lima Ribeiro dos Santos. BAURU 2
  3. 3. 2014 RESUMO É a apresentação dos pontos relevantes do texto. Deve ser redigido em um único parágrafo e tem por objetivo dispensar a leitura do texto na íntegra e facilitar a busca de informações sobre o trabalho nas bases de dados. Não deve ser superior a 250 palavras. E deve ser seguido por palavras as quais estão relacionadas ao conteúdo do trabalho, também conhecidas como palavras-chaves. Localiza-se antes do texto e o Abstract, que é a versão em inglês do Resumo, deve figurar logo após o Resumo. Sugerimos que a montagem do Resumo seja uma das últimas etapas do processo de redação, pois depois de concluído o texto fica mais fácil extrair as principais ideias com maior coerência. Deve ser digitado em tamanho 12, parágrafo justificado e espaço simples. O título deve ser digitado em tamanho 14, maiúsculo e centralizado. É só seguir o modelo que está pronto e digitar o seu texto. Palavras-chave: digite aqui; digite aqui; digite aqui. 3
  4. 4. SUMÁRIO INTRODUÇÃO................................................................................................................... 5 JUSTIFICATIVA/PROBLEMA DE PESQUISA............................................................... 6 OBJETIVOS........................................................................................................................ 7 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA...................................................................................... 8 METODOLOGIA................................................................................................................12 CRONOGRAMA................................................................................................................ 13 REFERÊNCIAS.................................................................................................................. 14 4
  5. 5. Introdução De acordo com a NBR – 6029 é a “parte inicial onde se expõe o argumento, os objetivos da obra e o modo de tratar o assunto”. Devem ser incluídas informações as quais justificam o trabalho e embasam sua revisão de literatura. Embora apareça no início do texto, deve ser redigido ao final da redação do trabalho, quando o autor tem maior domínio do conteúdo e clareza dos objetivos do trabalho. Não recomendamos o uso de citação na Introdução. Para facilitar o processo de construção da Introdução, sugerimos que estes itens estejam contemplados: 1. Qual a categoria e o tema do trabalho? 2. Qual a problema que proporcionou o desenvolvimento do trabalho? 3. Quais são as justificativas e os motivos pelos quais o autor foi levado a fazer certas escolhas? 4. Quais são os objetivos do trabalho? 5. Quem são seus participantes? 6. Qual foi a metodologia escolhida? 7. Qual local e como se desenvolveu o processo de pesquisa? A resposta para estas questões deve ser objetiva. Sugerimos iniciar o outro item do Projeto de Pesquisa na próxima página. 5
  6. 6. Justificativa/Problema de Pesquisa Você deve digitar aqui a sua justificativa para escolha deste tema de pesquisa e qual o problema que envolve essa temática e que precisa ser pesquisado. Nesta etapa do desenvolvimento do trabalho, o assunto deve ser desenvolvido de modo a possibilitar uma completa percepção das suas escolhas. Pode ser considerada a parte principal do projeto de pesquisa, juntamente com a questão dos objetivos. Aqui podem ser apresentadas as suas questões de pesquisa e você pode dialogar com autores que justificam sua escolha. Sugerimos iniciar o outro item do Projeto de Pesquisa na próxima página. 6
  7. 7. Objetivos Com a finalidade de (...) o estudo será realizado tendo os seguintes objetivos: Geral · Analisar, comparar, criticar, debater, diferenciar, discriminar, examinar, investigar, provar. Comparar, criticar, debater, diferenciar, discriminar, examinar, investigar, provar. Argumentar, avaliar, contrastar, decidir, escolher, estimar, julgar, medir, selecionar. Específicos · Analisar, comparar, criticar, debater, diferenciar, discriminar, examinar, investigar, provar. Comparar, criticar, debater, diferenciar, discriminar, examinar, investigar, provar. Argumentar, avaliar, contrastar, decidir, escolher, estimar, julgar, medir, selecionar. · Analisar, comparar, criticar, debater, diferenciar, discriminar, examinar, investigar, provar. Comparar, criticar, debater, diferenciar, discriminar, examinar, investigar, provar. Argumentar, avaliar, contrastar, decidir, escolher, estimar, julgar, medir, selecionar. · Analisar, comparar, criticar, debater, diferenciar, discriminar, examinar, investigar, provar. Comparar, criticar, debater, diferenciar, discriminar, examinar, investigar, provar. Argumentar, avaliar, contrastar, decidir, escolher, estimar, julgar, medir, selecionar. Nossa justificativa acerca da relevância e necessidades de estudos dessa natureza é produzir informações que possam contribuir para: 7
  8. 8. 8 · Digite aqui qual é a contribuição da sua pesquisa, com o que ela irá colaborar para a melhoria da educação escolar. · Digite aqui qual é a contribuição da sua pesquisa, com o que ela irá colaborar para a melhoria da educação escolar. Fundamentação Teórica Converse com os autores que tratam sobre a temática de pesquisa escolhida por você. Faça um levantamento do que já foi feito e procure colocar luz no que ainda está obscuro sobre a temática. Durante o processo de escrita do texto, o autor dialoga com outros autores, ou seja, cita outros e isso precisa ser referenciado. Há dois sistemas de chamadas de citações: o alfabético e o numérico. No caso, utilizarmos o sistema alfabético. Nesse sistema, as citações são feitas pelo sobrenome do autor e devem necessariamente constar nas referências no final do trabalho. Abaixo, temos alguns exemplos. Em pesquisa recente (PEREZ, 2008) é exposta a importância de se olhar para a criança... Segundo Saviani (2007), é necessária a reflexão filosófica... Quando houver coincidência de sobrenomes e datas, os prenomes são utilizados como diferenciadores. Como: (SILVA, L. 2005), (SILVA, P. 2005). Há casos que os documentos citados do mesmo autor foram publicados no mesmo ano. Nesse caso, acrescenta-se letras minúsculas, logo após a data, sem espaço, como forma de diferenciá-los. Exemplo: (OLIVEIRA, 2007a), (OLIVEIRA, 2007b). Quando citamos literalmente aquilo que foi dito por outro autor, se faz necessário indicar a página do documento no qual foi extraída a citação, logo após a data, separada por vírgula. Conforme Severino (2000, p. 11), “a entrada em cena das novas tecnologias informáticas é um dos fatos mais marcantes para a vida acadêmica [...]”. A citação é a menção de uma informação extraída de outra fonte para esclarecer, ilustrar ou sustentar o assunto apresentado. Pode aparecer no texto ou em notas de rodapé. As citações que aparecem diretamente no texto, são classificadas como:
  9. 9. 9 Citações diretas inseridas no texto Toda citação literal com até três linhas deve ser transcrita diretamente no texto, entre aspas, inserida no parágrafo e fazendo parte da redação normal do trabalho, como indica Dupas (2004). Gentili (1996, p.10) destaca “a importância teórica e política de se compreender o neoliberalismo como um complexo processo de construção hegemônica”, pois suas propostas atingem reformas na economia, na política, na educação, entre outras, e buscam sacramentar estas propostas, enfatizando serem as únicas adequadas para o momento no qual a sociedade vive. Cabe ressaltar que o uso das aspas quando a citação inicia o parágrafo fecham depois do ponto final. “É bom destacar que todos devem seguir a ABNT na redação de seus trabalhos.” Porém, se estiver incluída no contexto, devem ser fechadas antes da pontuação. O autor recomenda “que todos devem seguir a ABNT na redação de seus trabalhos.”[...] Caso haja indicação de referência no final do trecho citado, deve-se fechar as aspas e colocar a pontuação depois dos parênteses. Isto vem de encontro com a lógica neoliberal, para a qual “a liberdade de mercado é a solução para todos os males de que padece o mundo contemporâneo” (PALMA FILHO, 2005, p. 18). Citações diretas destacadas no texto Os trechos longos de citação literal devem ser destacados do corpo do texto, iniciando em parágrafo distinto, com um espaço anterior e outro posterior, entre a citação e o texto. A citação deve estar em tamanho menor que o do corpo do texto. No caso, como estamos utilizando o tamanho 12, pode-se usar tamanho 11 ou 10. O recuo é de 4 cm da margem esquerda. A organização do sistema de ensino é colocada como descentralizada, na qual os municípios podem organizar seus próprios sistemas de ensino: Neste aspecto, a LDB cumpre papel de ancorar as políticas educacionais do governo federal. Não se pode esquecer que a Lei deve ser compreendida no contexto da política educacional inserida na política mais ampla do governo, fortemente aglutinado em torno de um projeto neoliberal, com critérios norteadores de suas ações baseados na minimização do papel do Estado em relação às questões sociais. (ABBADE, 1998, p.45)
  10. 10. A LDBEN/96 determina no art. 32 o ensino fundamental [...] Citações indiretas O autor pode fazer resumir, sintetizar ou até explicar, com suas próprias palavras, a ideia central do texto em estudo. Nesse caso, não há necessidade do uso de aspas, mas é necessário que, seja indicada a autoria e ao final do trabalho a referência. Gonçalves Filho (2004) destaca que para tentar corrigir esta deficiência, temos o discurso da avaliação institucional em especial sobre os cursos superiores [...] Citações de citações As citações de citações são indicadas apenas como o autor não tem acesso ao documento original, sendo assim, ele pode fazer uso de trechos citados por outros autores em suas obras. Não recomendamos esse tipo de procedimento, somente em casos extremos. A citação de citação é indicada da seguinte forma: sobrenome do autor original, seguido da expressão “apud” ou “citado por” e do nome do autor citado (autor da obra consultada). Cardoso, citado por Barros (2001), demonstra que [...] Segundo Souza (1999 apud COSTA, 2008, p. 7) é relevante [...] “[...] o modelo educacional sempre foi analisado de maneira fragmentada” (MATOS, 1920, p. 45 apud BARBOSA, 2004, p. 23). Cabe destacar que independente da forma como for citado, o material deve constar nas referências. Destaque em citação Para destacar ou enfatizar algumas palavras ou expressões nas frases das citações diretas, usa-se a palavra grifo, seguido de “grifo nosso” ou “grifo do autor” imediatamente após o trecho ou palavra grifada. Expressões latinas Recomenda-se evitar o uso excessivo de expressões latinas. Ao aparecerem no texto, tais expressões devem estar em itálico, quando não estiverem abreviadas. As expressões mais utilizadas são: 1. id. ibid.: idem ibidem = mesmo autor e na mesma obra; 2. op. cit.: opus citatum = na obra citada; 3. apud = citado por; 4. sic = assim está escrito; 5. loc. cit.: loco citato = no lugar citado; 6. passim = em diversas passagens. 10
  11. 11. 11 No caso do “ibid”, o qual pode ser utilizado subentendendo o autor, recomenda-se utilizar quando a mesma obra é citada várias vezes, sem que nenhuma outra obra interrompa essa sequência. Quando houver interrupção, usa-se “op. cit”. Veja o exemplo: Segundo Tommasi (2001), apesar dos empréstimos para os países em desenvolvimento chegarem, apenas, a 0,5% do total de gastos com educação, o principal papel do Banco é o de influenciar as políticas educativas, particularmente, em mudanças nas formas de gestão e na alocação dos recursos. A partir do início da década de 70, o foco do Banco é direcionado para projetos na área da Educação, sendo esta considerada um fator determinante no crescimento econômico de um país, neste “período foram implementados diversos projetos de ensino no nível técnico, para atender as demandas dos setores produtivos” (ibid, p. 7). Para Dupas (2004, p. 26) “o uso excessivo de expressões latinas dificultam o entendimento, deve haver um equilíbrio na utilização das notas de rodapé, para não se desviar informações que deveriam fazer parte integrante do texto”.
  12. 12. Metodologia O percurso metodológico se refere ao caminho trilhado para que você atinja os objetivos que definiu. Você deve explicitar os instrumentos que utilizará na investigação e das fontes de pesquisa. É um processo de construção, um movimento que o pensamento humano realiza para compreender a realidade social. Evidencia sua postura epistemológica, ou seja, sinaliza para como o pesquisador está concebendo a sua relação com o objeto de conhecimento/estudo. Entendida como o caminho e o instrumental próprios para abordar aspectos do real, a metodologia inclui concepções teóricas, técnicas de pesquisa e a criatividade do pesquisador. Na parte do projeto que cabe à metodologia você deverá explicitar os procedimentos que pretende utilizar na produção dos dados (entrevista, questionário, etc.). Não basta uma frase, você deverá deixar claro o que por que aquele procedimento e não outro. Caso queira, você pode especificar os participantes, o local e os materiais que serão utilizados. · Participantes Participarão do processo de coleta dos dados (...). · Local O estudo será realizado em escolas (...). · Materiais 12
  13. 13. 13 Serão utilizadas: folhas de sulfite, canetas, blocos de anotações, computador para processamento dos dados, cartuchos de impressão, maquina fotográfica digital, entre outros. Cronograma Atividade/Mês Jan. Fev. Mar. Abr. Mai. Jun. Jul. Ago. Set. Revisão bibliográfica X X X X X X X X X Elaboração dos instrumentos de X pesquisa Coleta de dados X Análise dos dados X X Preparação do relatório de pesquisa X X Redação do trabalho final (artigo) X X
  14. 14. REFERÊNCIAS 14 ALMEIDA, A. M. F. da P. M. A pesquisa qualitativa do tipo etnográfico. Texto elaborado exclusivamente para o Programa “Pedagogia Cidadã”. UNESP, 2003 (mimeo). ALVES-MAZZOTTI, A. J.; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. 2. ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2001. BUENDIA. L. E ; CÓLAS P. B. (Org.). Investigación educativa. 3.ed. Sevilha: Alfar, 1998. FIDALGO, F.; MACHADO, L. Dicionário da educação profissional. Belo Horizonte: Núcleo de Estudos sobre Trabalho e Educação, 2000. MIZUKAMI, M. G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986. ROCKWELL, E. Perspectiva de la investigación cualitativa sobre la práctica docente. Revista DIDAC, n. 12, p. 22-25, 1989. SPRADLEY, James P. Participant observation. Holt: Renechart and Winston, 1980. WOLCOTT, H. Criteria for a ethnographic approach to research in schools. Hum. Org., Oklahoma, v. 34, n. 2, p. 111-128,

×